História O pecado de amar - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Eu te amo muito mais


*pov. Mael *

Acordei com a claridade entrando pela janela, logo percebi que eu não estava em casa, olhei em volta me localizando….longos minutos depois me toquei que aquela era a casa do Escanor, percebi também que eu estava com roupas do mesmo. Levantei com pouco de dificuldade, sai doo quarto sentindo o cheiro de comida no ar, fui ate a cozinha onde encontrei o Escanor fazendo café da manha, fui ate ele o abraçando por trás.

Esca – bom dia anjinho – ele se vira me dando um beijo na bochecha.

Eu – bom dia meu leão – ele me pegou me colocando em cima do balcão e voltando a cozinhar.

Esca – dormiu bem? - assenti com a cabeça – da doendo algo?

Eu – um pouquinho….- ele sorriu de lado.

Esca – quer que eu dou um beijinho onde ta doendo?

Eu – s-seu pervertido!

Esca – eu acho que isso é um não… - sai do balcão dando um beijo em sua bochecha – terminei, vamos tomar café.

Tomamos café e fomos pro quarto do Escanor, ele se deitou e eu me deitei em cima dele, o mais novo começou a acariciar e a trancar meu cabelo, coisa que eu odeio! Quando eu estava quase caindo no sono ouvi uns miados e batidas na janela, olhei na direção que vinha o barulho e vi uma gatinha de pelinhos laranjas, uma marca na bochecha e olhos purpuras.

Eu – derre! - me levantei pegando a gata.

Esca – oque que….

eu – essa é minha gatinha Escanor! A Derri! - eu me deitei em cima do Escanor novamente só que desta vez com a Derri – eu esqueci de você desculpa!

Esca – ela é adorável! - ele aproxima a mão devagar da ex-demônio, que avança pedindo carinho – eu acho que ela gostou de mim!

Eu – é – senti meus olhos pesaram e acabei por dormir….

Acordo não tendo mais o Escanor, ouvi um barulho de água se mexendo vindo do banheiro, Escanor deveria estar no banho. Levantei cuidadosamente pra não acordar Derri indo ate o banheiro ode encontrei Escanor na banheira, ele estava distraído então apenas cheguei por trás dele acariciando seus cabelos, ele abriu os olhos e sorriu ao me ver.

Esca – oi!

Eu – oi acariciei seus cabelos ruivos.

Esca – quer entrar – corei com sua fala desviando o olhar.

Eu você é um pervertido!

Esca- é que eu te amo de mais!- apenas dou um beijinho nele e me levanto, só que o mesmo me puxa me fazendo cair dentro da banheira.

Eu – ESCANOR!

Esca- não resisti – ele me abraçou me fazendo encostrar minha cabeça em seu peito – quer que eu tire sua roupa?

Eu -…. - ele sorriu começando a tirar minha roupa, ele acabou por tocar numa parte sensível do meu corpo fazendo eu gemer seu nome.

Ele me puxou pro seu colo tomando meus lábios, senti algo duro embaixo de mim e corei, mas não podia. Ele desceu suas mãos pra minha bunda tocando na minha entrada, gemi manhoso quando ele enfiou um de seus dedos la, me agarrei em seu corpo passando minhas unhas por suas costas.

Vi ele sorrir e me deu um beijinho, logo senti outro dedo entrando dentro de mim, ele tomou meus lábios em um beijo intenso, ele enfiou o terceiro dedo me estocando com eles.

Eu – Escanor, por favor ....

Esca – oque foi? - ele pergunta rindo de maneira sínica.

Eu – me fode logo – pedi e ele tirou os dedos de mim.

Ele me colocou de quatro logo entrou em mim, começando a me estocar devagar, aquilo era uma tortura, gemi pedindo pra ele ir mais rápido, e apenas ouvi a risada sínica dele. Ele continuou naquele ritmo torturando longos minutos, ate que ele pegou na minha cintura começando a me estocar de maneira rápida e fundo. Ele me pegou saindo de mim, mas logo me colocou encostado na banheira voltando a me estocar na mesma intensidade de antes, entre os gemidos acabei gozando e meu próprio gozo caiu na minha boca, Escanor me fez engolir aquilo e depois gozou dentro de mim.

*pov. Escanor *

Depois daquilo ¬w¬ Mael acabou dormindo na banheira então eu lhe dei banho e quando sai do banheiro vi Derri miando pra mim coloquei, coloquei o Mael em minha cama e peguei a gatinha.

Eu – ta com fome pequena? - perguntei e ela miou em resposta – será que ele me bate se deu te der comida humana? Bem eu não vou contar, você vai? - ouvi outro miado.

Levei a gatinha ate a cozinha a dando comida, fiquei a observando então percebi uma marquinha na sua bochecha. Estranhamente me lembrei da derrieri, quando acordei de meus pensamentos Derri dormia no meu colo, peguei cuidadosamente a gata a levando pra minha cama, deitei junto aos dois entao Mael abriu seus olhinhos.

Ma – Escanor….

Eu – sim anjinho?

Ma – promete que nunca vai me abandonar? - senti insegurança em sua voz.

Eu – por que você ta m pedindo isso?

Ma – eu perdi todos que tinha – vi seus olhos lagrimejarem – matei tariel e sariel, meus amigos morreram e eu vi meu irmão morrendo…. Eu to com muito medo de te perder! - as lágrimas escorriam contra sua vontade.

Eu- eu NUNCA vou te abandonar, escutou? - acariciei seus cabelos – eu te amo, meu anjinho que não vejo o porquê de não te ter ao meu lado.

Ma – m-mas e se você morrer?

Eu – eu não vou! Vou ficar do teu lado pra cuidar de ti! - ele se aconchegou em meu peito – apesar você não tem só eu, todos nos somos seus amigos e nem todos morreram, elizabeth ainda esta viva!

Ma - é…. - limpei suas lágrimas e ele sorriu, dei um selinho nele – eu te amo muito!

Eu – eu te amo mais!

Ma – eu que amo!

Eu – eu!

Ma – eu!

Eu – ok nos dois se amamos o mesmo tanto!

Ma – ok – nos dois rimos pela discussão idiota – mas eu ainda te amo mais!

Eu – bobo!

Abracei ele o acariciando seus cabelos, Mael me deu um beijo deitando em cima de mim, logo adormecendo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...