1. Spirit Fanfics >
  2. O popular e o bad boy -Jikook- >
  3. Irmãos -Cap. 6

História O popular e o bad boy -Jikook- - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Irmãos -Cap. 6


-Estou indo, Rose. -Exclamou para Rose que apenas assentiu entrando dentro do carro - Como pode ver, segurança, eu tenho que ir. -Jimin se despediu de Jungkook e foi a caminho do carro. 

Sem perder tempo, Jeon logo puxou Jimin pelo braço e colocou o mesmo contra uma parede da escola.

-Que merda, garoto! -Reclamou Jimin.

-Olha aqui, seu babaca! -Exclamou, o que fez Jimin ficar quieto - Você e seu bonde, derrubaram baldes de água suja no meu amigo, e por isso você vai deixar ele no canto dele, entendido?!

Jimin de relance, empurrou Jeon para longe. 

-Vai se fuder! -Saiu o mais rápido que pode.

Jeon ficou alí, vendo Jimin sumindo na multidão de alunos. 

-Merda.

 


  Park Jimin 

Fazia alguns minutos que o carro estava em movimento. Rose estava olhando para a tela do celular, -Como sempre- e eu estava olhando o paisagem. Eu acho.


-Jimin? 

-O que foi, Rose? 

-Você está bem? 

-Estou sim.

-Sei. -Olhei para Rose, e a mesma me olhava com uma de suas sobrancelhas erguidas.

-Estou falando sério. -Olhei mais sério ainda para Rose.

-Siceramente, Jimin? -Perguntou largando o celular de vez.

-Sim. -Afirmei

-Eu não acredito nisso. Eu te conheço desde quando nasci, Jimin. Vamos, me fale. -Ao terminar de falar, começou a fazer cafuné em minha cabeça.

-Deixe de insistencia. 

-Tudo bem. -Parou de fazer o cafuné e voltou a pegar seu celular. No mesmo instante peguei sua mão esquerda em coloquei em minha cabeça. -Por que isso?

-Cafuné. -Falei animado.

-Você parece uma criança as vezes. 

-E você uma velha. -Tirou a mão de minha cabeça.

-Ok, chega. Vai se fuder. Sou jovem novamente. -Dei língua para ela, que logo fez o mesmo.


Jeon Jungkook {On}


Até chegarmos na casa de Tae, não foi dita uma palavra. O que me fez agradecer. Tae me conhece bem o suficiente para saber quando estou bravo. -Ou algo do tipo- E também sabe quando não quero falar com ninguém. Ele é meio que um pedaço de mim, sem ele eu não existo.

Tae já estava de pé tirando seu capacete para me entregar. E pelo visto, ele não iria me falar nada.

-Não vai falar nada? -Perguntei quando ele me deu o capacete.

-Achei que não estivesse querendo conversar. 

-Acertou. -Me olha com uma cara confusa. -Mas precisamos, ao menos um pouco. -Olha para baixo. -Ei, não fica assim. Aqueles idiotas vão se ver comigo. 

-Não precisa fazer isso...

-Mas vou. Você é meu irmão, preciso fazer isso. -Me aproximei mais de sua cabeça e deixei um beijou entre seu cabelos- Amanhã eu venho te buscar, até. -Saí em direção a minha casa sem olhar para trás, sabia que depois de ouvir "Amanhã eu venho te buscar", ele me impediria.



Notas Finais


Eai, babys? O que acharam dessa amizade dos dois? Escrevam aí! 😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...