História O primeiro ômega - ABO - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Namjin, V-hope, Yoonkookmin
Visualizações 131
Palavras 1.304
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Turu bom meu povo? Espero que sim!
Finalmente! Eu finalmente sai do puta bloqueio criativo que eu estava com essa fic!

OBS: Pode estar uma bosta mesmo eu achando que não.

~ Boa leitura 💜🖤

(Me desculpem pelo horário)

Capítulo 9 - Será?


P.O.V JungKook

Desci e chamaei os guardas que estavam na entrada do pequeno castelo.

– Podem levar, tranquem em uma cela e quero sempre alguém vigiando. – Os dois homens com uniformes com o brasão do reino responderam um "Sim senhor" e saíram com NamJoon nos braços.

– Pronto Yoon, já o levaram. – Disse abrindo a porta do meu quarto vendo o Beta sentado na cama já vestido.

– Uhm – Respondeu sem me olhar. O que eu fiz?

– Eu fiz alguma coisa Yoon? – Perguntei sentando do seu lado.

Ele suspirou. – JungKook, o que aconteceu com aquele outro Beta? – Merda! Esqueci de dizer que não estou mais com o Im Hyuk, na verdade, não sei se já estive. Sorri para ele.

– Eu encontrei ele sendo fudido pelo meu irmão. – Foi a minha fez de suspirar. – Eu gritei com o meu irmão e o Im Hyuk, ele disse coisas horríveis para mim. Disse que eu fui só um meio para chegar no Tae e que o nosso tempo juntos não significou nada. – Estava sendo difícil falar tudo aquilo, afinal, ainda estava muito recente.

– Kook... – Parecia que ele não sabia o que dizer. Não o culpo, eu também não saberia o que dizer em uma hora dessas. Ao contrário do que eu achei que ele fosse fazer, ele me abraçou, era reconfortante, como se eu pudesse ficar ali para sempre. – E-eu não sei o que dizer Kook...

– Não precisa dizer nada, só vamos ficar assim por um tempo. – Enterrei minha cabeça em seu pescoço.

P.O.V Yoongi

Ele afunda a cabeça no meu pescoço e ficamos assim até que alguém bate na porta.

– Com licença Vossa Majestade Jeon e Vossa Alteza Min, eu vim avisar que o jantar está pronto. – Ouvimos uma voz fina e aguda - provavelmente feminina - falar do outro lado da porta.

– Já descemos. – JungKook diz e ouvimos passos se afastando.

Realmente era triste o que aconteceu com o Kook, só de pensar na cena fico com nojo desse tal Beta. Mas tem uma coisa que está rodando a minha cabeça. Eu não seria um substituto para ele, seria?

P.O.V JungKook

Descemos para jantar. Estávamos só eu e o Yoongi na mesa de jantar.

– Yoon, você tem irmãos? – Tentei puxar assunto.

– Não, sou filho único já que meu pai se decepcionou ao ter um filho Beta. – Disse como se não fosse nada.

– Nossa, ele não deve gostar mesmo de Betas para não querer ter mais filhos. – Comentei.

– Não acho que foi isso. – Disse e parou de comer, se encostando na cadeira, logo levanta o olhar - que estava direcionado para seu prato - para mim. – Quando a desilusão de uma pessoa é muito grande, essa tal pessoa ignora todo resto e se fecha para novas possibilidades, no intuito de se proteger. – Me olha com um olhar que podesse dizer triste.

– Ele queria um Alfa como filho? – Perguntei curioso, mas foi um erro.

– Não, ele queria qualquer coisa, menos um Beta, pelo o que minha mãe diz, ele sempre achou estranho os Betas e meu pai odeia coisas estranhas. – O olhar dele ficou mais triste

– Deve ter sido difícil para você na infância... – Eu só falo merda. – Desculpa Yoon, eu só estou falando merda.

– Não se preocupe com isso. Mas foi sim uma infância difícil. Não pense que ele me maltratou ou coisa do tipo, ele só não mostrava um amor paterno tão grande e depois que eu soube da história isso só me deixou para baixo, mas não faz diferença, não mais. – Ele sorri e sua gengiva aparece com aqueles dentes brancos reluzentes. Um sorriso lindo na minha opinião.

– Yoon, quer dormir comigo hoje? É que eu não quero te deixar sozinho.

– E-eu não sei Kook. – Ele corou levemente.

– Vai, por favor, não quero deixar você sozinho hoje, vai que o NamJoon se solta. – Insisti, nem eu mesmo sabia o porquê de tanta insistência.

– Ok, depois daqui, vou tomar um banho e vou direto para o seu quarto, tudo bem? – Disse e eu sorri concordando.

Eu não iria comentar nada da situação com o sobrinho da tal Suk - vulgo Jimin.

– Estou subindo Kook. – Ele falou se levantando e eu apenas concordei e continuei comendo. Eu sou uma lerdeza para comer.

P.O.V Yoongi

Subi rumo ao meu quarto e assim que entrei e olhei para a minha recente cama uma dor no peito bateu e um no se formou na minha garganta, mas eu não podia chorar, não agora que eu estava bem com JungKook, não queria que ele pensasse que sou um "bebê chorão"

Respirei fundo e peguei uma roupa que ainda estava na minha mala e entrei no banheiro, passando pelos respingos de sangue que ainda se encontravam na parede e no chão.

Escutei leves batidas na porta. – Vossa Alteza Min? – Era uma voz doce que eu achei particularmente bonita. – A empregada-chefe, Suk, está pedindo que o senhor vá até a sala de estar do castelo.

– Está bem. Qual é o seu nome? – Perguntei antes que ele se afastasse da porta.

– Me chamo Park Jimin. – Respondeu. Onde foi que eu já ouvi esse nome?

– Já nos encontramos antes Jimin? – Falei saindo da banheira e enrolando uma toalha na cintura e abrindo a porta do banheiro. – Já sim. Você foi o ômega que estava no meu quarto mais cedo, certo? – Perguntei, recebendo a confirmação logo em seguida.

– A senhora Suk solicita a sua presença. – Falou.

– Mande dizer para ela que eu não vou, estou cansado pelos acontecimentos, então eu vou para cama. – Respondi.

– Mas. – Olhei torto para ele, que logo entendeu o recado. – Eu entendo Vossa Alteza Min, tenha uma boa noite. – E ele sai me deixando só.

Me visto, vou para o quarto do JungKook e bato na porta, não recebendo resposta alguma.

– JungKook? É o YoonGi. – Falei. Ainda sem resposta. – JungKook. – Chamei pelo mais novo.

– Eu estava no banho. – Comentou me dando permissão para entrar. Eu corei levemente em pensar no JungKook todo molhado, com aqueles belos musculoso amostra... SAIAM PENSAMENTOS IMPUROS! – Eu só vou colocar uma roupa, fique a vontade. – Disse e se virou rumo ao banheiro com suas roupas em mãos.

Me sentei na cama e controlei o rubor em minhas bochechas para que JungKook não visse.

– Yoongi, está tudo bem? – Pergunta vendo a minha cabeça abaixada. Não JungKook não está tudo bem, porque você é perfeito de mais. Eu realmente queria dizer essas palavras, mas o meu bom senso me impediu.

– Está sim eu só tenho pensado demais... – Respondo, apenas omitindo o principal motivo da minha cabeça estar para baixo. Eu realmente tinha muita coisa na cabeça para assimilar.

– No que exatamente você estava pensando? – Perguntou o mais novo se jogando na cama.

– Eu estava pensando se não sou apenas um substituto para o seu outro Beta. – Respondo, só depois me dou conta do que falei, mas era a pura verdade.

– Yoongi, olha para mim. – Pediu e eu obedeci, quando o fiz ele encosta seus lábios nos meus, sem movimenta-los acho que estava com medo de que eu o afastasse, mas percebendo que eu não o faria, pediu passagem com a língua que logo entrou na minha boca se entrelaçando a minha de uma maneira gostosa. – Isso responde a sua pergunta? – Disse e deu um sorriso. Assenti com a cabeça. Meu corpo estava quente, de uma maneira que eu entendia bem o que ele queria.

– Jung-JungKook. – Chamei ele, precisava disso. Ninguém mandou ele me beijar daquele jeito!

– O que foi? – Perguntou ainda me olhando.

Como não conseguia expressar isso em palavras, apenas pulei em cima dele o empurrando para a cama, fazendo ele se sentar na beira da mesma e eu cair acidentalmente - só que não - em seu colo com uma perna de cada lado do seu corpo.

– Entendeu? – Perguntei corado, mas mesmo assim o olhando.

– Entendi. – Falou e voltou a me beijar, agora de uma forma mais necessitada.

Será uma longa noite.


Notas Finais


AHHHHHHHHH NÃO ME MATEM!
Eu juro que no próximo capítulo vai ter o que vocês querem... Mas lembre do que mais para frente vai ter o YoonKookMin, mas por hora, só vamos ter YoonKook mesmo.

O que acharam? Bom? Ruim? Precisa melhorar para ficar ruim? Me deixem saber!

~ Comente 😘
~ Deixe seu favorito ❤️
~ Compartilhe 😍

Beijos no cori e até mais 💜🖤!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...