História O Pai da minha melhor amiga!! - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 9
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 15 - Cara como eu amo aquela cabana..


Fanfic / Fanfiction O Pai da minha melhor amiga!! - Capítulo 15 - Cara como eu amo aquela cabana..

Sabe, quande do se é virgen, você cria uma fantasia, de como pode ser sua primeira vez. Numa cabana no meio da floresta, enfrente a uma lareira. Ou em um apartamento chic, numa cama grandona, com um cara muito gato. Ou até mesmo na praia, em uma cabana, dando para ouvir as ondas do mar. Maus vice sabe que isso não vai acontecer! Sabe que o mundo não é um conto de fadas e provávelmente vai ser estranho, nojentô e bem doloroso. 

Mais quando o Zac pegou minha mão, me levantou e andou de mãos dadas até uma parte da praia onde só avia cabanas. Todo o meu corpo só desejou mais aquele menino. Paramos em frente a uma cabana.

-Essa é sua casa?!- Perguntei, pais se fosse eu juro que casaria com ele bem ali e agora! Gato e romântico? Isso não se joga fora.

-Não! Eu moro na cidade, isso é do meu tio.-Ele disse pegando a chave no seu bolso. -Vai ser aqui a sua primeira vez?-Perguntou ele enquanto abria a porta.

-Como é? -Levei um susto assim que ele disse, se estivesse tomado alguma coisa sairia pelo meu nariz!

-O Jonathan disse que se é virgen! Tem algum problema ser em uma cabana a sua primeira vez? - Ele perguntou um pouco preocupado com oque eu ia achar. 

-Não...de boa! Disse essa parte é transam na cabana .

Não era pequena de mais, nem grade de mais. No tamanha o certo. Um canal de casal bem nos fundos da cabana, uma pequena cozinha com fogão, geladeira e pia. E uma sala normal, um solá de três lugares e um tv presa na parade. Não tinha um banheiro oque eu achei estranho, mais logo vi que nos fundo, ao lado da cam tinha uma porta, lá tinha um vaso, uma boxer e uma piada com um espelho grandalhão!!

-Então como você quer fazer isso?- Perguntou ele assim que terminei meu tur pela cabana. -Que começar por onde?

-Olha...eu nunca fiz isso. Mas quero muito fazer. E como você já fez...se já fez isso né? -Perguntei me certificando de que ele era experiente, ele fez que sim com a cabeça e eu pude ficar mais tranquila-Otimo...vou deixar você conduzir tudo. Ok?!

Ele fez que sim com a cabeça, e me chamou para sentar ao seu lado. Botou sua mão no meu pescoço e a outra na minha cintura. Mandou eu me se tarde no seu colo, sua mão subia e descia na minha cintura, enquanto sua boca provava meu pescoço. Apois vários chupoes, ele desceu sua mão até minha perna, onde ele subiu delicadamente até dentro do meu vestido, onde sua mão entrou na minha calcinha, onde ele iniciou um toque, seu dedo dançava na minha vagina, em meio ao beijos e chupoes ele disse:"Não goza" Oque só me deixou mais exitada. Mais mesmo assim  segurei pata fazer oque ele pediu. Seu dedo indicador entrou, oque me fez levar uns susto por tal invasão, mais logo o ato ficou prazeroso, oque só atrapalhou o meu controle para não gozar. Logo ele ficou mais rápido, isso agradou nos dois, pois pude sentir sua ereção na minha coxa. Minha mãe que está masageando seu cabelo, agora desceu até minha coxa para que eu pudesse animal o um pouco mais. Mas antes de eu toca-lo mudamos de posição,  fazendo com que ele ficassé por cima e eu deitada em baixo. Ele me olhou e soltou um pequeno sorriso, antes que eu pudesse perguntar o porque, ele me beijou, ferozmente e desejosamente. Minha mao subiu até se pescoço e se entrelaçou. Ficamos nisso por alguns minutos. Beijos, chupoes, apertos na bunda e chupoes no pescoço, seu corpo se esfregava no meu, oque me fazer deseja-lo mais ainda!até que eu e finalmente não aguentei mais, ergui forças, que até hoje não sei da onde vieram, o empurrei para o lado e fui pra cima dele, agora eu estava no controle. Minha mão esquerda segurava suas mãos por cima de sua cabeça, minha boca se média em ficar na boca dele ou no pescoço, ate que ele comseguio se soltar e sua mão foi para a abertura do meu vestido. Tudo que passamos pela minha mente era:"Isso vai mesmo acontecer! " Eu não podia estar mais feliz por isso. Quando ele finalmente abriu meu vestido eu parei de beija-lo e sai de cima dele, me levantei e tirei o vestindo, ele tirou sua camisa, e mais uma vez pude ver seu abdômen escultural, eu estava sem meu sutiã, pois o vestindo era meio transparente atrás, ficaria feio de sutiã, quando seu olhos chegaram aos meus seios, pude ver um brilho em seus olhos, oque me fez rir! Logo ele estava de cueca, assim que sua calça jeans chegou ao chão eu o puxei para cama de baixo das cubertas, e assim que nos livramos das roupas íntimas, ele pegou a camisinha e colocou, foi bem rápido, oque me deixou surpresa. Ele disse que dói no início, mais logo fica bom e você pede pro mais. E foi bem assim, ele estava por cima, eu estava SUPER nervosa, até que ele finalmente colocou para dentro seu menbro, era grosso e grande. Estava de vagar e desconfortável, até que ficou bom, ele foi ficando mais rápido, foi ficando gostoso. Telo dentro de mim era a melhor sensação do mundo! Telo entrando e saindo era incrivel, ele me beijava e dizia o quando eu era sexy. Mudamos de posição, ele por baixo e eu por cima, minha cintura se mexia numa velocidade dos deuses!  Nem eu sabia que podia fazer isso. Cavalgava em uma velocidade que qualquer um ficaria doido. Logo ele disse que iria gozar, e eu estou também, e ia ser segunda vez.

...

Posso dizer que a minha primeira vez...foi sim épica 

Pois em uma cabana, na praia. Com um cara gato! Que me quis, e que eu quis. Não foi esquisito! Não foi doloroso! Foi perfeito e muito sexy!!








E eu vou dizer... foi incrível transar com o Zac! 







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...