1. Spirit Fanfics >
  2. O Proíbido >
  3. Fique mais

História O Proíbido - Capítulo 14


Escrita por:


Capítulo 14 - Fique mais


Sakura



O sol da manhã bateu em meu rosto assim que abri os olhos, o dia estava claro apesar da época de chuva que Tóquio estava tendo.

Olhei para os lados e não me lembro de quando decidi dormir no sofá..... mas ao julgar por isso, foi uma péssima escolha, meu pescoço está me matando.

Me sentei com calma e me espreguicei.


- Bom dia._ A voz grossa disse me assustando



Lá estava

A melhor e mais bela visão que eu poderia ter logo pela manhã

Meu padrasto sem camisa escorado em uma parede.....


Ao vê-lo acabei me lembrando do sonho que tive nessa noite..... mas....... também lembrei do acontecido no sótão. Droga!

Recuei por um minuto 


- B-bom dia?_ Falei meio perdida, ele não tinha cara de quem iria me matar. E isso era estranho.


- Dormiu bem?_ Ele perguntou vindo em minha direção.


- S-sim... e você?


- Mais ou menos_ respondeu indiferente e logo ele se sentou ao meu lado e por reflexo me afastei, Madara estava calmo de mais, uma hora ou outra ele iria dar o bote, preciso estar preparada.



Mas meu padrasto não fez nada além de suspirar e me encarar. Eu não entendo isso....


Ontem mesmo ele eu poderia jurar que se caso Hashirama não tivesse o atrapalhado, eu estaria morta agora.


- Sakura.... Você vai passar mais um tempo em Tóquio....._ Ele disse com calma. 





Por um momento, minha cabeça rodou






Parece que levei um soco no estômago.





- O que?_ Perguntei frenética assim que voltei a mim mesma 


-E você pode voltar a ter suas antigas amizades, mas vai estudar em outra escola apenas para meninas.


- Madara, como assim?


- Você só tem uma condição._ Ele disse grosso e direto_ Se eu te ver com aquele menino mais uma vez, eu juro que você irá encontrar seu pai e sua mãe logo logo._ Engoli a seco, mas porque isso? porque ele está me deixando ficar e porque ele não vai me matar pela noite de ontem?


- M-mas.....


- Não me faça eu me arrepender_ Ele disse já se levantando e indo em direção a porta.


- Pera aí!_ Gritei antes que ele pudesse deixar o lugar, então ele cessou o caminhar e me olhou com cautela. Fui ao seu encontro e novamente estávamos frente a frente pela primeira vez sem ele me olhar com ódio ou desprezo........_ Feliz aniversário.... eu comprei um presente pra você._ Falei meio sem jeito.


Madara arqueeou a sobrancelha e deu um passo para trás. Eu acho que ele pode até querer mudar as coisas entre nós mas mesmo assim, não quer muita aproximação......



- Está ali em cima.._ Disse apontando para a mesinha de centro._ Eu iria entregá-lo ontem a noite, mas acabei dormindo..._ Respondi coçando a nuca e dando um sorriso sem graça.


Meu padrasto nem sequer abriu a boca, apenas pegou o presente em cima da mesa e abriu-o com  calma. 


- Me desculpa, eu sei que não é muita coisa mas é que você já é rico e tem praticamente tud....


- Sakura_ Ele me interrompeu ainda com o presente em suas mãos._ Está tudo bem, eu gostei. Obrigado._ Era apenas uma gravata bordo, eu já havia percebido como essa era uma de suas cores favoritas e resolvi juntar com algo que ele use bastante no dia a dia. 

Madara apenas pegou o presente e subiu, me deixando ali.


Pensando ainda no que havia acontecido


Será que Hahsirama o convenceu de me deixar ficar? 


A cada dia que se passa eu percebo que não entendo meu padrasto nem um pouquinho......



                               {...}




Um dia se passou apenas depois que madara me deu a notícia que eu continuaria em Tóquio, não acabei aproveitando o aniversário dele, afinal o mesmo saiu logo pela manhã e voltou derrubando a casa de madrugada. Meu palpite foi que ele saiu para beber com amigos ou mulheres. 

Mas se tinha algo que eu ainda não entendia, era o porquê de ele me deixar ficar....

O porquê de ele ainda não ter me matado por ter estragado sua festa.....




Eu sei que isso ainda é muito estranho e recente, mas como prefiro não contrariar a irá do Uchiha, só estou vivendo como se nada tivesse acontecido nesses últimos tempos.

Madara e eu ainda não conversamos muito, mas apesar de tudo, ele parece estar mais tranquilo, apenas espero que nossa relação volte a ser como era antes......




                                  {...}


Autora



- Bom dia._ A mais nova disse esfregando os olhos e indo em direção a sua cadeira.

- Bom dia._ Três lindas vozes grossas e másculas a responderam, a menina se surpreendeu com as visitas apesar de serem nada desconhecidas, mas mesmo assim, se sentia envergonhada de Hashirama e  Tobirama a verem apenas de pijama e pelo visto, Madara também não gostava nem um pouco....


Ali na mesa estavam os quatro, logo de manha cedo, todos comendo tranquilamente, como se nada tivesse acontecido há 2 noites atrás. Parecia até mesmo um sonho para Sakura. Ela se perguntava até quando iria durar.


- Você vai mesmo ficar mais tempo?_ Tobirama perguntou animado e a rosada sorriu.

- Pelo visto sim..._ Ela respondeu com calma_ Inclusive, quando começo a estudar Madara?

- Semana que vem._ O homem respondeu curto e grosso. Sakura apenas torceu o nariz com a secura e os dois irmãos riram.

- Agora que posso voltar a ter minhas amizades.... posso ter meu celular de volta?_ A mais nova perguntou inocentemente enquanto servia seu café, mas pelo visto, a pergunta não foi a melhor para o momento, todos os barulhos que haviam pela casa pareciam se cessar e todos na mesa apenas encaravam Madara a espera de uma resposta.

O homem com sua xícara na mão apenas suspirou

- Para que?_ Por fim perguntou sério.

- Apenas para avisar Ino que estou de volta.

- Muito cedo._ Ele disse já se levantando, Madara sabia que apesar de tudo, Sakura o irritava, e era apenas pelo fato de ele não conseguir admitir que a garota que tanto queria em seus braços era justamente quem ele nunca poderia ter....

- Calma aí. Para falar com Ino ou ter um celular?_ A mais nova perguntou frenética enquanto seu padrasto deixava o lugar_ Madara?

Quando percebeu que o mesmo apenas tinha a ignorado, bufou.





Talvez fosse melhor não forçar muito a relação por enquanto......




- Logo Logo isso se resolve._ Hashirama disse rindo.


- Eu espero._ Sakura disse cabisbaixa





                                   {...}



Meses se passaram desde que Sakura ficou em Tóquio, as coisas não voltaram a ser como eram antes.... mas mesmo assim, era melhor que nada.....


Madara havia conhecido uma mulher, seu nome era Mei. Ela era esbelta, rosto e corpo fascinantes, digna de uma mulher do uchicha.


Nos primeiros meses, ela até que conversava com Sakura quando Madara não estava em casa ou sorria. Porém agora, a mulher se tornou o diabo, não gostava da menina, estava sempre sendo grossa e o pior de tudo..... odiava que Madara sequer pensasse em passar um tempo com a enteada.


Madara já nem ligava mais, só queria se ver longe dos pensamentos incestuosos com Sakura. Então, apenas gastava todo seu tempo transando e trabalhando, trabalhando e transando.





Enquanto Sakura voltou a ter suas antigas amizades, explicou tudo para Ino que voltou a falar mas mesmo assim, não estavam mais na mesma escola. Isso ainda doía, afinal, ela estudou na mesma escola desde a vida inteira e ainda por cima, tinha seus amigos antigos lá.........



Sakura já não se importava mais com Neji, sabia que ele o esperaria e isso era o suficiente para garota, quanto a Madara, ela ainda sabia de seus desejos impróprios com o mesmo e foram longas........ longas noites........ se masturbando pensando naquele homem. E isso era o suficiente para não ligar para a namorada besta que ele tinha.


Ela já não era mais a mesma garotinha tímida que não conhecia o seu próprio corpo e sim uma que se sente em fogo com apenas ouvir seu padrasto fodendo sua namorada com força todas as noites.......


Mas tudo bem


Apenas mais um ano...... e isso se resolve.....



Era assim que Sakura pensava.


              

     



                                   {...}



Sakura



- Ino.... você só pode estar brincando..._ Eu disse enquanto ela se sentava em minha cama, tínhamos biscoitos e chá...... obrigada Yuki que nunca nos deixa sem comer por mais de 10 minutos.


- É sério.....


- Você beijou o Kakashi sensei?


- Sim, M-mas.... não foi bem um beijo_ Ela disse envergonhada, senti muita falta dela, de nossas conversas sem sentido ou até mesmo eu ligando para ela enquanto precisava descer na cozinha....


Muita saudade desse tempo.....



- Está bem, então o que f.......



Naquele momento fui interrompida


A casa começou a mexer enquanto os gritos poderiam ser escutados do outro quarteirão.


Revirei os olhos.


- Eu não sabia que ele faria isso a essa hora da tarde, desculpa.....


- Tudo bem._ Ino disse rindo. Até ali tudo bem. Era normal eu escutar Madara transando com a idiota da namorada. Mas então, ele parecia fazer questão de quebrar a cama e Mei fazia questão de gritar em vez de gemer.


- Ele está fazendo de propósito...._ Eu disse suspirando_ Ele sabe que você está aqui._ Terminei me levantando.


- Sakura, calma aí. Aonde você vai?


- Pedir calmamente que meu padrasto faça sexo mais baixo._ Respondi saindo pela porta e batendo os pés com força, quanto mais eu ia chegando perto da porta do quarto de Madara, mais os sons ficavam altos, eu não sabia se isso me repugnava ou apenas me deixava louca de tesão. 


Olhei para o lado e Ino me encarava atentamente na porta de meu quarto enquanto eu criava coragem para bater na porta.


Mas então, assim fiz  e todos barulhos cessaram, senti minhas mãos suarem frio.



- Era só o que me faltava.



Ouvi uma voz feminina reclamando e torci o nariz, eu não gostava de jeito nenhum dela....


Madara abriu a porta pouca coisa depois de um tempo, ele estava apenas com uma calça de moletom, sem camisa e com um suor mínimo, me senti congelar quando vi aquele volume incrível na sua calça, mas mesmo assim, eu estava nervosa.



- Você vai falar ou vai ficar ai parada?_ Ele disse sério me apressando enquanto eu ainda teria que voltar para o meu corpo.


- Escuta.... você pode fazer menos barulho. Eu tenho visitas._ Falei calmamente, enquanto seu semblante não mudava, ouvi uma risada no fundo e arqueei uma sobrancelha._ Algum problema Mei?_ Gritei para que ela pudesse me ouvir e Madara sorriu.


Ele adora quando discutimos



- Não._ Ela gritou de volta_ Só acho que não vamos parar de transar apenas porque você quer._ Ela disse debochada e estreitei os olhos.


Um dia eu vou matar ela, tacando fogo ou que seja, mas vou matar ela.


- Vamos fazer menos barulho._ Madara disse tranquilo e fechou a porta rapidamente. Eu ouvi alguns murmúrios de Mei brava mas ele apenas a mandou calar a boca e pronto, silêncio profundo......


Olhei para Ino que encarava tudo e ela estava com um sorriso e um sinal de positivo, acabei sorrindo também e fui em sua direção.


É realmente tentador viver perto assim de Madara.....







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...