1. Spirit Fanfics >
  2. O Playboyzinho Irritante (Jenmin) >
  3. Brigas e Reconciliações

História O Playboyzinho Irritante (Jenmin) - Capítulo 42


Escrita por:


Notas do Autor


Oi gente novamente sei que estou sumida e não tô aqui pra prometer que vou ficar ativa ou algo do tipo pois passo por problemas diários e no momento isso para mim está fora de alcance. Sofro por problemas psicológicos como ansiedade e entre outros, e passei por momentos difíceis em minha vida ultimamente mas acho que eu falar aqui não é o foco. Mas eu posso prometer que vou dar o melhor para eu continuar porque essa FOI a minha primeira fanfic (Pois tenho outras 2 em outra plataforma) e foi a primeira vez que me dediquei tanto pra algo e por mais que eu suma tanto eu garanto pra vocês que ela não vai acabar pois por ela ter sido minha primeira fanfic tenho um grande carinho e meu sonho é acabar ela com pelo menos 1 temporada (Deixar um spoiler que se tudo der certo QUERO trazer uma 2 temporada mas não é CERTEZA) então por favor não desistam de mim

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
🐼

Capítulo 42 - Brigas e Reconciliações


Fanfic / Fanfiction O Playboyzinho Irritante (Jenmin) - Capítulo 42 - Brigas e Reconciliações

Jimin P.O.V 

 Quinta-feira 20:06


--... OQUE!?


Xx: Parece que ela tava sendo perseguida e.. Eu não sei de muita informação mas.. Ela tá internada 


--O-onde ela tá q-que hospital?


Xx: Wellington Regional 


--E-eu vou dar um geito de ir para aí mas.. Vai me dando informações éh...


Xx: Ella...Ella Gross, e pode deixar que vou tentar dar o máximo de notícias que eu puder 


--Tá ok 


Então eu logo pego meu computador e pesquiso os vôos que tem para Wellington e acho um para amanhã as 06:00 AM que eu chego lá aproximadamente depois de amanhã 02:00 AM então eu logo compro a passagem e pego uma mala já deixando tudo pronto 

Xx: *Toc toc* Filho... Oque tá fazendo com essa mala? 


--Eu vou embora mãe, vou embora para Nova Zelândia de onde eu nunca deveria ter saído por que se não fosse por vocês a única pessoa na qual ainda se importa comigo, talvez não estaria no hospital agora 


Mãe: Como assim? Eu me importo com você 


--CLARO, CLARO QUE SE IMPORTA *Permito minhas lágrimas caírem* Se importa tanto que naquele bendito dia me ligou pra eu vim pra cá... Olha as famílias "Tradicionais" *Faço aspas com os dedos* Querem ver a felicidade dos filhos... E olha vocês, forjando exame pra me manter aqui por causa de bosta de empresa! 


Mãe: Então você já sabe...


--Sei... Eu vou embora amanhã! *Falo seco*


Mãe: Filho... 


Pai: Que gritaria é essa? 


--Gritaria?! *Ri soprado* Olha... PAPAI, Eu vou embora amanhã e eu já te disse oque eu desejo pra sua empresa né?! *Diz deboxado*


Pai: Jimin... Por favor tenta entender! 


-- Entender!? Entender que eu fui feito de troxa esse tempo todo pelos meus próprios pais?! *suspiro* Eu vou mandar a real pra vocês... Eu tava vivendo uma vida ótima na Nova Zelândia, amigos... Amigas, e até tava afim de uma garota mas assim que recebi aquela merda de ligação, por mais de tudo que vocês fizeram pra mim eu fiquei preocupado e com peso na consciência em pensar que meu pai tava doente! Mas quando eu chego era só uma desculpa pra me manter aqui?! Olha a garota na qual eu tô falando tá no hospital! E talvez se eu tivesse lá eu poderia evitar isso mas não, eu não tô lá porque eu fui um idiota o tempo todo! 


Mãe: Filho... 


--CHEGA! Eu não quero escutar mais nada oque eu escutei já é o suficiente eu tô cansado de ser usado e não ser valorizado... Na Nova Zelândia tem alguém que tenho certeza que me valoriza, talvez bem mais que vocês! 


Mãe: ME PERDOA! Me perdoa Jimin *Diz chorando* 


Pai: A culpa é minha eu forcei sua mãe a entrar nessa comigo, eu ameaçei ela. Me escuta uma vez na vida, é melhor pra você ficar aqui! Trabalhando na minha empresa!... Que logo vai ser sua! 


--NÃO! NÃO É MELHOR PRA MIM! Tenta entender isso, o melhor pra mim é eu estudar e ter uma família, isso sim é o melhor pra mim! Agora mãe depois agente conversa, Já você pai.. A única coisa que eu desejo é que um dia eu consiga te perdoar... Oque eu acho difícil mas eu espero mesmo que um dia eu consiga! *Digo saindo e indo até a cozinha pra pegar o carregador do celular* 

(...)


22:30 PM


Mãe: Licença...


Por mais de tudo que minha mãe fez eu ainda a amo e sei que o culpado de tudo isso é o meu pai ele sempre foi o problema. Lembro de quando eu era pequeno que meu pai bebia muito eu às vezes tinha medo dele mas minha mãe sempre me defendia sempre e ele sempre batia nela eu odiava aquilo mas a minha mãe nunca teve coragem de denunciá-lo hoje em dia ele não bebe mas é muito ganancioso 


--Entra... 


Mãe: Filho... Eu não tive escolha ele falou que ia atrás dos seus amigos e-eu não tive escolha *Diz chorando* 


--Tudo bem, tudo bem mãe eu confio na senhora... Senta *Diz batendo na cama ao seu lado e logo a mesma senta* 


Mãe: Eu vou tentar conversar com ele! 


-- O papai não tem mais geito... *Suspiro* ele sempre foi cabeça dura


Mãe: Igual você... *Diz sorrindo* acho que vocês deveriam conversar e se intender. Seu pai te ama só que ele acha que trabalhar com ele é o melhor pro seu futuro! 


--Não mãe ele não me ama... Se me amasse ele me entenderia, ele ficaria feliz com a minha felicidade


Mãe: Conversa com ele tá 


--Tá bom mãe 


Mãe: Te amo tá *Diz levantando da cama e depositando um beijo em sua testa* Depois quero saber mais da minha futura nora *Diz saindo* 


--Futura nora... Rs *Diz pra si mesmo* Jennie... Oque você fez pra ficar no hospital em? 

Logo me deito junto aos meus pensamentos... Será que eu converso com meu pai? Melhor não eu não tô bem pra isso...


Narradora On


Jimin mexia de um lado pro outro e não conseguia dormir ele estava com a cabeça cheia então o mesmo levanta e vai até a cozinha logo avistando seu pai, ele não queria conversar mas seu coração dizia o contrário e a única coisa que se passava na sua cabeça era "É agora ou nunca!" Então o mesmo se aproximou normalmente é pegou um copo 


Pai: Não consegue dormir? 


Jm: Sim


Pai: Quer conversar?


Jm: Não... Mas acho que é o melhor a se fazer *suspira e logo senta na cadeira ao lado de seu pai* 


Pai: Quem é a garota? 


Jm: Q-que? 


Pai: A garota na qual tava falando


Jm: Achei que íamos conversar de outra coisa 


Pai: Eu ainda não deixei de ser seu pai e acho que tenho que saber disso


Jm: Ela... Ela é a melhor pessoa que conheci até hoje... Ela é linda carismática educada... *Diz bobo* 


Pai: Tá apaixonado? 


Jm: Que?! 


Pai: Rs quando vi sua mãe a primeira vez tinha certeza que queria ela... E de todas as meninas ela era a única que me interessava.. *Suspira* mas acabei me tornando um monstro além de machucar ela eu acabei machucando meu próprio filho... Me perdoa? Me perdoa por não pensar na sua felicidade? Me perdoa por só pensar em mim? 


Jimin não queria perdoá-lo tão fácil mas ele tinha certeza que se Jennie estivesse lá iria falar para ele perdoar seu pai. E querendo ou não era isso que seu coração mandava 


Jm: Eu.. Te perdoou pai! *Diz e seu pai logo sorri e o envolve em um abraço apertado* 


Pai: Eu te amo Jimin.. E me desculpa por tudo por tudo que eu já te fiz... Mas eu te amo e agora só quero que seja feliz 


Jm: Também te amo pai 


Notas Finais


Gente as vezes eu mesmo me confundo e acabo confundindo vocês mas o Jimin tá em Seul com os pais a Jennie e a Faculdade é em Wellington Nova Zelândia ok

Mas foi esse o ep

Amo vocês ♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...