História O passado está no presente... - Capítulo 75


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 5
Palavras 1.252
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Hentai, Mistério, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 75 - Who was you before that?...


Todos naquela sala ofegavam depois de ter lutado tanto. Assim que Ghaya disse aquilo para Alice,no mesmo segundo ela se teleportou. E com isso viu uma bela chassina. Corpos pintavam o chão daquela casa, corpos de vampiros. No entanto mesmo com aquela quantidade de corpos, ainda haviam muitos a serem mortos. Alice no mesmo segundo se transformou e varreu todos eles em direção ao purgatório. Mas, mesmo assim, mais e mais apareciam.

Flashback on

Alice:- Oque eles querem?!;- perguntou enquanto matava um vampiro.

Gregório:- Eu!!!;- disse enfiando suas presas em um pescoço desconhecido o rasgando.

Lili:- Por que diabos eles querem você?!;- perguntou não tirando os olhos do homem que estava a sua frente com as presas a mostra.

Ryan:- Que tal as mocinhas pararem de conversar sobre o chá que teram logo e me ajudarem aqui!!!!!!;- disse no chão com um vampiro acima dele se forçando para baixo para abocanhar seu pescoço.

Henry:- PUTA QUE PARIU!!!!;- disse correndo até Ryan pegando o homem que estava acima do mesmo o jogando longe o transformando em pó logo em seguida.

Ryan:- Obrigado!;- disse dando um sorriso pegando sua mão para que pudesse levantar.

Henry:- Você me deve uma!!;- disse ja partindo para outro homem o levando para o pó.

E a luta se seguiu, ninguém mais perguntou algo, ou mesmo foram respondidas as perguntas anteriores. Eles apenas se focaram em matar cada sanguessuga existente naquela casa.

Flashback off

E agora aquela família respirava fundo tentando reaver o oxigênio perdido por causa do exercício.

Alice:- Agora... Pode me responder.... Oque porra... Eles queriam?...;- disse a frase separadamente respirando fundo a cada pausa.

Gregório:- Eles me queriam...;- disse respirando pesado também.

Ryan:- Ha vá!!! Sério? Não tinha ouvido da última vez espertão!!!;- disse irônico.

Henry:- Cala a boca e deixa ele falar!!;- disse irritado.

Gregório:- Eles me queriam para salvar meu tio!;- disse ja normal.

Seb:- Tio? Você não havia dito que sua família havia morrido?;- perguntou confuso.

Lili:- Vixi, gente, se vocês forem discutir me falem para gravar e enviar para o casos de família;- disse fazendo todos sorrirem.

Gregório:- Minha família morreu, aquele desgraçado não é e nunca foi família;- disse cansado se sentando no único sofá ainda inteiro.

Lili:- To falando!! Casos de família!!;- disse novamente.

Alice:- Da para calar a boca pelo amor que você tem a você mesma?;- perguntou ja irritada.

Seb:- Então? Pode me dizer oque esse " Não família" Fez ou sei lá?;- perguntou irônico.

Gregório:- Ele esta morrendo.;- disse conclusivo.

Lili:- Vampiros podem morrer?;- perguntou.

Gregório:- Claro que podem, se você sofrer por numa mordida de um original, você morre, vai demorar obviamente, mas você morre de um jeito ou de outro.

Ryan:- Ainda não entendi, por que eles te queriam para salvar ele?

Gregório:- Por que eu sou um original, meu finado irmão o mordeu antes de fugirmos, e agora ele está morrendo, sem minha mordida, ele morre;- disse com um sorriso um tanto sombrio.

Seb:- Como assim você é um original? Vampiros existem a milénios, é impossível você ser um original.;- disse confuso.

Gregório:- Por causa de meus pais, eu sou um original, na verdade sou o último original existente, bem, além de você claro;- disse olhando para Sebastian que formou sua boca em um perfeito O.

Seb:- Eu? Um original?;- perguntou desacreditado.

Gregório:- Você é meu filho, então acredite, você é um original. Por isso não morreu pelas mãos da Alice algumas semanas atrás;- disse dando de ombros, e o rosto de Alice no mesmo segundo ficou vermelho.

Alice:- Eu estava enfeitiçada...;- disse ficando triste porque havia lembrado do resultado daquilo.

Gregório:- Sabemos disso querida.;- disse dando um sorriso tranquilizador.

Ryan:- Ok, resumo da opera: Eles te queriam para salvar seu tio, que por causa de Fabian, que descansse em paz, esta morrendo? Quem é seu tio? Ele é tão importante assim para a sociedade?;- perguntou dando de ombros com muito desdém implantado na voz.

Gregório:- Infelizmente ele é importante, ele é simplismente aquele que herdou toda a riqueza da família Salvathory. Ele é como um magnata, se ele morrer a riqueza também morre;- disse revirando os olhos.

Lili:- Não entendi muito bem essa matemática, desculpe mas sou de humanas;- disse com um sorriso inocente.

Ryan:- Isso é irônico de tantas formas, não... Espera... Apenas uma;- disse fazendo todos ali rirem.

Henry que até agora se permanecia quieto olhou para Ryan rindo por causa da piada que ele havia contado.

E como um imã imbutido, Ryan no mesmo segundo também olha para ele também rindo.

E os dois percebendo que ja estavam mantendo contato visual por muito tempo desviaram seus olhares com pressa.

Lili no mesmo segundo se levantou e caminhou até eles sem deixar que os outros entranhassem. Sabastian estava conversando com Gregório então estava tudo seguro.

Lili:- Sugiro vocês dois me seguirem!!;- disse em um sussuro alto apontando para o escritório embaixo da escada. E ela caminhando até o cômodo entrou, sendo seguida por Ryan e Henry.

Alice:- Então, quer dizer que além de rico você também é um dos dois mais poderosos vampiros existentes na terra?;- perguntou olhando para Gregório.

Gregório:- Sim, sou isso tudo que diz. Mas sinceramente não me importo com dinheiro e status. Me contento em ser apenas um marido e um pai;- disse dando um sorriso meigo.

Alice:- Se você não fosse casado, e se eu não fosse casada, e é claro, se eu não te considerasse meu pai, eu casava com você!! Tipo agora!!;- disse fazendo Seb e Greg rir.

Seb:- Então mantemos distância deles?;- perguntou.

Gregório:- O mais longe possível;- disse se levantando.

Alice:- Onde está indo?;- perguntou curiosa.

Gregório:- Pegar Ema e trazê-la devolta para casa;- disse saindo pela porta com um sorriso que desapareceu logo depois de Greg sair realmente.

Seb:- Se está confusa, ele havia levado ela para a casa no lago logo após aqueles homens aparecerem, você sabe, apenas precauções.;- disse também se levantando.

Alice:- Vocês tem um casa no lago? Aonde é isso?;- perguntou curiosa.

Seb:- Um pouco além da fronteira entre Los Angeles e Las Vegas;- disse dando de ombros.

Alice formando sua boca em um O apenas ficou ali processando aquilo.

Gregório ainda do lado de fora da casa ficava remoendo em sua cabeça aqueles anos horríveis que passou.

Gregório:- Você esta melhor para todo mundo morto...;- disse com raiva começando a correr.

Flashback on

Pov Gregório Salvathory.

Minha carne estava deslacerada...Minha cabeça doía muito e minha pele ardia na base dos meus ombros até o final das minhas costas.

:- Isso é para que apreda a não me contrariar!! Sangue ruim!!!;- disse novamente o apelido que usava para se refirir aos meus pais e a mim.

E com um bater alto de porta aquele homem havia ido, mas não para sempre...

Eu com dificuldade firmei as mãos no chão e forcei meu corpo para cima, para que pudesse ficar de pé e como sempre " Lamber minhas feridas". Mas assim que fiquei de pé minha pressão despencou e a falta de sangue se fez. Minha boca ficou seca, e meu corpo tombou para o lado.

Gregório:- Merda!!;- disse me apoiando no único móvel sólido e forte o bastante para me aguentar, as barras da cama.

Respirando fundo deixei meu veneno invadir meu corpo, passar por minhas veias e ir de encontro as minhas feridas as curando.

Era sempre assim, eu discordava de algo, ele me trazia para cá e... Me machucava.

Agora revigorado peguei os trapos que eram minha camisa e sai daquele quarto.

Fabian:- De novo?;- perguntou preocupado.

Gregório:- Relaxa irmãozinho;- disse mexendo em seu cabelo, coisa que ele odiava.

Fabian:- Você foi para o " Quarto do Inferno" Por minha causa!!!;- disse começando a chorar, ele sempre fazia aquilo.

Gregório:- Logo sairemos daqui irmão, e tudo vai ficar bem;- disse feliz mechendo em seu cabelo novamente pegando o caminho para meu quarto.

Tudo vai ficar bem, e isso tudo ficará no passado.

Flashback offshore



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...