História O Popular - Park Jimin (HIATUS) - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, Got7, Imagine Jimin
Visualizações 515
Palavras 1.478
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente!

Aviso: Você irá morrer de amores, tem HOT, ficará com raiva, alguns podem até chorar, morrera de amores novamente.

Hot feito por minha dongsaeng @Yasmin_kookie, segundo ela, não ficou fofo pois Park Jimin fode com seu psicológico. Vamos falar sério, Park Jimin fode com o psicológico de qualquer pessoa.

Boa leitura 📖

Capítulo 17 - Mudanças.


Fanfic / Fanfiction O Popular - Park Jimin (HIATUS) - Capítulo 17 - Mudanças.

Anteriormente: 

Jimin: Vem aqui meu anjo - ele estende a sua mão e vou em sua direção, pego-a e ele se ajoelha. - S/n S/s, você entrou no meu mundo de tal forma, me tirando o chão, me enlouqueceu com o seu sorriso, com o seu perfume, com suas manias extremamente chatas, que ao longo de todos esses anos de convivência na escola, eu percebi. Eu amo o seu sorriso, o seu jeito de me olhar, a cada instante eu me apaixono novamente. Eu não imagino minha vida sem você. - ele para de falar, respira novamente e olha no fundo dos meus olhos, a essa altura eu já chorava litros - Você, S/n S/s, aceita ser minha namorada? 

- Eu aceito Park Jimin.

Agora: 

Jimin: Ah, alguém me belisca e me diz que eu não estou sonhando. - dou um beliscão em seu braço - ai Jagiya, isso dói! - ele se levanta.

- Desculpa meu anjo! - ele me abraça e solto algumas lágrimas.

Jimin: Me dá sua mão amor. - diz e eu dou, ele coloca a aliança em meu dedo e eu faço o mesmo com ele, em seguida dando um beijo nela. - eu ainda não estou acreditando que você aceitou S/a…

- Meu amor, lembra hoje de manhã? Eu te falei coisas que eu nunca prometi a ninguém. Eu me declarei para você, por que não consegue acreditar?

Jimin: É que eu sonhei com tudo isso tantas vezes, que agora que está acontecendo, parece surreal demais.

- Meu amor, posso te beijar?

Jimin: A sua obrigação é me beijar… - selo nosso lábios calmamente, puxou-me para seu colo e sorriu entre o beijo.

- Parece mesmo um sonho... – Jimin começou a espalhar beijos em meu pescoço, enquanto eu passava minhas mãos em seus fios macios.

Jimin: Acho que não vamos mais precisar das nossas roupas, hum? – Ele passou o nariz em meu pescoço.

- Tire a sua para eu ver, oppa... – Falo um pouco manhosa e o vejo sorrir.

Jimin: Acho que eu posso fazer isso. – Ele morde o lóbulo da minha orelha.

Jimin me deixou deitada na cama, foi a minha frente e me olhou maliciosamente. Park pegou seu celular e colocou uma música com uma batida sensual, logo identifiquei que era Ride, do SoMo. Ele começou tirando sua camisa lentamente, passou a mão em seu abdômen enquanto mordia seu lábio inferior.

Eu não sabia nem o que pensar, ele tirou sua calça ficando apenas com sua box branca. O mesmo veio até mim e sentou em meu colo, no refrão da música ele simulava estocadas enquanto cantarolava a música.

- I'm gon' ride, I'm, I'm gon' ride

On you baby, on you lady.. all night, all, all night.

Ao chegar ao fim da música Jimin me beijou, chupando meus lábios, ao ficarmos ofegantes, nos separarmos ele levantou minha blusa expondo minha lingerie.

Jimin: Você é tão linda jagiya.. - começou a deixar beijos molhados em minha clavícula enquanto abria o fecho do meu sutiã.

Sua atenção foi para meus seios, onde ele rapidamente atacou fazendo seu trabalho, mordiscava, chupava o bico rijo de um e massageava o outro. Após dar bastante atenção aos meus seios, Jimin desceu beijos pelo meu corpo chegando até meu shorts, ele sorriu e tirou do meu corpo juntamente a minha calcinha, que foram jogados em um lugar qualquer do quarto. Jimin passou sua língua em meu clitóris me provocando, enquanto eu sentia o quão boa era aquela sensação, sua mão passeava pelo meu corpo, sua língua em minha intintimidade me deixava completamente louca.

- Amor...isso é tão bom. - Ele continuou e só parou quando eu estava perto do meu ápice.

- P-porque você sempre faz isso Jimin?! – Pergunto um pouco ofegante.

Jimin: É que você está tão molhada amor, e eu estou tão duro. Imagina como vou deslizar facilmente em você?! - diz e sou nocauteada por suas palavras, me levando a loucura só de imaginar.

- Então me foda logo oppa.

Jimin: Seu desejo é uma ordem.

Ele pegou o pacotinho do preservativo, me entregou pedindo para eu colocar nele. Obviamente seria a primeira vez que fazia isto, mas nada como lembrar de uma aula de biologia sobre contraceptivos. Peguei o preservativo e vesti o seu membro, escutando um arfar vindo de Jimin. Sem perder tempo, o mesmo posicionou seu membro em minha entrada, penetrando-a lentamente.

Jimin: Tão apertadinha. – Comenta com seus olhos ainda fechados, começou com estocadas lentas, torturando a nós dois.

- A-amor, mais rápido. Hum...

Ele tentou continuar com as estocadas lentas mais um pouco, porém não conseguiu, começando a ir rápido e fundo.

- A-ssim amor...Continua.

Jimin: Como você é quentinha bae.

Ele continuou com suas estocadas rápidas até chegarmos ao nosso limite.

Jimin: Eu te amo. – Sela meus lábios – Muito mesmo Jagiya...

- Também te amo Jiminie.


[...]


- Pronto?

Jimin: Sim!

- Mas oppa….

Jimin: Nada disso Jagiya, vamos para a escola sim!

- Mas Jimin, você sabe que eles vão comentar!

Jimin: E o que tem de mais nisso Jagi?

- Eu tenho vergonha - digo coçando a nuca e dando um sorriso sem graça, fazendo-o vir até mim.

Jimin: Do que você tem vergonha bae?

- De ser o centro das atenções, você sabe que por eu ser ocidental, sempre atraio alguns olhares.

Jimin: S/n, se você quiser… - para por alguns instantes e abaixa a cabeça - Nós não precisamos fazer isso, ta bom? - Sinto um pouco de tristeza em sua voz. - Eu já vou indo então, até a aula. - antes dele segurar a maçaneta, puxo-o de volta pra mim.

- Jiminie oppa, tudo bem, é bobeira minha.

Jimin: Tem certeza S/n? Você quer mesmo expor nosso relacionamento?

- Quero sim, quero que todas aquelas galinhas do colégio saibam que você tem dona.

Jimin: Aish S/n!

- UÉ? Agora você não quer? Tudo bem. - digo indo em direção à porta.

Jimin: Pode ir parando ai Senhorita S/n, você acha mesmo que eu vou deixar aqueles meninos acharem que você não tem ninguém?

- Vamos então oppa!


[…]


Assim que descemos do carro, alguns estudantes nos encaram estranhando nossa aproximação, Jimin segura em minha mão e entramos no colégio, algumas meninas olhavam para mim com raiva, e outras nem ligaram, de vez em quando via alguns menino olharem feio para Jimin. Assim que chegamos em nossa sala, nossos colegas estranharam, Hye assim que viu nossas mãos juntas e o anel, arregalou os olhos e logo em seguida sorriu para mim. Okay, isso foi estranho.

Jimin: Tudo bem Jagi?

- Claro oppa! - vejo Jaebum e os meninos entrando na sala, separo nossas mãos rapidamente, Jimin olha para mim com o cenho franzido, dou um sorriso amarelado - depois eu te explico oppa, vou ficar com a Bia e os meninos, okay?

Jimin: Okay.


[…]


Jaebum: Podemos conversar S/a?

- Claro Jae - digo sorrindo, vamos em direção à biblioteca e entramos em um fileira um pouco distante.

Jaebum: É… faz tempo que eu queria te dizer isso, bem… finalmente eu criei coragem o suficiente para isso. - diz se aproximando decidido, enquanto eu caminhava para trás, até que bati em uma prateleira, estava começando a ficar assustada com seu comportamento.

- Jaebum, o que você está fazen.. - sou calada quando ele captura meus lábios, fico com meus olhos arregalados, quando me dou conta, tento o afastar, mas ele me segurava firmemente, dou alguns tapas em seu ombro pedindo para parar, meu desespero foi a um ponto que comecei a chorar. Jaebum é tirado de mim em um forte empurrão, olho para o lado e vejo que era Jimin, o mesmo vê que eu estava chorando, ele vai em direção a Jaebum que se encontrava ofegante, vejo Jimin ficar com suas bochechas vermelhas pela raiva que estava sentindo, ele empurra Jaebum e segura-o no colarinho de sua camisa.

Jimin: O que você pensa que está fazendo com a minha namorada??? - vejo Im ficar surpreso mas logo disfarça, colocando um sorriso malicioso em seus lábios, franzo o cenho com seu ato, estranhando totalmente sua ação.

Jaebum: Beijando ela, você não viu?

Jimin: Eu vou te matar - diz entredentes, logo se prepara para dar um soco em seu rosto, eu ainda estava fragilizada com o que sofri, precisava de Jimin.

- Jimin - ele me olha e vê como estava - me tira daqui, por favor.. - digo olhando em seus olhos enquanto lágrimas caiam de meus olhos, ele volta a olhar pra Jaebum que parecia se divertir com a cena.

Jimin: Se você chegar perto dela, eu te mato Im! - o solta bruscamente fazendo-o dar alguns passos para trás desequilibrado.

Jimin volta a sua atenção para mim, segura delicadamente em minha mão e me tira da biblioteca, em seguida da escola, entramos em seu carro, sentamos nos banco de trás, Jimin me abraça e eu começo a chorar.

Jimin: Calma Jagi, já passou - diz acariciando meus cabelo, alguns minutos depois começo a me acalmar, sem perceber acabo pegando no sono com meu rosto em seu pescoço.


Notas Finais


Bom algumas máscaras irão cair nesse capitulo, e no próximo. Confesso que se tivesse postado antes, não teria esse final...

Gostaram? Por favor comentem!

Leitores fantasmas, apareçam, eu sou um amorzinho ❤

Algumas pessoas deixam de comentar por medo, ou por achar que não é um comentário bom o suficiente. Mesmo se for um simples "Continua", isso me trás uma grande felicidade, pois eu vejo o quanto vocês gostam da fanfic, e isso me faz ficar motivada a trazer capítulos com um curto período de tempo entre os outros. Então demonstrem o quanto amam a minha escrita, e a de outros escritores também, conheço muitos que pararam de escrever por se sentirem desmotivados, então não permitam que isso aconteça.


Meu perfil: @Carol_J

Minha dongsaeng: @Yasmin_kookie (VAI LER AS FICS DELA, A DO J-HOPE PRINCIPALMENTE)

Amo vocês ❤
😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...