1. Spirit Fanfics >
  2. O Preço da Sua Ira (Imagine Levi Ackerman) >
  3. De Volta ao Passado

História O Preço da Sua Ira (Imagine Levi Ackerman) - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Vou fingir que não demorei pra postar capítulo 😶

Capítulo 7 - De Volta ao Passado


Fanfic / Fanfiction O Preço da Sua Ira (Imagine Levi Ackerman) - Capítulo 7 - De Volta ao Passado


-A sua punição não acabou,e eu tenho algumas coisas para fazer em Rose-diz Levi com abrindo a porta do escritório

-Ok...-digo pensando em como as coisas vão ser mais complicadas só por causa desse baixinho

////

Pego minha capa e saio da Base indo ao encontro de Levi

O vejo fazendo carinho no cavalo de uma forma...diferente

-Só a cabeça desse cavalo é do tamanho da metade do seu corpo Levi-digo rindo muito

-É melhor você calar a boca anãzinha

-Cara eu só tenho 5 centímetros a menos que você-digo me aproximando do cavalo

-Então falar do meu tamanho não faz sentido,não pra você-diz com deboche nas palavras

-Vem-diz subindo no cavalo

-Que?Não eu não vou de cavalo-digo por estar extremamente nervosa,eu nunca tinha subido em um cavalo

-E você planeja andar mais de dois mil héctares à pé?Se quiser pode ir,mas eu não garanto que vá chegar em Rose hoje-diz começando a andar com o cavalo

-Não,espera.Ei por que eu vou ter que ir no mesmo cavalo que você?-digo me aproximando

-Você ainda não tem um cavalo porque é novata e seria estressante ter que te ensinar a andar em um agora.Vamos,me dê a mão-diz Levi estendendo uma das suas

Dou uma mão ao mesmo e ele me puxa

Começamos a andar e eu entendo o porquê Kattsuo gostar tanto de Marie

Marie era o cavalo do Kattsuo,e ele sempre me dizia que a sensação de andar com ela era...viciante demais

E é a sensação que eu estou tendo agora

Mas quanto mais nós cavalgamos

Quanto mais eu me seguro ao corpo de Levi

Eu tenho a impressão de que


Eu não me sentiria assim caso ele não estivesse aqui

////

Chegamos à Rose e tudo ao redor me faz pensar que eu não deveria ter voltado

-Agora é exatamente 1 da tarde.Nos encontramos às 3 em frente à igreja ok?-digo tentando ser o mais rápido possível,já que já tinha um lugar para comprar as rosas para Eren e eu sabia que esse local fechava cedo

-Aonde vai?-diz Levi se recusando a me deixar descer do cavalo

-Eu vou em vários lugares Levi-digo revirando os olhos

-Então vamos,a reunião só começará lá para as 4

Descemos do cavalo e Levi o leva para um lugar com sombra

Na entrada de Rose sempre existiram flores lindas,mas hoje em dia

Nem a terra existe mais

Vejo uma chance para fugir de Levi 

E quando vou começar a correr

-Seria educado da sua parte se me esperasse-diz Levi segurando uma das minhas mãos

-Eu só vi um flor sair voando então decidi correr atrás dela-digo e começamos a andar

-Hm

Tento esconder o meu nervosismo por não ter conseguido fugir

////

Com sorte consigo achar a pequena florincultura aberta

-Oi Ruji-sama,quanto tempo-digo cumprimentando o velho conhecido

-S/N?Nossa você já está uma moça,só não cresce mesmo ne-diz o idoso saindo de trás do balcão

-Com certeza senhor-digo dando uma cotovelada em Levi que estava rindo do comentário do senhor

-O que te traz aqui?

-Eu preciso de flores...amarelas talvez?Ruji-sama,ainda vende Lírios Asiáticos?

-Eu tenho um grande estoque deles,vai querer quantos?

-Hm-olho pro dinheiro calculando quantas dariam de um jeito que sobrasse dinheiro para a comida-4...unidades?Eu não sei como se diz em relação as rosas

-Já volto filha-diz o idoso entrando na loja

-E para quem são essas rosas?-diz Levi com uma cara de tédio que eu não conhecia,ele estava calado demais pra ser verdade

-Para a minha paz,ela veio a óbito depois dos meus constantes encontros com você-digo o fazendo fechar a cara mais ainda

-Tsc,nós vinhamos buscar as suas coisas,ta mentindo pra mim agora pirralha?

-Eu disse que viria em vários lugares,e não era uma obrigação sua vir comigo

-Ah sua-

-Aqui está-dizo senhor me entregando um buquê médio

-Obrigada.Mas aqui tem mais do que 4-digo estranhando

-É um presente meu querida-diz o idoso entrando novamente no comércio

-Ah muito obrigada,calma senhor Ruji,o senhor não pegou o dinheiro-digo pensando que por conta da idade,o homem poderia estar esquecendo facilmente das coisas

-É por conta da casa,venha aqui mais vezes querida

-Ah,pode deixar-digo me despedindo e seguindo meu caminho com Levi

-Você nem insistiu em pagar ne?No fundo era isso que queria-diz Levi soltando um sorriso de lábio quase impercebido

-E você pagaria por algo,tendo a opção de somente tê-lo sem nenhuma cobrança?

<<>>

É aqui

Aqui onde muitas coisas ruins aconteceram

A maioria das minhas más lembranças convivem aqui

Mas que de  alguma forma

Conseguem me visitar

Em sonhos

E aonde quer que eu esteja

-Eu sinto que já vim aqui-diz Levi olhando a casa por fora

-Vamos entrar-digo tentando mudar de assunto, o Levi não pode se lembrar do que já veio fazer aqui,ele não pode se lembrar do Kattsuo

Entramos e a casa está do jeito que imaginei

Antes de me voluntariar a entrar no Reconhecimento

Eu estava passando alguns dias na casa de uma conhecida


Então acabei deixando tudo aqui

-Que casa suja-diz Levi quase espirrando.E é que eu sou bem exigente com a faxina,mas já fazem dias 

-Se quiser limpar-digo debochando daquele anão estressado

Entro no quarto e pego roupas ao máximo

Coloco todas dentro da antiga bolsa da minha mãe e saio

-Vamos?

-Hm

Seguimos para a tal reunião que Levi iria participar

E depois de muito caminhar

-Será em menos de 10 minutos então vê se sossega aqui-diz Levi me fazendo sentar em um banco 

-Ta pai-digo revirando os olhos

Levi adentra aquele lugar qual eu já tinha visto muito

Mas que por ser só uma criança

Nunca consegui entrar

Lembro das comidas que também foram pedidas por Eren

Penso no que poderia comprar para o mesmo

Algo que combinasse com as flores...Chocolate

Lembro de um dos ligares da qual mais comia essas besteiras e decido ir para comprar uma barra para Eren

O dinheiro encaixaria perfeitamente com o preço

Claro,se ele não tivesse aumentado

Ando bastante e percebo que já são 5 da tarde e as coisas estão ficando bastante escuras 

-S/N?Não acredito,quanto tempo-diz Ryosuke,um dos meus unicos amigos,filho do dono da lojinha de chocolates

-Nossa,você cresceu bastante-digo impressionada com os 1,80 do menino que era mais novo que eu 

-Pena que não posso dizer o mesmo não é?-diz debochando da minha pouca altura

-Você que é um titã-digo e começamos a rir

-Por favor,eu queria que você conseguisse duas barras de chocolate para mim Ryo-chan-digo dando o dinheiro para Ryo 

-Isso vai ser por conta da casa-diz Ryo me devolvendo o dinheiro-Mas você também vai ter que me levar pra conhecer o mundo fora dessas muralhas ok soldada?-diz Ryo rindo 

Assim como eu 

Ele também tinha um sonho de ver esse mundo  fora das muralhas

Assim com kattsuo também tinha

-Muito obrigado-digo com as barras em mãos

-De nada,apareça mais vezes-nós temos que por as conversas em dia -diz a mãe de Ryo me fazendo concordar involuntariamente

////

Estou a caminho de Levi

Ele deve estar estressado já que não deve ter me encontrado no banco

Eu meio que sumi por...1 hora

-Que vida de merda-diz um aparente bêbado gritando

Já estava bem escuro e com certeza não era confiável

Começo a andar rapidamente

Imagino todas as formas de como aquele homem poderia querer me alcançar e fazer algo comigo

Ou de como eu me livraria dele

Até que não o vejo mais gritar e me sinto livre

-Meninas não andam sozinha durante a noite-diz aquele homem pulando em mim

Eu simplesmente paraliso de medo

Aquela sensação

Sim

Eu estava voltando completamente para o passado

E esse homem me lembra um homem

Um homem que estragou o meu passado

A minha infancia

E oque os dois mais tem em comum

É que 

Eles queriam ter meu corpo

Do jeito que um adulto não deveria se sentir com uma criança

Só que

Um deles conseguiu

Até que em meio aquela escuridão pouco iluminada por alguns poucos postes

Um homem...baixo aparece e soca o maxilar do bêbado

-Seu maldito carniceiro-diz Levi  chutando ao máximo o homem que estava no chão

Até que eu consigo sair do transe e vejo o homem bêbado desmaiado no chão

Rapidamente sou empurrada em uma parede

-Sua pirralha idiota,algo poderia ter acontecido e você nao conseguiria fazer nada-diz Levi claramente estressado

-Eu...vou ficar bem,desculpa pela preocupação-digo olhando nos olhos do mesmo

-Tsc.Estava tentando fugir de mim?-Diz Levi ainda me prensando na parede

-Eu só achei que uma pessoa na sua idade não deveria ficar andando de um lado para o outro-digo sorrindo com deboche

-Você gosta de me estressar-diz Levi olhando para os lados

-Ja está muito tarde.Vamos pegar o seu cavalo

-Não vamos voltar para a base hoje.Vamos para um hotel






Notas Finais


Um capítulo um pouco longocomo recompensa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...