1. Spirit Fanfics >
  2. O Plano de Summer >
  3. Aquele Com o Novo Casal Sensação

História O Plano de Summer - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Dreamcast:

• Samara Weaving como Summer Woodsen
• Darren Barnet como Edward Boyer
• Josephine Langford como Nancy Briggs
• Sabrina Carpenter como Jennifer Gurmont
• Odeya Rush como Susan Huffman
• Evan Peters como Stuart McGreen
• Tom Hanks como Colin Woodsen
• Anne Hathaway como Genevieve Gilmore
• Jordan Calloway como Jason Dinckley
• Zoey Deutch como April McGreen
• McKenna Grace como Cindy
• Kieran Culkin como Barry
• Holland Roden como Samantha Bridger
• Zendaya como Claire Shields
• Mädchen Amick como Charlotte Weistorm

Eu amo imaginar elenco para as minhas histórias, porque me ajuda muito à compor o personagem e etc.
Lembrando que, é apenas o modo como eu vejo os personagens, todos têm total liberdade de imaginá-los do jeito que quiserem <3

Boa leitura!

Capítulo 2 - Aquele Com o Novo Casal Sensação



Eu não te fiz sentir como se você fosse o único homem? Sim!

Eu não te dei quase tudo que uma mulher possivelmente possa dar? Querido, você sabe que sim!

E a cada vez digo a mim mesma que eu, bem, acho que tive o bastante 

Mas eu vou te mostrar, baby, que uma mulher pode ser durona...

(Piece Of My Heart - Janis Joplin)



Encarei a foto na tela do meu celular, quase que sem reação. Era uma coisa que mais cedo ou mais tarde iria acontecer, visto que na escola em que frequento há vários fofoqueiros.

Na foto em questão, aparecia Edward, meu ex namorado desde.. duas semanas atrás. E Nancy, que eu prefiro nem comentar agora. Susan, uma das garotas que anda comigo, havia me enviado, o que já fez meu dia começar incrivelmente mal.

Revirei os olhos, jogando o celular na cama, me levantando em seguida, caminhando em direção ao banheiro. Hoje, todos os olhares se voltariam para mim, e eu teria que estar, no mínimo, impecável.

Depois de quase uma hora me arrumando, desci em direção á sala de jantar, onde meu pai, Colin Woodsen, diga-se de passagem, um renomado advogado, estava tomando seu tão importante café da manhã.

- Bom dia.  -Escutei sua voz. Apenas acenei e me sentei á direita do meu pai, que estava na cadeira da ponta.  - Dormiu bem ontem?

- Uhum..  -Murmurei, enquanto servia um pouco de suco para mim.  - Como uma verdadeira princesa.

- Isso é ótimo.  -Ele disse, depois de dar um generoso gole em seu café.  - Genevieve vem jantar aqui hoje, quero que você a trate bem.

Sua afirmação me fez colocar o copo na mesa, com uma certa força à mais.

Genevieve Gilmore. Antes da chegada de Nancy, a namorada do meu pai era o meu único problema, quer dizer, além das palermas do grupo de torcida, que nunca aprendiam a coreografia no prazo, me forçando à pegar pra caralho no pé delas. 

- Papai, eu não tenho o menor dever de tratá-la bem.  -Afirmei, totalmente incrédula com o seu pedido.

Mesmo depois de alguns meses, nunca consegui aceitar o namoro do meu pai com Genevieve. Ela é só dez anos mais velha que eu, e a diferença de idade entre ela e meu pai são de vinte anos. Repito: Vinte anos. Percebem o quão bizarro isso é?!

- Ser gentil não irá te matar, Summer Elizabeth.

Quando ele me chamava pelo primeiro e segundo nome, significava que: Ou ele estava irritado, ou magoado.

O olhei por alguns instantes, vendo que nossa conversa não iria chegar à lugar algum, então bufei e me levantei, jogando o guardanapo sobre a mesa.

- Preciso ir à escola, com licença.  -Avisei indiferente. Ao passar pela sala, peguei minha mochila e saí de casa, caminhando em direção ao meu carro, que o motorista já devia ter estacionado em frente á mansão.

Eu sei, eu nunca deveria ter tratado meu pai assim, mas por alguma razão, a Summer de oito meses atrás não entendia. Nesse ponto, ela ainda tinha esperança de que a sua mãe, uma atriz de Hollywood em ascensão, voltaria e todos voltariam à ser a família feliz que sempre foram. 

Eu estava errada.

♡♡♡

Ao atravessar os corredores da escola, como eu previa, todos os olhares pararam em mim, sendo acompanhados por cochichos.

Não era todo dia que, a garota mais popular do colégio era trocada pela nerd sem sal, à não ser nos romances clichês, é claro.

- Viu a foto que te mandei?  -Susan perguntou, assim que fui forçada à parar, pois elas estavam caminhando em minha direção.

- Foi meio difícil não ter visto.  -Revirei os olhos, diante da sua lerdeza.

- E você está bem?  -Jennifer questionou, me analisando dos pés à cabeça. Dei de ombros, a olhando despreocupadamente.

- Eu estou ótima.  -Fingi um dos meus melhores sorrisos. Se tem uma coisa que a popularidade me ensinou, é que uma abelha rainha nunca deve mostrar suas fraquezas. Ela tinha que estar sempre poderosa, afinal, se não fosse assim, como ela poderia ser invejada?!

Depois de mim, Susan Huffman e Jennifer Gurmont eram as mais populares. As líderes de torcida, as poderosas.. chamem do que quiser. Elas fingiam gostar de mim, e eu fingia não saber que as duas me invejavam e que secretamente, torciam para que eu tropeçasse. Era tudo por conveniência, afinal.

Logo depois, outra coisa pareceu chamar a atenção dos alunos da Bueller High. Olhei na mesma direção que eles, dando de cara com o "novo casal sensação": Edward Boyer e Nancy Briggs, rindo e conversando como um casal perfeito, aparentando não se importarem com todos os olhares sobre si. 

Argh, aquilo me fez sentir vontade de vomitar.

Acompanhei Edward pelo corredor com o olhar, notando quando ele finamente me olhou, mesmo que só por alguns segundos.

Aquilo me fez lembrar do primeiro dia de aula, depois das férias de verão. O exato dia em que Nancy resolveu chegar para acabar com a minha vida.

Eu estava em frente ao meu armário aberto, me olhando em um pequeno espelho, retocando o meu batom vermelho.

- Nossa, vocês viram aquele garoto que acabou de passar?  -Jennifer perguntou retoricamente.

- Ele é gatinho, e pelo que parece, é novato.  -Susan respondeu, parecendo sorrir.  - O que você achou, Summer?

- Ai, e o que eu tenho à ver com isso?  -Falei rudemente, fechando a porta do meu armário, depois de ter comprovado que o meu batom estava perfeitamente colocado.  - Pouco me importa se vocês estão tendo quase um orgasmo por um garoto que, honestamente, nem deve ser tudo isso.

- Não é porque você tem o cara perfeito, que não podem existir outros à altura.  -Escutei Susan resmungar, enquanto mordiscava o palito de um pirulito.

Resolvi deixar para lá, e foi quando Edward veio em minha direção, com um sorriso no rosto. Ele se aproximou mais, e quando iria me beijar, coloquei a minha mão na frente, o impedindo.

- Desculpe. Batom.  -Disse, apontando para a minha própria boca. Ele pareceu entender, então sorriu, meio sem graça.

Bom, o que eu posso dizer?! Foi um vacilo dele. Eu detesto que ele me beije quando estou com batom, e isso era uma regra. Eu levava esse lance de batom à sério, e odiava quando estava sem.

Quando o sinal tocou, Jennifer e Susan rapidamente seguiram para as suas aulas. Por sorte, Edward e eu fazíamos a primeira aula juntos, que era a de Artes.

O moreno colocou seus braços ao redor dos meus ombros, e contava animado sobre as suas férias, enquanto caminhávamos em direção à sala de aula.

- Ei.  -Ele me chamou, depois de entrarmos.

- Que foi?  

- Você está linda hoje.  -Edward sorriu, me olhando. Apenas retribui o seu sorriso, e me sentei no terceiro lugar da segunda fileira. Já ele, se sentou mais à frente.

Logo a professora chegou e começou à dar sua aula normalmente, mas como uma terrível obra do destino, alguém bateu na porta.

Era o diretor. Não pude ouvir muito bem o que ele falava para a professora, mas vi muito bem a garota parada ao seu lado, meio acanhada, com o cabelo preso em um rabo de cavalo e vestindo um macacão. Podia ser mais clichê que isso?!

- Bem, turma..  -A professora começou, fechando a porta depois que o diretor saiu, e caminhou junto com a garota para o meio da sala.  - Temos uma nova aluna, vinda de Ohio. Digam "olá" para Nancy Briggs.

E, num gesto ridículo, como se ainda estivéssemos no jardim de infância, todos disseram em uníssono "Olá, Nancy". Mas eu não, apenas me segurei para não rolar os olhos, e isso foi mais que suficiente.

- Alguém faria a gentileza de mostrar a escola para ela?  -A professora perguntou.

Alguns levantaram as mãos, inclusive Edward, com seu jeito amigável e a sua mania irritante de querer se dar bem com todos. Nessa parte, sou oposto dele, e por essa razão, aconteceram muitas de nossas discussões.

Bom, voltando ao assunto, adivinhem quem a professora escolheu?! Isso mesmo, Edward! Era como se o universo estivesse contra mim.

Nancy sorriu, depois que ele levantou, e juntos saíram da sala, dando início ao que podemos chamar de, o começo da minha ruína.

Fui retirada dos meus pensamentos quando escutei o sinal bater, e só então percebi que, Edward e Nancy já haviam sumido no corredor, e que Jennifer e Susan me olhavam sem entender.

- Acabei de lembrar que estacionei meu carro em um lugar proibido.  -Inventei a primeira desculpa que veio à minha cabeça e comecei à caminhar para a minha primeira aula.



Notas Finais


Espero que tenham gostado <3

Música do início do capítulo:
https://youtu.be/SCngPse1iiI


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...