1. Spirit Fanfics >
  2. O Portal >
  3. A Scap

História O Portal - Capítulo 23


Escrita por:


Notas do Autor


Brasil consegue unir e criar sua Super Companhia!

Capítulo 23 - A Scap


Fanfic / Fanfiction O Portal - Capítulo 23 - A Scap

Só Brasil vê com horror três seres de Oitava que sobrevoam a fazenda. Murmura: - Não! Mamma África,  me ajude!! 

Uma das criaturas ataca Samuel que é erguido pelo pescoço.  Alguns gritam. Amilton segura nas mãos do amigo. Brasil grita: - Soltem ele!  - todos sentem o forte magnetismo da energia que é jogada na criatura pelo país.  Samuel cai recuperando o fôlego e atordoado. África diz a seu filho: - É chegada a hora, meu menino! Pode fazer. Tudo que for preciso! Una todos os escolhidos e em seguida mostre-se como é.  Precisa fundar a companhia agora! Rápido!

Brasil ordena que todos fiquem de pé e façam um círculo no meio da sala em torno dele. O jovem país fala o Código do Principado: - T-alfa, T-alfa, 350 meridianos abaixo Equador, Calor Ômega,  Calor Ômega,  Príncipe Brasil,  π elevado a um milhão!! 

No mesmo momento abre -se um buraco de minhoca, os Escolhidos estão ofegantes e muito concentrados. Otávio é o primeiro a cair pelo buraco no espaço-tempo, em seguida Fernanda que chega gritando, Neide em choque, Guilherme berrando, Kayke e Anahy agarrados um no outro com o tucano rodopiando pelo ar e soltando sons  estridentes  e Jurema com expressão de horror! Brasil fecha o buraco e cai de joelhos exausto. Os escolhidos enxergam agora as três criaturas  aladas, escuras com aparência de gigantescos mosquitos. Elas descem sobre Brasil. Sem pensar eles se jogam formando um escudo. A energia brilhante verde e amarela despedaça as criaturas. Os sete recém chegados tem as bocas abertas e ainda estão em choque. Brasil se recupera. Samuel sabe o que fazer e vai conectando os recém chegados ao restante. Quando fazem isso os animais da Mata se agitam, o tucano voa brilhando, o cachorro corre brilhando tanto quanto, os seguranças de Rita juram que além de animais viram o saci-pererê,  bolas de fogo e uma criatura com os pés ao contrário. Todos estão ouvindo uma gaita tocando como Sivuca e Luiz Gonzaga, um ritmo que os envolve e arrepia a alma deles, Brasil levanta: - Estou emocionado! Como me defenderam sem orientação.  Vocês estão prontos!

Os sete Que passaram pelo buraco de minhoca não têm tempo de raciocinar e um arrebatamento acontece de novo. A sala da fazenda desaparece. Todos estão de mãos dadas em cima de uma montanha na deslumbrante Chapada dos Guimarães,  o Sol está se pondo! Sofia diz para Amilton: - Acho que nunca mais vou ter pânico. 

Todos o vêem agora! Brasil como ele é na Sexta Dimensão.  O ser que os contata faz tanto tempo! Lágrimas e soluços dos escolhidos continuam emocionando Brasil.  Eles vêem a capa pele com todas as cores da bandeira esvoaçando e o envolvendo, o rosto azul com olhos onde brilham as estrelas, a cauda como do mais lindo pavão,  a faixa atravessando seu peito com as palavras Ordem e Progresso. Ele fala: - Aqui estão! Os escolhidos! 

Em meio à linda paisagem da Chapada eles enxergam agora O Portal, dele surge uma escada gigante e dourada por onde descem dois seres. São gigantescos! Brasil se ajoelha sobre um dos joelhos e todos fazem o mesmo instintivamente. África e América Latina vieram para a Fundação  da Companhia SCAP, a Super Companhia do amor e aventuras,  do perigo e da paz. As continentes concedem a Brasil o direito de lhes dar poderes especiais e extra sensoriais. América Latina  ordena: - Ensine-os o Lema, jovem Príncipe.  

- Digam comigo escolhidos: Alfa e Ômega,  Vida e Morte, Bem e Mal, Único e Múltiplo,  Príncipe Brasil, π elevado a um milhão,  somos a SCAP! - Eles repetem e se olham , estão como se estivessem de uniforme, com tecido desconhecido, é um uniforme-pele verde, amarelo, azul e branco, inclusive Estilingue e Toa a Toa. América Latina continua: - Devem usar a partir de hoje, tudo que lhes foi concedido para impedir que o Mal domine a Mãe Terra.

África diz: - Devem ter uma sede meu filho. Não mais eles podem se separar. Que Deus Universo abençoe a SCAP! 

Após a catarse da fundação,  Brasil retorna com os Escolhidos para a sala da Fazenda. Eles se entreolham. As roupas normais voltaram. Os seguranças de Rita querem entrar, mas ela faz sinal para saírem.  

- Pode não querer fazer parte? - Raquel sussurra. 

- O quê? - O resto pergunta em coro. 

- Brincadeira pessoal. Só achei que antes de tudo isso poderíamos ter nos conhecido melhor. 

- Você ouviu América Latina? - pergunta Neide:- Vamos ter a vida pra nos  conhecer. Mas começando,  sou Neide, de Salvador, tenho 34 anos, nasci no subúrbio e trabalho como empregada doméstica.  Não faço idéia do porquê fui escolhida. - a moça negra ainda seca lágrimas de emoção: - Sou umbandista.

- Eu também- sorri Bianca. 

Brasil fala: - Entendam meus scapistas, o que faziam aqui na Terceira lhes trouxe habilidades para usarem na companhia. Todos são importantes. Essência minha. Uma força.  Um poder. 

Nelson se manifesta: - Memo sem sabe nem lê direito? 

- Ah Nelson! - Brasil sorri: - Vai saber em breve o quanto é necessário ter você na companhia! A pureza é uma arma poderosa demais contra o Mal que enfrentaremos! 

Rita ainda ofegante diz: - A continente disse que precisamos de uma sede. 

Amilton oferece: - Se quiser pode ser aqui Brasil. 

Fernanda pede licença: - Eu não acho que possa ser qualquer lugar onde já vivemos ou vivam nossas famílias. 

- Correto - Brasil aprova - Nossa sede terá buracos de minhoca abertos, treinos com países,  armamentos da Sexta,  sala de plasma, enfim...

- Tem que ser um lugar grande, protegido. - Junior avalia. Rita diz: - Vamos pesquisar. Meu pai vai comprar o que escolhermos. Só precisamos desse fim de semana aqui, Amilton. 

- Uma dúvida: - Otávio  pergunta trêmulo: - Se precisamos deixar tudo, não podemos ser ocultos né? Um segredo? 

Guilherme pensa: - Boa pergunta. No trabalho do fast food não tô nem aí.  Mas acabei de me alistar no exército  e quero dar satisfação. 

Brasil sorri:- Você agora está na Quarta Força Armada. Escutem bem. Seus familiares saberão.  A imprensa vai descobrir muito rápido.  Tenho seres preparados para saber de vocês no governo humano, nas três forças armadas e em Aparecida. Encontremos nossa sede. Vamos equipar. Saberão como agir. 

Alicia está repleta de uma energia que não cabe nela: - Posso organizar uma festa de inauguração,  líder? 

Brasil se surpreende: - Gostei de como me chamou. Claro que pode. Amo festas. Sou o país mais festeiro que existe. Vou para a Sexta resolver muitas coisas enquanto organizam tudo. Lá,  vou descobrir qual de vocês será o/a chefe da SCAP. Se precisarem é só me chamar. 

- Por favor - Camila pede - Posso te abraçar.  

Brasil fica com vergonha e encanta a todos os scapistas. Faz que sim com a cabeça e um por um todos o abraçam.  O abraço é forte. Eles o sentem, a grandeza, a personalidade,  a natureza, as dores. Brasil retorna para a Sexta.  Guilherme brinca pra descontrair: Acho que somos super heróis.  Liga da Justiça,  Mutantes, Umbrella Academy? 

Camila ri: - Vejo que temos nosso nerd. Prefiro dizer que somos os scapistas de Brasil. 

Jurema ri: - Isso aí.  De uma alcoólatra que transplantou o fígado estou pronta pra essa loucura! Me chamo Jurema, mas me chamem de Ju. Tenho 55 anos. Acho que sou a mais velha por aqui. 

Junior sorri: - Não parece ter essa idade! 

Ju ri de novo: - Valeu a cantada mas da fruta que você gosta como até o caroço.  - Todos caem na risada. Rita pede ansiosa: - Bora escolher a sede? 

Enquanto pesquisam ela liga para o pai e conta tudo. Ambos choram juntos. Ele confirma: - Como lhe prometi, essa sede será um presente meu para a Companhia. Só queria perguntar uma coisa. Um dia posso ver ele? 

- Vai ter uma festa de inauguração,  pai. Vou pedir que você esteja nela. 

Otávio conversa com Renato que ficou desesperado ao vê-lo desaparecer. O namorado não conseguiu assimilar: - Como assim não volta mais? 

- Se você realmente gosta de mim, tenha paciência,  vai entender. Eu juro. Assim que estivermos na sede poderemos nos ver. 

- Vai ganhar quanto nisso? 

Otávio ri: - Acho que tanto quanto eu precisar! 

Brabo, Renato desliga e pede que ele volte a ligar quando estiver bem. 

Anahy e Kayke ficam muito surpresos ao falar com a avó,  pois a tribo havia feito um ritual de canto e dança no exato momento em que foram tele transportados . Os irmãos prometem que Brasil vai até a tribo, a avó chora de emoção.  Jurema não tem quem avisar e está muito feliz. Fernanda conversa com a mãe.  O pai está surtando,  falando em chamar a polícia.  Fernanda diz com muita sinceridade:- Fala pra ele que pare de passar vergonha. Nunca me apoiou em nada. Fala que sou muito importante agora e poderei ajudar não só meus presidiários,  mas todo meu Brasil.  Ah sim. Para você mãe ,passo meu novo endereço,  para ele não quero está bem? 

Após muita pesquisa noite adentro, os Escolhidos são unânimes na preferência  por uma imensa casa com mais de 15 cômodos que fica em um bairro afastado na zona oeste da cidade de SP. Rita anuncia: - Pronto! Estou passando pro meu pai comprar.  Eu tenho economias também pelo trabalho nos hotéis dele, nós vamos comprar a sede! 

Todos aplaudem  Raquel diz: - Estou super cansada! Vou dormir. Vai que acordo e é um sonho doido. 

Regina sorri: - Não é minha amiga. Vai ter que deixar sua arquitetura e usar seus dons para a SCAP. 

Rita vai passar os dados para o pai e os Escolhidos exaustos vão se encostando para dormir. Antes de descansar Samuel vai até Regina e pega nas mãos dela: - Re!

- Pois é Sama! Aqui estamos nós.  

- É nosso destino. Perfeito. Perigoso. Intenso. Mas nosso destino. - os amigos agora scapistas se abraçam com muita força.  


Notas Finais


O que Brasil vai encontrar na Sexta?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...