História O passado - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Orgulho e Paixão
Personagens Aurélio Cavalcante, Julieta Sampaio Bittencourt "Rainha do Café"
Visualizações 392
Palavras 573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Volteiiiii
Espero que estejam gostando a fanfic, e pfvr não deixem de comentar para que eu possa saber o que vcs estão achando
Gostaram do outro capítulo?

Desculpem os erros que tiver.

Capítulo 5 - Capítulo 5


O dia amanheceu, mas Julieta já estava acordada a tempos.

Encarava os primeiros raios de sol que refletiam na janela.

Estava deitada admirando Aurélio dormir, tão sereno, tão calmo, tão ele.

Ficou encarando-o até que o viu abrir os olhos. Se sentia incrivelmente feliz naquela manhã, pela primeira vez na vida se sentia completa.

- Bom dia - disse sorrindo, depositando um selinho em sua boca

Ela levantou-se sentando na cama. Ele também sentou abraçando a amada por trás, depositando um beijo em seu pescoço.

Ela virou para beija-lo de frente.

- Obrigado Aurélio, por nunca ter desistido de mim, por ter me esperado.

- Eu te esperaria minha vida toda se fosse necessário, eu sempre soube que por trás daquela "casca" havia uma mulher maravilhosa e um coração bom. Te agradeço por ter me feito amadurecer como homem. Eu te amo Julieta Sampaio.- disse beijando-a

Julieta se sentia emocionada de vê-lo chamando-a pelo sobrenome Sampaio, já que agora ele sabia toda a dor que o Bittencourt trazia sobre sua vida.

Continuaram a se beijar quando ouviram uma batida na porta.

- Sim- respondeu Julieta se separando dos lábios de Aurélio, esperando a pessoa se pronunciar

- Dona Julieta, o senhor Camilo está aqui-  respondeu Mercedes.

Constrangimento varreu a face da rainha.

Aurélio tentou não rir da amada, mas foi inútil. Ela olhou-o repreendendo.

 Aquela casa vivia movimentada, mas desejou muito que aquele dia não estivesse.

Queria ficar a sós com Julieta.

Aurélio percebeu que Mercedes já não estava mais na porta, então resolveu ir para seu quarto se arrumar, deixando Julieta a vontade para fazer o mesmo. 

Passou-se meia hora o casal desceu.

- Aurélio - Camilo acenou para o mais velho, sendo cumprimentado de volta.

- Meu filho, que bom receber sua visita aqui tão cedo -disse feliz o abraçando mesmo sem saber que horas eram, esperava que ainda fosse cedo.

- Eu vim aqui para lhe dar a oportunidade de me contar a verdade. Se a senhora quiser que eu realmente consiga perdoa-la, mas quero que me conte absolutamente tudo. - Percebeu meio que sem querer quando a mãe olhou para o futuro barão que acenou em concordância para ela.

- Bom, vou deixá-los a sós, foi um prazer revê-lo Camilo - disse Aurélio se despedindo do mais novo indo em direção ao jardim

- Tudo bem, eu te contarei tudo - respondeu a rainha do café

Camilo a olhou intrigado. Afinal de contas quem era aquela mulher na sua frente?. Uma Julieta diferente da que ele conhecia, e já vinha percebendo essa mudança nela a algum tempo.

Essa nova Julieta era mais calma, mais alegre.

Uma Julieta capaz de reconhecer os seus erros e tentar concerta-los. Essa Julieta sem sombra de dúvidas não era a mesma que ele conhecia.

Aquela mulher na sua frente era mais leve, mais solta, e ele começava a desconfiar que aquela mudança tinha um nome, e se chamava Aurélio Cavalcante.

Sabia que a mãe estava amigada com ele, mesmo que ambos tentassem disfarçar era nítido para quem os olhasse que algo acontecia entre eles.

Tinha medo que a mãe se machucasse, por mais que eles tivessem desavenças e que a relação deles não fosse muito boa, jamais desejaria que a mãe fosse infeliz, nem que qualquer pessoa a machucasse, não sabendo ele que isso já havia acontecido e que o homem que mais a fez mal foi seu pai.

Julieta estava disposta a colocar uma pedra em cima do seu passado, mas para isso precisaria contar toda a verdade ao filho.

Camilo merecia saber a verdade, por mais dura que ela fosse.


Notas Finais


Como vcs acham q Camilo vai reagir ao saber a verdade?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...