História O pai dos meus filhos (Imagine Kim NamJoon- RM) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Visualizações 1.063
Palavras 3.693
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse capítulo seria postado amanhã, mas não vai dar. Então é isso, capítulo seria postado amanhã, mas como não vai dar, então, está sendo postado hoje!!.

Quero agradecer aos favoritos, muito obrigado bebês♡.

Espero que gostem!! Capítulo com mais de 3 mil palavras, me superei kkk

Capítulo 2 - Capítulo 02"


Por favor, lêem as notas finais!

POVs S/N


É 09:00, estou arrumando os trigêmeos para irmos até a casa do vizinho e dizer para ele ser bem-vindo ao bairro. Hoseok está tão eufórico que não para quieto em canto nenhum. Yoongi está quase indo na onda do irmão. Jin está tão calmo, mas tão calmo, nem parece o meu Jinnie agitado.


- quem vai levar os cookies? - pergunto


- eu, mamãe - diz Jin sorrindo, e concordo 


- mas, Yoonie quer levar - diz, e seus olhos se enchem de lágrimas


- a mamãe também fez um bolo de chocolate com morangos, só toma cuidado para não deixar cair - ele concorda - Hobi, leve os desenhos - Hobi concorda, e pega na mão os desenhos que fizeram


Antes dar as vasilhas na mãos do Jin e do Yoongi, expliquei que não é para segurar com uma mão só e é para tomar muito cuidado. Saímos dentro de casa, Hoseok pegou na minha mão e os irmãos iam na frente tomando o maior cuidado. Atravessamos a rua e toco a campainha da casa do vizinho.


- mamãe, bonito? - pergunta Yoongi, e sorriu deixando suas lindas covinhas aparecer 


- lindo, os três estão lindos - os três sorriram 


A porta se abre, os trigêmeos sorriram de orelha a orelha e quando vejo quem é o novo vizinho preferia ter ficado em casa. Kim NamJoon está na minha frente, ficamos nos olhando e a sua feição no rosto é de assustado igual a minha. Ele olhou para os trigemeos e sorriu bobo.


- mamãe - diz Hoseok, que sorriu de novo para o NamJoon


- bem-vindo ao 'bailo' - meus meninos disseram juntos, e esticaram os braços pequenos para o NamJoon pegar o que fizemos 


- muito obrigado - pegou tudo na mão e ainda com cuidado para não deixar cair


- mamãe, ele tem 'bulacos' igual a mim - diz Jin, e vejo que está impressionado


- esses buracos se chamam covinhas - NamJoon riu, e o Jin sorriu 


- 'quelemos' os cookies, mamãe 'sempe' diz 'pla' dividimos os alimentos - Yoongi diz, e o NamJoon me olhou 


- Min Yoongi, temos em casa - digo, Yoongi me olhou e pega na minha mão- esperamos que goste - digo, e ele sorriu 


- querem tomar café da manhã comigo? - pergunta, e as crianças correram para dentro da casa


- Min Seokjin, Min Yoongi e Min Hoseok - os três param de correr e vem até mim- sempre peçam com licença, não foi essa educação que dei - os três concordam 


- podemos 'entlar? - perguntam em uníssono, e o NamJoon concorda


Entramos dentro da casa, os trigêmeos olharam tudo. NamJoon fecha a porta e seguimos ele até a mesa de jantar. Os meninos sentam perto de mim. 


- meninos, não comem tanto porque depois a barriguinha dói - os três concordam


- bom, aceitam docinhos? - perguntou, e os trigêmeos sorriram


- mamãe, podemos? - pergunta Jin, e concordo 


- não tem nada de mal em comer doces de manhã, sua mãe fazia isso direto - diz, e os meninos começam a comer os docinhos


- 'nhece' a mamãe? - pergunta Hoseok


- não entendi sua pergunta - diz NamJoon, rindo 


- Hobi perguntou se me conhece - ele senta na nossa frente 


- sim, e o papai de vocês? - pergunta, e os meninos fingem que nem escutaram


- mamãe, 'quelo' casa - diz Jin, e beijei sua testa


- o papai foi fazer uma viajem - diz Yoongi, e o NamJoon me olhou - mas vai voltar, mamãe 'sempe' diz que 'qualque' dia ele volta - diz sorrindo


- o papai de vocês tem sorte, e é bom de mira - diz rindo


- vamos bebês - eles concordam


- já vão? - pergunta


- tenho que resolver alguns assuntos - minto, NamJoon concorda, os trigêmeos vem até mim 


- bom, vou levar vocês até a porta - diz


NamJoon nos levou até a porta, os trigêmeos beijaram a bochecha dele e correm até mim. Ficamos nos olhando e escuto passos de salto, olho para trás e vejo uma mulher vindo até nós quatro. Uma mulher bonita.


- Nam - diz manhosa, e ele revira os olhos  


- Yerin, hoje não dá - diz sério


- esperamos que goste, depois me devolva as vasilhas - ele pega na minha mão, e ficamos nos olhando 


- Kim NamJoon - a mulher diz brava, olhei para os trigêmeos que sorriam ao ver nossas mãos entrelaçadas


- Yerin, não temos nada - diz, ela me olha brava, e solto rápido minha não da dele - qual o seu problema?- pergunta bravo- só ficamos uma vez, isso não é motivo para nós dois namorar - diz sério


- mamãe e Jonnie 'namolam' - diz Jin, e os irmãos sorriram 


- não acredito que me traiu, NamJoon - a mulher diz brava 


- eu e a S/n somos amigos faz anos, não tem nada de mais em mim pegar na mão dela, e fico com quem eu quiser - a mulher revira os olhos


- vamos meninos- os três dão as mãos- dêem tchau - os três olham para o NamJoon


- tchau, Joonie - dizem em uníssono e ele sorriu


- tchau pequenos - diz sorrindo 


Voltamos para a nossa casa, os trigêmeos começaram a tirar a roupa e ficarem só de cueca. Me puxam até a parte de trás da casa e apontam para a piscina infantil deles três.


- mamãe só vai pegar toalhas - os três correm e entraram na piscina


Pego as toalhas dos três que está no varal e sento na grama do quintal. Os três jogavam água um no outro e riam. Escuto a campainha tocando e vou atender. Abro a porta e vejo o NamJoon.


- aqui as vasilhas - diz


Escuto choro do Jin e corro para ver o que aconteceu. Yoongi e Hoseok olhavam assustado e o irmão chorava e com uma das mãos na bunda.


- meu bebê, o que aconteceu? - pergunto, e pego ele no colo 


- dói - diz choroso, e vejo sua bunda vermelhinha


- tudo bem, logo, logo passa - ele me abraça, e apóia sua cabeça no meu ombro 


- ele se machucou muito? - me assusto, e vejo o NamJoon


- nada de tão grave - ele concorda 


Jin desce do meu colo e volta para dentro da piscina com os irmãos, NamJoon fica olhando os três que jogavam água um no outro.


- me desculpa pela Yerin, ela chega a ser possessiva as vezes, só ficamos e ela acha que temos que namorar - diz


- tudo bem - ficamos nos olhando, e pego as três toalhas - bebês, vamos tomar um banho porque vamos sair - os três saem rápido dentro da piscina, NamJoon continua com as duas vasilhas nas mãos - por favor, deixa em cima da mesa - ele concorda


Enrolo cada um na toalha e entramos dentro de casa, NamJoon apenas nos segue. Dou um banho nos meninos e arrumo os três para irmos na casa do Kris. Kris é um amigo meu que conheci quando estava grávida dos meninos, ele me salvou muitas noites com desejos.


- Joonie - os três correm até o NamJoon que mexia no celular


- pequenos, aonde vão? - pergunta


- dizem que é na casa do titio Kris - os três me olham


- titio 'Kis' - diz Jin, e NamJoon me olhou bravo (?)


- oh sim, Kris - diz, e os meninos sentam ao lado dele, e ficam mostrando alguns brinquedos


- vamos bebês - os três sorriram, NamJoon se levanta do sofá 


Saímos dentro de casa e tranco a porta. A casa do Kris é quinze minutos daqui, então não precisamos ir de carro. NamJoon abraçou os meninos que deram vários beijinhos no rosto do pai, que ainda não sabem.


- nos vemos a noite? - pergunta


- acho que não, quem sabe amanhã - ele concorda, os trigêmeos dão as mãos e saíram andando na frente e vou atrás deles


- S/n - paro de andar, e os trigêmeos fazem o mesmo que eu - amanhã é o aniversário da sobrinha de um amigo meu e vai ser aqui na minha casa pelo fato de ser mais espaçosa, se quiserem vir, estão convidados - diz


- se der eu venho com os meninos - ele sorriu - vamos bebês, nada de correr na frente da mamãe, se comportem - os três concordam.


                           [........]


É 20:00, Kris está me levando pra casa. Os trigêmeos brincaram tanto com o tio que estão dormindo no banco de trás. Kris já disse que gosta de mim e deveríamos tentar, mas eu não quero, o que eu quero entre nós dois é amizade. Contei sobre o pai dos meninos que é o nosso vizinho e disse que eu deva contar sobre os meninos para o NamJoon, mas eu já disse que quando chegar a hora certa eu conto.


- estão entregue - ele sorriu, e tiro o cinto - eu te ajudo a levar os três para dentro de casa, do jeito que conhece-os não vão acordar agora - concordo 


Saímos dentro do carro, abrimos a porta de trás, pego o Jin no colo e o Kris pega o Yoongi e o Hoseok. Fechamos a porta do carro. Pego a chave do bolso da calça e abro a porta, entramos e deitamos os meninos no sofá.


- tenho que ir, ainda vou me arrumar e ir para uma balada - diz


- quanto tempo que não sei o que é uma balada e beber até cair - digo, e ele começa a rir


Acompanho o Kris até a porta, vejo o NamJoon saindo dentro da sua casa. Kris se despediu e entrou dentro do seu carro dando partida. 


- mamãe - escuto a voz do Jin, e logo em seguida ele abraça minhas pernas


- meu bebê, vamos acordar seus irmãos para tomarem um banho e jantar? - ele concorda 


- S/n - escuto a voz do NamJoon, e o Jin saiu correndo até ele 


- Jinnie- ele diz, e o meu menino abraçou seu corpo - eu comprei pizza, aceitam jantar na minha casa? - pergunta


- tudo bem, entre um pouco porque vou acordar o Yoonie e o Hobi- digo


Entramos dentro de casa, NamJoon deixou o Jin no chão que correu para acordar os irmãos. Yoogi acordou e disse "Yoonie mimi", é um fofo quando quer dormir. Escuto choro do Hoseok e logo em seguida a voz do Jin "saeng fez xixi na 'ropa' ".


- meu amor, não precisa chorar - ele me abraça e beijo sua bochecha - mamãe coloca para lavar - Hoseok para de chorar, e sorriu logo em seguida deixando suas covinhas aparecer 


- quer ajuda com eles? - pergunta NamJoon, e neguei 


Depois dos trigêmeos terem tomado banho, eles já quiseram ficar com pijama. Coloco meias nos três e o crocs em cada um. NamJoon apenas ficava olhando eu fazer tudo rápido.


- vamos?- pergunta, e concordo 


Saímos dentro da minha casa e tranquei a porta. Chegamos na casa do NamJoon, ele deixou os meninos assistindo um desenho e eu resolvi ajuda-lo a arrumar a mesa.


- não é difícil cuidar de três?- pergunta, e lhe olhei - deve ser difícil cuidar deles, pois trigêmeos dão um trabalho daqueles - diz rindo 


- acostumei, essa é a minha rotina e não posso muda-la - digo


- vamos comer, estou com fome- diz rindo - meninos, venham comer- diz chamando a atenção dos trigêmeos


Os trigêmeos sentam perto de mim, cortei a pizza em pedaços e os três começam a comer. Começo a comer a minha e o NamJoon fazia o mesmo com a dele. Eu só queria estar no sofá da minha casa e assistindo um filme ao lado dos meus meninos.


- mamãe, 'quelo' fazer xixi - diz Yoongi


- banheiro a segunda porta do corredor - diz NamJoon, e concordo


Yoongi desce rápido da cadeira, pego na sua mão e fomos até o banheiro, abro a porta e ele sorriu ao ver a privada. Yoongi abaixa sua calça do pijama e a cueca e faz xixi, depois que ele termina de fazer xixi, se arruma, ajudo-o a lavar as mãos e dou descarga, logo em seguida lavo as minhas mãos.


- mamãe, 'quelo' casa - ele diz manhoso


- não quer jantar aqui? - pergunto, e ela negou com a cabeça - bebê, o que aconteceu? - pergunto


- mamãe - diz choroso, e beijei sua testa


Descemos as escadas e voltamos para a mesa, Yoongi encostou sua cabeça no meu ombro e assim ficou, as vezes fechava os olhos outras vezes sussurrava para irmos logo. Hobi e Jinnie estão conversando bastante com o NamJoon.


- não quer comer, Yoongi? - pergunta NamJoon


- 'quelo' casa - diz bravo


- entendi- ele sorriu fraco, e voltou a comer sua pizza 


- mamãe, 'quelo' casa - diz Yoongi


- se quiser, pode indo com o Yoonie, depois eu levo o Hobi e o Jinnie - diz, Yoongi senta no meu colo e abraça meu corpo 


- não demore muito com eles - digo. Ele sorriu, um sorriso lindo


Pego Yoongi no colo e NamJoon nos acompanhou até a porta. Fomos rápido até em casa, sentei no sofá com Yoonie ainda no colo e ele começa a chorar, beijo seu rosto várias vezes.


- ele é meu papai - diz chorando, e me abraça mais - tem foto dele no 'quato' seu, mamãe - diz chorando,


- meu amor, calma sim - ele chorava, e eu ia no embalo


- ele é meu papai - diz soluçando, e chorei junto


- meu amor, me perdoa por ter escondido isso - ele encosta sua cabeça no meu ombro e ficamos chorando juntinhos - perdoa a mamãe, mas tenho motivos - digo chorando 


- 'develia' contar 'pala' o papai Joonie - diz quase sussurrando - plometo' não contar 'pala' o hyung e o saeng - beijei sua bochecha


- meu amor, quando eu estiver pronta... conto sim - ele concordou, e fecha os olhos


Yoongi dormiu e beijei seu rosto várias vezes, a campainha toca, me levanto do sofá com ele ainda no colo. Destranco a porta abrindo e vejo Jin e Hoseok no colo do NamJoon, os dois encostada a cabeça no ombro dele.


- mamãe, sono - dizem em uníssono


- estava chorando? - pergunta NamJoon


- sim, mas nada de importante - ele concorda e entra com os meninos


Fecho a porta, Jin e Hoseok escovou os dentes e depois levei os meninos até o quarto deles e deito cada um em sua cama. Beijei várias vezes o rosto de cada um. Ligo o abajur e saímos dentro do quarto desligando a luz. NamJoon me seguia até a sala.


- obrigado por ter trazido eles, os dois se apegaram a você em apenas algumas horas - ele sorriu


- Yoongi está diferente, e pelo que percebi vocês dois chorou - diz


- problemas pessoais - ele concorda


- deve ser a melhor coisa ser pai deles três, imagino acordando com os três pulando na cama e dizendo "bom dia, papai" - diz sorrindo, e concordo 


- mas você pode ter filhos se quiser - ele me fica me olhando


- posso, mas procuro a mulher certa para casar, ter filhos e acordar todo dia com risos e sorriso - diz rindo fraco, e concordei- Yerin não é a mulher certa, a mulher que era certo para mim descartei ela como se fosse um nada e me arrependo - ficamos nos olhando, ele aproxima nossos rosto 


- entendi, está na hora de você ir para a sua casa - ele concordou


- nunca beijou mais ninguém além de mim? - pergunta, e eu revirei os olhos 


- vai se fuder - ele sorriu 


- poderia ir comigo, poderíamos transar nesse sofá até você dizer que não aguenta mais - diz e começo a rir. Ele me olhou sério.. ele está falando sério? Impossível


- você continua o mesmo, não sei como pude transar com você - ele me deita no sofá e fica por cima de mim - saía de cima de mim, seu safado - ele beija meu pescoço e mordi fraco


- eu sou safado, e era meu nome que você chamava nas noites que transavamos - diz, e beija meu lábios num selinho demorado


- NamJoon, eu vou gritar - ele riu, e ainda me olhou com cara que está me desafiando a gritar


- você só diz, não cumpre nadinha - diz, e aperta minha coxa direita 


- mamãe - escuto uma voz sonolenta, e empurro o NamJoon fazendo ele cair no chão, me levanto rápido e vou até o Yoongi - por que acordou, bebê? - pergunto, e ele me olha com os olhos cheio de lágrimas, pego-o no colo e beijei seus rosto 


- 'monsto', mamãe - começa a chorar


- isso não existe, Yoonie -  NamJoon senta no sofá, e fica nos olhando- foi só um sonho ruim, mas que jamais vai acontecer, entendeu? - pergunto


- sim - diz, e beijei seu rosto - faz mingal mamãe - diz manhoso


- eu vou fazer, enquanto a mamãe faz seu mingal, assiste um desenho - ele concorda


Deixo num canal de desenho, Yoongi deitou no sofá e assim ficou. NamJoon resolveu me seguir até a cozinha, sentou no balcão e fica me olhando. Faço o mingal do Yoonie e deixo em cima da pia esperando esfriar um pouco.


- quem é o pai deles? - pergunta 


- NamJoon, vai logo embora - ele começa a rir, e desce do balcão - isso, vaza - ele me prensou na pia 


- shiu, Yoonie pode escutar - sussurra no meu ouvido, empurrou ele e dou um tapa no seu rosto - porra - lhe olhei brava


- você está dentro da minha casa, então começa a me respeitar, e outra, eu não sou essas mulheres que você pega e depois finge que nem conhece - ele coloca a mão na bochecha e faz uma cara de dor- para de drama, agora que levou um tapinha vai chorar?- pergunto, e ele revira os olhos- achei que ia -pego a colher do Kumamon na gaveta e a tigela com o mingal e levo para o Yoongi


- mamãe, 'plonto'? - pergunta, e senta no sofá 


- toma cuidado para não derrubar no pijama - ele pega a tigela e a colher rapido e começa a comer 


- estou indo - diz, e lhe olho 


- já deveria ter ido faz é tempo - Yoongi me olhou, e beijei sua testa


- Joonie, mimi comigo- diz Yoongi, e fiquei lhe olhando


- pequeno, sua mamãe não deixa - Yoongi me olha, e volta a comer seu mingal


A campainha começa a tocar, me levanto do sofá e vou até a porta abrindo. Vejo o Kai (a: iti malia <3) com uma mala. Fecho a porta e nos abraçamos.


- que saudades- ele disse sorrindo, e beija meus lábios


- eu também estava com saudades- sorri, e ele retribuiu 

 

Eu e Kai sempre ficamos quando ele vem para cá, mas não nos beijamos na frente das crianças porque não acho certo. Conheci Kai quando estava grávida dos meninos e ainda na casa do Kris, os dois são super amigos e acabei conhecendo-o. Nos damos muito bem, mas não nos amamos, apenas ficamos.


- Yoongi está na sala, depois nos beijamos mais - sussurro, e ele concorda


- Min Yoongi, coisa linda - o meu menino deixou rápido a tigela no sofá e correu até o "tio" - como esta grande, e forte - diz sorrindo e Yoongi beijou seu rosto 


- titio Kai vai mimi com Yoonie? - pergunta


- sim, e eu vim passar algumas semanas na casa de vocês, então, vamos aproveitar bastante - diz, e meu menino sorriu


- S/n, estou indo - escuto a voz do NamJoon, ele passa pelo Kai e revira os olhos - não se esqueça que amanhã é o aniversário e será às 15:00 - diz, e concordo 


- tchau, Joonie - diz Yoongi, e acenou com a mão


- tchau pequeno - diz sorrindo


NamJoon foi embora. Kai foi fazer o Yoongi dormir e eu fui dar uma arrumada na cozinha e lavar a louça. Enquanto eu levo a louca sinto os braços do Kai na minha cintura. Não posso mentir, Kai é lindo é um homem maravilhoso e muito gostoso, é maravilhoso quando transamos.


- o pai dos meninos é aquele homem, Kai - começo a chorar - Yoonie descobriu porque tenho uma foto do NamJoon dentro da minha gaveta, eu só faço coisas erradas, eu nunca deveria ter guardado um foto do pai deles - digo chorando 


- deveria contar para ele, as vezes é melhor se fazer isso do que esconder - diz, e beija meu pescoço 


- mas, eu posso perder a guarda dos meninos - digo chorando


- querida, pensa assim comigo, quem conta a verdade não merece castigo, e NamJoon ter que saber sobre os filhos, se ele desconfiar com certeza  vai pedir um exame de DNA - diz, e concordo - acho que nem precisa de exames, o jeitinho deles é idêntico ao pai, até as covinhas - diz rindo


- eu vou contar, só tenho que criar coragem - sussurro, e ele selou nossos lábios - Kai, acha certo o que temos? - pergunto 


- bom, não temos um relacionamento com ninguém, então não acho errado, e faz alguns meses que não vemos, deveríamos aproveitar essa noite - diz, e beijei seus lábios 


- hoje não, estou cansada- ele concorda


- vou tomar um banho, não quer ir junto? - pergunta, e pulo no seu colo


- acho que uma rapidinha no banheiro não faz mal, mas depois vamos dormir - ele concorda


                          [.........]


É 23:00, estou deitada ao lado do Kai, ele está dormindo e eu aqui olhando para a parede. Estou com tanto medo da reação quando o NamJoon descobrir, tenho medo dele entrar na justiça e pedir a guarda dos nossos filhos, estou com um puta medo. NamJoon ainda mexe um pouco comigo, aquele homem mexe com qualquer uma, seu estilo é maravilhoso, suas covinhas o deixa fofo mas mesmo assim continua sexy. Mas infelizmente não presta, deu um chute na minha bunda e ainda tenho sentimentos por ele, sou trouxa nessa  parte de sentimentos.


- não consegue dormir?- pergunta Kai, e abraço seu corpo 


- eu devo contar amanhã ou esperar mais um pouco?- pergunto, e ele beija minha testa 


- conta o dia que achar melhor, mas o quanto mais rápido seria ótimo- diz


- entendi, boa noite- digo


Fecho meus olhos e durmo.


Continuo ou paro?


Notas Finais


Querem que no próximo capítulo S/n conta para o NamJoon que é pai dos trigêmeos? Eu quero tentar acelerar as coisas porque quero fazer mais três bebês aparecer na fic(spoiler kkkk), calma, eles ainda vão ser feitos no maior amor♡. Vocês querem? Sim ou Não?

Então, gostaram? Espero que sim!

Seu comentário é importante!!

Até o próximo (próximo final de semana).


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...