1. Spirit Fanfics >
  2. O popular desgraçado! (JIKOOK) >
  3. O que faz aqui?

História O popular desgraçado! (JIKOOK) - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpa a demora🤭💜

Capítulo 12 - O que faz aqui?


<<PARK JIMIN>>

Jungkook não queria dormir em casa então levei ele para minha casa. tbm chamei a sana mais a mesma disse que era melhor ela ficar. 

Meu namorado estava com a cara fechada o tempo todo, ele estava triste e com raiva ao mesmo tempo. Ele estava dirigindo então seus olhos estavam na estrada.

Jimin:como se sente?

Jungkook:Relaxa, eu estou bem. -ele falou ainda mantendo o olhar na estrada-

Jimin:Acho que... 

Jungkook:vc não precisa achar nada, não tente se culpar, minha mãe que é uma mulher má, A culpa é toda dela. -vi nos seus olhos, o ódio- chegamos. -ele falou tirando o cinto mais eu subir em cima dele antes que saísse do carro- O que tá fazendo? 

Jimin:Quero te dar carinho. -começei a beijar seu pescoço- não posso? -mordir seu lábio inferior e ele me puxou para um beijo, um beijo onde esquecemos todos os problemas que tínhamos- eu te amo. -o mesmo sorriu e apertou minhas coxa- 

Jungkook:Vc é meu homem Jimin, eu te amo tanto -ele me deu um selinho e sorriu-

Jimin:Sou todo seu. Mais agora precisamos entrar. E por favor se o Taehyung tiver na sala tente não se matarem. -jungkook riu e assim entramos dentro de casa-

Taehyung não estava na sala, ufa. Fomos por quarto em silêncio e tomamos um banho juntos, um banho onde trocamos muitas carícias e beijinho, epa, não rolou nada além disso seus pervertidos hihi. Saímos do banho e fomos dormir juntinhos e agarrado um no outro. Como eu posso amar tanto esse homem? Esse cheiro... Esse abraço. 

Jungkook:boa noite, anjo. -ele me deu um beijinho na testa-

Jimin:boa noite. 

A noite foi um caos mais no fim deu tudo certo, pude ter meu namorado agarradinho a mim. Ao amanhecer alguém bate na porta do meu quarto no desespero, eu fiquei me perguntando, o que Taehyung quer essa hora? Ainda mais no sábado. 

Jungkook havia se acordado com o barulho tbm e me olhou confuso. Mais eu somente me levantei da cama e fui até a porta. 

Taehyung:Vc tem que descer agora. 

Jimin:Qual o seu problema? 

Taehyung:Jimin, é sério! -ele parecia nervoso, que diabos tá acontecendo?-

Jimin:Taehyung, explica primeiro. -ele olhou pra dentro do meu quarto e viu o Jungkook se levantando e vindo até nós- 

Taehyung:merda, esse garoto tá aqui. -ele olhava para o corredor- Jimin Esconda esse cara, e desça. -e assim ele saiu- 

Fechei a porta. 

Jungkook:o que foi aquilo?

Jimin:Não sei, ele parecia nervoso. Vou ver o que está acontecendo. -arrumei meus cabelos colocando para trás e jungkook me olhou- o que foi? 

Jungkook:vc fica lindo ao acordar. -ele sorriu e me fez tirar um sorriso bobo- 

Jimin:Vou lá, e fica aqui. -ele assentiu, e dir um selinho no mesmo antes de sair- 

Desci as escadas e fiquei imaginando o que poderia ter acontecido? Quando cheguei na sala vi minha mãe estava lá me esperando com um lindo sorriso no rosto, a única coisa que eu fiz foi abraça-la já estava com saudades dela. Mais pera aí, ela veio Antes do combinado. Quando olhei para o sofá vi um homem sentado no sofá, não, não pode ser ele pode? 

Jimin:Pai? 

Pai:Sentiu minha falta, filho? -ele sorriu e veio até mim, e eu o abraçei com toda força-

Que saudades eu estava do meu pai! Tá explicado pq Taehyung estava tão nervoso, o chefe dele havia chegado.

Jimin:O que o senhor faz aqui, pai? 

Pai:Vim visitar meu filho querido, não posso? 

Jimin:Claro que pode. -o abraçei denovo- estava com saudades, pai. 

Pai:eu mais ainda. -ele sorriu e me deu uma caixinha- um presente pra vc. 

Jimin:sério? O que é? -abrir a caixa e tinha uma pulseira de ouro com diamantes- pai... -olhei para o mesmo que sorria- 

Pai:relaxa, não roubei, isso aí eu comprei.

Jimin:com dinheiro sujo, Né? 

Pai:Jimin, vc conhece o meu trabalho. Mais o que importa é que a pulseira não é roubada.

Jimin:aposto que quando entrou na loja, a vendedora se arrepiou dos pés a cabeça.

Pai:e foi isso que aconteceu. -rimos- aceite, é um presente meu, Jimin. 

Jimin:Ok, ok pai. Eu aceito. -ele sorriu-

Mãe:Vamos o tomar café da manhã. 

E assim fomos todos para a mesa tomar café da manhã e só lembrei do Jungkook no quarto. 

Mãe:Como está a sana, Jimin? 

Jimin:Ela está... Bem, podemos dizer.

Mãe:E o meu genro? -tanto eu quanto o meu pai se engasgamos o Taehyung me olhava esperando por minha resposta e meu pai me encarou- 

Pai:Que história é essa? 

Jimin:Oh mãe! 

Mãe:o que foi? 

Taehyung:Ela falou de genro, deve ser alguma pergunta pra vc responder, Jimin. -esse filho de uma mãe sorriu-

Esse desgraçado não presta, se for pra cabuetar pq não disse logo? Ainda fica tirando onda com a minha cara.

Jimin:Bom... Minha mãe deve está falando do...

Mãe:do Jungkook. -ela não tá me ajudando- 

Pai:Quem é esse Jungkook? 

Jimin:Meu namorado.-fui direto, minha mãe sorria, meu pai estava bastante irritado e Taehyung estava indignado- o Jungkook é meu namorado. 

Pai:ah mais eu mato esse cara! -ele se levantou da mesa- onde ele mora? -olhei para o Taehyung com medo que ele dissese que o Jungkook estáva no quarto- 

Taehyung:relaxa. -ele susurrou e eu assenti-

Jimin:Pai, calma. Ele é meu namorado, tá? Vc não decide isso. 

Pai:E quem decide, vc Jimin? Vc nem sabe o que é amor, nunca se envolveu com ninguém. 

Jimin:por sua culpa, né? Ninguém nem me olhava, eu nunca pude está com ninguém por sua causa. 

Pai:Mas...

Jimin:agora que eu tenho uma pessoa que me ama vc tá aí querendo Matar ele. Pai, ele me aceitou mesmo eu sendo filho do senhor, ele sabia da minha história desde do início e não teve medo, ele foi o primeiro a não ter medo de se aproximar de mim, ele é único pai. Eu o amo.

Pai:Park Jimin, eu quero conhecer esse cara, quero ver se ele é tão corajoso pra se meter com vc mesmo sabendo que eu sou seu pai.

Jimin:Sério mesmo, pai? O senhor quer conheçe-lo? 

Pai:por vc eu faço tudo, Jimin. Vc é meu filho, meu único filho. Eu te amo. -o abraçei- 

Jimin:tbm te amo, pai. Prometo que o senhor não vai se arrepender, o Jungkook é um cara legal. 

Pai:eu espero que seja mesmo, não quero que ele te magooe filho, se ele fizer qualquer coisa com vc eu juro que castro ele. 

Jimin:Pai!! 

Pai:o que foi? Ou vc prefere que eu o mate? -o encarei- relaxa filho.-ele sorriu e foi até a porta- vou sair, voltarei só a noite. Bom dia família. -e assim ele saiu- 

Jimin:Vou me arrumar e sair tbm. 

Mãe:vai pra onde querido? 

Jimin:Ficar um pouco longe e tomar um ar. 

Subir por meu quarto, e o Jungkook já estava todo tomado banho, ele estava tão cheiroso quando eu o abraçei. 

Jungkook:o que aconteceu lá em baixo?

Jimin:quando saímos eu te conto tudo. 

Jungkook:e pra onde vamos? 

Jimin:ainda não sei, vou tomar banho e depois nós decide. 

[...]

Jimin:pra onde vc que ir, Jungkook? 

Jungkook:vc não disse um lugar para nós escolher? então vamos para meu apartamento.

Jimin:apartamento? Desde quando vc tem um?

Jungkook:desde de sempre, Jimin. Quando eu saio de casa eu sempre vou para meu apartamento.

Jimin:não foi isso que aconteceu ontem.

Jungkook:mais eu dormir na sua casa pq me chamou e tbm sou seu namorado, nem se atreva a chamar mais ninguém.

Jimin:A sana tbm tem um?

Jungkook:Não.

Jimin:alguém sabe que vc tem um aparatamento?

Jungkook:só a sana, eu sempre perço pra ela vim para meu apartamento, quando ela quiser sair um pouco de casa, mais ela nunca vem. -jungkook parou o carro- olha aí, já chegamos.

Fomos até o elevador daquele prédio enorme, e o Jungkook colocou no último andar (na cobertura). Quando saímos do elevador, estramos no apartamento do Jungkook. E MANOOO era muito bonito, só a sala era enorme e com várias coisas chiques. 

Jungkook:gostou? -eu assenti- pode conhecer tudo. 

Jimin:até o quarto? -sorri malicioso e o mesmo soltou uma sorriso bobo-

 Jungkook:o quarto é o principal. -ele apertou minha cintura- seu safadinho. 

Jimin:aprendir com vc. -ele soltou uma risada gostoso e se afastou- 

Ele foi andando e eu fui seguindo. Chegamos na cozinha e era perfeitamente incrível, a cozinha mais lindo que eu já vi. Ele abriu. Geladeira e pegou uma garrafinha de água e bebeu. 

Jungkook:eu não sou safado. -disse colocando uma outra garrafinha em minhas mãos- eu só sou... Carinhoso. -ele me olhou sorrindo e eu arquiei uma das sobrancelhas- que foi? É verdade. 

Jimin:vc se diz carinhoso pq não quer ser chamado de safado? 

Jungkook:Bom... Podemos dizer que eu sou mesmo safado. -ele colocou a garrafinha em cima do balcão e puxou minha cintura até ele.- e vc gosta, não é? -ri e o mesmo mordeu meu lábio inferior- fala. 

Jimin:eu não gosto. -ele arqueou uma sobrancelha- eu amo. -ele sorriu e me beijou- 

Seu beijo era tão bom Vey, affs estava todo derretido. Ele me colocou sobre o balcão e começo a dar vários beijinhos pelo meu pescoço. Eu já estáva começando a ficar duro e o desgraçado ainda se atrevia a massagear meus pênis por cima da calça.

Jungkook:durinho. -sorriu- Do jeito que eu gosto. -voltou a me beijar.- vamos por Quarto hm? -falava entre o beijo- eu já estou duro tbm.

Jimin:então vamos logo, eu quero te ter dentro de mim, eu quero ser fudido por vc, Jungkook. 

Jungkook:E eu quero te fuder, anjo. 


Contínua...


Notas Finais


Esses pombinhos hein🔥
Esqueceram até dos problemas.😅💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...