1. Spirit Fanfics >
  2. O Pacto com satã >
  3. Era pra ser o dia mais feliz de nossas vidas.

História O Pacto com satã - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente, eu voltei, e voltei pra ficar, antes eu escrevia umas historias bem bosta sabe? Isso eu quero dizer sobre minha escrita, mas agora eu melhorei, não estou a melhor escritora, mas do que eu era, eu melhorei, E EU QUERO CONVIDAR VOCÊ PRA ME AJUDAR NESSA CAMINHADA, TAOKEY?? Se manifestem por favor!!!!!

Obrigada e boa leitura!

Capítulo 1 - Era pra ser o dia mais feliz de nossas vidas.


Fanfic / Fanfiction O Pacto com satã - Capítulo 1 - Era pra ser o dia mais feliz de nossas vidas.

Oi, eu me chamo jungkook, e vou contar minha historia.

~ A somente um ano atrás, eu tinha um namorado, e sim eu também gosto de homens, esse namorado era o amor da minha vida, eramos o casal mais feliz do bairro, pra min, eramos o casal mais feliz do mundo, mas.. Como tudo que é bom dura pouco...

Em um dia caloroso e bom para sair de casa, fomos a praia. para os próximos seria tae ou taehyung o nome de meu namorado, e pra você ele se chamava kim taehyung!

Continuando... Saimos de casa com tudo o que precisaríamos para o dia na praia, comida, e nosso lindo amor!, pegamos o ônibus 46963, ainda lembro até hoje, olhavamos o sol pela janela do ônibus sujo, e nem tanto agradável, o sol estava diferente, me fazia sentir que algo bom iria acontecer, e quer saber? Aconteceu, mas acalmem-se, já, já eu conto!

Então chegamos a praia, e olhamos aquele mar, com aguas lindas, cheiro da natureza, praia onde não tinha tantas pessoas aglomeradas, aquele dia estava ótimo! Taehyung e eu armamos nosso guarda-sol, e colocamos uma espécie de toalha no chão, para não deitarmos diretamente na areia.

*Amor? O dia ta tao lindo, essa areia macia, cheiro da natureza, sol de esquentar sopa, vamos deixar o guarda-chuva pra lá e deitar nessa areia, alias eu amo está com você, e quero fazer de tudo com você, até mesmo comer areia- gargalhou o menino loiro e de pele branca- taehyung.

*Amor, você me faz gostar de coisas que eu odeio- sorrio com os dentes amostra- jungkook.

~ E assim passamos umas horas na praia, comemos, tomamos banho, beijamos, transamos, e varias outras coisas, então chegou a hora de ir pra casa , fomos para a parada de ônibus, esperamos o ônibus por 3hrs, então já eram 19:04 da noite, estava uma noite fria e bonita, a lua redonda e grande, abracei tae, olhei e apenas disse um simples, bonito, e com muito amor no coração "Eu te amo" ele sorriu e mandou de volta com um belo beijo em meus lábios *A noite está tao linda, não, vida? Eu queria aproveitar aqui mesmo nessa parada de ônibus, com essa lua que nus ilumina, e com essas pessoas olhando, eu quero que todo mundo saiba o quanto eu te amo, mesmo que para eles não pareça uma prova tão clara do nosso amor- ele retirou a mochila da costa, abriu o zip e pegou uma caixinha, eu já sabia, meus olhos brilharam, meu sorriso estampado no rosto, dava pra ver minha felicidade estampada até no meu pé, ele se ajoelhou, abriu a caixinha, sorriu, e perguntou *Jeon jungkook, você aceita casar com o amor da sua vida, com a pessoa que te ama mais do que a sua própria mãe?- ok isso até soa estranho, como se ele estivesse falando o porquê deveria casar com ele, mas isso é normal, porque isso mostra que ele é sim a pessoa certa. E eu respondi *Sim! Eu esperei isso por "toda" a minha vida, você é o amor da minha vida, a pessoa que me faz bem, que me deixa feliz, que me ajuda em meus momentos que nem a lua deseja aparecer, e nem o ar pra me ajudar, mas você esta lá, sempre! Eu aceito sim!

~ Então colocamos nossos anéis de noivado, nos abraçamos e nos beijamos, enquanto escutavamos os aplausos e resmungo de algumas pessoas, ali foi o momento mais feliz da minha vida, e provavelmente o ultimo. Então naquele momento levantamos nossa cabeça olhando o céu que parecia diferente, como se estivesse ficado triste com aquela cena, a lua não estava mais com o mesmo brilho, e as pessoas estavam sorrindo felizes com nossa relação, pelo menos aparentavam estar... A chuva começou a cair e molhar nossos rostos, molhando cabelo e corpo, a parada coberta, com cheiro ruim, a chuva caía e mesmo assim nada fazia com que aquele momento fosse destruído. Mas é como se fosse um "complô" com a nossa relação, o dia todo muito bonito, a noite bonita, o pedido de noivado/casamento, e como eu disse "Tudo que é bom, dura pouco", um homem com cabelos pretos e capuz, onde fugia alguns fios de seu cabelo, roupa preta, moletom preto, até parecia um anjo do inferno com uma faca, gritando com nós dois como se a nossa cena fosse a pior coisa daquele mundo, e que aquilo não podia acontecer, que nos eramos um erro para a sociedade, apontou a faca dizendo que amanhã nós seríamos dois corpos sem vida, e depois daquele aviso apontou a faca no pescoço do tae então tirou e colocou-la nas costas furando-o taehyung que tentou lutar para que não me atingisse, mas ele conseguiu enfiar a faca em minha barriga, tae pulou em suas costas e tentou tirar a arma daquele assassino, hipócrita, babaca, e idiota, segurando sua mão que já estava derramada em sangue, e eu acho que aquele sangue todo não era SÓ de nós dois! já suado e cansado eu tentei ajuda-lo, e quando ele se distraiu eu lutei junto com as forças que me sobravam, mas ele enfiou mais uma vez a faca em minha coxa, uma área que me fez sentir muita dor, e fez-me perder completamente a noção, e só conseguia ver as pessoas com medo e olhando sem fazer nada, enquanto taehyung tentava lutar para que não acontecesse nada comigo, sentir meus olhos começarem a se fechar, não sentia mais dor em minha coxa esquerda, minha barriga? Já nem sabia que existia, olhei minhas mãos tremendo, sentia lágrimas e gotas pesadas de chuva descerem em meu rosto, olhei o homem do inferno e com a faca na mão cheia de sangue ir embora, senti tae me sacudindo para reagir, senti deita-lo ao meu lado, com seu corpo molhado de sangue suor, lágrima e chuva, chorava, soluçava, e apenas dizia que me amava muito, e pediu para que eu não esquecesse dele, então meus olhos se fecharam, não escutava mais nem os barulhos da chuva e das pessoas gritando pedindo socorro, nada dava pra escutar, ver, e nem responde tae, apaguei e não lembro de mais nada. ~

E assim eu começo a contar um pouco da minha historia.. Então não perca a segunda parte, assim você vai saber o que aconteceu, e o que vai acontecer, Vamos lá?


Notas Finais


Obrigada pessoas, eu espero muito que vocês me acompanhem, eu to me sentindo muito bem escrevendo pra vocês, espero que tenham gostado do primeiro capitulo, já começamos com assassinato e tudo hein, kkk, se manifestem pra me ajudarem, taokey? Aceito até duas pessoas.

Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...