História O Padeiro - Yoonmin - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Tags Bts, Jimin, Suga, Yoonmin
Visualizações 45
Palavras 799
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Preocupação


Fanfic / Fanfiction O Padeiro - Yoonmin - Capítulo 5 - Preocupação

— Garoto? O que que aconteceu com você? - disse Jungkook num tom acelerado e preocupado, depois de ter tirado uma toalhinha branca de dentro do porta-luvas, passando a no braço molhado e com respingos de terra da camisa branca de Yoongi.

Os olhos do pequeno estavam vidrados no chão do carro, do mesmo jeito que ele estava paralisado no banco caramelo do carro.

Jungkook achou melhor ligar para Jimin, que demorou a atender.

Quem atendeu na verdade, foi Taehyung.

— Pai? - exclamou Jungkook, já dando partida, mas logo parou em uma semáforo. — Eu encontrei o Yoongi... - tateou o banco atrás de si, pegando sua jaqueta de couro. — Mas cadê o Jimin?

— " O Jimin tá inativo. Não fala e nem come nada. "

— O que... ? - disse baixo, desacreditado. — Yoongi tá do mesmo jeito. - JK olhou para o garotinho, que agora tremia dentro de sua jaqueta.

— " Isso tá muito estranho. " - Taehyung finalizou a ligação. Jungkook estava com a boca entre-aberta e colocou o celular lentamente num compartimento ali.

— Yoongi. - Jungkook suspirou, vendo o sinal ficar verde e seguir em frente. — Preciso que me diga, pelo menos, se alguém machucou você ou se algo grave aconteceu. 

Alguns instantes depois, a voz de Yoongi soou baixa.

— Ninguém me machucou. Eu fui na floresta, raspei minha bochecha num galho e na hora da chuva, minha roupa ficou assim. 

Jungkook assentiu, analisando. Não valeria a pena questioná-lo. Ainda.

— Está com fome? 

Yoongi assentiu.

De dentro de sua mochila, Jungkook tirou um pacote de bolacha e Yoongi passou a comer calmamente.

Num outro semáforo, Jungkook enviou uma mensagem para Jimim:

" Ele disse que tava na floresta, mas vcs procuraram n procuraram? Segundo Yoongi, durante o processo todo, ele tava sozinho. "

Jungkook respirou fundo, colocando o celular lentamente e de novo naquele mesmo lugar.

Jungkook desceu da BMW m5 preta. Yoongi estava tão inerte que foi preciso que Jungkook abordá-lo, para que descesse também. Porém foi necessário que Yoongi fosse levado no colo. Era como se ele não escutasse.

O destino final era a casa na floresta de Jimin.

JK colocou a chave do automóvel em cima do hack. 

Quando os olhos de Jimin se ergueram lentamente, pairando em Yoongi encolhido no colo de Jungkook, ele levantou da cama - fazendo a manta mosaica em suas costas cair - e correu, abordando Yoongi que estava sendo colocado no chão.

— Yoongi! Você tá bem?! - Jimin chorava e estava ajoelhado, segurando o pequeno.

A mãozinha de Yoongi, - que até então não tinha nenhuma expressão em sua face - foi até o rosto suavizado de Jimin, secando um pouco da água.

E não tardou para que Yoongi também passasse a chorar.

Jimin abraçou o pequeno, tirando-o do chão e afagando seus cabelos verdes molhados e desbotados.

Yoongi...

Jungkook observava a cena de braços cruzados. Já os dois pais, estavam sentados em cadeiras confortáveis e giratorias no compartimento do quarto de Jimin.

— Vou... Ligar pa Rosé. - Namjoon disse, saindo e sendo seguido por Taehyung. Lá fora já não chovia mais.

— Yoongi, o seu rosto... - ele se refeir ao corte na bochecha, não era profundo. Era bem raso aliás. As feridas anteriores já tinham amenizado bastante. 

Yoongi limpava suas lágrimas... 

— Eu vou pegar uma roupa seca pra você. - Jimin pôs o pequeno no chão, que abraçou o corpinho dentro do casaco de Jungkook.

— Jimin nunca chorou na vida... - disse Jungkook analista, com os braços cruzados. Mandava um olhar cortante para Yoongi, que não sabia o que fazer.

— Não fale de mim como se eu não tivesse aqui. - Afinal, o comôdo da sala e quarto eram os mesmos, com a porta de saída. Dividos em compartimentos. Num outro comôdo no meio de uma parede ali era a cozinha. 

Jungkook riu soprado,indo pra fora.

— Você me deixou preocupado, Yoongi.

Um tempo depois, Yoongi já estava trocado. Com o casaco verde de Jimin, este que o segurava no colo. Seu ferimento na bochecha estava com um curativo branco, e Yoongi teria tomado banho.

— Vamos levar você pra sua casa, ta? - Jimin sorriu, ajeitando a franja de Yoongi que estava batendo no olho. O pequeno asentiu.

Taehyung pegou a chave em cima do hack.

— Vamos?

Ao descerem do carro, Rosé estava na porta, desesperada. Ela correu e pegou Yoongi no colo, chorando.

— Nunca mais faça isso, Yoongi! - ela estava prestes a esmagar Yoongi.

Taehyung e Namjoon se entre olharam e sorriram. Ambos lembrando de uma vez que Jungkook tinha fugido para ficar perto do rio na floresta. O esconderijo que todos sabiam agora.

Atrás de Rosé, numa figura mais calma mas ainda sim preocupada, surgia a outra mãe Yoongi. A de cabelos roxos.

Andando lentamente  e olhando em direção ao chão, ela se aproximava pela porta.

Jimim franziu o cenho e andou alguns passos.

Os olhos de Jimim e ela se cruzaram.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...