História O príncipe e a sapa - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Tags Bakuraka, Kamijiro, Todomomo, Tokosuyu
Visualizações 31
Palavras 1.763
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aaaaah, achei a melhor hashtags do tumbrl ;w;

Da uma olhadinha na tag #Tokotsuyu lá no tumbrl É MAGNÍFICA

É depois de 84 anos, sei quem fez o desenho do Tokoyami e da Tsuyu

Então, obrigado DrunkChocolateMilk (cara que fez o desenho) eu sei que vc é gringo, mas bejunda

Capítulo 26 - Um capitulo melancólico


Fanfic / Fanfiction O príncipe e a sapa - Capítulo 26 - Um capitulo melancólico

Autora On

Todos tinham se preparado pela prova escrita, grande parte dos alunos decidiram estudar juntos, mas alguns preferiram estudar sozinhos, Momo foi professora da grande maioria dos alunos, mas não se desfocou em estudar, e já estavam todos ali, não U.A, esperando os portões se abrirem, todos correram até sua sala, Aizawa estava dormindo em seu saco de dormir, aproveitando que o professor não poderia dar aula por hora, decidiram fazer uma revisão

- Muito bem alunos, a prova já está em mãos, vou passar para o primeiro de cada fila, e ele via passando para trás… - o sensei falou acordando do nada, assustando os estudantes

E assim foi o planejado, depois de um tempo razoável, todos estavam com a prova em mãos, nenhum aluno tinha dúvida, exceto por Mina e Denki, que pensavam que a prova seria fácil de mais e nem se preocuparam em estudar, Jiro queria ajudar seu namorado e sua melhor amiga, mas se fosse pega passando cola, certamente iria se dar mal, por isso tinha medo de tentar lhes dar as respostas que Momo tinha ensinado, quanto mais o tempo passava, um ponto de exclamação surgia cada vez maior acima da cabeça dos dois, por isso, Kyoka acabou passando a cola de todas as questões, e os dois abriram um sorriso

[ … ]

Todos terminaram mais rápido do que poderia imaginar, para não levantar suspeitas, Ashido desintegra o papel da cola, enquanto Kaminari sorria como se tivesse ganhado já loteria, o sinal tocou, e todos poderiam sair para seu intervalo, Hanta, Denki, Eijirou e Katsuki se sentaram numa mesa, Momo, Ochaco, Toru, Kyoka, Mina e Tsuyu se sentaram em outra,  Tenya, Izuku, Shouto, Oijiro e Minoru foram para outra mesa, é por fim, Fumikage, Koji e Mezo foram a uma mesa mais distante

- Hum, que prova fácil… - Tokoyami falou de braços cruzados

- Ele tem razão! - Koda faz sinais com suas mãos, afirmando o comentário de seu amigo

- Será que vamos conseguir a viagem que a U.A nos oferece? Como foi o acampamento semestre passado? - Mezo se comunica por uma de suas bocas

Todos voltam para a sala quando o sinal toca novamente, o diretor conversava com Aizawa, o mesmo que, ao notar a presença de seus alunos, juntou um certo fôlego para poder anunciar

- Alunos, os estudantes que passarem, terão uma viagem para o centro de Tokyo, será certificado que amanhã, sairá a nota de vocês, agora, dispensados

- Hum, a viagem desse ano será uma ótima forma de conseguimos construir o prédio dos dormitórios sem a intervenção dos alunos - Nezu cochicha para apenas Aizawa escutar, com um sorriso no rosto

Todos abriram um sorriso, juntaram suas coisas e foram para fora do colégio, agora, seria uma questão de tempo para que todos pudessem ou ir para o centro de Tokyo, ou passar toda as suas férias de final de ano dentro da U.A, as meninas e Midoriya tinham combinado de passar um tempo juntos, entre amigos, Izuku estava com um pouco de receio, mas acabou topando em se divertir com suas amigas, todos chegaram na mansão de Momo, foram ao seu quarto e trancaram a porta depois que Deku tinha passado, por ele ter sido o último a chegar

- Deku-kun… vou ser direta… você gosta de alguém? Você está forever alone demais para mim… me responda - Ochaco se aproximou do amigo, que corou rapidamente, e concordou com a cabeça - é esse alguém sou eu?

- N-não mais Uraraka-san… eu n-não gosto mais de você como m-mais que amiga… essa pessoa é-é de outra s-sala! - "droga! Eu tô gaguejando!" O esverdeado pensa

- Então quem é…? - dessa vez foi Momo que se aproximou do amigo - quem é que você gosta Midoriya?

- Prometem não rir de mim? - o esverdeado falou, dessa vez, sem gaguejar. Todas suas amigas concordaram com a cabeça - é o Hitoshi…

- VOCÊ É GAY?! - todas se entreolham, curiosas e confusas - para tudo… TEMOS UM UKE ENTRE NOS!

- Já me arrependo… - ele se encolhe no canto do quarto, e começa a chorar - eu sou muito trouxa!

É assim todas as meninas começam a perambular pelo quarto, quebrando e jogando no chã diversos objetos, parecendo verdadeiros animais, enquanto isso, o chão era encharcado pelas lágrimas de Izuku, que logo se arrependeu de contar a verdade para suas amigas, como ele deixou seu celular DESTRAVADO encima da mesa, as meninas mandaram uma mensagem para Hitoshi, MARCANDO UM FUKING ENCONTRO com o arroxeado, ele sem entender, acabou aceitando, achando que seria um encontro de amigos, Midoriya ao ver isso, queria enterrar suas cabeça na terra e passar o resto de sua vida infernal lá, sem fazer nada, só chorando

- VOCÊS SÃO MONSTROS! - ele falou triste

- Não, só queremos não te ver forever alone para o resto da sua vida! É totalmente diferente! - Ashido tentava consolar seu amigo, que chorava como nunca

Por meia hora, as meninas conseguiram esquecer o tema que falavam, para a felicidade de Deku, mas, não durou muito, mesmo zoando de seu amigo, todas as garotas apoiavam ele, e já se sentindo mais seguro, decidiu começar a contar a história de como ele acabou virando gay, e se apaixonou por Hitoshi

Midoriya On

Flashback On

Estava escuro, ainda tentava digerir que Uraraka não gostava de mim mais que amigo, e ai, preferiu ficar com o Kacchan… sentei num banco e comecei a abraçar minhas pernas, terminava de ver o Sol se por por completo, nenhuma das garotas gostava de mim na U.A, então tinha que seguir em frente, certo? Falar é fácil, mas na hora de fazer, demora uma eternidade, fiquei refletindo sobre minha vida infernal no termo amoroso, até notar uma mão em meu ombro, e encontrei Hitoshi…

- O que houve Izuku Midoriya? Por que está tão depressivo? - ele se sentou ao meu lado no banco

- Eu gostava da Uraraka, da minha turma, só que ela preferiu ficar com o Kacchan ao invés de mim, pode não parecer nada de mais… mas é complicado…

- Parece o que aconteceu comigo… eu gostava de Hatsume Mei, da minha sala, mas ela preferiu ficar com Iida Tenya… não soa familiar?

- É verdade Hitoshi, você passou pela mesma coisa que eu, e sabe que é duro… - eu o olho com um sorriso fraco

- Olha Midoriya, eu posso não te conhecer muito, mas sei que você não se chateia por coisas banais como essa, então, para de se colocar para baixo, porque eu sei que você não é assim…

- Você não me conhece! Não sabe como eu sou de verdade, você não sabe de nada da minha vi-

Logo, eu sou interrompido por um abraço do arroxeado, minha cara ficou no meio de seus cabelos violetas, era boa a sensação de ser abraçado por ele, mesmo não sermos tão íntimos a ponto disso, de repente, minha cara fica meio avermelhada, sem motivos aparentes… ele me solta rapidamente, e ele vai embora do local sem nem dizer adeus, por que diabos eu corei? Será que eu sinto algo por ele?

Narrador On

Flashback Off

- Oooooonh! Que kawaii, você ficou todo vermelhinho! Queria ter visto a cena! - Momo quase baba

- Pelo menos eu e o Katsuki te fizemos achar o amor de sua vida! - Uraraka tentava ver o lado bom da história

- Shippo muito! Kero… - Tsuyu diz, alegre 

- FELICIDADES AO CASAL! - Toru grita, quase instantaneamente

Todos continuam a conversar, e sem notar, Tsuyu recebe uma notificação de seu celular, discretamente e sem fazer barulho, a mesma pega seu aparelho e coloca sua senha, estava prestes a ver a tal mensagem mas Mina a impediu, dizendo que aquele momento era para todos se divertirem sem um celular, então, ela esperou novamente que todos estivessem distraídos para puder ver a tal mensagem de texto que tinham lhe mandado

Tokoyami S2: Tsuyu, me encontra no parque as 19:00, é urgente

- Er… gente, já tá escurecendo e eu preciso realmente cuidar dos meus irmãos, vejo vocês amanhã?

- Tá bom… até amanhã Tsu! - Ochaco falou acenando para a amiga, que logo desceu do andar de cima da mansão

[ … ]

Tinha dado o horário marcado, Tsuyu conseguiu fazer o jantar de seus irmãos e os colocar para dormir, a princípio, o horário dos dois para dormir é de sete e meia, mas, é necessário mais tempo de sono para ter uma boa noite, Tokoyami estava lá, os dois foram a uma área do parque cujo dava para ver um lago, iluminado pela luz da lua, com uma linda água cristalizada, Asui ficou observando sem notar que Fumikage começou a falar 

- Bom, eu já estou ficando com uma grande pulga atrás da orelha por ainda não ter te falado, sabe aquele dia, o segundo dia de aula em nossa escolinha? Bom, quando eu te dei o coelhinho, não é só por dar, eu acho que já gostava de você desde aquela época, e, nunca consegui ter coragem o suficiente para te falar aquilo, nos beijamos algumas vezes mas eu não sabia se você realmente me amava, e naquele dia que você me beijou, eu acabei falando uma mentira para salvar Samidare, e naquele momento eu pensei que você nunca mais iria querer saber de mim, eu pensava que as emoções podem ser simplesmente apagadas da mente da pessoa, parar de amá-la em pouquíssimo tempo, mas eu sou cego em termo de amor, cego, cego até perceber, que o que eu mais quero, é você… por isso Tsuyu, você quer namorar um babaca como eu? - ele tirou um anel de prata do seu bolso

Tsuyu simplesmente não sabia o que falar, estava encantada com as palavras que saíram da boca de Tokoyami, algumas pessoas ao redor olhavam os dois com doçura no olhar, esperando a resposta de Tsuyu, a mesma que nem se deu conta de responder, Fumikage corou um pouco de vergonha, pensando que tinha sido rejeitado pela mulher-sapo 

- Não… - ela falou, e Tokoyami estava prestes a sair, envergonhado - quer dizer: eu não vejo nenhum babaca por aqui, mas sim, eu aceito! Claro que eu aceito!

Todos ali perto começaram a aplaudir, Fumikage nunca tinha dado um sorriso tão sincero como acabara de dar, certamente amara Tsuyu com todas suas forças, sem nem hesitar, e o mesmo vale para Tsuyu, Dark Shadow estava certamente emocionado, nunca pensou que seu plano de cupido daria certo



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...