História O Poder do Amor - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Aventura, Bebê, Bryan, Carter, Emprego, Família, Filho, Mallú, Mudança, Novidades, Romance, Seattle
Visualizações 33
Palavras 385
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Literatura Feminina, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Em busca de Oportunidades


-Ó minha filha, isso custa muito dinheiro e nós não temos. Eu "tô" velha, nem consigo mais emprego, já fica tudo nas suas costas, é Maia abandonando Bryan, é as despesas caindo sobre você, a preocupação com seu pai e agora mais contas.- dói ver minha mãe tão desesperada. 

-Eu vou dar um jeito mãe, o papai vai ficar bem.- digo sem conseguir conter minhas lágrimas.

-Como filha?- pergunta chorando e negando com a cabeça.

-Eu vou pra Seattle mãe, eu consegui uma entrevista lá e quem sabe eu consiga? Eu levo Bryan e se tudo der certo eu vou mandar todo dinheiro que conseguir pra vocês. - digo esperançosa.

-Não filha, você não pode ir embora e nos deixar.- diz minha mãe negando com a cabeça ainda mais desesperada.

O Dr que até então só nos olhava se aproxima.

-Deixe-me segura-lo pra você.- diz estendendo os braços pra pegar Bryan.

Eu o entrego Bryan, ele se senta em uma cadeira e eu e mamãe nos sentamos próximas a ele. 

- Mãe, jamais vou abandonar vocês. Eu me candidatei a uma vaga em Seattle, a Sra sabe que sempre foi meu sonho ir pra lá. Eu não queria ir sem vocês por isso não falei nada, eu ia convencê-los a ir comigo, e vou buscá-los assim que papai estiver bem. Vou pedir demissão do meu emprego e com o dinheiro do acerto damos início ao tratamento do papai.- digo segurando suas mãos delicadas e enrugadas pelo trabalho.

-Você promete que não vai sumir? Precisamos de você filha, agora mais que nunca.- diz triste 

Eu a abraço forte. 

-Mãe, eu nunca, jamais vou deixar vocês. Sabe porque?- pergunto me afastando o suficiente pra que ela possa olhar em meus olhos.

-Por que vocês são tudo pra mim mãe, são a minha base, meu motivo pra me levantar todos os dias, porque vocês me ensinarm tudo o que sei, porque fizeram de tudo pra me dar a melhor vida possível. Por que eu nao sou a Maia, e principalmente por que eu amo vocês.

Minha mãe me sorri mesmo em meio a tamanho dor que estamos sentindo, ela me dá um de seus calorosos sorrisos.

-Me desculpa minha filha, eu fiquei com medo mas eu sei que você não é como sua irmã. 

Nos abraçamos, pego Bryan e vou correr atrás dos exames que meu pai precisa.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...