História O pecado é tentador. - Capítulo 5


Escrita por: ~ e ~AnnahLovauregui

Postado
Categorias Ariana Grande, Austin Mahone, Camila Cabello, Demi Lovato, Ian Somerhalder, Justin Bieber, One Direction, Selena Gomez, Shawn Mendes, Simple Plan, Zac Efron, Zara Larsson, Zayn Malik
Personagens Ariana Grande, Austin Mahone, Camila Cabello, Chuck Comeau, Dallas Lovato, David Desrosiers, Demi Lovato, Harry Styles, Ian Somerhalder, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeff Stinco, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Pierre Bouvier, Sébastien Lefebvre, Selena Gomez, Shawn Mendes, Zac Efron, Zara Larsson, Zayn Malik
Tags Camila Cabelo, Camren, Larry, Lauren Jauregui, Norminah, O Pecado É Mais Divertido, Pecado, Semi
Visualizações 37
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hey! Espero que gostem🙆💗

Capítulo 5 - Desejo ninguém nega


Fanfic / Fanfiction O pecado é tentador. - Capítulo 5 - Desejo ninguém nega

     Camila P.O.V

Encontro triplo é o caralho, nem sei porque eu concordei com essa idéia.

As aulas se passavam lentamente, e minha cabeça estava um turbilhão de pensamentos, Lauren e Brig não podem ir juntas, eu não vou aceitar. Estava tão mergulhada em meus pensamentos que só segundos depois, notei o professor de física chamar meu nome.

- Senhorita Cabello? - ele perguntou e voltei a realidade. - poderia responder a questão? - ótimo, fudeo.

- E…Desculpa professor, eu não prestei atenção, o senhor poderia repetir? - falei com um tom calmo e fofo, porém o mesmo negou com a cabeça.

- A senhorita pode por favor, educadamente se retirar da sala. - ele indagou com certa impaciência na voz, eu tentei rebater mas o mesmo não deixou.

Me levantei, peguei meus matérias, e andei até a frente, mas antes de sair da sala, pude ver seus olhos claros me encararem. Merda, como a minha própia irmã mexe assim comigo? Seria errado…Sentir isso?

Andei até a saida da escola,procurei meu carro pelo estacionamento, destravei a porta,entrei e logo dei partida. Meus matérias estavam jogado de qualquer forma no banco do passageiro, não vou ficar esperando como uma criança de pré na porta, jamais.

Estava na avenida, passava pelos carros com facilidade, em meu som tocava Major Lazer DJ Snake Lean On, meus dedos batucavam no volante automaticamente,o sinal foi aberto e logo estava em movimento. O encontro será hoje, às oito , olhei no relógio eletrônico atrás do volante, o mesmo marcava 16hr47, ainda tenho muito tempo, talvez nós possamos ir ao circo, nós sempre fugiamos de casa para ir a um. Peguei meu celular e liguei para o primeiro número na discagem rápida "lolo", minha Lauren.

- Camila, você tá louca? O que qui te deu? Sair da escola do nada? - Lauren falou meio alterada, parecia ofegante.

- Que tal ir ao circo, nós sempre fugiamos quando crianças para ir lembra? - perguntei serena, em seguida escutei uma risada gostosa.

- Eu corri atrás de você por esse colégio inteiro, te encontro lá...Minha Camila. - ela falou em um sussurro e finalizou a chamada, o que foi isso?

Senti uma felicidade enorme, e automaticamente um sorriso se formou em meu rosto, eu já estava no final da avenida, passaram alguns minutos, e logo avistei os enormes brinquedos, e as barraquinhas grudadas, mas o que chamava atenção, era enormes tenda colorida…"O circo da felicidade", que nome cliché não? Um típico cliché, mas maravilhoso.

Será que ela vai demorar? Ela é minha irmã, e por isso eu sei que ela é lerda, talvez seja o álcool fazendo efeito nos movimentos, quem sou eu para julgar, além de fumar eu bebo, somos adolescentes, é a flor da idade. Eu comecei a me movimentar barraquinha por barraquinha, e quando vi, já havia comido um cachorro quente, duas tortas, três sucos, um salgado, e já estava em meu quarto algodão doce, buraco negro está aqui.

Me sentei em um banco qualquer, e olhei meu relógio, 17hr22, e nada dela, será que ela vai me dar o bolo? E daí Camila, vocês são irmãs é normal sacanear uma a outra. Meus pensamentos foram interrompidos por mãos em meus olhos, um sorriso já era visto em meu rosto, eu conheceria seu perfume à quilômetros.

- Pensei que havia me deixado de mão, idiota, você é lerda demais Lauren. - falei enquanto ela dava uma gargalhada gostosa e se sentava ao meu lado.

-Desculpa, Justin, Brig e Ariana estavam me enchendo de perguntas pelo tal encontro, maldito seja seu namorado. - ela falou pegando o algodão doce da minha mão.

- Perdão, meu namorado é um sem educação. - debochei e seus olhos me fuzilaram. - não está mais aqui quem falou. - levantei os braços, e logo rimos.

-De toda forma vem, o show vai começar, precisamos agilizar nossas vidas. - ela entrelaçou nossos dedos, e pude sentir uma eletricidade percorrer meu corpo, merda.

Nós praticamente corríamos entre as pessoas, Lauren sai chutando o povo, e quem pedia desculpas? Ela que não é. Entramos na enorme tenda, e subimos as arquibancadas, ficamos no meio para ver melhor, eu comprei uma pipoca tamanho Família, porque as duas comem que nem um dragão.

Quando as luzes se apagaram, começaram os tambores, e logo faróis invadiram o palco, eu e Lauren já estávamos caindo na risada, com a palhaçada do palhaço. Pena que alguns nem são, mas agem como tal, eu apoiei minha cabeça no ombro de Lauren, e assim foi até a noite.

(…)

Quando saímos daquele local, nossos dedos estavam entrelaçados, e nosso encontro? Fácil, 20hr13, perdemos o horário, mas valeu a pena.

- A melhor parte, foi quando aquela mulher entrou no barril, cara, não acredito. - ela falava entre risadas.

- Não para, a melhor parte foi quando o palhaço chamou aquele homem no palco. - dei minha opinião e rimos mais ainda.

Andamos até a roda gigante, eu havia pedido, no momento minha irmã negou, mas logo cedeu aos meus desejos. Compramos o bilhete, e logo entramos, ela era totalmente aberta, ao ar livre, maravilha.

- É Camila, isso aqui tá muito alto. - ela falou olhando para cima,mas logo a roda parou e nós ficamos em cima. - Isso aqui estragou, meu Deus, a gente vai morrer. - ela se desesperou me fazendo rir.

- Calma abençoada, é normal ela parar, arranja um jeito de se entreter. - falei e logo ela estava me fitando. - o que? - perguntei mantendo o contato, ficamos alguns minutos assim, mas logo ela falou…O começo de tudo.

- Eu já achei. - ela falou colocando suas mãos em meu rosto e se aproximando.

Eu queria tanto aquilo, queria tanto sentir seus lábios, mesmo que sejamos irmãs, mesmo que o céu nos condene…Eu não vou negar aos meus desejos. Me aproximei calmamente, e nossos lábios se tocaram, o beijo era delicado, e sem língua, mas logo minha irmã pediu passagem, e eu cedi aos nossos desejos, nossas línguas travavam uma guerra, cada vez procurávamos mais e mais, sua mão direita desceu até minha coxa apertando a mesma, eu arfei com tal ato, e quando vi seus lábios já estavam em meu pescoço, minhas unhas arranhava cuidadosamente sua nuca.

          Eu sei que isso é errado, mas na hora do desejo , ninguém pode negar. 

         


Notas Finais


Desculpem alguns erros, vou tentar concertar, espero que gostem😊💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...