História O Porão - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink, Got7, TWICE
Personagens BamBam, Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé, Tzuyu, Yugyeom
Visualizações 5
Palavras 1.032
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Mistério, Suspense, Terror e Horror

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Visita Inesperada


Fanfic / Fanfiction O Porão - Capítulo 4 - Visita Inesperada

Aqui estou eu , na escola , em uma aula chata de história , quase dormindo sobre os livros e cadernos em cima de minha mesa , fui distraída pelo meu celular que vibrava. Era uma mensagem da Rosé que me convidava para passar a tarde no shopping juntamente com Lisa e Jennie , na mesma hora respondi sem que o professor visse , confimando minha presença.


Continuei assistindo a aula de história quando o sinal toca , guardo minhas coisas e vou para casa. No caminho de casa, me encontrei com Lisa. 


- Por que não me encontrou na saída do colégio ? - Dizia Lisa se aproximando.


- Eu estava com pressa.


- O que vai fazer hoje ? - Lisa perguntou animada. 


- Você não recebeu a mensagem ? , Rosé nos convidou para uma tarde no shopping. 


- Sim , mas não vou poder ir , tenho que fazer uma tarefa de matemática. 


- Tudo bem. - Respondi e segui o caminho de casa. 


Cheguei e fui direto para o meu quarto , tomei um banho e comecei a me arrumar.


Alguns minutos depois saí de casa e fui me encontrar com as meninas no shopping. 

Passamos a tarde conversando sobre diversos assuntos. Cheguei em casa , no fim da tarde , ja estava escurecendo. Entrei e percebi que não tinha ninguém. 


- Vovó ? Vovó você está aqui ? - Gritei na esperança de uma resposta.


Não recebendo nenhuma resposta resolvi chamar pelo meu irmão. 


- Bambam ? Bambam responda!  


O silêncio permanecia , subi para o meu quarto , tomei um banho e tentei me distrair com um vídeo no YouTube. De repente um barulho vindo do andar de baixo me distraiu , por um estante pensei que fosse coisa da minha cabeça. O mesmo ruído se repetiu e então resolvi ver o que era , desci as escadas com pressa e quando chego na sala vejo meu irmão jogado no sofá. 


- Ai Bambam que susto! Ouvi um barulho e pensei que era…


- A vovó ? - Pois é eu também não a vi desde quando saimos para o colégio. 

 

Voltei para o meu quarto e continuei a assistir aos vídeos , como eu não quis almoçar , comi apenas alguns biscoitos e um copo de suco. O tempo passou de pressa e o relógio já marcava nove da noite , não me preocupei com as horas pois o dia seguinte era sábado. Minha avó tinha chegado com várias sacolas do supermercado , a ajudei a guardar tudo e mesmo sem sono resolvi ir dormir. 


Na manhã seguinte fui acordava pelo meu irmão que entrava no quarto berrando. 


- Jisoo , acorda , temos visitas. - disse Bambam me sacudindo. 


- Visitas ? São as meninas ? - eu disse coçando os olhos. 


- Não , são aqueles nossos primos que não vemos a um tempo , Yugyeom e Tzuyu , vovó disse que eles vão ficar por algumas semanas. 


- Não pode ser. Com eles aqui como vamos voltar ao porão ?


- Eu não sei , também não esperava isso. Estão nos esperando na sala , não demore. - Meu irmão disse fechando a porta. 


- Me levantei da cama , fiz minhas higienes me arrumei e desci. Chegando na sala me encontrei com Tzuyu que me olhou com um sorriso. 


- Oi prima , tudo bem ? Quanto tempo! Você está tão diferente. - disse Tzuyu me abraçando. 


- Oi Tzuyu , tudo bem e você ? Nossa você também mudou muito , está linda! - eu disse segurando as mãos da garota.


- Como vai Jisoo ? Tudo bem ? - Yugyeom disse vindo em minha direção acenando.


- Tudo bem sim , sejam bem vindos! .


Enquanto meus primos conversavam com meu irmão voltei para o quarto e mandei uma mensagem para minhas amigas contando a novidade. 


"Bom dia meninas , novidade , não sei se vocês se lembram, mas aqueles meus primos que não vejo a muito tempo vão passar algumas semanas aqui em casa."


- Jisoo, venha aqui por favor. - minha avó chamava. 


- Voltei para a sala e me encontrei com minha avó. 


- Por favor mostre a casa para seus primos. 


- Claro.


[…]


- E então, por último , esse aqui é o meu quarto. - eu disse abrindo a porta do mesmo. 


- Me desculpe perguntar mas , por que a casa não tem espelhos ? - Tzuyu perguntou olhando para as paredes. 


- A vovó não gosta muito , eu e Bambam só usamos apenas os de nossos quartos. 


Tzuyu olhou para Yugyeom com uma expressão de dúvida. 


- Desculpe interromper mas está na hora do almoço , ja está na mesa , vamos. - disse minha avó segurando a porta do quarto. 


Durante a tarde , Yugyeom e Tzuyu resolveram andar pelas ruas com a finalidade de conhecer Seoul um pouco mais , como eles moravam em uma cidade distante e não viajavam muito , ainda não conheciam muito bem a cidade. 


Eu estava deitada na grama do jardim , escutando música e observando as nuvens quando meu irmão aparece me chamando.


- Jisoo , preciso te contar uma coisa. 


- O que foi Bambam ? - eu disse retirando os fones de ouvindo. 

 

- Não sei se você já percebeu , mas reparou que existem linhas feitas com um pó vermelho em baixo do tapete das portas ?


- Não , nuca percebi. 


- Eu vi hoje de manhã quando saí para andar de bicicleta. 


- Irei pesquisar o significado. 


Passei a tarde no computador , procurando o significado do tal pó.


Enquanto eu estava em meu quarto , fui surpreendida pela presença de Tzuyu , fechei rápidamente a aba do computador.


- Oi Jisoo..


- Oi Tzuyu. 


- A vovó disse que irei dividir o quarto com você.


- Legal , assim podemos conversar a noite. 


- Ja está ficando tarde , pode me ajudar a arrumar a cama?


Ajudei Tzuyu a arrumar a cama e então fomos dormir. 


Rápidamente minha prima adormeceu , peguei meu celular e continuei a pesquisar por mais alguns minutos e então encontrei o significado do tal pó que se encontrava nas portas. 


Salvei o conteúdo em meu celular e então fui dormir.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...