1. Spirit Fanfics >
  2. O perigo é mais gostoso (Vkook.Taekook) >
  3. Chapter 47

História O perigo é mais gostoso (Vkook.Taekook) - Capítulo 49


Escrita por:


Notas do Autor


oi, rs.

já foram dar views em daechwita hoje?
yoongi superou todas as minhas expectativas.

Capítulo 49 - Chapter 47


Fanfic / Fanfiction O perigo é mais gostoso (Vkook.Taekook) - Capítulo 49 - Chapter 47

•Narradora•

Jungkook, SeokJin, Jimin e Chaeyoung observava os três alfas que estavam ali os afrontando, Jeon finalmente estava na Without Control, uma das milhares de boates de Taehyung, qual era bem falada. Só não esperava que fosse atormentado logo no primeiro dia, estavam dançando quando foram abordados pelos dois homens insuportáveis

— Vejo que os alfas de vocês não cuidam muito bem do território deles

— Tá' comparando a gente com um espaço? — Jungkook arqueou a sobrancelha observando bem o rosto do homem embriagado

— Apenas falando que não deixaria ômegas como vocês soltos por aí — Chaeyoung varreu os olhos pela área VIP do local, avistando a pequena parte do bando observando a cena com expressões severas 

— Assim... Uma sorte eles não serem vocês, certo? Agora se nos dão licença, vocês atrapalharam nossa dança — Jimin falou

— Você é... Jung Jimin? — o mais baixo entre eles perguntou arregalando os olhos minimamente, parecendo se recordar do rapaz

— Eu mesmo, algum problema? 

— Nenhum! Acho melhor irmos

— Oras, por que? Podemos aproveitar um pouquinho mais — o tatuado falou observando as expressões tediosas

— Somos Compromissados, temos alfas, fiéis, comprometidos, estamos muito bem com eles e vocês são inconvenientes — Seokjin murmurou indiferente — dêem o fora 

— Algum problema? — a voz grave se fez presente, fazendo os ômegas se assustarem por não terem visto o homem se aproximar 

— Aí que susto Kim Taehyung! — Chaeyoung deu um leve tapa no mais velho que estava ao seu lado, junto dele estava Hoseok, Yoongi, Namjoon e Jennie, esses que apenas observavam — e está tudo bem, apenas gente insuportável — alfinetou

— Por que não voltamos? — um daqueles alfas voltou a insistir, assim que se lembrou de onde conhece Jimin 

— Está com medo Jaehan? — Hoseok questionou observando as expressões de ambos ali

— Como sabe o nome dele? — o tatuado arregalou seus olhos 

— A gente sempre sabe o rosto, os andados, as manias, o jeito, como ele se comporta e até mesmo o último foi de cabelo de quem frequenta aqui — Taehyung disse calmamente — o que queriam com nossos ômegas? — ele foi apenas encarado o fazendo bufar — enfim, seja lá o que for, espero não atormentarem eles novamente — sorriu fechado

— Ou?

— Não gostariam do show que poderia acontecer, isso é só um pequeno aviso, estou em um ótimo humor 

— Mentiu — Jungkook sussurrou recebendo um olhar penetrante do maior 

— Você não é aquele cara? — o tatuado perguntou 

— Seja específico

— Ele é Kim Taehyung! — o baixinho falou com pesar 

— Finalmente pude te conhecer. Como é ter vadias aos seus pés?

— O que quer dizer com isso? — colocou as mãos nos bolsos de sua jaqueta de couro — me diga você... Como é ser nojento? — o alfa tentou responder mas foi impedido pela mão de Yoongi, que ordenou com o gesto para que ele fique quieto

— Não quero vocês perto deles, muito menos os insultando, seja lá o que for que vocês estavam fazendo aqui. Dêem o fora daqui, agradecemos e nossos punhos também, muito obrigado. — deixou seu sorriso gengival aparecer 

Jeon sentia o peso do olhar de Taehyung em seu corpo, havia provocado o maior o dia todo, e sabia o quanto o mesmo estava estressado com umas coisas no bando, e isso deixava o Kim tenso e totalmente frustado.

— Algum problema? — perguntou inocentemente assim que aqueles alfas se afastaram, e pode se aproximar do lúpus

— O que eles queriam?

— Apenas estavam tentando flertar com a gente. Você me parece estressado — observou os olhos escuros percorrer por todo seu rosto — há algo que eu possa fazer para te desestressar? 

— Isso é um convite? 

— Interprete como quiser — deu de ombros e pode observar o mais velho olhar tudo ao redor, lhe causando uma pequena expectativa

Sem ao menos perceber já estava sendo guiado pelo Kim, diante daqueles corpos suados e foram para um lugar despercebido da boate, depois do rapaz ditar algo para o bando. Jungkook sentia um calor absurdo, e sabia que aquilo era pela marca que ambos compartilhavam

— Você sempre tem seu próprio escritório nos lugares? — foi surpreendido por seu corpo sendo prensado na porta que logo foi trancada 

— Poderíamos estar em nosso quarto nesse momento, mas não estou com paciência — observou a boca avermelhada do garoto e não perdeu tempo em beijar a mesma, sentindo o sabor do álcool e cereja, qual sabor vinha do pirulito que o Jeon degustava mais cedo. 

Os estalos ecoavam pela sala soando totalmente erótico, as mãos de Taehyung invadiram a calça colada do ômega. O alfa não perdeu tempo em apreciar a bunda avantajada do mais novo em seus dedos, passou a distribuir selares por todo o pescoço do garoto

— Você me parece estar bem sensível, hum? — sua língua tocou o pescoço quente de Jungkook, que se arrepiou com o contato do piercing há sua pele — sabe o quanto fica excitante vulnerável aos meus toques?

— T-taehy — suspirou com o aperto que recebeu, e foi guiado para o sofá preto que havia alí no escritório, seu corpo foi lançado no objeto macio

O Kim poderia jurar que gozaria apenas com a cena do rapaz jogado ali com a respiração ofegante, e seus lábios extremamente chamativos. Sem contar o jeito que ele parecia totalmente entregue há aquele momento

— Gosta do que vê? — sorriu com uma falsa inocência em seu olhar, Taehyung se aproximou do garoto focando seus olhos em toda parte de seu corpo 

— Você é extremamente perfeito — colocou sua mão na ereção do mais novo que estava bem marcada na calça, fazendo o mesmo gemer necessitado

— Não faça isso — respirou fundo com os olhos fechados tentando manter a calma. Levou sua palma juntando com a do Kim, e fez uma pequena fricção — o-oh... 

— Acho interessante o modo que você pede para mim não fazer, mas tem a total ousadia de não dar bola para o que você mesmo diz 

— Já parou para pensar o quão excitante deve ser você me fodendo enquanto fuma? — pode visualizar as íris escuras brilharem em um tom vermelho sangue

— Não sabia que tinha fetiche nessas coisas — riu perverso

— Você não sabe de muita coisa 

Sentiu seu corpo amolecer pela encarada que havia recebido, e sabia que a partir daquele momento estaria fodido, literalmente.






Notas Finais


sim, eu parei na melhor parte, rs.

tchau :)))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...