História O pai da minha melhor amiga - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 24
Palavras 1.634
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 20 - Tirando o atraso


Já faziam duas semanas que tínhamos voltado da viagem. Não tocamos mais no assunto, só prometemos que o que aconteceu la, ficou la.
Não foi grande coisa, mas de toda forma.

Nessas duas semanas eu não tinha visto Alex nenhuma vez. Eu conversa com ele por mensagem e até por ligação, mas a saudade dele estava enorme.
O motivo de ainda não termos nos visto, na primeira semana foi o trabalho dele, na segunda teve reunião de família aqui e eu infelizmente não pude sair nenhum dos dias.

Mas dessa vez vai dar certo, quero nem saber, vai acontecer sim.
É sexta feira a tarde e eu vou ligar pra Alex, pra tentar combinar algo ja que não tínhamos tocado no assunto ainda.
Ligo pra ele e depois de três toques ele atende.

- Alex ? - Pergunto assim que atende. Eu queria chama-lo de amor mas vai que outra pessoa atendeu ne

- Oi amor - Ele diz com uma voz estranha
- Ta tudo bem ? - Pergunto
- Ta, é um problema aqui
- Huum
- Então, aconteceu algo ?
- Não, eu ia perguntar se iamos sair ou algo assim. Mas é melhor esquecer ne.
- Não que isso. Vai ser a melhor coisa agora, preciso disso. Você pode sair hoje ?
- Posso claro
- Ótimo, vamos dormir fora se prepara
- Ta bom
- Passo aí as 20:00 ta ? 
- Ta bom
- Beijo linda
- Beijo amor - Desligo

Não sei se foi uma boa ideia, ele parece estar muito ocupado. E cansado
Mas por outro lado ele disse que precisava disso.
Pelo menos sei que vou passar a noite com ele.

Não dá  10 minutos que paro de falar com Alex e Lysie ja me liga.

- Oi - Digo
- Terminei com o Jake - Ela diz
- Antes de tudo, terminou o que ? Vocês não tinham nada
- Não to pra brincadeiras Anny
- Ta bom desculpe. Me conte tudo
- Nos discutimos e eu disse que não queria mais nada com ele
- E ele ?
- Não sei, desliguei em seguida
- Nossa. E agora você se arrependeu ?
- Não, mas acho que quando a tpm passar vou me arrepender muito - Ela diz e suspira
- Você tá menstruada ?
- To, você não ?
- Não
- Perdemos nossa sincronização. Mas esse não é o ponto, o ponto é que eu estou com muita raiva dele
- Amiga, você acha que vai se arrepender, mas não sofre agora. Talvez você nem ligue depois - Digo e ela fica em silêncio um pouco

- Você tem razão, vou esperar pra ver. Vai fazer o que a noite ? - Ela pergunta

E agora ? Eu deveria ficar com minha amiga numa hora como essa. Mas eu já combinei com Alex.
Já sei, amanhã eu passo la. Mas hoje a noite sou de Alex

- Hoje eu não sei, mas amanhã vou aí se quiser - Digo torcendo pra ela não se opor
- Ta bom, hoje eu vou sair com Emily mesmo
- Ótimo. Você tá realmente bem ?
- To ótima não se preocupe
- Me preocupo sim. Então amanhã passo aí
- Ta bom. Tchau
- Tchau - Digo e ela desliga

Pronto tudo resolvido com os Collin's
Consegui conciliar o tempo com os dois. Agora só preciso de uma desculpa pra dormir fora, essa pode ser difícil. 

...

Estava jantando com minha familia quando vi a oportunidade de falar sobre minha saída

- Vou dormir fora hoje tudo bem - Perguntei sem olhar pra nenhum deles
- Onde vai ? - Meu pai pergunta
- Vou dormir na casa de uma amiga. Preciso fazer um trabalho com ela - Eu disse
- Lysie ? - Minha mãe pergunta
- Não, outra - Digo
- Quem ? - Foi a vez de Rose falar
- Beth - Digo
- A do jornal ? - Rose de novo
- Ela mesmo - Digo
- Tudo bem - Meu pai diz
- Volte cedo amanhã, temos que fazer feira - Minha mãe
- Ta

Consegui.
Terminei de jantar e subi para o meu quarto, tinha muito tempo ainda. Então resolvi ver um episódio de Friends
Que se tornaram três. Mas tudo bem
Depois fui tomar um banho.

Coloquei um shorts curto e uma camisa preta de Zaac que era grande e coladinha. Calcei uma sandalhinha simples. E fiz uma maquiagem levi e básica.
Peguei minha bolsa e coloquei uma roupa reserva e minha escova de dentes.
Já estava na hora que Alex disse que passaria. Coloquei um perfume e corri pra sala.
Falei com o pessoal e sai.

Alex já estava duas casas a frente da minha me esperando. Ele é tão pontual que me admira. Entro no carro no banco da frente e ele me recebe com um selinho.
Estava tão cheiroso !
Seguimos para um hotel, já que iamos passar a noite Alex achou melhor um hotel.
Pegamos um dos melhores quartos, Alex é assim mesmo.

Assim que entramos no quarto eu fui direto pra cama, tiro minha sandália e fico em pé na cama. Alex vem logo atrás

- Sentiu falta dos espelhos ? - Ele pergunta
- Senti um pouco - confesso
- Achei que não gostasse
- No começo não, mas é excitante
- Vem aqui vem - Ele diz e me chama com dedo

Vou andando na cama até ele, que me abraça e me pega no colo, me beijando.
Me deita na cama e se deita sobre mim.
Se põe no meio das minhas pernas, ele apertava minha coxa enquanto me beijava.
Ele tira a própria blusa e tira a minha também, beija meu pescoço.

Hoje ele está com pressa pra chegar aos finalmentes. Acho que foi as três semanas que não fizemos nada.

Não demora pra ele me deixar completamente nua. Fiz o mesmo com ele e eu tava louca pra fazer um oral nele, estava com água na boca pra sentir o seu gosto.
Caprichei no oral dele, ele me auxiliava com as mãos no meu cabelo.
Eu queria que ele gozasse na minha boca, mas ele me privou disso me colocando de quatro e me penetrando rápido.

Alex me penetrava forte e violento. Era alucinante, o sexo com ele nunca me decepcionava, ao contrário, toda vez melhorava mais.
Ele nunca foi assim, tão agressivo. Não era um agressivo ruim, eu estava adorando. Gemia alto.

Devi ser os problemas dele. Acho que vou tentar irrita-lo mais vezes, se esse for o resultado.

Ele goza e joga nas minhas costas. Espera um pouco até nossas respirações se normalizarem. Começamos de novo.
Só que dessa vez ele me vira e deita por cima de mim.
Ele gosta de olhar em meus olhos enquanto transamos.

Assim fazemos, gozei primeiro que ele dessa vez, mas ele logo me seguiu. Dessa vez o sexo foi mais calmo. Do jeito que eu conhecia. Mas eu adorei o violento

Estávamos suados então ele sugeriu que tomassemos um banho. Minhas pernas estavam fracas ainda, ele me levou no colo até o banheiro.  

Tomamos banho e dormimos. Eu dormi cm a cabeça no peito de Alex. Ele adorava assim, eu amo conchinha. Mas ele diz que o excita e da vontade de transar.

No outro dia eu acordo com o sol invadindo o quarto, as cortinas estavam abertas.
Alex ainda dormia. Me levanto com cuidado para não acorda-lo
Pego meu celular pra ver a hora. Tomo um susto quando vejo que já eram 09:21
Minha mãe me mandou voltar cedo

- Alex ! - O chamo enquanto balanço seu peito
- Nossa o que foi - Ele diz passando as mãos no rosto
- Nos precisamos ir. Eu já deveria estar em casa.
- Relaxa vem cá - Ele me puxa e eu caio em seu peito. Me vira e fica por cima de mim.

- Eu te amo - Ele diz olhando em meus olhos

Meu rosto esquenta. Eu não esperava, e também nunca vou acostumar com Alex Collin dizendo que me ama

- Eu tambem te amo amor, mas temos que ir - Digo isso e lhe roubo um selinho

Saio de baixo dele e vou escovar meus dentes e lavo meu rosto. Volto para o quarto e me visto, já que só a roupa íntima me cobria. Alex vai ao banheiro também.

Nos arrumamos rápido e pegamos nossas coisas.
Já estávamos saindo do quarto, quando Alex diz que precisava pegar a carteira na cômoda da cama.
Dei de ombros e abri a porta pra sair, nessa hora estava passando uma camareira com um carrinho de comida.

Sorri pra ela, e acho que isso não é tão frequente, ela estranhou meu sorriso mas logo retribuiu. Derrepente um cheiro forte de café invadi meu nariz.
O cheiro estava forte e eu senti que ia vomitar com aquilo.
Voltei correndo pra o banheiro, vi de relance Alex perto da cama.
Não sei como tive tempo mas consegui trancar a porta do banheiro.
Vomitei no vaso.
Alex bateu na porta perguntando se eu tava bem.

Não respondi, me sentei no chão e fechei meus olhos.
Passo uns 5 minutos la assim, Alex já não batia mais na porta.
Me levantei, puxei a descarga e lavo meu rosto, passando água na boca também.

Me olhei no espelho e sai do banheiro, fechando a porta atrás de mim.
Alex estava sentado na cama, mas veio ao meu encontro

- Você tá bem ? O que aconteceu ? - Ele pergunta se inclinando pra olhar em meus olhos

- To, isso acontece às vezes de manhã. Eu só preciso comer algo salgado. Não se preocupe - Digo
- Tem certeza ?
- Tenho amor, calma - Digo e ele me abraça

Saímos
 


Notas Finais


Desculpem os erros
Até a próxima
Bjos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...