1. Spirit Fanfics >
  2. O Policial e a Traficante >
  3. Na sala de interrogatório

História O Policial e a Traficante - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura ✌❤


Capítulo 7 - Na sala de interrogatório



                    Los Angeles, Califórnia, Horário 10:30.


Os raios de sol iluminavam o quarto, enquanto nele  havia uma morena com os olhos fechados enrolada no lençol. Quando uma loira com o olhar precupado entra no quarto fazendo um estrondo fazendo Hinata acorda na hora.


- Mais que diabos.. -mais é interrompida.


- Pegaram o Gaara - Ino diz antes de  cai em prantos em cima da cama encharcando o lençol .


- Como assim pegaram o Gaara ?? Quem ?? - fala Hinata se enrolando no teçido fino que estava sobre o seu corpo.


-  A poliçia !!! Bando de filhos da Puta - fala e Hinata a abraça fazendo sua amiga chorar mais.


- Fique Tranquila, Gaara está bem - fala tentando acalmar a amiga que funga, e o choro para por instantes - Ele nunca contaria nada nem que lhe enforcar , Vamos Pega- ló.


Hinata se afasta da amiga e vai de encontro a sua roupa pegando o seu celular no casaco e Ino a olha interrogativa.


- Alô Madara ,Sabe aquele plano de invadir o Deastrito e tals , vamos ter que adiantar, presciso Salvar um amigo .



                                Enquanto isso no Destrito Federal.


Um ruivo estava algemado ao lado de uma escolta poliçial , O cercaram quando estava saindo da loja aonde compram seus equipamentos e principalmente as suas máscaras façial logo percebeu que estava sendo seguido então já logo mandou uma breve mensagem pra Ino avisando que a encontraria após um curto período de tempo e assim como dito e feito .


A poliçia o cercou após sair da loja não correu pois suspeitariam mais ainda; Então apenas parou e olhou os policiais com a cara de sempre. Vendo que os mesmo se aproximariam foi devagar a parede e logo bateu com um bom impacto escutando o barulho de seu aparelho quebrando na sua traseira e soltou as sacolas e botou as mãos pra cima .


Suas mãos eram apertadas fortemente pelo metal forto e sabia que aquilo deixaria seus pulsos vermelhos isso fora a pequena dor que sentia naquele local , Esses poliçias pensam que só porque tem uma porra distintivo no peito acham que pode prender as pessoas sem provas ou acusação esses bando de cuzões ; Pensava o ruivo que estava bem tranquilo pois sabia se ele conheçe a sua amiga ficaria preso apenas três dias assim como na ressureição de Cristo. 


Gaara avalia o local  , contando câmera por câmera gravando cada pedaço daquele lugar até os riscos nas paredes aquilo seria útil depois.


Suas mãos se aliviaram quando sentiu o aperto da algema sair de seus pulsos, Olhou em volta , estava em uma sala branca com uma mesa e duas cadeiras e um vidro aonde atrás não se via nada só entrou numa sala dessas quando seu irmão foi preso e ele foi considerado cúmplice ; Porra nunca pensei entraria numa sala dessa denovo tão cedo - pensou  Gaara - suas mãos acariavam o pulso vermelho olhou para o vidro sorriu e mostrou o dedo do meio para o mesmo e os policiais que estavam do outro lado do vidro olha como se fossem acostumados com aquele madilto dedo. Um deles falam " Assim que a minha tarde sempre começa ".


Gaara é forçado a sentar na cadeira e logo suas mãos são presas novamente no centro da mesa aonde contiam algemas. Soltou um breve suspiro antes de um poliçial entra na sala e se sentar na mesa o encarando.


- Olha só quem tá de volta.- diz um dos poliçiais.


- Eu sei que sentiram saudades - diz o mesmo .- Como foram as coisas sem mim ??


- Não a palavras que descrevam o quão ótimo foi sem sua presença .-rir Sarcástico .


O poliçial continua :


- Oque voçê fazia com aquela máscara façial ?? 


- Pra tampar minha beleza que não foi ; E eu tenho o direito de ficar calado.


- Pelo menos aprendeu alguma coisa. 


- seis anos nessa merda né - diz rindo olhando pro vidro.


-Oque voçê tava fazendo com aquelas armas.


- Alguèm responda a esse idiota oque se faz com armas -diz olhando pro vidro- O imbeçil brincar de Tiro ao alvo que não é .


O poliçial bufa.


- Gaara voçê será preso .- diz o policial


- Melhor que ficar olhando essa sua cara .- fala o ruivo.


 o poliçial se levanta suspirando e logo sai da sala e logo volta com um anel soqueiro.


- Vou ser obrigado a te arrebentar. Precisamos que você  responde  a maldita  pergunta e voçê se faz de difícil. 


O poliçial acerta um soco na cara do ruivo, fazendo um pequeno filete de sangue escorrese na sua boca mais o ruivo não tirava o sorriso do rosto.


- Tem mais uma chançe oque voçê fazia com aquela máscara façial - diz segurando os cabelos ruivos.


Gaara fica quieto o policial olha pro vidro.


- Sasuke quer fazer as honras ??



Notas Finais


Até a próxima ✌ capítulo curto desculpa😢 na próxima vai ficar melhor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...