1. Spirit Fanfics >
  2. O Plano da conquista - Perina >
  3. Você acredita em mim?

História O Plano da conquista - Perina - Capítulo 33


Escrita por:


Notas do Autor


Boa Leitura!

Capítulo 33 - Você acredita em mim?


Narrador(a)

- Cobra eu não vou... – Karina foi interrompida por Cobra, que tomou os lábios da loira a surpreendendo.

- O que foi isso loirinha? – Falou quando Karina o empurrou.

- Você não deveria ter feito isso – a moça o repreendeu.

- A Jade estava olhando, era uma oportunidade.

- Mas você nem deixou eu terminar de falar e já foi logo me beijando.

- E qual é o problema loirinha? A gente sempre se curtiu – tocou seu rosto – Quantas vezes já não fizemos isso.

- O problema – retirou a mão de Cobra – É que agora eu não posso te ajudar com isso, eu estou namorando Cobra.

- Namorando?! – Parecia surpreso – Com quem?

- Com o Pedro – Contou.

- Pedro? Que Pedro – enfim notou de quem se tratava – O nerd?! Não acredito.

- Acredite se quiser, eu estou namorando o Pedro e eu já vou logo te avisando, não quero você importunando ele como sempre fez.

- Mas quem vai fazer meus trabalhos?

- Você mesmo – Karina falou entrando na escola e se dirigindo a sua classe com Cobra a acompanhando – E outra coisa – parou a frente do amigo.

- O que mais?

- Não me beije mais, não quero problemas com a Jade, principalmente com o Pedro e você – tocou-lhe o ombro – Também não deveria querer problemas com a Jade.

- Tá certo loirinha, vou pensar nisso, mas não prometo nada – Karina revirou os olhos com a atitude do amigo.

Já estava a porta da sala, novamente sentiu a sensação gostosa de mais cedo, veria Pedro, agora namoravam, tudo seria diferente de semanas atrás, quando ainda não haviam se acertado. Pediu permissão ao professor para entrar e seguiu até uma carteira, sorriu ao ver seu namorado, isso, Pedro era eu namorado. Quando já se aproximava de um local viu o olhar de Jade sobre si, ela estava séria e Karina sabia bem o motivo, precisava ter uma conversa com ela, mas a conversa teria que esperar um pouco.

Pedro

João e eu chegamos a escola e seguimos direto para sala, ele ainda se lamentava por ter “usado” a Malu. Isso me fez lembrar de Jade, uma vez a usei para atingir Karina e ela me usou para atingir o Cobra, é algo que com certeza eu me arrependo.

Recebi uma mensagem de Karina, ela pegou uma carona com Cobra, confesso que não gostei nada disso, sei que são amigos e que Karina agora está comigo, mas eles já tiveram algo e é impossível não sentir ciúmes.

- Relaxa cara, ela gosta de você e entre eles é só amizade mesmo – João falou tentando de certa forma me acalmar.

- Eu sei, mas é difícil não sentir ciúmes – suspirei pesadamente – Acho que vou esperar lá fora.

- Você vai dar uma de inseguro agora? – Perguntou.

- Não é insegurança, é só, cuidado.

- Sei – sorriu com o que disse – Vai, mas saiba que ela gosta é de você.

Levantei e segui até a porta, mas antes que pudesse sair o professor chegou, o que me impediu, o sinal já havia tocado, voltei então a minha carteira e aguardei a chegada de Karina ali mesmo.

- Posso entrar professor? – Enfim ela chegou, não pude evitar sorrir, ela é tão linda.

- Pode sim, entre – O professor deu permissão e Karina buscou um local para sentar, ela sorriu ao me ver.

- Oi – a solicitei.

- Oi – Karina parecia estranha, o sorriso de segundos atrás havia desaparecido.

- Aconteceu alguma coisa? – A questionei.

- Não, não aconteceu nada – deu um pequeno sorriso. Eu não insistiria ali, depois conversaria com ela melhor.

Karina

Essa situação é bem desagradável, o Cobra não deveria ter me beijado na frente da Jade, o pior que isso tudo envolve o Pedro também, preciso falar com ele, não quero que haja segredos entre nós.

As aulas pareciam passar da forma mais lenta possível, agradeci mentalmente quando o sinal tocou anunciando o fim das aulas, precisava urgentemente de um momento para ter uma conversa com Pedro, explicar toda a situação para ele.

- Podemos conversar? – Perguntei quando todos já saíam da sala.

- Eu vou deixar o casal a sós – João falou e o agradeci.

- Claro, aconteceu alguma coisa? – Notei que ficou um pouco preocupado.

- Você sabe que eu gosto de você, não sabe?!

- Claro que eu sei, eu também gosto muito de você – tocou minha mão.

- Pedro, eu demorei muito para admitir para mim mesma que eu estava apaixonada por você e uma das coisas que eu não pretendo fazer é te magoar.

- Por que você está me dizendo isso?

- Eu preciso que você entenda, antes de dizer qualquer coisa, que você é muito importante para mim e que eu nunca vou mentir para você, você acredita em mim, não acredita?

- Eu acredito, mas me diz logo o que aconteceu, caso contrário eu vou passar mal só de ansiedade – sorri com seu jeito.

- Foi algo com o Cobra, ele teve uma discussão com a Jade, por isso ele me deu uma carona hoje, como ele precisava desabafar, acabou batendo lá em casa e eu resolvi ajuda-lo com isso.

- Não confio muito no Cobra e confesso que não gosto muito que você seja amiga dele, eu não quero que me entenda mal, eu não estou pedindo que não seja amiga dele, até porque eu nunca faria isso, você é livre para ser amiga de quem você quiser, mas é que você e o Cobra já tiveram algo e confesso que isso me deixa bastante inseguro.

- Ei – toquei seu rosto – Não precisa ficar inseguro, eu estou completamente apaixonada por você, é de você que eu gosto e é com você que eu estou namorando, o Cobra é apenas o meu amigo.

- Apenas o seu amigo? – Direcionamos o olhar para a porta e nos deparamos com Jade.

- Jade, precisamos conversar – Ela precisava saber o que realmente aconteceu entre o Cobra e eu – O que você viu não é bem o que aconteceu.

- Quer dizer que você e o Cobra não se beijaram? – A Jade com certeza estava magoada.

- Você e o Cobra se beijaram? – Pedro me questionou.

- Não foi bem isso que aconteceu, deixa eu explicar, tudo bem?

- O que mais você quer explicar? – Jade insistia, não parecia querer me ouvir.

- Jade, por favor – pedi.

- Houve ou não um beijo? – Ela me colocava contra a parede.

- Jade, por favor, eu preciso falar com o Pedro antes, a gente conversa depois.

- Quem disse que eu quero conversar com você? Eu já vi e ouvi tudo o que eu precisava – Jade falou saindo em seguida, sem me dar oportunidades de me explicar.

- Pedro por favor, deixa eu explicar o que aconteceu – Ele tinha o olhar sério, parecia distante, com certeza ele não estava gostando nada dessa história e com razão, ele estava calado.

- Houve ou não um beijo? – Me perguntou quebrando o silêncio.

- Houve, houve sim um beijo – contei-lhe. Pedro levantou da cadeira, passou as mãos sobre o rosto e as repousou sobre a cabeça – Ele me pegou de surpresa eu não imaginava que ele ia fazer isso, se eu soubesse teria evitado toda essa situação, você acredita em mim, não é?! Pedro – buscou a íris castanhas – Você acredita em mim?

Narrado(a)

Pedro acreditava em Karina, mas isso não significava que não havia ficado desconfortável com o que aconteceu. Há pouco contou sua insegurança em relação a Cobra e agora descobre que ele a beijou.

- Eu acredito em você, mas é que essa situação... – Pedro desviou o olhar.

- Eu sei, eu sei, eu entendo você – tocou o rosto do guitarrista para que ele a encarasse.

- Era isso que queria me contar, não é?

- Era, eu não quero ter segredos com você, eu quero que tenhamos uma relação transparente, eu quero que você confie em mim.

- Eu confio – Pedro aproximou-se da loira e tocou seu rosto – Eu vou sempre confiar em você – falou antes de tomar os lábios da moça em um beijo.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpem a demora, mas é aquela velha luta de escrever e reescrever cap até sair algo bom. Até o próximo, beijocas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...