História O padrasto da minha namorada - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Bangtan Boys (BTS), Bottom!jungkook, Lisakook, Padrastosafado, Taekook, Vkook
Visualizações 248
Palavras 1.480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente.. Eu nem sei o que dizer..

Faz tanto tempo.. Eu sinto muito pela minha demora..eu realmente sinto muito! Mas eu precisava desse tempo.. Espero que me entendam.

Eu não estava conseguindo seguir com a fanfic.. Eu pegava o meu celular e pensava, pensava e pensava.. Mas nada saía..nada me agradava.. E eu resolvi dar um tempo. Eu havia perdido a inspiração para continuar essa fic..

Espero que vocês me entendam..

Boa leitura padrastas♥♥

Capítulo 8 - Padrasto possessivo


_ Algum problema?  - O senhor Kim, perguntou. O mesmo se encontrava deitado atrás do garoto, abraçando a cintura fina com possessão.

Os mesmos se encontravam na casinha secreta do mais velho, deitados de coxinha, aproveitando a presença um do outro.

_ Nenhum..- murmurou.

Na verdade, estava incomodado com a relação que tinham, e assustado com o seu modo de agir. Recentemente, Jeongguk andava agressivo, ciumento e possessivo em relação ao maior.

_ Olhe para está maravilha hun? - Deu uma palmada na bunda alheia, deixando a mesma mais vermelha.

_ Hyung! - Reclamou, se virando, ficando assim, cara a cara com o outro. - Pare..

_ Porquê? - Roubou um selinho do menor e desceu os seus lábios até o queixo alheio, mordendo de leve.  - Você está tão irresistível hoje! Tenho vontade de te foder até não sentir o meu pau.

_ Faça com a senhora Park. - Disse seco, voltando a ficar de costas para o maior. Se tinha uma coisa que Jeongguk ultimamente não conseguia controlar era o seu ciúmes com o casamento do maior.

_ Denovo com essa merda?!  - Rosnou, se sentado na cama. - Denovo com esse ciúmes besta Jeongguk? Eu já deixei bem claro as coisas por aqui. A gente é só amante e você não tem que ficar com ciúmes da minha mulher!

_ Eu sei disso porra!  - Imitou o ato do maior, ficando cara a cara com o mesmo. - É mais forte que eu senhor Kim. Eu juro que tento.. Apenas não consigo.. - Baixou o rosto, envergonhado. Não queria que as coisas chegassem a esse nível, não queria ser fraco..  Não queria ser um bobo apaixonado.

_ Jeongguk.. - O mesmo parecia estar sem palavras. Como nunca havia notado? Jeongguk andava mais manhoso e meloso no sexo, sem contar com as mensagens carentes que o mesmo enviava para si.  - Eu deixei bem claro.

_ Eu sei!  - Assentiu, soluçando.

_ Droga. - puxou o próprio cabelo, irritado com a situação em que se encontravam.

Estavam na merda.

O quarto que antes era preenchido por gritos - De prazer- do menor, agora era preenchido pelo seu choro.

Jeongguk chorava de raiva, desespero e medo.

Taehyung soltou um suspiro, puxando o garoto para um abraço caloroso. Gostava do menor, porém  era casado e não pretendia se divorciar. Jeongguk era uma paixão passageira e Taehyung sabia disso, o garoto era só uma fase na sua vida. Quando viu o garoto pela primeira vez, teve a certeza de que o teria para si, custe o que custasse. Porém as coisas saíram dos eixos, era para ser apenas uma noite, mas eles  repetiram por dias, meses..

_ Eu não posso Jeongguk. - Começou. - Eu sou um empresário bastante conhecido.. Era só por diversão.. - Limpou as lágrimas alheias com as suas mãos. - Você tem um futuro inteiro pela frente. Não o desperdice desse jeito.

Jeongguk assentiu, trêmulo, assistindo o maior levantar da cama.

_ Não t-termine c-comigo por f-favor..

Taehyung fechou os olhos e voltou a abrir. Era uma decisão difícil para si.

_ Jeong..

_ N-não me importo de ser o amante. Só n-não me deixe! P-por favor. - Implorou em meio aos soluços.

_ As coisas chegaram longe demais. Me entenda por favor. - andava inquieto pelo quarto.

_ E daí? Eu s-sou adulto, sei muito bem o que faço.

_ Entenda por favor!! - Se aproximou da cama,  ficando em frente do garoto. - A gente foi longe demais. Muito longe! 

_ Eu não me importo.. -

_ Jeongguk.. - Pediu, não conseguindo resistir, aquele olhar inocente e doce do garoto. - Droga! A gente dá um jeito ok?  - O garoto assentiu, sentindo um grande alívio.

 

  _..._

 

Jimin era um pé no saco.

Jeongguk podia afirmar isso como todas as letras do abecedário.

_ Eu já disse que não Jimin.  - Revirou os olhos.

_ Mas os seus pais viajaram! O que custa? Eles não irão notar que você deu uma festa. - Fez bico, sugando o seu suco pelo canudo.

_ Não. Eu nem sequer curto esse lance de festas. Um monte de babaca bêbado e drogado. -  Deu uma mordida no seu hambúrguer.

_ Cara.. - Ah não! Jeongguk conhecia esse tom. - que bom saber que não posso contar contigo para nada.

Era isso que Jeongguk mais temia.

Um Jimin dramático.

_ Affs mereço. -murmurou pra si mesmo. - E se a gente fizesse uma festa? - O outro fez menção de falar, porém Jeongguk continuou. - Mas uma festa só de amigos. Eu,você, Hoseok e Li..

_ Ah não!! - Gritou, chamando a atenção de quase todo refeitório. Engoliu em seco e disse num tom baixo.  - A Lisa não.

_ Jimin eu juro qu..

_ Podemos fazer uma festa de pijama! - Disse animado e Jeongguk nem sequer estranhou a sua mudança de comportamento, uma vez que já estava habituado com as maluquices do outro.  - Eu, você e o Hoseok! Não é perfeito??

_ Tá.. - Assentiu sem interesse algum, porém o outro garoto nem sequer notou, já que estava ocupado demais em cantar uma música qualquer de vitória.

Jeongguk negou com a cabeça, tirando o seu celular do bolso e mandando uma mensagem para um certo alguém.

 

Eu:

Oi Daddy.

[09:44]

 

Abriu um sorriso iluminado ao receber uma resposta no mesmo instante.

 

kim♡:

Onde você aprendeu isso? 

[09:44]

 

Eu:

Andei pesquisando algumas coisas..
[09:45]

 

Kim♡:

Sim?
E aprendeu direitinho?

[09:45]

 

Eu:

Não sei..
Preciso de uma aprovação pra isso.

[09:46]

 

Kim♡:
E o que você acha da gente botar em prática tudinho que você aprendeu? 
Eu adoraria ser o seu professor.

[09:47]

 

Eu:
É só dizer a hora e o lugar.

[9:47]
 

 

_Jeongguk!!

_ O quê foi dessa vez Jimin?

_ Estou aqui falando contigo e você fica aí sorrindo feito bobo para o celular.

_ Tá.. E o que você estava falando? - Perguntou, guardando o seu celular no bolso.

 

_..._

 

_ Boa noite. - Falou assim que entrou no quarto.

_ Tae, Que bom que você chegou!  - Seulgin falou toda sorridente. levantou da cama e foi em direção ao esposo. A mesma trajava apenas um vestido de ceda bastante curto. - Eu senti tantas saudades. - Deu um selinho no mesmo.

_ Eu também.. - Disse sem ânimo algum, porém a outra não notou, continuando com a distribuição de beijos pelo rosto do maior. - Amor, vou tomar um banho. Estou bastante cansado.

_ Certo. - Se afastou do mesmo e baixou o olhar. - Bom.. Irei me deitar.

O kim apenas assentiu, caminhando logo em seguida até o banheiro.

Seulgin assistiu o maior, com uma expressão de angústia no rosto. Já havia percebido a mudança de comportamento no marido, o mesmo andava bastante estranho e distante consigo. Já faziam duas semanas que não faziam sexo e isso não era normal, Taehyung gostava de sexo e não conseguia ficar um único dia sem praticar esse acto. Seulgin o conhecia muito bem.

 

Tinha algo de errado com o seu marido.

 

Com um suspiro, caminhou até a cama e se sentou na mesma. Pensava em como poderia iniciar uma conversa séria com o outro, não poderia ficar parada sendo que as coisas não pareciam nada bem.


_..._

 

Jeongguk terminou de vestir as suas calças e ao olhar para trás notou o olhar do maior em si.

_ O que foi? - Caminhou até o mesmo, deixando um beijo casto nos seus lábios fartos.

_ Quem é Jimin? -  Perguntou num tom sério. O mesmo se encontrava parado de frente para a janela, segurando um cigarro na mão. - Arranjou um novo namoradinho foi? 

Jeongguk arregalou os olhos,  se engasgando com a própria saliva.

_ O Jimin? - Começou a rir e aquilo irritou mais ainda o maior.

_ qual é a graça? - Deu uma tragada no seu cigarro e soltou a fumaça pelo nariz.

_ Jimin é meu melhor amigo Tae. - disse ao se recuperar da risada. - ele é hetero. - Aproximou o seu rosto do pescoço do outro e lambeu o local, recebendo um suspiro em resposta.

_E dai?  Você também era hetero e hoje em dia você não cansa de dar o rabo.

_ Hey! - Se afastou do maior, chateado. - Me respeite! - Disse num tom sério e o outro bufou.

_ Não quero te ver de casinho com nenhum macho está me ouvindo? - Puxou o garoto pela cintura e apertou a mesma com força.

_ Tae.. - Jeongguk se sentia fraco quando o seu olhar se cruzava com o olhar felino do mais velho.

_ Estou falando sério!

_ S-sim..

_ Você é meu. - Ao terminar a frase, deu início a um beijo cheio de vontade e possessão.

E Jeongguk se sentiu o homem mais feliz do mundo.

Taehyung sentia ciúmes de si.

 


Notas Finais


O capítulo é curto, eu sei.. Mas eu já estou terminando o próximo e postarei no domingo, se tudo dêr certo.

Espero que tenham gostado do capítulo.. A fic já está na sua meta final


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...