História O Príncipe De Gelo - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Alfas, Jikook, Jimin!bottom, Jungkook!top, Koomin, Medieval, Namjin, Ômegas, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yoonseok
Visualizações 277
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 34 - O que ele tem?


Fanfic / Fanfiction O Príncipe De Gelo - Capítulo 34 - O que ele tem?

                    Taehyung Pov

Eu acordei com muita dor de cabeça, meu corpo estava doendo muito. O que tinha acontecido comigo? Acho que aquele chá não me caiu muito bem. Até agora me sinto tonto. Yoongi e Namjoon estavam em pé olhando pra mim seriamente. Franzi o cenho confuso, por que eles estão em meu quarto? E ainda sérios? Será que fiz algo de errado? Não pode ser. 

— Gente, que caras são essas? Aconteceu algo? — bocejei

— Você não lembra? — Namjoon questionou

— Lembrar? Lembrar de que? 

— Hoje de madrugada você tentou matar o seu irmão. Se nós não tivéssemos chegado a tempo, iria acontecer uma tragédia. — Yoongi suspirou — O que houve com você? Estava muito estranho, você nunca agiu assim Tae. Estou decepcionado com você. — arregalei os olhos assustado, eu fiz mesmo isso? Não consigo acreditar.

— Como assim? Eu não lembro de nada. Só lembro que sai com Hobi para tomar um chá na casa da amiga dele. — afirmei desesperado — Acredita em mim Yoongi, eu nunca tentaria fazer nada contra o meu irmão.

— Pode falar a verdade, Taehyung! Diga que você tentou mata-ló, não irei te julgar. Só fale a verdade, pelo menos irei te ajudar. 

— Yoongi, por deus! Eu já disse a verdade. Eu não lembro de nada. Acredita em mim por favor. — falei com os olhos marejados 

— Yoongi, Tae deve está falando a verdade. Hoseok deve ter feito algo pra ele quando saíram. — Namjoon se pronunciou — Desde de quando ele tem amigas? Tae, como se chamava a colega dele? 

— Eu não lembro — bufei decepcionado — Só lembro que a casa era estranha, e que depois de eu ter tomado o chá tudo ficou embassado. Agora me acordei aqui na cama com dores. 

— Jungkook teve que te bater pra você não tentar atacar Jimin. A culpa deve ser do Hoseok, Tente falar com ele Yoongi. Não culpe o seu ômega. — Namjoon comentou, Yoongi apenas assentiu. Meu pai entra no quarto com um médico. 

— Filho trouxe este especialista para te examinar. Ele dará um checkup rápido em você. Para saber se a sua saúde mental e física está em boa condição.— Meu pai afirmou 

— Papai, eu não sou louco — começo a chorar — A culpa não é minha. 

— Eu acredito em você, mas esse médico irá dizer o que você tem. Senhor pode examina-ló. — Meu pai, Yoongi e Namjoon saiu do quarto me deixando a sós com o médico. Ele examina todo o meu corpo e me faz perguntas sobre a minha vida. Anotando tudo em um papel. Também fez perguntas sobre o acontecimento de ontem a noite. Continuei dizendo que não me lembrava. Era impossível me lembrar. Minha cabeça doía muito. Depois de duas horas, o médico mandou meu pai e os dois alfas entrarem. Eles estavam ansiosos. Eu também queria saber o resultado.

— E então doutor, o que ele tem? — Yoongi perguntou 

— Bom, a saúde mental do príncipe está em perfeitas condições. Ele só vai precisar tomar uma vitamina. Acho que sua confusão mental deve ser efeito de algum remédio que ele tomou. Algum tipo de droga. — deu uma pausa — Já a saúde física tenho que dizer que há uma boa notícia. Vão deixar todos felizes. 

— O que é? — falaram em uníssonos

— Parabéns, Alteza! Você está grávido — o médico sorriu largo, todos ficaram paralisados. Principalmente eu. Queria chorar. Não era possível, eu grávido? 

— D-doutor, N-não brinque! — falei nervoso 

— Não estou brincando meu jovem! Sua gravidez faz três meses. Só não achei bom você tomar uma droga, durante sua gravidez. Graças a deus não afetou em nada. Com licença preciso resolver meus assuntos. — curvou-se se retirando do quarto. 

— Taehyung, você já perdeu a virgindade? — Meu pai franziu o cenho — Por que não me contou? Eu pensava que você era puro. E ainda se drogou, o que pensa que estava fazendo? Enlouqueceu? 

— Calma, senhor Park! Seu filho não sabia sobre a gravidez — Namjoon tentou acalmar meu pai. — Yoongi, você deve ter sentido algum cheiro diferente. O filho é seu não?

— Eu não senti cheiro nenhum, não sinto nada. — Yoongi suspirou 

— Se o filho não é seu... Então de quem é? — Meu pai arqueou uma das sobrancelhas. — Taehyung, você não ficou se relacionando com qualquer alfa, né?! 

— Não pai, não pense isso de mim. D-deve ser do H-hoseok... — comentei incerto — Ele transou comigo mais do que Yoongi. 

— Maldito, Alfa! — meu pai cerrou os punhos furioso. — Ele quis se aproveitar do meu filho. 

— Mas como o príncipe Hoseok poderia ter um filho? Ele disse que era estéril... — Namjoon murmurou 

— Então ele mentiu — meu pai falou irritado 

— Ou ele não sabia — Namjoon sugeriu — Hoseok sempre falava que era estéril. Ele tinha certeza disso. 

— Isso não importa, o que importa é que aquele alfa sem escrúpulos engravidou meu filho. Ele vai ter o sangue ruim daquele homem. Não sei como você e Yoongi se apaixonaram por ele. — Meu pai revirou os olhos 

— O que importa é a saúde do Tae e do bebê. — disse Yoongi. — Não iremos ficar discutido, quando a criança nascer iremos resolver tudo. 

— Eu preciso falar com Hoseok — Papai se retirou do quarto nervoso. A única coisa que eu queria era chorar. Ele vai ficar brava quando souber da minha gravidez. 

                        Jimin Pov

Aproveitando a tarde quente de hoje, fui da um passeio na floresta com meu filho. Não era bom ficar trancado dentro do quarto o tempo todo. Eu iria chamar Jungkook, mas ele estava ocupado. Então decidi cim pra cá sozinho mesmo. 

Ouvia gritos de pessoas, e sons de correria. De longe vi uma luz laranja se aproximando. Aquilo era fogo? 

Era uma multidão com tochas, estavam revoltadas. E também jogaram pedras em mim, mas desviei de algumas. Protegendo meu filho. 

— QUEIMEM ESSE MONSTRO — o homem gritou. A única coisa que fiz foi correr pra longe, o povo me seguia furioso. Eu estava desesperado, Miguel começou a chorar. As vezes eu tropeçava e caía por conta da minha pressa. Ainda bem que eu conseguia proteger o bebê. Mas não poderia correr com ele. Meu corpo estava fraco e eu poderia ser pego a qualquer momento. Enquanto o povo não me alcançava, parei correr e coloquei meu filho escondido perto de uma árvore o cobrindo com folhas. Ele estava seguro. 

— M-miguel, mamãe volta pra te buscar. Eu te amo muito. — dei um beijo na testa do bebê. Saindo correndo dali. Não sabia aonde eu estava, meu corpo estava todo machucado. Estava sem fôlego para correr. Aquele povo ainda estão atrás de mim. Infelizmente acabei me deparando com um homem em minha frente, ele acabou jogando uma pedra enorme em meu rosto. Fiquei tonto na hora. Mas consegui congelar o chão para que ele escorregasse. Sai correndo tonto, minha vista estava embassada e meu rosto sangrava muito. Acabei apagando no meio da floresta. 

Em quanto isso...

As pessoas revoltadas invadiram a casa da bruxa Elizabeth, destruíndo tudo o que tinha. A mulher sabia que isso poderia acontecer. Ela não poderia fazer nada. Chegaria seu fim. 

Queimem a bruxa — a mulher mandou fazendo os homens com as tochas coloquessem fogo em toda casa com a bruxa dentro. Elizabeth nada fazia, simplesmente sentiu seu corpo começar a queimar aos poucos. 

As pessoas revoltadas irão cometer erros comigo e com você, Jimin. 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...