1. Spirit Fanfics >
  2. O Pecado do Rei >
  3. Capítulo Único

História O Pecado do Rei - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiiii gente voltei com uma nova história totalmente diferente ,estou animada,excitada e nervosa sobre ela ,Maaaaaaaassss enfim espero que gostem

Capítulo 1 - Capítulo Único


O Pecado do Rei

Este era o título do livro que se encontrava na mão de Legolas.Ele sabia que não deveria estar no quarto de seu pai muito menos mexendo nas coisas dele,mas ele estava entediado e seu pai possuía muitos livros.

Este livro em especial o chamou a atenção e ele começou a ler,cada vez mais surpreso do que lia :

"O rei era um homem frio,não demonstrava sentimentos,nem expressões.Seu filho era um rapaz inocente,um verdadeiro príncipe: bondoso e inteligente.

Mas oque ninguém sabia,é que a noite as estrelas mudam ,assim como as pessoas.

No quarto ,dois amantes desarrumavam os lençóis de seda,com movimentos incansáveis e gemidos obscenos.

-Esta noite irei saciar-me com seu corpo até a alvorada seguinte,meu príncipe- o rei sussurrava todas as noites 

-Delicie-se com meu corpo com fartura e faça de mim o seu banquete,meu rei- o príncipe respondia 

Quando chegou a noite.....

O livro foi tirado de Legolas,que se assustou e se arrepiou por inteiro ao ver seu pai a sua  frente com uma expressão selvagem.Ele nada disse apenas puxou Legolas pelos braços e pôs a mão em seus cabelos para dizer em seguida: 

-Você quer saber o final do livro,Legolas  ? - ele foi descendo a mão pelos  cabelos lisos  apenas para voltar e puxar os fios  obrigando o menor a encara-lo

-Ada...o que você está fazend-

Legolas não pode terminar de falar pois seu pai já havia tomado seus lábios enquanto os braços fortes o rodeavam e prendiam o menor consigo.

Thranduil separa seus lábios e joga Legolas em cima da cama,logo em seguida tira o pesado sobretudo que vestia,enquanto um Legolas ofegante e confuso o encarava à sua  frente .Legolas tenta sair ,porém é apenas jogado novamente sobre a cama com seu pai por cima ,este que mantinha seus pulsos presos acima da cabeça com apenas uma mão enquanto a outra passeava pelo corpo do menor.

Thranduil rasgou o macacão fino que Legolas usava,e então aproximou o rosto até chegar ao pé do ouvido de Legolas,apenas para sussurrar em uma voz dominante: 

-Esta noite irei saciar-me com seu corpo até a alvorada seguinte,meu príncipe- seguido esta frase,o rei mordeu o lóbulo do menor e Legolas arregalou os olhos e começou a se debater para se livrar do aperto,todo seu corpo estava arrepiado,ele estava com medo,nunca havia sentido nada disso.

-Ada,por favor solte-me! Por favor! -o menor falava desesperado,seus olhos se enchiam de lágrimas,ele estava sem saber o que fazer mas seu pai não iria facilitar para o mesmo 

-Não Legolas,você precisa ser punido por me desobedecer,então pare de chorar ou eu não serei tão delicado.-ele vê que o menino estava realmente assustado então começa a distribuir beijos pelo pescoço do menino,enquanto retira delicadamente cada peça de roupa que cobria o rapaz,vai descendo os beijos por todo o corpo até chegar na virilha,onde ele para e retira sua própria roupa e encara o menor.

Legolas está com os olhos cheios d'água,com os cabelos bagunçados e respiração ofegante.Seus lábios estão vermelhos e inchados de tanto que ele os morde,Thranduil então pega os pulsos do rapaz e com a camisa branca que estava,amarra os pulsos juntos na cabeceira da cama ,deixando Legolas confuso 

-Seu primeiro castigo será não poder me tocar,não poderá pedir para parar e muito menos tentar fugir,só estará machucando a si próprio.

-Seu segundo castigo será me fazer gozar,sem as mãos.-Legolas o encarou atônito,quis gritar aquela hora,pedir ajuda,mas sabia que não adiantaria ninguém viria.Thranduil deu um sorriso malicioso e beijou Legolas,movendo sua língua contra a boca inexperiente de seu filho,isso só o deixou mais excitado,louco para possui-lo para si- Acho que entendeu oque eu quero dizer,não é pequeno príncipe? -Legolas engoliu em seco,e assentiu,sabia que não haveria outro jeito de sair dali sem fazer oque seu pai quisesse,então Thranduil aproximou seu membro grande e ereto e o passou pelos lábios do príncipe,Legolas se engasgou com o tamanho,mas tentou se acostumar com medo da reação do Rei.

Thranduil era cruel,fazer isso com o próprio filho,o próprio sangue,mas ele não era tão perverso assim.Iria fazer o filho sentir prazer,tanto prazer que o faria voltar aos seus lençóis.

Legolas chupava o membro conforme o pai estocava a sua boca,este que gemia de prazer e aumentava a velocidade,fazendo Legolas se engasgar e sentir vontade de chorar.

Thranduil estava chegando no ápice,ele afundou o membro na boca do príncipe e voz ou,gemendo alto,segurando os fios do filho ordenou: 

-Engula tudo,até a última gota .

Legolas obedeceu e uma lágrima desceu,Thranduil a secou e tirou o membro do menor,ele passou a mão pelo rosto do menor e disse :

- Como você tem sido um menino obediente até agora,irei lhe dar um pouco de prazer- dito isso ele desceu sua boca até a virilha do menor e começou distribuindo beijos pelas coxas brancas e fartas,vendo o membro do menor já levantar,ele volta os olhos para Legolas,que está suado e com o rosto vermelho de vergonha e excitação.

Ele então abocanha de uma só vez o membro do príncipe,fazendo-o se contorcer num salto.

-Ah!Ada...hum....aaar!-o menor nunca havia sentido isso em toda sua vida,um prazer desconhecido queima suas veias ,ele esquece seu medo insano do pai e apenas geme com o prazer que seu pai está lhe proporcionando.

Thranduil continua com os movimentos,parando um pouco para chupar a glande do menor com força,fazendo Legolas dar um grito de prazer e assim chegar ao seu ápice.Thranduil engole o gozo do filho e o beija com força  fazendo-o sentir seu próprio gosto.

Legolas ainda fora de si por causa do ápice,acaba correspondendo e beija o pai com fervor,seu membro já se excita novamente e ele implora: 

-Ada...eu...eu...eu quero... mais...por favor ada...-seu tom era suplicante e o rei apenas sorri e vira o príncipe de bruços,e começa a morder a pequena e macia bunda do príncipe,enquanto morde vai dando tapas fortes,fazendo Legolas gritar de prazer e dor ,ele estava sentindo um grande prazer ao ser dominado por seu pai,era extremamente excitante.

O rei então começa a lamber a entrada vermelha do menor,fazendo se contorcer 

-Aaaarr,ada.....hum....AAAAAAA!-Legolas gritou quando seu pai enfiou o dedo indicador no ânus intocado do rapaz,foi cada vez mais fundo explorando aquele local até achar a próstata do menor,onde retirou o dedo apenas para voltar com dois,fazendo movimentos de tesoura,enquanto Legolas apenas gemia sem controle.

Thranduil retirou os dedos e segurou na cintura do filho,firmando os dedos no quadril do mesmo,batendo seu membro na bunda do menor ele se inclinou e falou: 

-Será que suportará seu castigo,meu príncipe? -Legolas iria responder,mas antes que dissesse alguma coisa ,seu pai já havia penetrado todo o seu membro em seu ânus.

-AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!ADA!PARE!....ADA!AI!...POR FAVOR.....AAAA!-Legolas implorava enquanto seu pai apenas o estocava fortemente sem ligar para a dor do rapaz,seus gritos só o excitavam e o incentivava à ir mais rápido.

-Isto é por...entrar em meu quarto...sem...a minha....minha permissão- Ele falava enquanto estocava,estava ofegante com o prazer,ele segurou Legolas pelos os cabelos e puxou para trás,fazendo o príncipe sentir mais dor,gemendo alto com o ato-E isso é por mexer em minhas coisas.

Thranduil segurou o pescoço de Legolas e deu um tapa em seu rosto,parou um momento e fez Legolas encara-lo

-Você nunca,nunca mais irá me desobedecer .Entendeu,Legolas? 

O rapaz com os olhos marejados,ainda sentindo um pouco de dor ,respondeu com a voz esganiçada: 

-Entendi...ada,nunca mais...nunca.

-Ótimo,bom menino.-Ele segurou o membro de Legolas e começou a estocar novamente junto com a masturbação em seu filho,dando finalmente o prazer à Legolas,que não recriou os olhos e gritou quando finalmente gozou 

-ADA! Aaaaaaaaaaarrrrrrr......aaaaaah!

Thranduil continuou até chegar ao seu ápice,despejando seu líquido quente dentro do menor,tentando normalizar a respiração.

Legolas acabou desmaiando logo em seguida,cansado após tantas sensações desconhecidas.

O rei então retirou-se de dentro do príncipe  e o desamarrou,trazendo o para junto de seu peito onde o beijou na testa e admirou o rosto de seu filho após o pecado feito pelos menos.

Olhando a janela viu que um novo dia já estava começando,o sol estava quase no topo e as aves já estavam cantando.

O Pecado do Rei foi desejar seu filho,o príncipe,este que desejava o Rei com o mesmo fervor.

O que o rei não sabia,é que havia outro livro,que apenas uma pessoa possuía,um livro chamado O Castigo do Rei.

Será que Thranduil estará  pronto para este castigo? 



Notas Finais


Oiiiii de novo
Espero que gostem e se deliciem com a história
Bjs minhas frigideiras solitárias maravilindas ou maravilindos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...