1. Spirit Fanfics >
  2. O Portão do Paraíso - Yoonmin >
  3. 006

História O Portão do Paraíso - Yoonmin - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oi Gente.

Boa Leitura🖤

Capítulo 6 - 006


Na hora de dormir, ficou Yoongi, eu e o Hoseok em um quarto. Minha mãe e o meu pai em outro e, os meus avós nos deles. Mas primeiro teve a minha mãe implicando.


Primeiro foi porquê a mãe do Hoseok ligou para ele ir embora na manhã seguinte. A acontece que a dona Somin queria que eu fosse com o Hobi para o quarto, normal. 


"- Ele é o seu companheiro, deveria ir com ele. Aproveitar os poucos minutos que você tem ao lado dele. Quem sabe um momento a sós. - disse normalmente. 


Minhas bochechas queimaram, mas eu tive' um Jung Hoseok para me ajudar. Grande pessoa eu tenho ao meu lado.


"- Com toda certeza, mas eu já aproveitei ele a tarde. Tirando a parte de que eu dei o tempo dele com o Min. - sorriu - Mas o Minnie prometeu me dar muitos beijos, né? - me olhou.


"- Claro, meu amor. - sorri.


Depois disso, teve outra coisa. Minha mãe sismou que eu deveria ir sozinho com o Hobi para o quarto. Porque eu chamei o Yoon também. Mas deu tudo certo, acabou que nós três fomos para o quarto e caímos no sono por lá mesmo.


Na manhã seguinte, saímos bem cedo, Hobi queria pegar o ônibus cedo e chegar cedo. Durante o caminho, ele me prometeu que ligaria para dar notícias. Meu pai sorria das vezes que eu dizia que ele deveria ficar.


Na rodoviária, Seok e eu trocamos muitos beijos e ele disse que amanhã ganharia muito mais, se eu fiquei feliz? Que isso! Claro que sim. Após alguns selinhos de despedida ele entrou no ônibus e partiu.


Meu pai e eu passamos no mercado, queria comprar coisas para o almoço. Mais algumas coisas a pedido da minha mãe e avó. Elas ligaram pedindo.


- Qual é a sua relação com o Hobi? - meu pai perguntou dando partida no carro e saindo do estacionamento do hipermercado.


- Como assim? - perguntei um pouco abalado, que tipo de pergunta era aquela.


- Não sei, vocês trocam beijos, dormem abraçadinhos, ja devem até ter se relacionado. - corei com a sua fala. Mas foi porquê, na verdade, eu me relacionei com o Yoon - Mas nunca dizem o que tem, se são amigos, namorados, amizade colorida, sexo casual. - enumerou.


- Eu não sei. - olhei para meus dedos que haviam alguns anéis - Nem ele deve saber.


- Se resolvam, antes que seja tarde. - sorriu maroto - Eu sei tudo que aconteceu entre você e o Yoongi e, saiba que independentemente da sua escolha, ou o que quer que seja, eu vou te apoiar e ajudar. Não me importo, só quero o seu bem. - desligou o carro, havíamos chegado e eu nem percebi.


Não sei quem que contou. Mas se eu souber eu mato, mas antes dou um beijo e um abraço apertado.


Olhei para uma árvore - mangueira para ser mais exato - estavam Yoongi e minha mãe gargalhando. Ele estava na árvore pegando algumas frutas e jogando para a minha mãe, ela colocava o cesto na frente e caiam algumas vezes. Seus cabos castanhos e levemente ondulados refletiam nas luzes do sol.


Me aproximei dos dois, eles estavam com um lindo sorriso nos lábios. Assim que perceberam minha presença, minha mãe me puxou para ajudá- la a pegar as frutas. 


Quando cansei, sentei ao lado da minha avó, ela sorriu olhando para os outros dois que ganharam a presença do meu pai.


- Como foi lá? - perguntou ainda olhando os três.


- Foi rápido. - suspirei em saudades - Logo ele embarcou. 


- Ah sim. - sorriu.


- O que ouve entre você e o Yoongi? - perguntou me olhando.


- Eu não sei do que a senhora está falando. - olhei para a mais velha.


- Tem certeza? - perguntou me olhando.


- O que poderia ter acontecido? - perguntei tentando não parecer intimidado


 - Uma relação mais íntima, quem sabe. - disse ironicamente.


- Não. - neguei - Não, nada. - sorri de lado - Cadê o meu avô? - perguntei.


- Está monitorando os cuidados com o gado, também limpando a piscina, está muito quente hoje. - os demais se aproximaram.


- Hoje quem vai cozinhar será o Yoongi, Jimin, meu filho, ajude- o. - disse o meu pai.


- OK. - sorri.


Foi bem interessante, vezes ou outra, Yoongi me roubava abraços por trás, ou beijos na bochecha. A única coisa que eu sabia fazer era corar, sorri tímido ou responder. Sabia que era errado, mas não podia fazer nada.


Depois do almoço pronto, servimos e comemos com os outros, todos elogiaram o Yoongi. Eu sorri orgulhoso dele. Minha mãe, como sempre, me olhava sugestivamente parecia que sabia de tudo e, na mesma hora nada.


Meu pai ficou encarregado de arrumar a cozinha, eu e o Yoongi ajudamos e logo em seguida corremos para a piscina. Pulando nos dois juntos. Ele me abraçava, sorrindo. Meu pai fazia joinha para mim, mas na verdade, todos sabiam que o meu pai queria na verdade me dizer o que eu deveria fazer.


- Vem comigo. - me puxou para dentro da casa, nós dois molhados, a Shynu reclamando de que molhamos o chão que ela limpou. 


- Antes de ir, prometo limpar. - disse de passagem.


Logo chegamos no quarto, Yoongi trancou a porta. Ele me puxou para um beijo, eu retribui. Queria negar, mas não consegui, pois seus braços me apertavam fortemente contra ele.


- Você virou um vício, e eu não estou disposto a fazer esse vício se tornar seu. - me jogou na cama e voltou a me beijar com voracidade. Suas mãos trilhavam caminhos até as minhas nádegas.


[…]


- Acho que... - suspirei procurando ar - Não sei. - me virei ele, que de imediato me abraçou. 


- Shii... - sorriu - Vamos ter o nosso momento. - logo ele me puxou para um beijo, seus lábios doces, junto das suas mãos que me apertavam e puxavam fortemente para si, tudo isso era explendoroso. Sem contar que tudo em si completava comigo.


- Meninos, se organizem, já já iremos partir. - disse o meu pai entrando no quarto. Me afastei de Yoongi rapidamente, nós dois suados e assustados.


- Papai, não é nada disso que você está pensando. - disse assustado.


- Lembra do que nós conversamos? - perguntou e eu assenti - Não se preocupem comigo, se preocupem com a Somin. - suspirou - Espero que tenham usado preservativos. Conte ao Hoseok, ou eu mesmo farei isso. - saiu.


- Nós usamos, né? - perguntei para o Yoongi que parecia um tomate de tão vermelho.


- Eu garanto que havia trancado a porta. - me olhou.


- A pergunta é: Você colocou o preservativo? - perguntei de novo.


- Não. - disse me apertando contra si.


- Como não? - perguntei assustado, realmente, um bebê não estava na minha lista de desejos do próximo ano - Era uma coisa, essencial.


- Remédios existem, caso você não saiba. - ironizou.


- Alergia também. - murmurrei deixando uma lágrima cair.


- Como assim? - se afastou para olhar o meu rosto.


- Eu tenho alergia a anticoncepcionais. - respondi sério.


- Não. - acho que a minha visão não estava tão boa quanto eu imaginei. Juro ter visto um sorriso nos lábios do Yoongi.


- Do que você sorriu? - perguntei ignorando o fato de que sua mão estava em meu membro.


- Isso não é ótimo? - sorriu - Imagine um mini Jimin?


Notas Finais


Eu leio os comentários de vocês, mas não tenho tempo para responder.

Bjs :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...