História O Poder do Amor - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Amor, Aventura, Bebê, Bryan, Carter, Emprego, Família, Filho, Mallú, Mudança, Novidades, Romance, Seattle
Visualizações 30
Palavras 314
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Literatura Feminina, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 8 - A Entrevista


Engulo em seco olhando pra mulher a minha frente, minha língua coça pra responde-lá mas não posso, se ja chegar brigando vou perder de cara a  chance e isso não pode acontecer.

-É só aguardar que quando der o Sr Stuart vai atende-lá.- diz sem desviar seu olhar do computador. 

Me sento e fico aguardando ser chamada. 

Cerca de 1hora e meia depois vejo um homem sair da única sala perto da secretaria mal educada, ele vinha andando e olhando pra seu celular mas de repente para perto de mim e olha confuso.

-Bom dia.- diz.

Me levanto ajeitando minha roupa. 

-Bom dia Sr Stuart.- digo envergonhada. 

-Quem Seria a senhora?- pergunta serio.

-Mallu Morais senhor, vim pra entrevista de emprego.- digo o olhando seriamente.

-Mas a entrevista acabou as 9:30hrs hoje.- diz sério. 

Engulo em seco e olho pra secretária que me olha debochada.

-Estou aqui desde as 8:40 senhor, meu horário estava marcado as 9hrs.- digo séria morrendo de medo de não ser mais entrevistada. 

- Se a Senhorita tivesse chegado no horario eu teria avisado senhor Stuart. Ela chegou atrasada, eu disse que já havia encerrado mas ela insistiu e ficou aí.- diz olhando pra mim com seu deboche desfarçado.

Sinto lágrimas nos meus olhos mas mas não vou permitir que caiam. Pego o cartão de identificação em minha blusa, olho pra ele e vejo que há data e  horário de entrada. Graças a Deus. 

-Desculpe-me Senhor mas sua secretária esta mentindo.- digo seriamente o olhando nos olhos, meu pai sempre me ensinou a olhar nos olhos.

- Tem como provar isso Senhorita?- diz erguendo uma sobrancelha.

-  Tenho sim Senhor.- digo o entrando o cartão de identificação.

-Aqui tem o horário que o cartão foi emitido.-digo seriamente e ele me olha sorrindo rápido desfarçadamente.

-Muito bem. Venha até minha sala. - diz Já voltando pra sua sala. 

A secretária fica me olhando com cara de ódio. Passo por ela a ignorando. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...