História O Pequeno Tritão - Capítulo 3


Escrita por: e F3lix_chan

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Tags Bokudeku, Kirikami, The Little Mermeid
Visualizações 102
Palavras 1.585
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


E ai genti, e achei que seria uma Three-shot mas acabou sendo Four, mas vamos nessa ler a fic!
Desculpe os erros e se quiserem comenta ai em baixo pra sabe o que achou!
Me sigam e compartilham essa fic! Bjs!

Capítulo 3 - Terceiro


 

Pela manhã Midoriya já estava do lado de fora do castelo esperando  o loiro, tinham combinado de sair para ver o vilarejo juntos, estava bastante animado já que na noite anterior o fez pagar mico na mesa com o objeto que conhecia agora como garfo.

 

- Está bastante animado eu vejo… - Ouviu a voz que sabia muito bem de quem era, Bakugou - Pois bem, onde quer ir primeiro?

O loiro descia as escadas do castelo com um pouco de pressa para chega ao lado do esverdeado que sorria para o mesmo. Midoriya não o respondeu, pois não sabia a resposta, o maior pegou sua mão e o conduziu a fora do castelo o fazendo cora com a atitude.

 

- Vem! Vou te leva pra passear de canoa, tem um lugar lindo aqui! - Sorriu.

 

Os dois andavam pelo vilarejo, Midoriya estava muito feliz, já que estava com as duas coisas que mais amava, sendo que uma delas talvez ainda não sabia disso… O esverdeado andava juntamente com o loiro, mas num momento lembrou de onde vinha, já havia se esquecido, se desesperou por um momento fazendo o maior a seu lado o olhar confuso.

 

- O que foi? - O menor não respondeu e já estavam chegando ao tal lugar que Bakugou dizia que era perfeito para andar de canoa - Não vai dizer que não quer ir?

 

- Não… - Respondeu - Não e isso! - Correu e logo sentou-se na primeira canoa e o olhou alegre - Vem!

 

Não muito longe dá li, Todoroki e Kirishima nadavam a procura de algum lugar que pudesse ajudar seu amigo, e logo viram uma canoa perto da margem do vilarejo, sabia que poderia ser o esverdeado… O mesmo não iria ficar tão longe do mar.

 

- Todo, o que eu vou fazer se tudo isso não der certo no final? - O ruivo se desesperava ao olha a tranquilidade do bicolor - Vou ser um peixe frito!

 

- Calma ai seu chato! - Gritou com o ruivo, e voltou a falar - Nada vai dar errado, e vamos se apressar e ajudar o menino?! - Concordou o ruivo e continuaram a nada ate onde sim encontraram o esverdeado com Bakugou na canoa.

 

Os dois estavam conversando, e pareciam gosta de algumas coisas, e outra totalmente diferentes, só que ainda sim o loiro não tinha o nome do menor em sua frente, teria que perguntar:

 

 

- Você ainda não me disse seu nome…

 

- Meu nome?! - Midoriya se assuntou, pensara que já tinha dito para o loiro, riu um pouco - Meu nome e Midoriya, desculpa não ter dito ainda!

 

Midoriya, era um lindo nome, Bakugou gostou muito como soou pela boca do esverdeado, o que fez o mesmo rir da cara que o loiro fazia ao ver o menor.

 

-  Midoriya é? - O mesmo acenou um sim com a cabeça - Bom, acho que já conhece o meu né? - O mesmo acenou um sim com cabeça - Ahhh! Que saco - Cruzou os braços e o olhou - Agora não tem graça só eu não sabe seu nome… - Pensou um pouco, seria arriscado, Midoriya não o entendia - A partir de hoje me chame de Kacchan, muito prazer!

 

O esverdeado riu ao ouvir o nome, mas acenou um sim, fazendo o maior dar um sorriso de canto.

 

- O prazer e todo meu Kacchan! - A voz de Midoriya o fiz o coração de Bakugou disparar, o mesmo corou e tentou olhar para outro lado disfarçando que passou despercebido para o menor.

 

- Então, o que vamos fazer para rola um clima? - Kirishima estava olhando para o bicolor que pensava em sua frente, e logo estalou o dedo.

 

- Já sei - O mesmo ficou curioso - Nada!

 

- Como assim nada!! - Estava furioso, e o menor sabia disso, então tratou de chegar perto do barco.

 

No barco os dois estavam se divertido conversando, e foi quando Midoriya viu o bicolor na ponta do barco se desesperou, o mesmo riu sem fazer nenhum barulho e sussurrou:

 

- E ai, não vai beija ele não? - Bakugou olhou pra trás, e o mesmo se abaixou parecendo que não havia ninguém ali, olhou confuso para Midoriya.

 

- Ouviu isso? - O menor acenou que não e o mesmo riu. - Sabe… Você e diferente, um diferente bom… - Midoriya riu.

 

- Serio? - O mesmo acenou - Que bom, mas - Começou a ficar triste - Talvez eu me vá em alguns dias…

 

Bakugou não o entendeu, mas não queria que o menor partisse, estava gostando do mesmo, ele parecia muito com o a tal pessoa que havia visto em seu aniversario, e queria conhecer mais do esverdeado.

 

- Sabe, eu posso disser uma coisa muito doida pra você? - O mesmo o olhou -  Eu acho que vi uma sereia no dia do meu aniversario antes de ontem - Midoriya o olhou confuso e deixou escapa :

 

- Eu não tenho nada haver com as minhas irmãs! - O loiro não o entendeu.

 

- Você tem irmãs? - O menor riu, não sabia se concertar, queria sair daquela canoa, pensou em vários jeitos de sair daquele barquinho, teria que contar alguma coisa.

- Não, não foi isso que quis dizer… - Bakugou sorriu um pouco de canto e começou a chegar um pouco mais perto do menor que corado era pouco para sua cara vermelha.

 

- E serio? - Por impulso Midoriya virou o barco e os dois riram na agua.

 

Um pouco longe dali, ainda havia o bruxo do mar, e o mesmo estava sua gruta, estava olhando seu grade caldeirão de pedra e não parecia estar contente, seus bichinhos estavam nadando lentamente por volta dele, e o mesmo sorriu com a ideia que havia tido….

 

- Não vou deixar esse final feliz…

 

Kirishima ainda esta andando com Todoroki, mas o mesmo estava meio a voado, seus pensamentos ainda estava num certo loiro naquela tarde, o bicolor não sabia o que esta acontecendo com o ruivo, mas tinha suas suspeitas, então quis perguntar:

 

- O que se passa? - O mesmo ao seu lado ainda não o tinha ouvido, cutucou o fazendo o voltar a realidade - O que foi em?!

 

- Que foi o que? - O mesmo não o entendeu.

 

- Por que esta assim todo a voado posso saber? - o mesmo riu um pouco constrangido mais tentou dizer:

 

- Acho que estou apaixonado… - Coçou um pouco a nuca e olhou para o bicolor com a expressão não identificada - Sei que e estranho mas…

 

- Por favor não me diga que é o cara de ontem? - Kirishima riu um pouco constrangido e o menor respondeu - Já temos problemas de mais Kirishima, desculpa mas eu não gostaria de ter mais uma…

O maior o olhou triste, mas tinha razão, então se despediu e saiu de perto do mesmo o mais rápido, para não mostrar suas lagrimas, nadou ate o cais do vilarejo e ficou la olhando a lua de uma das rochas.

 

Não muito login dali Kaminari estava indo pescar, sabia que o que tinha visto na noite anterior era verdade, não era de se confundir, e por partes tinha gostado do que viu, iria descobrir o que era mais cedo ou mais tarde. Caminhando pelo cais ouviu uma voz o na verdade um choro, forçou um pouco os olhos para ver se encontrava a certa pessoa, e o encontrou apoiada numa rocha.

Chegou mais perto para olhar, e viu que era um homem que estava metade no mar e metade encostado na rocha, o homem ruivo não havia visto o loiro chegando, só quando o menor o tocou os ombros o assuntou.

 

- O que esta fazendo aqui? - Foi a primeira pergunta que Kaminari fez ao maior que estava em sua frente, o mesmo engoliu em seco e secou uma das lagrimas rápido fazendo o loiro rir baixo.

 

- Desculpa, mas quem e você? - O menor se assuntou mas o respondeu :

 

- Kaminari, e você? - Não podia ser, justamente quem ele não queria ver apareceu, um misto de felicidade e tristeza o invadiu, o que deixou o mesmo com a cara mais triste. - Por favor não chore…

 

- Meu nome e Kirishima - Kaminari se assustou, era ele, o que tinha visto ontem, não acreditou, sorriu o fazendo o maior não o entender - O que foi?

 

- Por favor, poderia se sentar na pedra para podermos conversa direito? - Kirishima estava em apuros, mas não ligava, gostava do loiro a sua frente, então sorriu meio constrangido.

 

Ao se senta na rocha Kaminari tomou um susto, mas sorriu, sabia que não havia visto coisa, e na verdade ele era lindo, o fazendo cora.

- Desculpe se não sou i~ - Foi interrompido pelo um beijo vido do menor em sua frente, sem o entende começou a fechar os olhos devagar juntamente com os lábios que desfrutavam do beijo, estava feliz, mas porque o mesmo a sua frente fez isso?

 

Ao cessar o beijo o loiro sorriu e sussurrou em seu ouvido :

 

- Sabia que não tinha visto coisa…

 

- E melhor eu voltar… - O sorriso do ruivo se manteve, a volta a agua.

 

- Por favor posso te ver amanha de novo? - Kaminari queria uma resposta e o maior o olhou nos olhos o fazendo tremer.

 

- Sim… amanha de manhã estarei aqui!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...