História O Poder do Amor - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Aventura, Bebê, Bryan, Carter, Emprego, Família, Filho, Mallú, Mudança, Novidades, Romance, Seattle
Visualizações 33
Palavras 391
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Literatura Feminina, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Medos


Chego em casa após o trabalho e coloco um pequeno Bryan dorminhoco em seu berço e vou pra cozinha conversar com meus pais.

-Oi meus amores. -digo abraçando meu pai e em seguida minha mãe. 

-Oi meu amor, cadê Bryan? -pergunta meu pai.

-Dormindo,  logo o acordo pra dar banho e janta pra ele. Como o senhor está?- digo ajudando minha mãe a catar feijão. 

-Estou indo filha.

-E as dores pai?-pergunto o olhando.

-São da idade filha. 

-Aí paizinho, eu sei que o senhor está cansado por ter trabalhado de mais, mas eu acho que pode ter algo mais. 

-Não se preocupe filha, estou bem. É só  a idade.- diz triste abaixando a cabeça. 

É muito difícil pra ele que sempre trabalhou tanto pra nos sustentar agora se ver desempregado e eu tendo que arcar sozinha. Mas eu não me importo, e me sinto muito feliz em ajudar. Eles cuidaram tão bem de mim, por tantos anos que agora é minha hora de cuidar deles.

Após tomar meu  banho, acordo  Bryan pra também tomar banho e jantar.

Já com ele limpinho e alimentado, me sento na cama com alguns travesseiros apoiando minhas costas, o coloco em meu colo e ficamos brincando.

- Oooi...- digo deitando seu corpinho em minhas pernas e o sentanto novamente. Ele dá suas deliciosas gargalhadas.

-Que bebê mais lindo, mamãe. - digo o aproximando de meu rosto e o enchendo de beijos. 

Desfrutar desses pequenos momentos com meu bebê, ver seu crescimento, suas novas descobertas, sua risada de felicidade, me faz completa. Bryan é um bebê muito simples e carinhoso, ele tenta dar beijinhos que nos deixam  babados, tenta fazer carinho com suas mãozinhas, adora sorrir mesmo pra desconhecidos, além de se enterter facilmente ele não é daqueles bebês chorões que reclamam de tudo, Bryan na verdade é do tipo que acha graça de tudo.

Coloco um desenho infantil na tv e me deito com ele pra assistirmos. Alguns minutos depois ele já está dormindo. Me levanto com cuidado para não acorda-lo e pego alguns travesseiros pra que ele não caia, hoje quero dormir com meu bebê. Nos cubro, e começo a pensar na vida, nas contas pra pagar, no meu pequeno que já precisa de mais roupas, no meu pai que precisa se consultar e fazer exames. Choro silenciosamente, como queria que tudo fosse mais fácil, se eu pelo menos ganhasse um salário melhor...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...