História O príncipe do Egito ( Marichat ) - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Hawk Moth, Lila Rossi (Volpina), Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathalie Sancoeur, Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Sabrina, Tikki, Tom Dupain, Wayzz
Tags Egito, Marichat, Romance
Visualizações 314
Palavras 752
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Obrigada pelos comentários, pelos 75 favoritos, estamos chegando aos cem favoritos,
Espero que gostem do capítulo de hoje
Uma boa leitura.

Capítulo 24 - A falsidade de Volpina



__   Você está bem ?  -  Chat Noir se aproximando da princesa Volpina devagar,  perguntando  para ela com cautela, amaldiaçoado o fato que tinha que aturar a princesa em mente.
__  Não, não estou bem, meu príncipe !  -   A princesa Volpina ouvindo a voz do gato, se atirando em cima dele , abraçando com força , chorando no peito dele.

___   Calma,calma ,Volpina !   -   O princípe gato  acariando os cabelos da Volpina,  ficando sufocado com o aperto de urso da princesa raposa, pedindo para que ela se aclame.

__    Sua mãe me odeia mesmo, ela não vai deixar  a gente fica junto !!!  -   Volpina chorando falsamente no peito do Chat que tentava se ajeitar para respirar melhor, apesar do aperto dela , chorando por causa da mãe do noivo.

___  Minha mãe está apenas estressada com as responsibilidades dela ,  ela  é geralmente uma pessoa, apenas você e o seus pais chegaram em um péssimo dia !   -   Chat Noir inventado uma mentira para o estresse da mãe,  contando para a princesa, ajeitando melhor para respirar melhor.

___     Não, ela me odeia, ela me odeia !   -   Volpina continuando com o seu teatro , apertando o gato mais força que lutava para respirar do aperto dela.

   ___   Posso te pedir uma coisa, antes de continuar com a nossa conversa ?    -    Chat Noir sentindo muito sufocado pela noiva, tentando lutar ao pedir algo á noiva.

__   Claro, meu amor, do que precisa ?   -   Volpina parando de chorar um pouco,  apertando o príncipe dela ,  falando com uma voz débil de apaixonada que o gato odiou ouvir.

  __    Preciso que você pare de me abraçar com força ,  porque eu preciso respirar para continuar com  a nossa conversa !   -   Chat Noir pedindo  para  que a raposa afrouxe o seu aperto,  explicando educamente para ela.

___    Antes me diga , que me ama !   -   Volpina  olhando para o seu noivo, aceitando o seu pedido sobre uma condição, apertando com mais força.

___   (  Santos deuses do céu ,  eu estou odiando essa garota , o que deu na cabeça do meu pai para escolher essa tonta , ela vai acabar me matando ! )   -    O príncipe gato olhando para  a princesa Volpina , pensando no ódio que sentia do seu pai , antes de responder a sua condição, lutando o aperto mortal dela.


___  Eu te amo, Volpina, está bem, se sente melhor ?   -    Chat Noir se declarando para a princesa , odiando a sua declaração dele para ele em mente , perguntando se como isso  ela sentia bem.

___   Sim, meu amor, eu também te amo !   -   Volpina acreditando nas palavras dele , soltando ele finalmente, olhando alegremente pra o noivo  que recuperava o seu folêgo aos poucos depois do aperto.

___    Ah,muito obrigada , Volpina !   -   Chat  Noir agradecendo a raposa, começando a se mexer para voltar a sua sensibilidade em seus músculos.


___    Você me chama pelo meu nome, por que você não me dá um apelido legal ?  -   Volpina fazendo um beiçinho de descontentamento ,  querendo saber se não tinha ganhado  um apelido do noivo .


___   (  Nossa, como essa garota é mesmo chata, valeu mesmo, pai, por ter me escolhido uma noiva inútil com ela !)   -    Chat Noir vendo o beiçinho manhoso de Volpina, pensando ainda mais com raiva do seu pai,  respirando fundo perante a noiva.

___   De quem eu te chame ?   -   Chat Noir perguntando para a raposa, dando um sorriso nervoso para ela ,  odiando mais á si mesmo.

__  Que bom, que perguntou, eu tenho tantas ideias !   -  Volpina ficando feliz com a  pergunta do noivo , pegando o seu braço , começando a arrastar o noivo pelo corredor.


___   Nossa, eu ia adorar as suas ideias !  -  Chat Noir sentindo que estava sendo arrastando pela noiva, dando um sorriso nervoso , curioso para saber as ideias da noiva de apelido que ele poderia dar para ela.

  ___  Quero ser chamada por você de   ´´  minha diva do meu coração ``  , ´´ minha raposa do amor ``  ,   ´´minha noiva maravilhosa ``  !  -    Volpina arrastando o noivo pelo corredor, contando sobre os apelidos que ela queria ter com o gato  .


__   São todas opções maravilhosas , minha raposa do amor !  -   Chat Noir concordando com as ideias da noiva, dando um  sorriso forçado, chamando ela pelo o segundo apelido  que ela tinha citado para ele.
 


Notas Finais


Me desculpe por algum tempo.
Até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...