História O príncipe e o plebeu - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Taegi
Visualizações 16
Palavras 784
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não vou ficar enrolando aqui nas notas.


Boa leitura!

Capítulo 9 - Finalmente em Busan


Sábado, 00:30

Entramos na cidade e fomos até o castelo. O pai de Taehyung que estava dirigindo estacionou o carro, nós tiramos os cintos e descemos do carro.

Haviam alguns guardas no portão, o pai mais baixo de Taehyung foi falar com os guardas.

— Nós precisamos falar com o rei. Ele disse que deixaria um quarto para nós moramos no castelo.

O guarda ficou com uma cara de quem não estava entendo nada, mas chamou outros guardas que nos levaram até o trono, onde estavam o rei, a rainha e o príncipe de Busan. Os comprimentamos.

— Jimin, pode chamar uma empregada para levar eles até seu quarto. — Disse o rei.

— Sim, claro. Obrigada por deixarem eles ficarem aqui.

— Tudo bem. — O rei disse sorrindo e Jimin foi.

Logo voltou com uma empregada e quatro guardas. A empregada nos mostrou o caminho e os guardas levaram nossas malas.

Jimin foi com a gente até o quarto.

Era um quarto não muito grande, mas cabia a gente e nossas coisas. Tinham duas camas de casal e dois armários.

— Obrigada, agora podem ir. — Disse Jimin, e então a empregada e os guardas saíram do quarto.

— Vamos dormir naquela, Tae. — Apontei para cama da esquerda.

— Ok.

— Eu durmo no lado da parede! — Falei me jogando na cama de barriga para baixo.

— Yoongi! — Disse Taehyung rindo. — Temos que guardar nossas roupas.

— Eu não estou aqui. — Disse me cobrindo.

— Vou ajudar vocês a arrumarem isso. — Disse Jimin.

Como eu estava muito cansado da viagem, acabei logo dormindo enquanto eles guardavam as coisas nos armários.

Domingo, 06:05

— Yoongi, acorda! Estão nos esperando pra tomar café. — Ouvi Tae dizer.

— Eu quero dormir. — Disse manhoso, me virando de barriga para cima e cobrindo o rosto.

Senti Taehyung subir em cima de mim.

— Vamos, Yoongi! — Ele insistiu.

— Eu tenho uma idéia melhor. — Eu disse, manhoso, pegando na nuca dele e o puxando para um beijo.

— Agora não, Yoongi. — Ele disse entre o beijo.

— Fica quieto e me beija. — Eu insisti, o beijando.

Quando ele finalmente cedeu ao beijo, ouvi o barulho da porta ser aberta. Era uma empregada. Ela nos olhou com uma cara confusa.

— É... Estão esperando por vocês... — Ela disse e saiu.

— Vamos! — Disse Taehyung saindo de cima de mim.

— Não. — Me virei para o lado.

— Pare de agir como uma criança. — Ele puxou minhas cobertas.

— Eu já vou decer, preciso ir ao banheiro primeiro.

— Eu vou te esperar aqui.

— Aish! — Peguei uma roupa e entrei no banheiro do quarto.

Fiz tudo que costumo fazer de manhã; escovei os dentes, fiz xixi e troquei de roupa.

Assim que sai do banheiro, eu e Tae fomos até a sala de jantar.

A mesa era enorme, cabiam umas dez pessoas, e estava cheia de comida. 

Taehyung se sentou e eu me sentei ao seu lado. A empregada serviu cada um de nós.

Comemos e depois, os pais de Taehyung saíram para procurarem vaga na mesma escola que Jimin estuda.

Eu e Tae ficamos na sala assistindo um programa de TV.

15:00

P.O.V Jimin

Eu conheço o Yoongi desde que somos pequenos, nossos pais sempre foram muito amigos e nós também. Costumávamos nos visitar bastante, mas por conta do trabalho acabamos não nos visitando tanto, mas ainda mantiamos contato.

Eu não sabia que Yoongi era gay, mas desde pequeno eu desconfiava disso. Uma vez, quando tínhamos 5 anos, ele me pediu um beijo, eu neguei, então ele me beijou na bochecha envés de me beijar na boca. Sim, com 5 anos.

Queria sair com os meninos para mostrar Busan a eles, mas antes tinha que pedir autorização pro meu pai.

Quando passei pelo escritório dele, ouvi que ele estava no telefone, cheguei perto da porta e consegui ouvir o que meu pai dizia.

— Sim, eles estão aqui. O que devo fazer?

"Eles", parecia estar se referindo a Yoongi, Tae e os pais dele.

— Certo, vou manter eles presos no porão. 

Mas que história é essa? Bom, talvez "eles" não sejam Yoongi, Tae e seus pais. Eu devo estar sendo paranóico.

Bati na porta.

— Tchau, tenho que desligar. — Ouvi meu pai sussurrar. — Quem é? — Ele disse depois de desligar o telefone.

— É o Jimin, appa.

— Pode entrar, filho. A porta está aberta.

Entrei.

— Posso sair com Yoongi e Tae? Quero mostrar Busan para eles.

— Claro, nem precisava pedir.

— Ok. — Saí e fechei a porta.

Procurei Yoongi e Tae e os encontrei na sala, assistindo um programa de TV. Caminhei até a frente da TV, virado para os que estavam no sofá.

— Querem conhecer Busan.

Eles se olharam como se estivessem se comunicando por olhares até que Yoongi fnalmente.

— Vamos. — Eles levantaram.

Mostrei um pouco de Busan para eles. Mostrei o parque, alguns shoppings, mercados, alguns pontos turísticos, etc.


Notas Finais


Comentem o que estão achando da fic!

Beijos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...