1. Spirit Fanfics >
  2. O primeiro amor está de volta >
  3. Que confusão

História O primeiro amor está de volta - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Que confusão


- Lara?!_ Ele diz assim que entra na sala e me vê.

 

A dona Mari se levanta sem falar nada e bem séria, eu apenas dei um sorriso de nervoso.

 

- O que veio fazer aqui?

 

Eu me levando, apertando minhas mãos por conta do nervosismo, e pensando em algo que poderia falar.

 

- Ela veio conversar com você.

 

Sou interrompida novamente, mas dessa vez por dona Mari.

 

Vejo a expressão de raiva no rosto de James, naquele momento percebi que estava envolvida entre uma briga de mãe e filho.

- Você não deveria ter vindo _ James fala para mim logo depois de ter lançado um olhar furioso para a mãe, estava realmente com raiva.

- Deveria sim, eu que chamei.

 

- E eu dei a ideia _ Erik aparece atrás de James, o deixando mais bravo ainda e fazendo com que caminhasse pela sala e parasse em outro lugar, em frente a TV.

 

- Vocês deveriam parar de se meter em minha vida, eu vou me mudar, já não precisam mais se preocupar e interferir nela. _ Ele diz com muita raiva, bem do jeito que me lembrava quando estávamos juntos.

 

Os três começaram a discutir e eu me permaneci quieta. Pensei que nenhum deles tinha mudado em quase nada. Achei até meio engraçado devido às circunstâncias.

 

James é alto e magro, e sempre estava sério.

 

- Você pode ir embora Lara. _ Ele fala olhando para mim, logo depois da discussão com sua mãe e irmão.

 

Pensei na hora que foi uma péssima ideia ter ido. Me permaneci quieta e em pé tentando falar algo, mas nenhuma palavra saia de minha boca.

 

- Ela não vai sem antes falar com você! _ A mãe fala me deixando mais desavontade com toda aquela situação de briga.

 

- Ai meu deus! _ Eu me sento na poltrona, estava passando mal.

 

- Não mãe! Para de ser assim, até parece que se importa com algo!

 

- Não grita assim com a mãe! _ Claro que Erik não deixaria de gritar também.

 

Estavam os três gritando e eu apenas quieta e sentada, até que meu celular vibra, me fazendo ver uma mensagem da qual não gostei nem um pouco.

 

- CHEGA! _ Me levanto e grito, fazendo com que os três me olhassem e ficassem um tempo quietos. _ Eu não vim falar o que você deve ou não deve fazer da sua vida, vim porque sua mãe está preocupada e teve esperança que pudesse me escutar. _ Respiro fundo e me sento novamente, baixando minha cabeça apoiando em minhas mãos, respirando bem fundo.

 

Os três se permaneceram quietos por alguns segundos.

 

- Você não sabe de nada Lara.

 

Olho novamente para ele, estava começando a ficar irritada.

 

- Claro que não sei, faz quanto tempo que não nos vemos? Sei o que sua mãe me contou, e pode ter certeza que das coisas que sei, não gostei de nada.

 

- Não estamos mais juntos, nem deveria se importar.

 

Respirei fundo, sempre tive muita vergonha e era um pouco reservada, mas hoje por algum motivo estava realmente falando o que pensava e achava.

 

- Mesmo assim, tivemos algo e eu realmente gostei muito de você, não dá pra simplesmente esquecer tudo ou deixar para lá.

 

- E o que você pode saber para me ajudar? Não sabe de nada é só uma garotinha filhinha de mamãe e papai.

 

Nossa, essa doeu um pouco. Pude ver o irmão e a mãe me olhando um pouco incomodados e envergonhados pela atitude de James.

 

- Nossa, está bem. _ Me permaneci calma. _ Um problema que sempre reparei em você, é que sempre olhou as coisas superficialmente e nunca por um todo. Você só sabe a parte da minha vida do momento do nosso namoro até o final dele, e mesmo assim não sabe de tudo. _ Falei calmamente, como se não tivesse tido gritos e nem brigas antes.

 

- Fala sério garota, não vem com esse papinho de querer saber de coisa que claramente não sabe.

 

- Mano, como você é estúpido! _ Me levanto perdendo a calma.

 

- Como é?!

 

- Eu realmente não sei de nada. Mas sei que se você entrar nessa, não sai mais, sei que vai ser apenas um pião, sei que depois não vai se importar com nada, mas quem mais vai sofrer com isso tudo é quem se importa com você, sei que vai dever muito mesmo sem ter pego nada, sei que está sendo um babaca e querendo ir pelo o caminho mais fácil, porque é um puta de um preguiçoso!

 

- Lara... _ Começa a falar e percebi que estava revoltado, seu irmão e mãe estavam com caras de surpresos por eu estar falando daquele jeito.

 

- E sabe... _ O interrompo antes que terminasse a frase _ Você é um idiota e se entrar nessa vai continuar sendo um, não vai evoluir e nem conseguir nada com isso, a única coisa que vai acontecer é você correr perigo e sua família viver com medo, pois quando você tá nessa, eles não ficam sabendo apenas das suas coisinhas, mas sim de todo o resto que está envolvido com você, vai se mudar? Legal, mas vão saber onde você morou e quem se importa com você. _ Paro e respiro fundo, me acalmo antes de continuar falando. _ Eu realmente não sei o que você vai fazer ou deixar de fazer, mas sei muito bem o que as pessoas que te amam vão passar. 

 

Todos ficam em silêncio depois que termino de falar.

 

-Está tudo bem? Escutei vocês gritando. _ A irmã mais nova desce, quebrando o silêncio que se encontrava.

 

Seu nome, Clara. Uma garotinha bem vaidosa, devia ter uns 10 anos ainda, olhos claros e bem fofinha.

 

- Está tudo bem Clara, melhor você continuar lá em cima. _ Erik fala.

 

Eu dou um suspiro. _ Acho melhor eu ir, vou me atrasar para um compromisso.

 

- Achei que passaríamos um tempo conversando antes de você ir embora. _ Clara se aproxima de mim com uma carinha de tristeza.

 

- Não se preocupe Clara! A mamãe vai convidar ela para vir outro dia, tenho certeza disso. _ James fala e ri de sarcasmo.

 

A mãe apenas dá um suspiro e balança a cabeça de um lado para o outro.

 

- Você é um idiota James. _ O irmão mais velho fala.

 

- Eu te levo para saída, ver esse três brigando é muito chato _ A menininha fala me puxando pelo o braço com a intenção de me levar até a saída.

 

Pego minhas coisas e balanço as mãos dando tchau para os três que ainda ficariam na sala. 

 

Já no portão Clara me dá um beijo de despedida seguido de um abraço, e antes dela fechar completamente a porta pude ver James suspirando na entrada da cozinha.

 

Caminhando até o ponto de ônibus, pude finalmente responder a mensagem de mais cedo. Era um colega da faculdade, dizendo que a aula havia sido cancelada. O fato de eu ter ficada brava, era que finalmente conseguiria conversar com meu professor sobre a possibilidade de me tornar uma ajudante, e receber por isso, hoje seria o último dia para conseguir isso. Agora teria que pensar em fazer oura coisa.

 

- Laraaa! _ Assim que parei no ponto de ônibus pude escutar alguém me chamando.

 

Viro e vejo que é James caminhando rapidamente em minha direção. Pelo visto hoje não seria a última vez que o veria. Me permaneci no lugar que estava, esperando que ele chegasse mais perto e me falasse o que queria.

 

- Pode me ajudar? _ Ele fala assim que para na minha frente.  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...