1. Spirit Fanfics >
  2. O príncipe de gelo e fogo >
  3. Daenerys

História O príncipe de gelo e fogo - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Daenerys


Aemon dormia tranquilamente enquanto Daenerys e Mara o vigiavam atentas à qualquer imprevisto que pudesse ocorrer ao príncipe. 

 

A mãe do herdeiro Targaryen se recusou a sair do lado de seu filho e pediu à sacerdotisa vermelha que lhe acompanhasse na vigília. 

 

- ``Se é o desejo de Vossa Graça então ficarei !´´ - A mulher concordou sem nenhuma objeção. 

 

Sir.Podrick e Sir.William ficaram para garantir a segurança da Rainha e do príncipe enquanto o Rei Jon desconfiado de Mara e a pedido da esposa - igualmente desconfiada dos Manderly - saiu atrás de Meistre Samwell que estava de folga numa estalagem em Porto Branco junto a sua família. Daenerys se negava a confiar no Meistre de Castelo Novo e preferia os serviços de Sam e Mara caso fosse necessário. 

 

A Rainha Dragão sabia que Cassius tinha herdado a sede da Casa Manderly após Lorde Wyman e seus dois filhos terem falecido. O velho tritão perdeu os herdeiros durante a guerra dos cinco Reis enquanto lutavam por Robb Stark, e anos depois morreu dormindo devido á um derrame cerebral. Wyman era sedentário e na velhice sofreu com inúmeras doenças que o levaram para os braços do Estranho. Daenerys lamentava a perda de um aliado tão valioso levando em consideração a admiração que o viúvo solitário tinha por Jon. Logo depois da batalha dos bastardos e a retomada de Winterfell pelas mãos dos Starks, Wyman foi o primeiro a declarar Jon como Rei Do Norte, e mesmo após a aliança entre ele e Daenerys, o Lobo Branco ainda mantinha o apoio do Lorde como fiel vassalo a Casa Stark. Perder o apoio incondicional de Wyman podia se provar um problema caso os atuais senhores de Castelo Novo estivessem conspirando contra a coroa. 

 

- Ainda estou tentando compreender o que aconteceu… ele estava agonizando no próprio sonho… como se estivesse sentindo dor… - Daenerys conversava com Mara enquanto acariciava os fios prateados de Aemon. A sensação de impotência ao vê-lo naquele sofrimento fora a pior experiência que Daenerys vivenciou após o nascimento de sua criança. A Khaleesi passou por inúmeras provações e aquela tinha sido uma das piores sem dúvidas. 


 

- Eu expliquei a senhora, o garoto nasceu através da magia e o sangue correndo em suas veias é poderoso ! Aemon Targaryen descende dos antigos Dragonlords de Valíria e dos Primeiros Homens que habitaram Westeros ! Ele é o príncipe de Gelo e Fogo e a ´´Terceira Cabeça Do Dragão``, ou seja, ele está destinado a grandeza ! - Mara explicou apaixonadamente. Daenerys confiava na feiticeira, entretanto sempre mantinha um pé atrás quanto à sua crença fervorosa no Senhor Da Luz. Aquela altura a Targaryen acreditava na magia dos sacerdotes vermelhos e preferia mantê-los à seu favor, porém duvidava da existência de R´hllor e de seus seguidores que podiam tornar-se traiçoeiros e sanguinários quando mudavam de opinião ou eram influenciados por fatores externos. Mara tinha provado sua lealdade em diversas ocasiões, todavia amava R´hllor acima de qualquer coisa. Os verdadeiros crentes sempre eram os mais perigosos na visão da Rainha.

- Ainda não estou certa sobre às suas suposições Lady Mara ! Eu confio em suas visões e no senhor da luz… no entanto preciso considerar outras alternativas além das colocadas por você… desconfio dos Manderly e acredito que eles possam estar conspirando contra a minha família ! - Daenerys esclareceu enquanto seus olhos ametistas ardiam em convicção. 

 

Lady Mara conhecia os reais pensamentos da Targaryen em relação ao Senhor da Luz mas  precisava mantê-la ao lado do Deus Vermelho enquanto o mesmo necessitasse dela. A guerra contra o Grande Outro ainda estava acontecendo e as três cabeças do dragão eram necessárias para as futuras batalhas entre luz e escuridão que aconteceriam em breve. A atenção de Daenerys se voltava para suas paranóias porque a própria desacreditava de qualquer pessoa quando o assunto se tratava da vida de Aemon. Profecias e visões eram incertas e confiar no visível era mais seguro naquela situação.

 

- Lorde Manderly almeja uma aliança com a coroa e tentar assassinar justamente o herdeiro do trono seria estúpido ao extremo não concorda comigo Vossa Graça ? - Mara argumentou como se tentasse mostrar o óbvio para uma criança teimosa. 

 

- Cassius ofereceu a mão da própria filha em casamento, e eu obviamente recusei a proposta ! Ele pode estar ressentindo e tramando algo ! - Daenerys teorizava enquanto andava de um lado para o outro em um ritmo febril. Ela precisava pensar numa forma de desmascarar seus inimigos ocultos de uma só vez. O Sonho da madrugada anterior jamais poderia se concretizar ! Seu amado filho deveria estar à salvo de qualquer ameaça ! 

 

- Olhe para as chamas Vossa Graça ! Sabe que encontrará apenas a verdade nelas ! - Mara indagou. 

 

- A mesma verdade que o Senhor Da Luz se recusou a mostrar para mim ? Drogon está perdido no ´´Lugar Onde Os Dragões Morrem`` e junto dele estão os meus ovos ?! Acho que entendi a ironia… Drogon tinha os ovos e está escondendo de mim ! -  Daenerys parou de andar e sentou na beira do pé da cama onde Aemon descansava. A Rainha estava esgotada após tantas emoções num único dia. Acreditava em sonhos de dragão mas ainda mantinha o foco de suas desconfianças contra Manderly numa tentativa de apontar um problema mais fácil de lidar.

 

Mara ajoelhou-se ao lado de sua Rainha e apontou na direção da lareira presente no quarto e até então inutilizada. A sacerdotisa recitou algumas palavras em alto-valiriano e chamas brotaram da lareira dançando sugestivamente. Elas atraiam Daenerys para elas iguais sereias feitas de fogo douradas e atraentes. 

 

- Apenas deixe as chamas lhe mostrarem a verdade Khaleesi ! - Mara sussurrou sedutora e Daenerys sendo totalmente compelida se dirigiu até a lareira e agachou ficando com o rosto a centímetros das labaredas tão fascinantes. 


 

- ´´O encontro de duas almas opostas… O Gelo e Fogo podem se unir… e se complementar... `` - A voz de Mara ecoava enquanto Daenerys via a figura de Aemon nas chamas. O garoto Targaryen estava envolto em um manto de fogo e seus olhos cintilavam dourados ao invés do cinza habitual. Ele aparentava a mesma idade do Aemon real e Daenerys conseguia sentir um calor intenso emanando dele. A Khaleesi comparava aquilo que sentiu quando adentrou a pira funerária de Khal Drogo e chocou seus três ovos de dragão. Existia mágica envolvida naquilo e a descendente de Aegon podia sentir em sua carne e seu espírito. 

 

- ´´O sangue dos primeiros homens e dos antigos senhores de dragões correm nas veias do seu primogênito Nascida-Da-Tormenta… Ele nasceu da magia e seus poderes vão além do que qualquer feiticeiro ou Rei dispõem... `` - Mara novamente susurrou e a visão mudou repentinamente e de maneira brusca. Aemon desapareceu e no seu lugar um dragão de gelo rugiu majestoso. A silhueta ardente de Aemon reapareceu e ambos, menino e fera, voaram juntos pelo céu estrelado. 

 

- ´´Troca-peles… Aemon herdou o poder ancestral dos Starks de Winterfell…Um Rei é ligado ao seu lobo...Um príncipe é ligado ao seu dragão !`` -  Mara explicou e a Mãe Dos Dragões entendeu aonde ela queria chegar. Jon e Fantasma compartilham um vínculo especial ao ponto do nortenho conseguir sonhar e enxergar através do animal. A Targaryen sabia que os Stark tinham essa habilidade e acreditava que Aemon poderia herdá-la do pai. No entanto ela tinha esperanças de que Aemon tivesse uma infância normal e temia que ele pudesse sofrer no futuro.

 

- ´´Aemon deve encontrar o seu destino… no lugar onde os dragões morrem… no lugar onde Gelo e Fogo se unirão…`` - A sacerdotisa continuou e a visão mudou para um cenário repleto de gelo e neve. Daenerys reconhecia aquele lugar como sendo a Atalaialeste do Mar.

 

- ´´Aqui foi onde os mortos e os Caminhantes Brancos atravessaram… Viserion destruiu parte da Muralha e os exércitos do Rei Da Noite puderam marchar para o Sul... `` - Ela refletiu enquanto a memória de seu amado dragão dourado fazia o seu coração apertar. 

 

- ´´Viserion era um dragão morto… Um dragão de gelo e fogo… Quando ele derrubou a Muralha algo á mais aconteceu...Uma vida brotou em meio ao caos !`` - Mara falou e uma rachadura trincou o muro de gelo colossal. A estrutura instalou uma dúzia de vezes e novas rachaduras surgiram enquanto sons guturais vinham do seu interior. Aquele som era familiar e Daenerys que logo o correlacionou aos seus filhos alados. 

 

- ´´É um dragão !?`` - A Khaleesi questionou atônita enquanto testemunhava a Muralha ruindo e um dragão de gelo emergindo de dentro dela. 

 

- ´´Antes da conquista de Aegon, quando os filhos da floresta e os primeiros homens foram obrigados a se unir contra o Rei Da Noite e seu exército, Bran Stark, O construtor ergueu a Muralha utilizando feitiços e magia antiga na intenção de proteger o restante do mundo da ameaça dos Caminhantes Brancos ! `` - Mara contava a história enquanto o cenário se alterava outra vez. O dragão de gelo voou para longe e Daenerys o perdeu de vista; logo depois uma centena de outros dragões pálidos e frios semelhantes ao anterior surgiram no céu cinzento, sibilando e entoando uma espécie de canção. 

 

- ´´Brandon, O Construtor tinha em sua posse o último ovo do último dragão de gelo. Ele utilizou a magia contida naquela relíquia para lançar o feitiço de proteção sobre a Muralha e para garantir que o encantamento jamais acabasse ele guardou o ovo no interior da  Atalaialeste`` - Mara continuou a narração e os dragões de gelo sumiram. 

 

Daenerys estava impressionada com a visão. Era tão real que a realidade e o onírico pareciam se fundir em um único plano.

 

- ´´ O destino de Aemon e o destino do último dragão de gelo estão entrelaçados… As três cabeças do dragão devem possuir duas naturezas para derrotarem o frio e neve definitivamente… Três dragões para três ocasiões… três dragões para três calamidades…`` - Mara entoava e Daenerys se perguntou qual seria o real significado daquela profecia. Kinvara mostrou a ela que Aemon montaria Drogon e batalharia com ele, então porque seu filho precisava encontrar aquele dragão gélido ? 

 

- Profecias podem mudar ou mostrarem algo diferente da interpretação comum… No entanto é certo que Aemon deve encontrar seu destino… Gelo e Fogo devem se encontrar para o bem da casa Targaryen e do mundo inteiro !`` - Mara enfatizou e Daenerys finalmente aceitou o caminho que ela e sua família deveriam trilhar. O Norte era apenas o começo de um longo inverno para a nova dinastia do dragão. 




 


Notas Finais


Este capítulo serve como uma transição e também serve para explicar algumas coisas que tinham permanecido em aberto como a linha de sucessão da casa Manderly e a origem do dragão de gelo. Como o Viserion era um dragão de fogo e gelo ele conseguiu chocar o ovo de dragão de gelo ao derrubar a muralha.

Espero que tenham gostado do capítulo. Até a próxima !!! Qualquer dúvida, crítica construtiva ou elogio é só deixar nos comentários. Valar Morghulis, Valar Dohaeris !!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...