1. Spirit Fanfics >
  2. O pai da minha aluna - imagine park jimin >
  3. Capítulo 8

História O pai da minha aluna - imagine park jimin - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction O pai da minha aluna - imagine park jimin - Capítulo 8 - Capítulo 8

Capítulo 8

Jimin: vai vim de novo?

- não eu vou pra casa

Jimin: e a jeomin?

- Jimin eu também tenho uma vida, tenho uma casa, tenho meus problemas pra resolver, a jeomin vai ter que ficar sem mim hoje

Jimin: e o que você vai fazer que não pode ficar com nos?

- vou resolver minhas coisas

Jimin: tipo?

- vou ter que ir na prefeitura pe... – ele não me deixar terminar de falar

Jimin: a claro, vai ver o prefeito, claro

- Jimin não é isso, eu tenho que pegar meus documentos

Jimin: vai ver o prefeito, ok então – ele levanta – fica com ele então – ele sai do quarto

- euhem – me viro pra pequena – viu seu pai não bate bem da cabeça – ela sorri – vem vamos nos ajeitar se não vou me atrasar – ela fica em pé, eu sorrio e a pego e vou pro seu quarto lhe ajeitar, depois que lhe ajeito eu vou me arrumar (look da sn e da jeomin na capa). Depois de pronto eu coloco a jeomin na sala a deixo assistindo e vou tentar o achar, vejo uma empregada passando e a paro – licença a senhora sabe onde o Jimin está?

Empre: sim ela está no novo escritório

- brigada – me curvo e vou, abro a porta e vejo ele olhando pro PC – ei tô indo – ele me olha e não fala nada – a jeomin vai comigo – ele volta a olhar pro PC – vai ficar assim mesmo? – ele não me da atenção. Fecho a porta com raiva e vou pegar minha bolsa e a da pequena, pego a pasta e vou até a pequena – vamos jeomin? – ela levanta e vai correndo pro lado de fora, eu desligo a TV e vou logo atrás, coloco nossas coisas no banco de trás, pego ela é coloco no banco do passageiro, coloco o sinto e ela fica quietinha e começa a cantar a música da Barbie, eu sorrio e beijo sua testa, fecho a porta e dou a volta, tento abrir a porta só que alguém me impede, olho pra trás e vejo o Jimin

Jimin: me desculpa

- Jimin vc não pode agir assim comigo, não somos nada,

Jimin: eu sei só que...

- só que oq Jimin?

Jimin: eu só queria que vc ficasse com nos essa tarde

- eu tenho que ir pegar meus documentos, eu já estou fazendo uma coisa altamente arriscada andando com carro sem a habilitação

Jimin: então pelo menos almoça com nos?

- mas eu tenho que ir assim que sai do colégio

Jimin: pfvr sn, nos só almoça e eu vou lá com vc, se não quer fazer isso por mim faz pela pequena – ele aponta pra menor dentro do carro, eu olho pra ela e a mesma tava cantando não sei o que

- tá bom Jimin, eu vou – ele sorri e me beija me fazendo retribuir

Jimin: vai dormi aqui de novo?

- Jimin aí vc já quer demais, eu tenho casa sabia?

Jimin: e a pequena?

- ela vai ter que ouvir um não

Jimin: vai mesmo fazer ela chora? – reviro os olhos

- ela dorme em casa comigo – ele me olha sério – ue agora que sei que aquela lá vinha pra cá eu não venho, sinto muito, se quiser dormi com sua filha é só ir pra minha casa – ele sorri

Jimin: tá bom estressadinha

- não sou estressada

Jimin: uhum claro, claro – sorrio e ele me beija, entrelaço meu braço em seu pescoço, ele segura minha cintura e aperta, logo depois ele desce uma não pra minha bunda e aperta

- caralho deixa minha bunda, fica flertando ela – ele sorri e bate na mesma

Jimin: vcs já comeram? – nego – e pq não vai comer antes de ir?

- não, se não vou me atrasar, lá tem um mercado e eu compro algo pra nos comer

Jimin: tá bom, se cuida – concordo – cuida da nossa pequena – olho pra ele estranho e ele rir da minha cara

- vc vai me fazer se atrasar! – ele só concorda e me da um selinho, é logo abre a porta pra mim

Jimin: até mas tarde, te mando a localização do restaurante!

- tá bom

Jimin: tchau princesa – a menor olha pra ele e da tchau e logo manda um beijo, tão fofa ela...

Chegando na escola eu coloco o carro no estacionamento, desço com a menor e pego nossas coisas, formos pro mercado e eu comprei o que a menor queria, que foi: bolo de chocolate, salgadinho, Danone e guaraná, confeito e chiclete. Pra mim eu só peguei um sanduíche e um refrigerante, paguei tudo e formos pra escola, coloquei nossas bolsas na sala e peguei só o bolo pra ela comer, formos pra sala dos professores e todos tavam lá

Diretora: ue Jimin já trouxe ela?

- ah não ela veio comigo – ela me olha estranha – e que depois de ontem ela não desgrudou de mim – ela sorrio fofa

Diretora: nunca viu ela apegada assim a alguém

- pra tudo tem uma primeira vez – pego a pequena a colocando em uma cadeira que não tinha ninguém, coloco o bolo no colo dela e a mesma começa a comer só o recheio, a deixo lá e vou pra junto dos outros

Diretora: primeiro dia de aula e já consegui ficar tão próxima assim dela?

- pse, acredita que até de omma ela tá me chamando?

Professora¹: eu acredito, pois quando a criança sente que aquela pessoa o trata tão bem, eles sente um carinho materno, aí eles fazem isso

Diretora: só toma cuidado, apego demais pode ser bom e ao mesmo tempo não!

- pode deixar

Diretora: bom vamos começar

- sim, quero primeiro pedir desculpa a todos por mal chegar e já trazer todos aqui, e segundo isso pra me é uma coisa muito importante, pq meus alunos não estão devidamente alinhados como deveriam, eles não sabem fazer nenhuma letra e eles já deveriam estar sabendo, então dei a ideia de fazer um reforço a tarde, não só pra minha sala mas também pra todas, pq isso já é uma grande ajuda, eu não posso terminar o ano passando todos eles se eles não aprenderam nada, e outra se a gre vim aqui ver os andamentos deles estamos lascados, se os pais parar pra fazer uma observação já era, então temos que fazer isso antes deles

Professor¹: e como será?

- eu planejo assim, pela manhã eles têm aula normal, largam, vão pra casa, de duas horas volta ensinamos até as três da tarde, será corrido, iremos ficar mais tempo, mas não iremos perde nosso trabalho e vamos continuar na fama, no augio

Professora²: super apoio, ela está certa, olha sn vc chegou na hora certa – todos concordam – cara vc em um dia pensou em algo que nos em quase um ano não conseguimos pensar

Diretora: bom a sn está certa, e não se preocupem eu vou falar com a gre e ver se eles autorizam – todos concordamos – bom agora vamos encerrar pq já está na hora dos alunos chegar – ela fala apontando pro seu relógio em seu braço, ela levanta e sai da sala assim como os outros

Jeomin: omma – olho pra ela – minei (terminei) – vou até a mesma e a limpo

Professora¹: sn?

- ah oi?

Professora¹: bom eu me chamo sook, sou a esposa do suga

- sério? – ela concorda rindo

Sook: então a rane e a Ana me falou de vc, não só a mim como as outras, e eu vim aqui pedir seu número para combinarmos para sairmos

- ah sim, eu tenho que pegar meu celular pq ainda não sei meu número de cor

Sook: tudo bem, sem pressa

Jeomin: omma quero aga (mãe quero agua) – pego e dou a ela

Professora²: sn o park jimin está lhe chamando



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...