História O pedaço de mal caminho - Jay Park - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Jay Park, Personagens Originais
Tags Hot, Imagine Jay Park, Jay Park
Visualizações 68
Palavras 1.661
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - O falso namoro


Fanfic / Fanfiction O pedaço de mal caminho - Jay Park - Capítulo 4 - O falso namoro

Ele subiu por cima de mim me dando vários selares pelo meu rosto, passando pelo pescoço, seios, barriga até chegar em minha intimidade e encarar. Eu olhei para ele e ele apenas abocanhou minha intimidade passando a língua e dando chupões nela me fazendo delirar.

Depois ele levantou tirando sua camisa, calça e sapato ficando apenas de cueca. E pelo seu volume pude perceber que era realmente grande, fiquei com medo de doer e então cruzei minhas pernas devagar.

Jay: Não precisa ficar com medo gatinha, eu não vou machucar você. - ele me olhou com um olhar sedutor e eu apenas me cedi a ele.

Ele subiu por cima de mim me beijando brigando por espaço em minha boca. Coloquei meus braços em volta de seu pescoço e minha perna esquerda em sua cintura.

Ele segurou firmemente em minha cintura e me colocou por cima dele. Eu beijei ele dando vários chupões em seu pescoço, arranhei sua barriga fazendo linhas que ia em direção ao seu membro, que estava completamente ereto

Olhei para Jay passando minha mão em seu membro e ele jogou sua cabeça pra trás com um certo prazer, tirei sua cueca e vi seu membro, sem pensar sua vezes abocanhei ele fazendo movimentos de vai e vem lentamente, enquanto olhava para Jay. Fiz movimentos mais rápidos até sentir seu membro gozar em minha boca e eu engolir.

Jay: fica de quatro pra mim gatinha.

Fiz o que ele me mandou, eu estava com vergonha por tá exposta assim pra ele, mas eu apenas deixei rolar. Jay me deus estocadas leves pra não machucar, por eu ser virgem claro, mas depois de alguns minutos ele foi aumentando a velocidade fazendo nos dois gemer.

Cheguei ao meu orgasmo e depois de mais algumas estocadas Jay chegou ao dele também. Deitamos na cama e eu estava com a cabeça em seu peito escutando seu coração com as batidas aceleradas. Jay fazia um cafuné em mim, até eu dormir.

Acordei assustada com meu celular tocando, fui direto nele com cuidado para não acordar Jay.

S/n: alô? - falei sussurrando

M.s/n: filha onde você tá? Já são 04:00 da manhã e você ainda não chegou em casa.

S/n: ah, eu tô na casa da... Son-ha. Tive que ajudar ela com um problema pessoal e acabei dormindo sem perceber.

M.s/n: ah, então vem cedo pra casa porque você ainda tem faculdade! - desligou o telefone.

Mandei uma mensagem pra son-ha dizendo que é pra ela fingi que eu dormi na casa dela e que não era pra contar a ninguém e que depois eu explicava. Procurei minhas roupas e vesti sem fazer barulho.

Jay: já vai embora? - disse levantando a cabeça

S/n: tenho faculdade, não posso ficar mais, tchau.

Jay: espera eu levo você até sua casa. - ele levantou colocando a cueca, uma calça moletom e uma camiseta.

= QUEBRA DE TEMPO =

Jay me levou até em casa, nos despedimos com um comprimento e entrei. Chegando em casa ainda pude perceber que meus pais estavam dormindo, então fui ao meu quarto me jogando na cama.

S/n: o que eu fiz? - coloquei a mão no rosto, senti meu rosto queimando de tanta vergonha.

Levantei e fui tomar um banho demorado, enchi a banheira e fiquei relaxando nela. Esperei dar 07:00 horas e saí dela. Me arrumei colocando um vertido florido, não muito chamativo e um tênis branco.

Fui até a cozinha encontrando minha mãe terminando de colocar a mesa e meu pai sentado na sala como de costume.

S/n: bom dia.

M.s/n: Bom dia, son-ha está bem?

S/n: Sim, eu ajudei ela. - fiquei um pouco nervosa mas não deixei transparecer. Meu Deus oq eu tô fazendo?.

Depois de tomar meu café eu fui procurar Parker pra ir a faculdade. Chegando lá fui atrás das meninas.

Son-ha: s/n? Por que me mandou aquelas mensagens???

Lia: o que você fez moça? - me olhou com um olhar de desconfiada.

Expliquei pra Lia e pra son-ha o que aconteceu desde a balada até ontem, mostrei as mensagens pra elas pra dar a prova. Elas ficaram chocadas no começo mas elas acreditaram.

Depois das aulas cansativas nós três saímos para o área externa da faculdade, sentamos em um banco e ficamos olhando pro nada. Derrepente recebo uma mensagem

•MENSAGEM ON•

Jay: você já viu as notícias?

S/n: ainda não, oq aconteceu?

Jay: veja você mesma. 😏

•MENSAGEM OFF•

Olhei as notícias e me deparei com uma uma notícia que dizia "JAY PARK SAI DE UMA FESTA ACOMPANHADO COM UMA JOVEM, E PARECE QUE ELES TEM ALGO" a foto mostrava a minha entrada com Jay e a saída, e pro meu azar a última foto é a que ele me deu uma apalpada, eu sabia que ia dar algo errado.

Minhas amigas viram a notícia e me olharam felizes. - que olhar é esse, isso não em bom! - retruquei elas e elas abaixaram a cabeça.

Son-ha: amiga, oq você vai fazer, mostrou seu rosto, como vai lidar com isso?

Lia: com naturalidade né son-ha, ela não pode voltar atrás! Apenas finja que você e Jay tem algo.

S/n: tá louca? Não posso fazer isso sem falar nada pra Jay.

Assim que termino minha frase meu celular toca e era Jay

•LIGAÇÃO ON•

Jay: oq vamos fazer?

S/n: eu não sei, talvez nós podemos fingir que éramos amigos e que a foto que você passou a mão na minha bunda era apenas o ângulo, talvez.

Jay: ou podemos fingir um namoro.

Jay: s/n?... S/n?

S/n: desde quando isso é uma boa ideia? Já pensou nas consequências?

Jay: sim e eu não me importo, tchau meu amor, te busco na faculdade.- ele desliga sem nem dar tempo de minha resposta.

•LIGAÇÃO OFF•

Lia: e então? - as duas me olharam curiosas

S/n: Jay decidiu fingir um namoro. - bufei.

As duas começaram a gritar e dar saltinhos de felicidade, até que o sinal da faculdade toca acabando com a alegria das duas. Quando passamos pelo corredor podia sentir olhares em mim, fiquei um pouco desconfortável.

Quando terminei todas as aulas, fui saindo da faculdade às pressas pra não esbarrar em ninguém. Depois vejo Jay saindo do carro me esperando. Ele solta um sorriso de satisfação a mim.

S/n: entra no carro e vamos embora rápido! - quando ia chegando perto dele ele segura minha cintura me dando um selinho. Eu fiquei espantada pela reação dele.

Jay: vamos ou você quer que as garotas daqui fica me fitando?

Olhei pra ele com um olhar de reprovação e depois olhei pra trás me deparando com muita gente olhando pra mim, Graças a Deus eu não vi o Parker. Entrei no carro e Jay logo deu a partida, fiquei em silêncio o caminho todo. Nós chegamos em um prédio enorme, olhei pra Jay e ele estava sorrindo.

S/n: onde estamos?

Jay: na minha empresa

S/n por que tá me levando aqui?

Jay: porque eu quero, você precisa saber oq eu faço, aliás, você é minha namorada ué. - ele deu um sorriso sacana.

Entramos na empresa e dei de cara com olhares de algumas funcionárias, elas pareciam estar com raiva e outras apenas estavam com sorriso no rosto. Olhei pra Jay e ele me deu uma piscada.

S/n: o que vamos fazer primeiro?

Jay: eu vou pro estúdio ensaiar minha coreografia.

S/n: e eu vou ficar aqui olhando você dançar!?

Jay: claro que vai.- entramos em um elevador.

Chegamos no 75° andar, passamos por um corredor grande e ele parou em uma mesa de uma secretária.

Jay: cancela todas os meu compromissos de hoje. - as secretária confirmou com a cabeça e olhou pra mim com um certo olhar de nojo.

Entramos na sala dele, e era enorme, tinha uma mesa no centro do fundo da sala, atrás da mesa tinha uma enorme estante com centenas de livros, tinhas sofás na sala com mesinha de centro. Sentei em um sofá e encarei Jay.

Jay: só vou olhar alguns papéis e já vamos pro estúdio.- ele deu um sorriso pra mim e eu retribuí.

Depois que ele terminou de olhar os papéis fomos até um vestuário, Jay colocou uma bermuda de moletom e uma regata, ele ficava extremamente sexy com essa roupa. Fomos ao estúdio e Jay colocou a música, ele ensaiava com mais quatro dançarinos, eu ficava no cando sentada olhando ele.

Jay liberou os dançarinos e foi pegar uma garrafinha de água que estava no meu lado. Ele bebeu a água e estava um pouco suado então ele ensaiou outra música, desta vez ele estava sozinho e eu ficava adimirada com os movimentos, eu podia ver o volume do membro dele algumas vezes e isso me fazia rir.

Jay: tá rindo do que? A dança tá ruim?

S/n: não a dança tá ótima. - terminei a frase dando outra risada.

Jay veio até mim me puxou pelo braço e me levando até onde ele estava, ele me olhou de cima a baixo.

Jay: agora você vai dançar comigo!

S/n: mas eu tô de vestido, e não coloquei um short por baixo. - olhei pra ele cruzando os braços.

Jay: por que saiu sem um short? Tá querendo ser assediada? Aliás, é até melhor, porque eu vou ter uma visão maravilhosa.- Jay mordeu seu lábio inferior me olhando de cima a baixo.

Começamos dançar, e eu dançava muito bem, tinha alguns movimentos sensuais, mas eu não ligava pra isso. De repente vejo Jay colocando suas mãos no seu membro tentando disfarçar seu volume.

S/n: eu sei que eu danço bem, mas também não é pra tanto né.- olhei pra ele e dei uma gargalhada

Jay: não tenho culpa que você é gostosa, isso é o efeito que você tem em mim.

Olhei pra ele parando de rir e ficando um pouco corada.

Jay: vamos pro meu escritório, preciso resolver esse problema.

Jay me puxou pelo braço me levando até um elevador, ficamos no fundo. Tinha mais quatro funcionários dentro, de repente senti a mão de Jay passando em minha bunda dando alguns apertões, dei leves suspiros.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...