História O pequeno ADULTO (jikook) - Capítulo 44


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Baby, Daddy, Fofo, Jikook
Visualizações 126
Palavras 3.597
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drabble, Drama (Tragédia), Droubble, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem os erros!!!

Capítulo 44 - Lembranças!


Fanfic / Fanfiction O pequeno ADULTO (jikook) - Capítulo 44 - Lembranças!

HL:"Não sairia daqui se eu fosse você, você não viu as novas notícias não é? você está atrasado,eles descobriram,seu rosto está em tudo que é notícia.jimin sentiu seu corpo tremer ouvindo o silêncio naquele lugar.

SOO:"O quê?

HL:"Agora você só tem uma alternativa,entrar lá é acabar com aquele merdinha é desaparecer com qualquer coisa que prove que você estava com ele todos esses dias ou sair pôr aquela porta é ser pego na próxima cidade que você dê as caras.

SOO:"Não acredito que eu me meti nessa merda,tudo pôr sua culpa...Falou irado é jimin se afastou indo pro final do quarto com medo de morrer naquele lugar...

HL:"Está esperando o quê?mate ele!

~~~×~~~agora

O pequeno esperou alguma resposta mais só era silêncio é os sons dos saltos da garotan que andava sem parar...

SOO:"Eu mato ele, então você saí é me deixa pra trás satisfeita,acho que sou burro?quero sair desse fim de mundo,preciso ir pra um lugar longe daqui é você vai me ajudar...

HL:"Fasso o que você quiser,mais somente se matá-lo,o que foi?eu paguei muita grana somente pra sequestrá-lo mais agora quero essa "coisa" morta, está me ouvindo?um estrondo na porta deu um susto no pequeno que chorava segurando a mãozinha que doía...Vai têr sorte se te encontrarem,é sua mamãezinha vai ter que reconhecer um corpo podre,sujo cheio de bichos comendo sua carne seu babaca...o pequeno colocou a mão na boca,porque era tão má?

JM:"Entra aqui,vamos....vem matar o jimin, você não quer matar?o jimin está aqui então entraaaaaa... você é uma pessoa horrível Hílary...o pequeno gritou chorando é ouviu a risada da garota é depois um grito aterrorizante é a risada do homem...

HL:"O quê?o que você fez com o meu rosto?como fez isso sua aberração?meu,meu,eu vou matar você,vou matar...haaaa o que fez comigo?meu rosto está deformado...gritava histérica é o homem ria se divertindo com a situação.

SOO:"Tem cinco dias pra arrumar um carro novinho, é comida porque só tenho pra um, é se não aparecer acho que uma simples ligação pro riquínho resolveria...

HL:"Você não faz porque sabe que eles te encontram, é se for só isso leva o meu carro...

SOO:"Eu falei um carro novinho, está surda?o amiguinho do garoto já está desconfiado,acha que eu vou pegar seu carro? é só isso depois dou o meu jeito, é em troca mato ele...

HL:"Ótimo, é sobre a comida deixe ele morrer de fome,não importa mesmo, é você é besta tenho certeza que aqui não tem nada divertido pra fazer,mais não seria ruim se fizesse o que te pedi...o pequeno ouviu o carro indo embora é rapidamente se encolheu da mesma forma que caiu no momento que foi chutado, ao ouvir a porta ser aberta...

SOO:"Você comeu a comida todinha que eu trouxe ontem?era pra dois dias pirralho...olhava a sacola sem alimento é o pequeno se encolhia..

JM:"O jimin estava sem comer a mais de um dia,o jimin não sabe o que é comer de verdade a quase dez dias,porfavor não...implorou quando viu o homem com raiva se aproximar,mais desistiu se virando pra sair.. Você falou pro jimin que iria soltar,que o jimin iria voltar pra casa,porque?porque faz isso?perguntou baixinho é fraco tendo atenção do homem...

SOO:"Preciso fugir pra longe daqui, é mato você mil vezes do que voltar pra cadeia,gosto de ser livre,cadeia não é pra mim é ela só vai me ajudar se matar você então..falava como se fosse normal..

JM:"Mais você acabou de falar que não era monstro, está sendo um mostro se matar o jimin..o Homem olhou irritado é se abaixou bem perto do pequeno encolhido é com seus dedos tirou o cabelo que estava no rosto do pequeno,ele estava muito sujo mais aquilo,ele lhe tocando olhando daquela forma sentiu, ânsia é nojo...

SOO:"Se acha que sou um monstro não sabe de nada garoto, pôderia fazer uma despedida bem divertida pra você,posso fazer esse sacrifício afinal você está fedendo,feder é pouco...falou olhando seu corpo lambendo os lábios é o pequeno negou várias vezes entendendo o que ele estava falando...Mais ainda assim continua apetitoso, até que o ingomadinho tem bom gosto, é isso que você quer?quer saber como é um monstro?passava as mãos sobre a bochecha suja do pequeno que negava... Então se eu fosse você seria grato,não sabe as coisas que ela mandou eu fazer,mais vou deixar você morrer sem dor,sei que não merece isso,então me agradeça,um pouco de gratidão séria muito bom...jimin olhava pro homem que se levantava é se irritou,agradecer?devia agradecer pôr viver naquele inferno?

JM:"Quem vai têr que agradecer é você quando o jimin pedir pra poupar sua vida,mais o jimin vai fazer questão de fazer você sentir dor..o homen riu do pequeno saindo daquele lugar..

SOO:"Morrendo com dignidade, é difícil encontrar um homem assim garoto,que pena.... gostei de você,mais essa é a sua última noite,sua amiga está apressada pra vêr você morto, então aproveite sua última noite aqui..olhou ao redor debochando do pequeno pelo quartinho abafado é fedido é trancou a porta é o pequeno imediatamente se levantou enchugando as lágrimas é enfiou a mão dentro da roupa tirando um canivete médio...

minutos antes#

Enquanto o pequeno estava querendo que aquela garota sentisse dor, é pagasse um pouco pelo que estava lhe fazendo passar sentiu o homem lhe puxar, sábia que não tinha chances de fugir mais mesmo assim tentou então quando ele lhe puxou deu início ao seu plano,o pequeno sabia onde ficava o canivete que ele sempre lhe ameaçava, enquanto segurava a perna tentando o morder novamente com a outra tentava pegar o objeto quase não conseguiu mais enquanto gritava de dor já estava com ele nas mãos é foi chutado escondeu o canivete entre as mãozinhas chorando de dor e quando saíram escondeu,jimin não iria desistir jamais...

~~~×~~~10° noite

(Mídia 10°noite)

O pequeno estava nervoso,com o coração na mão enquanto lutava pra abrir aquela porta,não conseguia quebrar a fechadura de nenhuma forma, então cortou toda a madeira ao redor não estava em um bom estado o que ajudava,mais parou assim que ouviu a porta da frente abrir é ouviu o homem se sentando bem escorado na porta...

SOO:"Encontrei o seu pirulito é os cigarro que estava com você,estou bonzinho então escolha um,o pequeno se desesperou se ele abrisse a porta concerteza notaria...

JM:"O jimin não quer nada,deixa o jimin em paz porfavor...ouviu um som diferente é depois sentiu cheiro de cigarro que entrava pela pequena brecha em baixo da porta...

SOO:"Até que não é tão mariquinha garoto, estou começando a gostar de você...o homem resmungava é sentiu o cheiro de bebidas já estava alí a horas ele tinha que sair o pequeno tinha que fugir,calçou os tênis nos pés sujos querendo fugir logo daquele lugar é se levantou sentindo dor no pé que tinha machucado mas sua atenção foi pra porta quando ouviu o homem sair é depois ligar o som do carro como fez na noite anterior....o pequeno imediatamente voltou a sua luta pra sair do lugar...

Assim que conseguiu não sorriu,ou ficou feliz,estava com medo,medo era pouco, estava apavorado,abriu uma pequena brecha na porta mais não enxergava nada,pegou sua lanterna é logo viu um isqueiro,resto de cigarros juntamente com um pacote de cigarro que conhecia muito bem dá noite em que fez a troca antes de tudo aquilo é desesperado pegou um resto de bebida que tinha alí é bebeu,estava com sede é com fome...

Pegou o isqueiro é o pacote de cigarro colocando no bolso, é saiu...Aquele lugar era um lixo,mais não fedia tanto quanto o quarto em que ficava,se aproximou da porta é com esses dez dias sábia que ela fazia um barulho alto é tentou abrir fazendo o mínimo de barulho,ao abrir pela metade viu o carro a poucos metros com o som ligado é as luzes é o homem estava sentado bebendo que parou assim que a luz da sua lanterna chamou atenção é olhou confuso ..... não esperou nada,apenas saiu no sentindo contrário do homem que saia as pressas do carro..

SOO:"Desgraçado,volta aqui...o pequeno correu pra floresta desesperado nem ligou pra dor em seu pé só queria fugir ouvia os gritos é os palavrões irritado do homem...a tempo que o pequeno corria é ele sempre no seu alcance tinha certeza que estava sendo rápido,então porque eles estava sempre perto?parecia que o pequeno não corria nada,caiu é no meio do desespero olhou pra sua mão entendendo..

JM:"Lanterna...Desligou é se escondeu em um dos muitos matagal que tinha alí na sua frente,ouviu os passos ligeiros sobre as folhas é ficou quietinho..

SOO:"Mais que droga,porra...não,Esculta garoto se você não voltar vai morrer aqui fora...gritou irritado...Ele sabe que vai morrer se voltar seu babaca,falou consigo mesmo apontando a lartena pra várias direções..Garoto quando eu te achar vou acabar com tua raça,aparece agora ou vou matar você devagarinho não brinca com minha paciência,Vamos aparece...ouvia os gritos cada vez mais longe é o pequeno saiu de baixo dos matos mais travou...

Escuridão,frio,floresta assustadora névoa tensa,a mente do pequeno travou no lugar assustado, não podia nem ligar a lanterna se abaixou abraçando as pernas,sua respiração era cansada é ficava dificil é o pequeno entendeu que era um ataque,não podia começar a gritar,não alí naquele momento..

JM:"Porfavor jimin para,fica quietinho...se encolhia aquelas árvores eram muito assustadora...

Lembranças#

JM:"Omma,o jimin teve um pesadelo...se jogou na cama fazendo a sua omma abrir os olhos sonolenta...

OM:"Eu também pequeno...olhou preocupado,sua omma teve um pesadelo?...Não se preocupe não era real, sua omma está bem...

JM:"Como sabe se não é real omma?,toda vez que isso acontece é tão ruim que dói aqui...apontou pro próprio peito...

OM:"Porque meu pior pesadelo é se um dia você me abandonar, é sei que meu filhote não faria isso,mesmo se um dia arranjar uma namoradinha não é?sabe que sou ciumenta...cultucava o pequeno que tentava fugir dos dedos de sua omma..

JM:"Hahaha... Aigoo o jimin não vai deixar a senhora pôr nenhuma namoradinha omma...sua omma o abraçou dando um beijo em sua cabeça..

OM:"Que bom!

JM:"Porque o jimin vai arranjar é um namoradinhO...hahaha,não omma para,paraaa...o jimin tá brincando omaaaa

OM:"Então é assim seu sapequinha?falou atacando o pequeno que se contorcia rindo...

O pequeno sorriu em meios as lágrimas é se levantou,estava andando há horas seu corpo estava ficando com a temperatura baixa,nem sentia mais seus dedinhos,juntou as folhas secas que havia alí é colocou os poucos cigarros é colocou fogo,não esquentava o bastante mais ajudava, é a cada barulho que ouvia o pequeno olhava assustado,tinha certeza que aquilo estava pior que um filme de terror aquela floresta era um pesadelo,parecia que as árvores iria lhe devorar a qualquer momento,ouviu um barulho de galhos se quebrando é se levantou assustado com um dos pés jogou terra sobre a pequena fumaça porque o fogo já havia acabado,não ouviu mais nada,mesmo assim saiu daquele lugar é acabou esquecendo o esqueiro,mais não voltou é só parou pra descansar quando notou que o sol iria aparecer...

~~~×~~~

Antes mesmo que o pequeno abrisse os olhos gemeu de dor,parecia que todo o corpo estava se quebrando é pior era seu braço é seu pé,abriu os olhos sentindo sol quente sobre seu rosto, é se perguntou quantas tempo dormiu,olhou pro seu pé que doía,ardia,queimava tirou com cuidado os tênis...

JM:"Não,isso não...falou choroso vendo seus dois pezinhos cheios de feridas é bolhas, é o que doía estava pior,bastante inchado é tinha que andar,colocou os tênis novamente,não iria andar descalço é acabar machucando mais ainda...

Não sabia pôr quanto tempo andou,mais ao contrário da noite anterior a floresta estava cheio de vida é bonita finalmente o pequeno pôderia sentir ar puro, é notou o quanto estava fedendo, é só de imaginar voltar pra quele lugar sentia pavor então o pequeno sempre estava atento,bebeu água parada que tinha em umas folhas, é tinham bastante,não tirava sua fome mais matava sua cede,o pequeno estava casando estava procurando água em folhas grandes de um pequena árvore quando viu estrada é logo foi em direção,,é seus olhos doeram quando o sol bateu contra seu rosto assim que pode vêr normalmente o pequeno parou assustado,segurava suas mãozinhas uma na outra olhando um veado selvagem parado no meio da pista(mídia perdido)pro pequeo ele estava querendo lhe morder ou pior..

JM:"Chispa...chô,vai embora...falou pro animal meio nervoso é ele nem se mecheu,o pequeno olhou prós dois lados é a única coisa que tinha era floresta é a estrada deserta,se afastou do animal é andou até parar sem saber pra onde seguir,tinha uma placa tão antiga no chão que nem tinha mais como ler alguma coisa, então estava totalmente perdido...

Lembranças#

JM:"Então você também não gosta do jimin?perguntou choroso depois que falou que não gostava de Suga é ele respondeu quê tambem não gostava dele,mais ele tinha que entender que estava zangado,Suga tinha passado horas lhe zoando,chamando de ,tampinha,puguinha, anão, até lhe chamou lorde Farquaad quando estava assistindo o filme de shrek,aquilo era uma calúnia...

SG:"Não...jeon entrou na sala olhando pra Suga que estava ao lado de Tae jogando sempre se reunião agora que eram amigos...

H:"É mentira dele Minie,essa barra de chocolate que eu te dei,quase apanhei porque eu tinha esquecido de comprar,ele até voltou no meio do caminho,eu que dou pra você mais é ele que compra..o pequeno olhou sorrindo pra barra de chocolate que já estava na metade, é sentou feliz do lado do seu Daddy...

SG:"É ingraçado vêr o tampinha pulando,acho que ele quer saber pelo menos uma vez o que é ter altura, é pôr isso que compro...

JM:"Mentira você gosta do jimin...riu quando viu que Suga olhou irritado pro namorado...

SG:"Além de ser baixinho é iludido...o pequeno nem ligou afinal Hope estava certo até o azedo do Suga gostava de lhe vêr feliz...

JM:"Quanto tempo dormiu jimin?olhou pro céu preocupado,o sol estava indo embora muito, rápido é aquilo deixava o pequeno assustado,pegou qualquer caminho é seguiu em frente...

O pequeno gemia cada vez que seu pé tocava o chão, começou a ventar forte fazendo o pequeno se encolher,olhou pra quela estrada sem fim,que agora tinha poucas árvores,aquilo ali era um deserto,caiu sentado no meio da pista(mídia o jimin é forte)...sua barriga roncava tão alto que até conversava com ela,sentiu sua pele mais quente que o normal, é sabia que tinha que sair logo daquele deserto sem nada,pois iria chover é se não tivesse cuidado morreria na chuva,o pequeno olhou pro céu escuro com as nuvens negras que cobriam o sol,não iria apareceu nenhuma pessoa boa para ajudá-lo?olhou pra trás desconfiado afinal o homem mal não poderia lhe achar...

JM:"O jimin é forte o jimin consegue,o jimin quer voltar pra casa...uma lágrima cansada desceu enquanto o pequeno estava deitado naquela estrada,se sentou olhou bem pra sua frente vendo postes de luz, significa que poderia ter alguém pôr perto,cidade ou um posto pra ajudá-lo só não poderia encontrar aquele homem...se levantou é cambaleando seguiu em frente,andou bastante até finalmente vêr uma placa,mais o pequeno se desesperou estava muito,muito longe de sua casa, é estava se afastando cada vez mais,se sentou desistindo olhando o céu começar a chover fraquinho mais o vento frio piorava,se voltasse era arriscado encontrar o homem mal,se continuasse poderia arrumar ajuda o poblema era que não aparecia ninguém é a cidade ficava há 37 km ou mais,a esperança do pequeno só esvaía,o pé estava doendo tanto que não conseguia colocá-lo no chão, nenhum carro passou pôr alí, só queria acabar logo com aquilo...

Lembranças#

JIN:"Vamos Minie vai ser rápido,prometo comprar vários tipos de doces....o pequeno olhava pra televisão negando

TH:"Vamos lá,faz um mês que eu te conheço é você nunca saiu,o mercado é bem aqui perto pequeno...jimin olhou pra sua omma queria que o filho saísse um pouco de casa mais o pequeno negou.

OM:"falou pra sua omma que não iria desistir,eles não vão deixar nada te acontecer, você não falou pra mim hoje de manhã que era o homem da casa é por isso era forte....o pequeno negou querendo acabar com aquilo,tinha medo de sair,mais seus amigos queriam levá-lo ao mercado...

JIN:"Até parece que não confia em sua omma...colocou  mão no peito fazendo drama..não confia na sua família? você é muito malvado....o pequeno se levantou com os olhinhos brilhando feliz...

JM:"Família?os dois confirmaram..

TH:"É claro achei que sábia,somos família agora,fico triste de saber que você não sabe disso...o pequeno nem ouvia mais ,segurou as mãos de Jin é deu tchau pra sua omma.

OM:"obrigado meninos...


JM:"Vamos jimin,jimin não pode desistir...se levantou mais sentiu tontura é se segurou na placa tentando não cair, é continuou devagar seu caminho...

~~~~×~~~~11°Noite(última)

Fome,dor é medo não era mais o poblema do pequeno nem ligava mais pra dor em seu pé,ou talvez nem esteja mais sentindo a dor,ele não sabia....Não andava mais normalmente,estava quase que parando de tão lento que andava e se abraçava na tentativa inútil de manter ser corpo aquecido,tremia tanto que ouvia o seu queixo batendo ,sentia seu corpo frio a cada minuto,as vezes a única coisa que via eram as luzes dos postes que quando não estava quebrada estava fraca,seu corpo pesava é quando lembrou que em uma das aulas o professor falou que morte pôr hipotermia era silênciosa achou uma grande mentira, pôr mais que seu corpo estivesse cada vez mais frio é sem forças sua mente era um turbilhão que não conseguia nem raciocinar direito,jimin caiu na estrada nem tentou se levantar apenas se virou pra sima sentindo o vento é a chuva que ficava mais forte...

Lembranças#

O pequeno olhou pro casal que estavam longe é depois olhou pra jeon na sua frente que estava lendo...

JK:"Algum poblema baby?jeon lhe olhou é negou mais não aguentou é perguntou.

JM:"O que o kook viu no jimin?o kook falou que algo no jimin lhe chamou atenção...jeon olhou pra Tae que estava pensativo olhando o casal que estava do outro lado daquela Biblioteca...

JK:"Não quero que você pense que foi algum tipo de consolo pra cobrir qualquer vazio que alguém deixou,mais fazia um ano que eu tinha um vazio ruim,eu tentava preencher em festas é com noites sem compromisso, pôr mais que elas sentissem algo pôr mim,eu não conseguia sentir nada, é meio deprimente pra um garoto de 17 anos,mais era tipo um vazio que doía é você foi o único que preencheu...o pequeno ouvia atento jeon que parecia desabafar até Tae reclamar

TH:"Sei que estão no love,mais poderiam ser menos exibidos é parar de ficar jogando o romance na cara de um amigo solteiro?jimin riu é viu o amigo se levantar indo em direção ao casal, é Jin que estava olhando alguns livro com o namorado olhou perguntando o que tinha acontecido pra Tae finalmente falar com o casal depois que começaram a andar juntos...

JM:"O jimin não entendeu, desculpa .... o jimin não é diferente,na verdade é diferente mais não um diferente bom...jeon fechou o livro encarando com aquelas duas pedras negras...

JK:"Você vêr o mundo de um jeito totalmente diferente,no início achei que apenas gostava de você mais a cada dia que acordava mais cedo só pra colocar o presente no seu armário eu não sentia mais aquele vazio,baby seu mundo colorido,transformou o meu mundo pacato fazendo ficar totalmente colorido, pôr isso espero que nunca me deixe, é sério baby sem você meu mundo é apenas escuro é vazio...

JM:"Daddy....o pequeno se virou de barriga pra baixo sentindo aquele frio,sentindo cada vez menos o calor do corpo quando olhou pra frente é viu com dificuldades um lugar com luz,se levantou é ao se aproximar notou que era um telefone público(mìdia pedido de socorro) é apressou o passo que estava pra cair novamente a qualquer momento,a cabine tinha parte quebrada fazendo a chuva entrar o telefone estava todo rasbicado tinha até um pedaço quebrado mais ficou feliz quando viu que estava funcionando...

O pequeno com dificuldade de lembrar os números é mais ainda de aperta o botões certos,não conseguia controlar os tremores,ligou a cobrar pra sua omma para jin é para seu Daddy muitas vezes mais a única coisa que escultava com dificuldade era a voz ruim dizendo que estava fora de área,o pequeno se sentou chorando, então passou dez dias aquele inferno,passou a noite correndo numa floresta assombrosa,passou fome,cede,dores,medo pra morrer alí sozinho,se segurou é tentou mais,não iria desistir sentia que não iria aguentar,na verdade não aguentava mais,ligou três vezes pro seu Daddy é na quarta vez quando notou que a ligação estava indo deixou o pequeno esperançoso é logo o seu Daddy atendeu..

JM:"Daddy é o jimin,o jimin,estou com tanto medo,socorre o jimin....Daddy está ouvindo?apenas ouvia a chuva seu coração ficou apertado...Daddy o jimin está morrendo de frio,porfavor aqui é muito ruim... é o jimin está com muito medo então responde...Daddy,kook não deixa o jimin sozinho... porfavor responde,Daddy respondeee,porque não responde o jimin?...o pequeno já gritava não tinha chances naquele lugar,seu corpo pedia pra dormi é descansar...O jimin não aguenta mais Daddy?responde está doendo muito...chorava rouco...Porfavor, alguém....Daddy porfavor,o homem mal está atrás do jimin,o jimin foi forte,muito forte,mas se estiver escultando salva o jimin...falou chorando fraco é desistindo...

JK:"Essa ligação...o pequeno olhou pra frente vendo se a ligação não tinha caído pra não está ouvindo coisa,era seu Daddy?ele ouviu?Baby?eu vou te achar baby?..aquela voz que tanto amava estava alí preocupado com ele,sentiu um sentimento tão incrível que só conseguiu chorar..

JM:"Daddy,Dadyyyy...

JK:"baby vou te levar pra casa...o pequeno se sentou cansado mais seu daddy tinha lhe ouvido,estava indo lhe buscar é se encolheu seu corpo só pedia por descanso...

~~~~×~~~~

Assim que jeon saiu do carro vendo os socorristas é o corpo do seu pequeno no chão correu,estavam cortando a blusa do pequeno é falavam algo, é um deles parecia tentar falar com o pequeno,estava sem cor pálido é os olhos estavam fechados tentando mantê-lo aberto é jeon parou,o que tinham feito com seu baby?

Homen:"Senhor jeon está escultando?precisa conversa com ele,ele está com medo, Mantenha ele acorda,ouviu?fica com a gente, está acabando não feche os olhos...O homem o tempo todo tentava manter o pequeno acordado é jeon se aproximou...

JK:"Baby?sou eu o kook, você ouviu?não pode dormi,olha pra mim senti tanto sua falta,agora está tudo bem,acabou..jeon é os amigos foram no helicóptero juntamente com o pequeno que estava muito fraco mais se manteve de olhos abertos....

É os amigos sorriram aliviados enquanto jeon tinha lágrimas silenciosas feliz pôr finalmente está com o seu baby...


Notas Finais


Aigoo isso foi muito triste,chorei me apeguei muito com a história!

Hipotermia:Surge quando o corpo fica exposto pôr muito tempo a humildade como chuva,neve é outros.
A falta de preparação física,a fadiga a fome é a desidratação aumenta o risco.
A pele da vítima fica fria, pálida,seca,a temperatura corporal baixa -35°C ou menos...
A vítima pode até ter uma diminuição na lucidez, é alteração no comportamento.
O pulso fica mais baixa que o normal.


Espero que tenham gostado!


Beijinhos doces!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...