História O PREÇO DO PERDÃO (PRICE OF FORGIVENESS) - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Supergirl
Personagens Kara Zor-El (Supergirl), Lena Luthor
Tags Drama, Romance
Visualizações 52
Palavras 1.706
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


"De todas as doenças do espírito humano, a fúria de dominar é a mais terrível.."

Capítulo 23 - Lembranças que Matam..


Fanfic / Fanfiction O PREÇO DO PERDÃO (PRICE OF FORGIVENESS) - Capítulo 23 - Lembranças que Matam..

O PREÇO DO PERDÃO( PRICE OF FORGIVENESS)

Cap.23. (Evanescence- Bring me to life/Dark Side -Bishop Briggs)🎶

Lena

Eu jamais esperava ver a Supergirl na casa da Kara,ainda mais com tamanha liberdade,eu já havia percebido que Kara não me contava tudo que acontecia,isso gerava algumas dúvidas,e mesmo sabendo que ela tem esse contato com a heroína da cidade,eu não queria estragar com a minha indiferença,mas não me agradava nada tanta intimidade.. - Eu posso saber o que você tá fazendo na minha casa??

Supergirl

- Lena! Olha,não é nada disso que você tá pensando,nem é o que parece,eu posso explicar..

Lena

- Garanto que pode, você é boa nisso,vamos lá,tô esperando, é bom ser convincente porque não me agrada nenhum pouco ver você invadir a minha casa,pra procurar o que mesmo??

Supergirl

-Espera, você mora aqui?mas esse é o apartamento da Kara, e..

Lena

-A Kara é minha namorada,então eu passo a maior parte do meu tempo com ela,na casa dela,com as coisas dela,e é recíproco,por tanto eu também moro aqui..

Supergirl

-Certo, é..eu só entrei porque a Kara me permitiu,eu pedi pra ela fazer algo pra mim e ela disse que eu podia entrar e pegar o que preciso,e..

Lena

-Você deve me achar uma completa idiota não é?quer que eu acredite nessa conversa?isso é invasão de domicílio, só porque usa essa capa não te dá direito de fazer o que bem entende na vida das pessoas..

Supergirl

- Lena,eu jamais faria isso,eu estou falando a verdade!

- É mesmo??ok..liga pra Kara,eu quero ouvir dela!

Supergirl

- Como?eu não acho que precisa disso,não tenho porque provar nada!

Lena

-Ok,vou fazer do meu jeito! - peguei o telefone e liguei pra Alex.

Alex

- Lena!que surpresa boa,tudo bem?

Lena

- Oi Alex,não está nada bem, você pode vir aqui na casa da Kara com uma viatura,tem um invasor,por favor não demore,e não se preocupe,ele não vai fugir..

Alex

- Eu já tô indo..

Supergirl

- O que você tá fazendo?? Ficou maluca,eu não fiz nada!

Lena

-Trabalha pro D.O.E.,eles vão saber o que fazer com você! - deixei a porta do apartamento aberta e fiquei bem em frente a janela da varanda pra que não tentasse ir embora..Em alguns minutos a Alex chegou cercada de agentes.

Alex

- Lena! Viemos o mais rápido possível,o que houve? cadê o inva.. Supergirl??que bom que você veio também,mas cadê o bandido??

Lena

- É a Supergirl! Ela invadiu o apartamento e estava vasculhando as coisas da Kara! - senti um certo nervosismo entre a Alex e a Supergirl..- Exerça sua função diretora Danvers!

Alex

- Isso é verdade?? você invadiu ??

Supergirl

- Olha Alex,não é bem assim,eu não invadi,eu só entrei porque a Kara me permitiu,e..

Lena

- Tá dizendo que eu tô mentindo!?Eu te peguei no flagra fuçando onde não devia!

Alex

- Chega!! Algemas!- Eu sinto muito Supergirl, até você provar que não invadiu vai ficar em reclusão!

Supergirl

- O quê??mas eu..

Alex

- Mas nada! - se disser mais uma palavra eu vou te bater! - cochichei entre os dentes..- Me desculpe por isso Lena,não vai se repetir,eu garanto que vamos esclarecer tudo!

Lena

- Tchauzinho Pinóquio! Divirta-se!(risos)- antes da Alex sair eu a chamei. - Alex,eu quero saber o que a Kara tá aprontando, porque ela deixou a Supergirl entrar aqui?o que tá acontecendo??porque eu sinto que vai cair uma tempestade na minha cabeça?? você sabe de alguma coisa que eu não sei??

Alex

- Olha Lena,seja o que for a Kara vai te contar,eu não posso,nem devo me meter entre vocês,e eu não sei de nada,se ela está aprontando alguma,deve ser coisas do casamento,a Supergirl não entraria em lugar nenhum sem permissão..quando a Kara voltar ela te explica tudo, você tem descansar,passou por muita coisa boa últimos dias,e pega leve com a Supergirl,ela te pediu desculpas pelas brigas e por ter duvidado de você..

Lena

- Eu só espero que você também não esteja mentindo pra mim Alex..

Alex

-Não estou Lena, acredite! Bom, eu vou indo,ligo depois do interrogatório.

BASE DO D.O.E.

Alex

- O que deu em você???ficou doida de vez?como você apronta uma dessas comigo?quer que a Lena me odeie também quando descobrir tudo?

Kara

- Eu não sabia que ela tava em casa,eu só fui guardar as alianças que levei pra fazer a assinatura dos nossos nomes,e ela apareceu do nada!

Alex

- Eu não quero mais desculpas Kara Danvers Zor-El! Você tem uma semana pra resolver isso! Se não contar,eu conto!

Kara

- Agora ela me odeia, além de mentirosa ela acha que sou uma ladra,eu fui presa por entrar na minha própria casa??(risos)

Alex

- Não tem graça Kara, você me colocou numa saia justa com a Lena,agora ela quer o relatório do seu interrogatório,e o que eu digo??

Kara

- A verdade Alex! - estendi a mão com a caixinha de alianças,pode levar e mostre pra ela..

Alex

- Nossa..ficaram lindas..tudo bem,pode ir,não tenho razão pra manter você presa aqui, aliás é melhor correr porque ela deve estar furiosa com o seu sumiço,faz horas que ela liga pro seu telefone..e leve as alianças,mostra pra ela..

Kara

- Por Rao! - Saí voando,entrei no prédio e subi de elevador,entrei no apartamento mas a Lena não estava,liguei mas não atendeu..

Lena

Voltei ao laboratório, precisava saber o resultado daquele DNA, enquanto isso abri o pergaminho e comecei a ler o que tinha escrito,cada vez que eu lia a pedra brilhava,pareciam códigos,enigmas,mas eram familiar,eu tive a impressão de que já tinha visto aquilo..minhas lembranças ficaram embaralhadas,alguns flash's se misturavam com imagens de Camelot,de Morgana.Parei de ler e guardei o pergaminho e a amostra de sangue no cofre,coloquei o amuleto no pescoço por dentro da blusa,e continuei na busca pelo resultado do DNA,não era sangue humano,era sangue alienígena,eu teria que ser mais direta e precisa,desde que voltei a minha vida normal nada está como antes,não havia tido tempo de conversar com a Kara,eu não queria acusar sem provas o seu comportamento comigo,apesar de parecer normal,eu sabia que tinha algo que não estava certo,fechei tudo e voltei pro apartamento da Kara.. acreditei que ela estaria em casa,tomei banho,abri um vinho,e fiquei esperando ela na varanda..um tempo depois ela chegou..

Kara

- Lena!? - a procurei no quarto e no banheiro,vi o vinho aberto na mesa,as janelas da varanda abertas,estava escuro,levei um susto quando ela falou..

Lena

- Onde você tava o dia todo?

Kara

-Por Rao Lena! Você quer me matar de susto?

Lena

Eu a olhei surpresa pelas palavras que disse,familiares,a olhei sério,eu sentia o perigo,sentia suas expressões falharem,ela era péssima em mentir pra mim..- Só não me diga que você estava com a sua amiguinha,a Pinóquio,sabia que ela invadiu seu apartamento?eu a peguei fuçando nas suas coisas..

Kara

- Eu fiquei sabendo,ela não invadiu,eu pedi pra ela vir pegar uma coisa pra mim,ela só tá me ajudando Lena! Eu sei que vocês têm diferenças,mas não quer dizer que ela seja má..

Lena

- É claro que você vai defender ela,não foi você que foi traída! eu espero que quando ela cair do pedestal as suas expectativas não caiam com ela! Só me explica uma coisa, porque vocês tem tanta intimidade? Ela entra e sai a hora que quiser? Você demorou pra me dar a cópia das chaves apartamento..

Kara

- Lena, você tá misturando as coisas,não tem nada haver. - eu tirei a caixinha de alianças do bolso e dei pra ela..

Lena

- O que é isso?

Kara

- Abre! - os olhos delas lacrimejaram ao pegar a caixinha nas mãos,quando abriu viu as alianças do casamento com nossos nomes gravados..- foi isso que ela veio pegar,era uma surpresa pra você.- ela levantou deixando a taça de vinho no chão e me abraçou,senti uma angústia,já não aguentava mais mentir pra ela.- Lena..eu tenho que te contar uma coisa muito importante!

Lena

- Eu acho que você tem muita coisa pra me contar Danvers,como por exemplo,o sangue no banheiro,de quem é?e não adianta mentir pra mim, porque eu levei uma amostra pro laboratório e sei que é de um alienígena..

Kara

Eu congelei quando ela falou sobre isso,eu tinha que falar de uma vez,não tinha mais como me esconder..- eu queria ter contado antes Lena. - o maldito telefone tocou,era mensagem da Nia..

Lena

- O que foi agora?

Kara

- A Nia precisa de ajuda na CATCO,houve um grande imprevisto e eu tenho que ir,mas eu prometo que volto logo,e a gente vai terminar essa conversa..

Lena

É sério? Você vai me deixar aqui sozinha e vai encontrar com a sua secretária?ok,vai lá..não precisa pedir minha permissão.- ela me olhou calada,baixou a cabeça e saiu..

Sentei na varanda novamente com minha taça de vinho,fechei os olhos por alguns minutos,e aquelas imagens novamente me perturbavam,as palavras do pergaminho saiam da minha boca involuntariamente,a sensação era de estar sendo vigiada,senti um nó na garganta,um calafrio, levantei e fechei as janelas,o amuleto começou a brilhar, e lembrei da última palavra que estava escrita no final do pergaminho: DOMINIUS!

Um portal se abriu e o que eu achava impossível estava diante dos meus olhos, Morgana.. - Finalmente eu te achei!

Eu me afastei dela mas era inútil,ela estava em toda parte.

Morgana

- Não é de mim que deveria ter medo,eu quero o seu bem, afinal somos uma só,não vai adiantar fugir,seu verdadeiro inimigo dorme com você todas as noites!

Lena

- Você tá morta,não é possível!

Ela veio em minha direção e segurou meu pescoço - Acho que você está com duas coisas que me pertencem,e eu os quero de volta! - ela falou me apertando ainda mais,então eu coloquei a mão no amuleto,e falamos igual: DOMINIUS! Nesse exato momento uma dimensão se abriu no meio da sala e toda minha vida passou diante de mim como um filme,desde minha infância, até o dia que atirei no Lex antes dele me contar tudo sobre a Kara/Supergirl..

O tempo parou e eu lembrei de tudo como se nunca tivesse esquecido,agora tudo fazia sentindo,as dores voltaram com força total,e Morgana me trancou dentro dela quando a fúria despertou,virei uma versão dupla de mim mesma,ela controlava meus pensamentos,meu corpo,meus sentidos,eu apenas via tudo através dos seus olhos,minha voz foi calada,dando lugar aos seus comandos,o portal se fechou e ela tomou o controle,eu discutia com ela por dentro mas era inútil..agora entendi porque Morgana falou aquelas coisas pra Kara na minha frente..eu não sei o qie que mais doía, relembrar as mentiras da Kara ou estar aprisionada a um ser perverso que fazia parte de mim mesma..


Notas Finais


Será que Kara terá chance de salvar Lena?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...