1. Spirit Fanfics >
  2. O peso de uma morte (Jeon Jungkook) >
  3. Mais uma carta

História O peso de uma morte (Jeon Jungkook) - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Mais uma carta


Cinco anos atrás



— Jungkook-ah. — Bella me chama fazendo eu sair de meus pensamentos.

— Que foi?

— Você estava meio aéreo, no que estava pensando? — ela se aproxima deitando sua cabeça em meu colo e pegando minha mão para fazer carinho.

— Em você. — abaixo-me para lhe dar um selinho meio torto digamos.

— Pare de ser meloso. — ri. — ei por que parou com o carinho?! — faz uma carretinha me fazendo gargalhar.

— Você está mais carente que o normal, o que houve? — a vejo engolir seco.

— N-nada só estou aproveitando meus últimos dias com você. — lança um sorriso amarelo e forçado. Ela está me escondendo algo disso eu tenho certeza.

— Não me lembre disso.


Eh sei que nesse dia você estava me escondendo algo, eu te conheço muito bem para saber que estava mentindo, mas preferi me fazer de desintendido e acreditar na sua 'mentira'.




Estava mechendo nas minhas coisas até que acho uma carta com uma letra bem familiar. Abro-a vendo ser a letra de Bella


'Jungkook-ah


Você deve estar lendo está carta depois de anos da minha morte, do jeito que tu és tapado deve estar.'


— Que audácia! Eu não sou tapado! – murmuro indignado. E eu escuto um 'é sim' como se fosse a voz dela dentro de minha mente e dou risada.


'Jungguk lembra de nossa primeira vez onde fizemos amor, como eu amei. Foi minha primeira vez fazendo algo do tipo e fico feliz que tenha sido com você.'


Sinto uma lágrima escorrer ao lembrar desse dia.


'Você tinha gozado dentro de mim, no dia seguinte quando acordei você devia ter ido ao seu quarto para colocar sua armadura, por que não te encontrei ao meu lado. Levantei enjoada, e vomitei tudo o que comi no dia anterior, passando alguns dias senti umas tonturas e mais enjoos, achei que tivesse comido alguma coisa estragada.'


Por isso que ela estava pálida e carente. Jeon você é um tapado de não perceber.


'Por isso que estava carente, queria ter te contado antes mas eu não conseguia. Sabia que ia querer me levar a força para longe do castelo se soubesse. Mas eu não aguentava mais esse sufoco de ter que ficar na Terra, esperava sempre ansiosa para o dia de minha morte, sabe o por que de meus pais não terem dado algum sinal de vida? Foi porque teu rei mandou mata-los, por isso que eu não queria fugir naquele dia, eu não aguentava mais ficar longe de meus pais. Não escutando mais minha mãe me repreendendo por lutar com as espadas e não escutar mais meu pai dando risada das broncas, e eu não aguentava mais ter todo dia pesadelos com meu país morrendo. Eu vi Jeon a cabeça dos meus pais rolando no chão enquanto os soldados me seguravam me impedindo de ir ao encontro de meus pais.'


Agora entendi o por que dela sempre acordar suando e sempre proteger seu ventre, colocando sua mão por cima.


'Espero que um dia você me perdoe por ter escondido que vc ia ter um filho, eu ficava muito desconfortável quando você começava a falar o quanto queria ter um filho, eu via seus olhos brilhantes que nem uma galáxia. Jeon, amor, me perdoe por isso eu não queria, mas estava ficando sufocada, eu...... Me perdoe por favor..'


— É claro que eu te perdoo. — choro ainda mais.


'espero que me entenda o por que de ter feito tudo isso. Eu te amo e sempre amarei meu coelhinho.


            Ass: sua pequenina ogra(ainda odeio esse apelido)



— Também te amo minha coelhinha.

Choro, choro muito mais do que chorei em sua morte. Eu ia ser pai eu, eu ia ter uma princesinha ou um princepezinho me chamando de papai, eu ia ter uma Bella com uma barriga gigante e com desejos doidos.

Aperto a carta com força, comecei a soluçar alto sem me importar se os hyungs iam escutar. 

— Mesmo eu não tendo conhecido nosso filho eu o amo mais do que minha própria vida. — sussurro para mim mesmo apertando os olhos com força.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...