História O pai da minha amiga - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V)
Tags Amor Proibido, Bts, Masoquismo, Taehyung Daddy
Visualizações 359
Palavras 1.335
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIEEEEEEE BOLINHOS VOLTEI!

Capítulo revelador, boa leitura 🐼🍙❤

Capítulo 38 - A verdade!


Fanfic / Fanfiction O pai da minha amiga - Capítulo 38 - A verdade!

Aquela pergunta ficou latejando na minha cabeça, minha respiração estava descontrolada e eu não parava de tremer.

Lia: acho que já sei a resposta -me olha.

S/n: N-não mãe...

Lia: tudo bem filha, qualquer uma se apaixonaria por um homem desses -sorri.

S/n: c-como?

Lia: aish filha, não se preocupe, mesmo você não conseguindo nada com ele, eu não vejo problema em gostar de um homem mais velho -diz me olhando.


Até parece que não tenho nada com ele


S/n: você não está brava nem indgnada? -a olho incrédula.

Lia: não, eu vi como olhava pra ele ontem, e percebi seu comportamento com os pequenos toques dele, eu também era apaixonada por um cara mais velho que eu na sua idade.


S/n: sério?

Lia: ele se chamava Yoshida, era nosso professor de inglês, eu e mais algumas meninas éramos apaixonadas por ele, já chegamos a ter um caso, mas aí conheci seu pai -me olha -eu não vejo problema em você ter relações com homens mais velhos, eles são mais maduros que os moleques de hoje, mas são muito possessivos, pois acham que a qualquer momento podem te perder, então tome cuidado -segura minhas mãos -e eu percebi que você está cheia de chupões e andando estranho, o que aprontou ontem?

S/n: mãe -resmungo escondendo meu rosto com a almofada.

A mesma ri e me abraça.

S/n: queria te contar uma coisa, mas queria pedir pra não surtar -digo.

Lia: eu prometo te compreender -cruza os dedos.

S/n: então....eu e o Taehyung meio que...

Lia: não pera, como assim? -me olha assustada.

S/n:....

Lia: vocês estão tendo alguma coisa?

S/n: é tipo isso -coço a nuca.

Lia: há quanto tempo?

S/n: um mês e pouco mais ou menos -digo pensativa.

Lia: quando pretendia me contar? -me olha.

S/n: eu pensei que só era desejo e que não iria durar, mas acabei me apaixonando, e ele disse que também, ele disse que agora estamos namorando oficialmente -a olho.

Lia: QUE? NÃO -grita indignada -ele vai vir aqui pedir sua mão, não quero nem saber -cruza os braços.

Rio da mesma e ela ri também.

Lia: por falar nele ele me trouxe hoje, você se encontrou com ele? -me olha.

S/n: infelizmente -suspiro.

Lia: por que filha? -me olha preocupada.

S/n: aish mãe, ele fez o maior escândalo só porque eu estava conversando com Jimin, ele disse pra eu entrar dentro do carro, mas eu não quis não ia deixar meu amigo sozinho -fecho os olhos me encostando no sofá -nós brigamos e agora não sei como falar com ele.

Lia: vá na empresa de surpresa, e faça uma comida boa pra ele como pedido de desculpas.

S/n: eu não devo desculpas, ele que deve -cruzo os braços.

Lia: filha os homens mais velhos sempre acham que estão certos por serem mais sábios, faça o que eu digo mesmo que for forçada -se levanta -vem, vou te ajudar a fazer a comida pra ele.

Logo fomos pra cozinha e ela só me dizia o que fazer enquanto eu cozinhava, fiz uma marmita pra ele com Kimchi, kimbap, lamen e sua carne preferida, que era de boi.

[...]

Acordo sentindo uma forte dor de cabeça, me levanto e tomo um banho logo me trocando, coloco um vestido preto rodado e um tênis da Adidas, faço um rabo de cavalo, desço e tomo um remédio logo vendo que já eram 14:05, pego o almoço de Taehyung e saio de casa logo pegando um táxi, chegando em sua empresa entro vendo todos me olharem, logo vou até a recepção.

S/n: oi, vim falar com Kim Taehyung -digo e a recepcionista me olha.

Xxx: é a S/n?

S/n: sim -a olho confusa.

Xxx: Sr. Kim disse que se você aparecesse não era pra nós a barrar-mos, quer que eu avise que está aqui?

S/n: ah não precisa.

Xxx: ok, pode subir -sorri.

Logo entro no elevador e me olho no espelho do mesmo arrumando minha roupa, logo o elevador se abre e vejo a senhora Hirome me olhar e sorrir, sorrio pra mesma e subo as escadas.

Hirome: Sr. Kim está em uma reunião agora -diz alto para que eu possa ouvir.

S/n: ah sim, obrigado -digo e entro em sua sala.

Estava tudo iluminado por sua grande parede de vidro onde entrava a luz do sol, vou até sua mesa e coloco a marmita logo a abrindo sentindo o vapor quente sair, coloco os talheres ao lado e fico olhando pra cidade. Depois de alguns minutos ouço a porta ser aberta, olho pra trás e vejo Kai na mesma.

Kai: ah....S/n certo? -me olha.

S/n: sim -sorrio.

Kai: Taehyung está em uma reunião caso não saiba -diz indo até uma prateleira.

S/n: eu sei.

Kai: ele só me mandou vir pegar alguns documentos, estamos fechando contrato com uma empresa dos Estados Unidos, quer que eu avise da sua presença? -me olha.

Apenas balanço a cabeça negativamente e o mesmo sai fechando a porta. Depois de alguns minutos fiquei sentada no sofá que havia lá, logo ouço a porta ser aberta revelando Taehyung. O mesmo me olha e anda até sua mesa sem falar nada, ele se senta em sua cadeira e afrouxa a gravata e tira seu paletó.

S/n: Não vai falar nada? -digo me levantando.

O mesmo me ignora e olha a comida, logo o mesmo a afasta pro lado e abre seu notbook.

Tae: estou ocupado -diz seco.

Reviro os olhos fechando os punhos e caminho até ele.

S/n: olha aqui....-respiro fundo -eu trouxe seu almoço -digo calma.

Tae: não estou com fome -diz ainda mexendo em seu notbook.

S/n: ok.

Logo quando ia pegar a marmita o mesmo segura minha mão, o olho e o mesmo me encara. Ele solta minha mão e pega a marmita logo começando a comer.

S/n:  birrento -resmungo.

Me sento de volta no sofá enquanto o mesmo comia.

S/n: eu vim con....pedir desculpas -o olho.

O mesmo para de comer e me encara.

Tae: pedir desculpas? -arqueia uma sobrancelha.

S/n: olha, não se faça de desentendido. Eu só vim aqui porque minha mãe disse pra eu vir, porque eu não tenho culpa do seu ciúmes -me levanto o olhando.

Tae: sua mãe?

S/n: sim...eu contei tudo a ela, e ela disse pra você ir em casa pedir minha mão em namoro -cruzo os braços.

Tae: ir na sua casa? -se levanta -ela não reclamou nem nada sobre nós?

S/n: ela já desconfiava então resolvi contar tudo de uma vez, mas só ela sabe e mais ninguém.

Tae: entendi -se senta de novo.

S/n: e então? -me aproximo -vai parar com sua birra?

Tae: birra nada -volta a mexer no computador.

S/n: eu já fiz minha parte, agora faça a sua -digo e ando até a porta.

Tae: S/n -me chama.

O olho e o mesmo se levanta vindo até mim.

Tae: só fiquei estressado, não era minha intenção que nós brigasse-mos -diz me olhando. 

Me mantenho calada e o mesmo segura meu rosto me olhando.

Tae: desculpe -praticamente sussurra.

Umideço os lábios com a língua e o mesmo me beija me puxando pela cintura, seguro seus ombros e o mais velho me aperta mais contra seu corpo, logo fico sem ar e afasto meu rosto, mas o mesmo me beija de novo dessa vez com mais intensidade e malícia, sinto sua mão escorregar pelas minhas costas indo de encontro a barra do meu vestido logo adentrando passando a mão pelas minhas pernas indo até minhas nádegas as apertando me fazendo arfar.

Tae: por que não brincamos um pouco? -sussurra contra meus lábios.

S/n: Taehyung você é maluco -digo o olhando.

O mesmo sorri malicioso e vai até sua mesa pegando seu telefone.

Tae: Sra. Hirome, vá até a lanchonete da esquina e pegue um lanche pra mim e um café, e avise que não quero ninguém aqui em cima me incomondando -ordena.

Hirome: Sim Sr. Kim.

Logo o mesmo desliga o telefone e afrouxa mais sua gravata abrindo dois botões de sua blusa.


Notas Finais


HOOOOOOOOOOOT NO PRÓXIMO, OU SERÁ QUE S/N VAI EXITAR?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...