História O pedaço de mal caminho - Jay Park - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Jay Park, Personagens Originais
Tags Hot, Jay Park
Visualizações 44
Palavras 1.678
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 13 - O desfile


Fanfic / Fanfiction O pedaço de mal caminho - Jay Park - Capítulo 13 - O desfile

Passou uma semana e já era dia da minha viagem, Jay tinha me levado ao aeroporto mas não pôde ficar comigo porque tinha uma reunião muito importante. Eu estava esperando minha chamada sentada no banco perto do portão de embarque.

Alguém sentou do meu lado mas não me importei até que esse pessoa não parava de me encara, quando eu fui questionar a pessoa eu fiquei surpresa.

S/n: Gabriela? Oq faz aqui? - fiquei feliz ao vê-la.

Gabriela: eu vou pra França, eu tô organizando um desfile pra depois de amanhã.

S/n: eu tô indo pra um desfile lá, será que é o mesmo?

Gabriela: talvez, mas espero que seja.

Chamaram o nosso vôo e nós fomos para o portão de embarque, entramos no avião e ficamos esperando a decolagem do vôo, eu acabei dormindo o vôo todo, não sei a Gabriela pq ela não sentou perto de mim.

Quando acordei eu peguei minha bagagem e fiquei esperando a Gabriela sair, avistei ela e fomos pegar as bagagens na esteira. Pegamos e fomos pegar um táxi indo a um hotel.

Chegamos no hotel e nos hospedamos. Eu estava morrendo de fome, então fui Tomar banho pra pedir algo pra comer. Tomei meu banho e pedi uma porção de salada e massa sem gordura.

Meu pedido chegou e eu peguei meu notebook e liguei por vídeo chamada para o Jay. Ele atendeu e enquanto ficávamos conversando eu comia.

Jay: como tá aí? Você já desfilou?

S/n: aqui tá tudo bem e eu ainda não desfilei, vai ser amanhã, eu tô jantando pra dormir, voi ter que acordar cedo.

Jay: então eu tô atrapalhando?

S/n: não meu bem, se eu pudesse eu ficava conversando com você a noite inteira.

Jay: eu queria tá tocando no seu corpo agora, eu tô com tanta saudade.

S/n: eu também tô com saudades.- comecei a rir.

Jay: não ri de mim, você vai ficar um tempão longe de mim. Eu vou acabar morrendo sem você aqui.- ele fez biquinho e cara de choro pra mim.

S/n: eu volto daqui a 3 dias meu amor, e também eu não tô sozinha, a sua amiga Gabriela tá aqui.

Jay: jura? Pelo menos eu fico menos preocupado com você. Meu amor vou ter que desligar, durma bem, boa noite.

Jay desligou e eu terminei de comer, coloquei o prato do lado de fora para alguém recolher depois. Me deitei e fiquei assistindo a televisão, eu não entendia o que eles tava falando mas eu certamente não queria parar de assistir, era um tipo de programa de variedades.

Enquanto eu assistia eu acabei dormindo, eu estava tão ansiosa que eu acabei sonhando com o desfile, e o pior aconteceu, eu acabava estragando o desfile por não coqQAM8?

/nseguir desfilar, eu andava toda desengonçada e as pessoas me olhava com desprezo e vergonha.

Acordei assustada, mas por sorte não acordei atrasada. Tomei um banho e me arrumei, fui ao quarto da Gabriela e bati na porta, ela atendeu e estava ainda de pijama, ela me convidou para entra e eu fiz oq ela pediu.

Gabriela: eu vou tomar um banho rápido e nós já desce para tomar café, ok?

A Gabriela foi tomar banho e eu fiquei sentada na cama esperando ela. Ela finalmente terminou e se vestiu, nós descemos ao restaurante e Gabriela pediu ovos e torradas e suco de uva, eu pedi waffles e suco de laranja.

Quando terminamos de tomar café, pedimos um táxi e fomos ao evento do desfile, cheguei lá e nos separamos eu fui ao camarim e a Gabriela a uma sala pegar uns equipamentos de comunicação pra organizar o desfile.

Estava tudo uma correria, tinha muitos looks pra eu e mais algumas modelos apresentar, por sorte eu fui a primeira a chegar então a atenção estava em mim, terminaram minha maquiagem e meu cabelo, faltava 1 hora para começar o desfile, eu já coloquei o primeiro vestido, ele era enorme e difícil de colocar, até precisamos de duas pessoas para armar ele em mim, depois de muito sufoco finalmente colocaram, eu tive que ficar andando de um lado para o outro pra me acostuma com o vestido.

Finalmente chegou a hora do desfile e eu seria a primeira a passar, quando chegou minha hora todos estavam me guiando por onde eu deveria passar, eu comecei a andar com pé em frente ao outro, minha postura estava toda ereta, minha cabeça bem inclinada, minha expressão estava bem séria, eu não podia fazer nenhuma referência ou movimento não permitido, eu estava tão nervosa com todos aqueles olhares bem atentos em mim, e aquelas câmera registrando cada momento meu, eu sentia meu estômago borbulhar de tão nervosa, aliás, esse é meu primeiro desfile, seria até estranho eu agir como se eu estivesse passando em uma rua normal.

Eu terminei minha primeira volta e voltei ao camarim as pressas, tirei o vestido e coloquei outro vestido, mas esse era justo e bem leve, cheio de pedrinhas brancas, mas com o reflexo da luz ele ficava azulada. Depois de vestir voltei a passarela e exibi o vestido. E foi assim sucessivamente por duas longas horas.

Quando acabou o desfile eu estava exausta, estava com a respiração ofegante de tão cansada. Coloquei minhas vestes de hoje cedo e fui jantar e um restaurante de lamén, eu pedi o maior prato, estava morrendo de fome, comi tudo e paguei logo em seguida. Voltei para o hotel e fui tomar banho, me troquei colocando a roupa mais confortável e fui dormir.

Era de madrugada e eu acordei, fui escovar os dentes e troquei de roupa pra dar um passeio, passei pelo quarto da Gabriela e mandei uma mensagem perguntando se ela queria ir comigo, mas ela não respondia então optei por ir sozinha.

Eu passava por algumas lojinhas, via algumas roupas nas vitrines das lojas, era uma mais linda que a outra. Encontrei um foodtruk de lanches, comprei dois hambúrguer e um refri grande. Voltei para o hotel e voltei ao meu quarto, comi meus lanches e voltei a dormir.

Acordei de manhã com alguém batendo na porta, fui atender e era a Gabriela, bem feliz por sinal, ela entrou no meu quarto já se jogando na cama.

Gabriela: vai se arrumar pq nós vamos dar um passeio, preciso mostrar tudo aqui pra você.

S/n: nós vamos aonde?

Gabriela: é segredo.

Eu fui ao banheiro e tomei banho, escovei os dentes, coloquei uma roupa de frio, por estar bem frio, passei um perfume e passei apenas um pó e rímel em mim. Saímos e a Gabriela ainda não me dizia pra onde iríamos

- você desfilou muito bem ontem.- ela disse

- eu estava tão nervosa, eu achava que ia desmaiar a qualquer momento. - eu disse passando a mão no meu estômago e fazendo careta.

- isso é normal, foi a sua primeira vez, não é?- ela disse dando gargalhadas e eu confirmei com a cabeça.

Nós chegamos ao um parque de diversões. Ela saltitava de tanta alegria, pegamos os ingressos para entra e entramos, assim que entramos nós damos de cara com várias opções de diversão. Primeiro nós fomos ao um tiro ao alvo, competi com a Gabriela e acabei perdendo, eu era horrível em mira.

Depois fomos ao pintar nossos rostos, eu fiz uma borboleta no canto do rosto e a Gabriela fez tipo umas flores no rosto, eu não entendi muito bem, mas ficou muito fofo. Passamos em tantos brinquedos.

Já era tarde e a Gabriela ainda queria brincar, então ela sugeriu a montanha russa, eu de primeira neguei porque estava com medo, mas ela insistiu tanto que eu acabei aceitando, fomos pra fila, tinha umas 20 pessoas com a gente esperando as pessoas da montanha russa sair.

- eu não quero mais, eu tô com medo gabriela.- eu disse fazendo biquinho e cara de choro.

- você vai sim, esse vai ser nosso último brinquedo, amanhã nós vamos voltar, e não me chamou de Gabriela, me chama de Gabi!- ela disse dando um peteleco no meu nariz.

Chegou a nossa vez e eu quase sai correndo daquela fila quando o moço anunciou a nossa vez, mas não queria deixar a Gabi sozinha então eu segui em frente. Quando sentamos no banco o moço acionou a tranca de segurança e o brinquedo deu partida, começou bem lento e eu já estava bem nervosa.

Quando chegou no topo ele desceu com tanta velocidade fazendo todos nós levantar as mãos e sentir a velocidade do ar batendo em nosso corpo, ele dava voltas e deixamos de ponta cabeça, a experiência era maravilhosa, a adrenalina era ótima, quando terminou a volta eu não queria mais sair, a Gabriela estava com um certo orgulho estampada na cara.

Antes de irmos embora passamos em uma barraquinha de pipoca e algodão doce, pegamos os dois e depois fomos a uma de cachorro quente, e pegamos também. Comemos tanto que parecia que íamos explodir, chegamos no hotel e cada um foi pro seu quarto, eu arrumei minhas malas e separei oq ia usar pela manhã, fiquei mexendo no notebook conversando com o Jay, ele parecia ocupado então deixei ele fazer as obrigações e fui assitir uma um filme.

Depois de assitir o filme alguém bateu na minha porta, vi que era a Gabi e deixe ela entrar.

Gabi: vamos jantar? Eu pago.

S/n: chegou na hora certa, eu tava morrendo de fome.

Descemos e fomos ao restaurante do hotel. Eu pedi massa (macarrão da sua preferência) e um refrigerante, a Gabi pediu bife e suco. Jantamos e ficamos conversando.

Gabi: eu não queria ir embora, queria ficar mais alguns dias, mas eu tenho que trabalhar na Coréia.

S/n: aqui é tão maravilhoso, acho que vou largar o Jay e morar aqui.- demos gargalhada

Terminamos de comer e fomos cada um pro seu quarto. Deitei na cama e fiquei lembrando do meu passeio com a Gabi, eu me diverti tanto que não queria mais ir embora, aqui na França é tão legal, e bem diferente da Coréia, a cultura é bem diferente e chamativa. Acabei dormindo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...