História O Pão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Pãowerson
Visualizações 5
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - O Grande Destino


Fanfic / Fanfiction O Pão - Capítulo 1 - O Grande Destino

O Pão, a história mais inacreditável no multi-verso inteiro, o pão não era um pão qualquer, era O PÃO, mas, no início o tal de O PÃO não era tão importante assim, ele era como um pão qualquer.

Numa tarde de um belo sábado, o pai de família Wilson acabou de chegar, tinha acabado de voltar do trabalho. Jogou o saco de pão em cima da mesa para toda família tomar o café da tarde. A pequenina Jenny, já foi a primeira a dar a dentada no primeiro pão que viu, mas os outros pães que estavam na sacola, um deles, o Pãowerson disse:

-Oh meu deus, vocês viram aquela menina dando uma dentada no Joãopãozildo?!?

-Sim, Pãowerson!

-Vocês não estam nem ai para o perigo que está por vir?!? (disse Pãowerson)

-Ah, não tem problema, é o ciclo da vida. Todos nós vamos morrer de algum jeito, é melhor a gente morrer logo! Pra que fugir?

-EU NÃO QUERO MORRER!!!

Derrepente, Pãowerson o único pão racional deu um chilique. Começou a espernear e os outros pães já estavam com dor de ouvido, mas não pense que acabou. A mãe da família pegou a segunda vítima. Pãowerson disse:

-SOCORRO! Capturaram o Pãoanderson!

Um dos pães que estava ali na sacola, já irritado com a situação, disse:

-Cala a boca! Você vai morrer daqui a pouco, seu idiota. Você é o próximo 

Pãowerson não estava mais aguentado  intolerância e irracionalidade, então pulou da sacola do pão, sem nenhum ser humano ver. E assim, se escondeu debaixo da mesa de jantar. Disse:

-Preciso fugir para outro lugar, aqui é perigoso demais. Eles vão acabar descobrindo!

Pãowerson fugiu da casa e foi procurar seu verdadeiro pai que mora há alguns quilômetros dali. Seu pai se chamava Genildo Feira, mas seu apelido mas conhecido era Seu Genin. Ele trabalha em uma padaria, que também se chama Seu Genin, o seu próprio nome. Pãowerson se dirigiu a padaria e pulou diretamente na mesa, da qual Seu Genin trabalhava. Pãowerson disse:

-Cadê meu pai?!?

Genildo olhou para a bancada e disse:

-Aff, mais pães mutantes! Denovo?

Pãowerson olhou para Seu Genin com um cara bem estranha

-Como assim, pães mutantes?

-Você é um, idiota!

Pãowerson gritou bem alto

-Pare de mudar de assunto! Cadê meu pai?

-Eu não falo com pães mutantes

-Quer que eu obrigue você a falar, idiota?

-Oque uma criatura tão pequena, como você pode fazer comigo?

Diretamente, Pãowerson pulou da mesa, pegou um guardanapo e enfiou na goela de Seu Genin. Disse:

-Vai falar agora, idiota engasgado?

-Tá bom! (disse com uma voz meio fanha, devido ao guardanapo grudado na boca)

Pãowerson obrigou Seu Genin a sentar em uma cadeira e fez algumas perguntas:

-Porquê você me criou diferente dos outros?

-Como assim? Sou só um padeiro e não um criador!

-Mas eu sou um pão e você é um padeiro, então responda! (exclamou) -Porque você me criou diferente dos outros? (repetiu)

-Como assim outros? (disse o padeiro, confuso)

-DESEMBUCHA! (Gritou novamente)

O padeiro deu uma longa respirada e disse ao pão cuidadosamente:

-Olha pão, eu vou explicar para você. Há uma semana atrás estava fazendo uma experiência com pães vivos, muitos deram certo e houveram muitas vendas, porém muitas pessoas vieram criticar comigo sobre os pães, que não davam para comer porquê viviam falando e se mexendo. Então criei um pão que pudesse racionar e decidir seus atos, mas deu tudo errado. Muitos fugiram e outros consegui até vender, e você pão foi um desses pães especiais. Muitos morreram cortados com faca e passados manteiga, mas você foi um dos poucos sobreviventes do pão especial. Então, eu tenho uma nova missão para você!

-Qual pai? (disss Pãowerson, todo animado)

-Essa missão é muito importante, preste atenção! 

O pai de Pãowerson, deu uma longa pausa e disse:

-Como eu disse muitos pães morreram, mas, a maioria morreu sendo torturado por torturadores de pães, que trabalham para a Máfia Pãodola. Eles são muito perigosos. Então, eu quero que você resgate os últimos 2 pães religiosos. Você é um deles, Pãowerson, você é o primeiro deles. Mas, os outros dois: Pãodison e Pãocrison estão desaparecidos e você tem que salva-los. Você pode me ajudar pãowerson?

-Sim papai! (disse super animado)


Continua?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...