História O protetor - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha
Tags Colégio, Revelaçoes, Romance, Sasusaku
Visualizações 233
Palavras 2.984
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, por favor leiam as notas finais ^^

Capítulo 23 - Primeiro encontro desastrado


Fanfic / Fanfiction O protetor - Capítulo 23 - Primeiro encontro desastrado

- Nossa, você viu isso, Saki? - falou Saori, ao ler o jornal do domingo, na sala, enquanto Sakura cortava as unhas do pé - Uchiha Itachi preso por tentativa de estupro e tortura! Mas que escândalo! Ele não é o irmão do Sasuke-kun?

- Hun.. Acho que é - falou Sakura. "Sim, ele é o irmão do Sasuke-kun, ex-namorado da sua filha e a menina que ele tentou estuprar e torturar fui eu. Maaas... Você nem imagina isso", pensou Sakura.

- Mas isso vai ser uma tragédia para os Uchihas! - falou Saori - Imagina! Uchiha Fugaku, todo empresário... Isso vai ser um rombo pra ele! Nossa, olha o que ele comunicou a imprensa: "Itachi não é e nunca vai ser meu filho. Depois dos crimes que cometeu, acredito que não quero mais conviver com essa pessoa. Sinto que não conheço meu próprio filho!"! Coitado... deve ter sido um choque pra ele!

- Coitado?? Ha - riu Sakura - Se tem uma coisa que Uchiha Fugaku não é, é coitado, mãe...

- Bem - falou ela, fechando o jornal - Sabe... o... seu tio Hizashi ligou. Ele... queria falar com você, Saki.

- Hun...

 

Sakura ainda não havia tocado no assunto família após o papelão da reunião de família passada. Quando chegaram em casa da reunião, seus pais a trataram mais carinhosamente, e nem tocaram no assunto. Parecia, realmente, que uma mudança havia de fato acontecido.

 

- Filha - falou Saori - Eu sei que você passou por um bocado. Mas você deveria ter nos dito antes! Nós teríamos conversado com seus tios e primos, e eles iriam parar de pegar no seu pé!

- Mãe - falou Sakura, séria - Se você falasse, não ia adiantar. Eu tinha que desabafar. 17 anos de frustração guardados, pra ser mais exata. Nossa família é cheia de hipócritas... E só se a verdade fosse dita "publicamente" é que eles iam perceber o quão estúpidos eles estavam sendo...

- Certo, filha, mas... Eu acho que você deveria dar uma chance para o seu tio Hizashi! Ele... parecia bastante arrependido! Queria conversar com você! Vê se você dá uma ligada pra ele depois...

- Ok, mãe, eu vou ver. -falou ela, puxando a serra de unhas.

 

DING DONG!

 

- Quem será? - falou Saori - Num dia de domingo?

- Eu não se-

 

Mas Sakura tomou um susto ao se realizar: Podia ser o Sasuke-kun! Ai deus! E ela estava horrorosa daquele jeito, usando roupas largas pra ficar em casa, e com o cabelo preso bagunçado! Mas... antigamente ela recebia ele até de toalha e de máscara de abacate na cara! Mas agora... agora era diferente! Ela tinha beijado ele! Duas vezes! Isso já era o indício de um interesse amoroso, e configurava ele na classificação de: Pessoas que eu devo impressionar.

 

- NÃO ABRE! - Sakura gritou, mas sua mãe já estava na porta. Sakura saiu correndo a jato, e subiu as escadas na maior velocidade, quando sua mãe já havia aberto a porta. Sakura se trancou no quarto.

- Sasuke-kun! - Saori falou, ao ver o menino na porta, com um sorriso - Como você está bonito! E que flores mais lindas!! - Sasuke estava com uma camisa pólo e calça jeans, mas em comparação ao que ele vestia, era até arrumado. Ele segurava um buquê de rosas. - São para a Sakura??????? Vocês estão namorando????????? - Saori dava pulinhos de felicidade

- Olá, dona Saori - ele falou, sorrindo - N-não, não estamos namo... A Sakura tá ai?

- Ela está sim! Ela está bem ali no sof... Ué! Cadê ela?? - falou Saori, olhando para o sofá - Bem, entre, Sasuke-kun, eu vou chamar a Sakura! Sente-se, por favor! - ela falou.

- Obrigado - falou ele, se sentando. Seu coração batia à 400 km/h. Ficara acordado a noite toda pensando como seria o reencontro deles. Até ligara pra Karin, terminando o namoro. Tudo dependia de agora. E ele não ia falhar!

 

____________________________________________________________________________________________

 

- Sakura?? - falou Saori, abrindo a porta, e vendo zilhões de roupas jogadas em cima da cama de Sakura, e o quarto transformado em uma enorme bagunça - O que você está fazendo??? O Sasuke-kun está te esperando lá em baixo!

- Estou pronta! - falou Sakura, surgindo de dentro de uma pilha de roupas. Ela usava uma calça jeans coladinha, uma blusinha roxa de babados e sua anabela de sempre.

- Nossa! Pra onde... pra onde vocês vão?? - falou Saori

- Não sei - falou Sakura - Mas tenho que estar preparada pra tudo! Bem, estou indo. Até mais, mãe!

- Espera, filha! Eu vou com você até a sala e..

- Mãe! - falou Sakura, em um tom de reprovação - Claro que não! Fica aqui em cima, tá? Não atrapalha!

- Hunf... ok... - falou Saori, cruzando os braços

- Te amo. Até logo. Torce por mim! - falou Sakura, e desceu as escadas.

 

____________________________________________________________________________________________

 

- Hey! - falou Sakura, chegando a sala - Desculpa a demora... Eu... não lembrava que... nós íamos sair hoje...

 

Sasuke se levantou num pulo. Ficou impressionado. Pela primeira vez, ia na casa de Sakura e ela não estava vestida que nem uma mendiga ou algo parecido.

 

- Uau - falou ele - Você... você está linda!

- Obrigada - falou ela, dando um sorriso

- Essas... são pra você e... - Sasuke falou, puxando as flores, mas percebeu que logo na flor do meio tinha um besouro enorme.

- AHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!! - Sakura gritou, estapeando o buquê, e acabou caindo no chão, pra trás, de susto, derrubando Sasuke também.

- Aw, garota! - falou ele, se fazendo de irritado, mas rindo por dentro - Tudo isso por causa de um besouro?

- Seu idiota! - falou ela, batendo nele - Você fez isso de propósito!

- Ai! Ai! Sakura! Não foi de propósito! Ai! PARA! - falou ele, que, pra segurar os braços dela, acabou tendo que ficar em cima dela, no chão, o que fez ela parar de reclamar e bater.

 

Sakura ficou vermelha, com a cena. Sasuke foi se aproximando do rosto dela, com o rosto sério. "É agora!", pensou ela. "Ele vai me beijar de novo! Não acredito! Mas assim, tão rápido?? Mas... eu nem pensei sobre isso ainda... Não seria melhor dar um tempo?? Mas... beijo não se recusa, não é?"

 

E ela fechou os olhos, e fez um biquinho. Ficou esperando os lábios dele se juntarem ao dela por alguns segundos, mas tudo que ouviu foi um "CLICK"! E ela abriu os olhos.

 

- Essa vai ser meu plano de fundo! - falou Sasuke, rindo, com o celular na mão, apontado pra ela.

- S-seu.... você tirou foto minha?? Seu cachorro! - falou ela, envergonhada, e voltou a bater nele.

- Ai! Ai! Tudo isso por que eu... Ai! por que você não consegue resistir a meu beijo? Ai! - falou ele, rindo e se protegendo das batidas dela

- Seu idiota! É claro que eu não queria beijar você! Eu só... fechei os olhos por causa da luz da janela! - falou ela, vermelha, e parando de bater.

- Foi só por causa disso? - falou ele, rindo - Então... eu acho que foi uma coincidência e tanto, ein...

 

E ele se levantou, e puxou ela, até ela ficar em pé. Ele se aproximou dela, e colocou suas mãos na cintura dela. Seu rosto estava quase colado ao dela.

 

- E-eu... Não v-vou cair nessa de novo.. - falou ela, meio perdida e hipnotizada.

- É uma pena... por que você não tem escolha..

 

E ele a beijou. E, dessa vez, foi o coração de Sakura que batia fora de controle. Ela sentia que podia desmaiar a qualquer momento. Não entendia nem um pouco o que estava sentindo. Mas sabia que não queria que esse momento acabasse nunca. Era até tão bom quanto o beijo de Naruto no banheiro. Mas quem ligava pra Naruto agora? Ela estava com Sasuke.

 

Ele se separou, e ela estava vermelha e ofegante.

 

- Eu... queria... eu queria... - ela tentou falar, mas Sasuke colocou o dedo pressionando os lábios dela, para silenciá-la.

- Não - falou ele - Eu que quero te dizer algo. Você... você não faz ideia.. de quanto eu espero por esse momento, Sakura. Você não tem noção de quanto tempo eu venho sonhado com isso, com você me beijando de novo. Eu te amo, Sakura. Desde o dia em que nós nos beijamos pela primeira vez. Desde o tempo em que você me fez rir com suas trapalhadas. Você é a única coisa que tem na minha mente, há exatamente 2 meses.

 

Sakura quase teve um ataque cardíaco depois de escutar aquilo. Era a coisa mais linda que alguém já havia a dito! Mas... realmente ela ficara surpresa: fazia tanto tempo que ele era apaixonado por ela assim? Desde que se conheciam? Mas... por que ele não falara nada? O beijo que tinham dado, na primeira vez, tinha sido na viagem! E isso tinha acontecido há duas semanas atrás! Como é que ele era apaixonado por ela a tanto tempo?? Mas, quem se importava, não é mesmo? Ela estava gostando dele agora. E como nunca havia gostado de ninguém. Nem mesmo de Naruto.

 

- E-eu... eu demorei pra perceber, Sasuke-kun... - falou ela - Mas... eu sei que eu... eu sei que eu... eu não consigo..

- Você é muito ruim de palavras mesmo, ein - falou Sasuke, rindo - Vou entender isso como um: "Sim, Sasuke, eu também te amo, você é o homem da minha vida e o mais gato de todos, o cara mais incrível que eu já fiquei!"

- Uau - falou ela, rindo, por fim - E isso por que não era pra estragar o momento! Seu convencido!

- E então - falou ele, sorrindo - O que nós vamos fazer hoje? Em que confusões você quer se meter hoje?

- Eu tenho uma ideia... - falou ela, rindo

 

____________________________________________________________________________________________

 

- Pista de patinação?? - falou Sasuke, rindo, quando viu aonde Sakura o levara - Sério mesmo?? Você? Na pista de patinação?

- Bem, sempre tem uma primeira vez - falou ela, indignada - E qual é o problema de eu ir numa pista de patinação??

- Hun... você é muito... como posso dizer... estabanada? - falou ele

- Ha - falou ela, determinada - Pois você vai ver quem é estabanada aqui!

 

Sakura vestiu seus patins, e Sasuke também. Ela foi segurando na barra. até chegar na entrada da pista.

 

- Tem certeza que você quer fazer isso? - falou Sasuke, segurando uma risada

- Absoluta! - falou ela, com raivinha

- Então pelo menos chame um instrutor... Ou segure minha mão! - falou ele

- Nunca! - falou ela - Eu vou conseguir sozinha!

 

"Esse vai ser o primeiro encontro perfeito!", pensou ela. "Nada pode dar errado!"

 

E Sakura foi andando de patins. No começo, até que estava patinando bem. Sasuke a observara de longe, e ficou menos preocupado, e começou a não ficar olhando pra ela o tempo todo.

 

"Ha! Estou conseguindo!", pensou ela. "Quem é que tem azar agora, ein? AHAHAHAHAHA!"

 

E ela foi dar uma voltinha de vitória.

 

- SAI DA FRENTEEEEEEEEE! - uma voz gritou, próxima a ela

- Mas o qu-

 

Mas Sakura nem teve tempo de perceber o que tinha acontecido. Um menino bateu com tudo nela, já que estava em uma velocidade absurda, e a derrubou no chão.

 

- Mas que diab-

 

E ela não conseguiu terminar. Por que o lacinho de sua blusa ficara preso no short do menino, e ele corria em uma velocidade imensa, e acabou arrastando ela com ele.

 

- AAAAAAHHHHHHH! - gritava ela, sendo arrastada pela pista - ME SOLTA, SEU FEDELHOOOOOOOOO!

 

Mas o menino nem parecia ter percebido o peso extra que estava carregando.

 

- ME SOLTAAAA! - gritava ela, desesperada, com sua bunda sendo arrastada pelo chão - Hey.... Se ele não percebeu que está me carregando, deve ser por que eu sou muito leve! Iha! Minha dieta tá dando certo! Hehehe.... AAAAAAAAH, SOCORROOOOOOOOOO!

 

Todos da pista e do lado de fora da pista pararam para observar a cena, rindo muito. Sasuke estava patinando do outro lado da pista, sem perceber, pensando na vida.

 

- Isso aqui tá muito calmo - falou ele, olhando para seu redor - Do que essas pessoas tão rindo? O que será que-

 

E então passa um menino patinando muito rápido ao lado dele, com Sakura sendo arrastada por ele.

 

- TT.TT SASUKE-KUUUUUUUN! ME AJUDAAAAAAAAAAAAA! - ela gritava.

 

____________________________________________________________________________________________

 

- Eu ainda não estou acreditando que isso aconteceu - falou Sasuke, rindo muito, depois que deixaram a pista, e estavam na rua, indo em direção a sorveteria - Como é que você consegue ser assim ein? Pelo amor de deus!

- Hun - falou ela, ainda envergonhada - Você diz isso por que não foi com você... - "Droga! Por que isso tinha que acontecer?? Tudo bem, Sakura, é só o começo do encontro, vocês ainda tem o dia todo pela frente! Relaxa...", pensou ela.

 

Sakura e Sasuke entraram na sorveteria. Uma enorme promoção era anunciada por um igualmente enorme estande de papelão: "Sorvete Casal: Compre um sorvete de morango para sua namorada e ganhe outro de graça!"

 

"É a minha chance!", pensou ela. "Isso vai ser super romântico! Hey, tá vendo Sakura? O destino está mudando a seu favor!"

 

Um homem fantasiado de sorvete de morango estava dentro da sorveteria, animando as crianças. Ele que tirava as bolas da promoção e colocava no casquinho. As pessoas tiravam fotos com ele.

 

- Oba, Sasuke-kun! - falou ela - Sorvete de graça!

- É, mas tem que ser para os namorados... - falou ele, com um sorriso malicioso

- S-sasuke-kun! - "Meu deus, esse é o momento mais embaraçoso da minha vida! Isso é coisa que se diga para um caso amoroso que ainda não se tornou um namoro???" - Hun... Isso é... embaraçoso... - falou ela, por fim

- Então parece que esse sorvete vai definir nosso destino - falou ele, rindo - E então? Você quer o sorvete ou não?

 

"Ai meu deus! Se eu disser que quero, ele vai achar que eu tô super na dele, e vai rir da minha cara! Mas se eu disser que não quero, ele vai achar que eu não quero ele, e vai sair chorando e terminar tudo comigo! Ai, o que eu faço????"

 

- É... eu... quer dizer....Sorvete, né? Uhum.... hã... eu.... sabe.... eu..... é.... - ela tentava falar, toda desconcertada.

- Sakura, como você é lenta - falou ele, rindo - Você não entendeu ainda? Você.. quer ou não namorar comigo?

 

Sakura ficou boquiaberta. E deu um sorriso enorme.

 

- Eu... CLARO! Claro que eu quero, Sasuke-kun! - falou ela, e deu um beijo nele.

 

Toda sorveteria bateu palmas, com a cena que tinha acabado de acontecer. O homem-sorvete riu.

 

- Isso sim é algo que não se vê todo dia - falou o sorvetão de morango - Só por isso, eu vou dar dois sorvetes de graça pra vocês dois!

- Sério??????? - falou Sakura, pulando de alegria - Sasuke-kun! Sorvete de graça!

- Você está tão falida assim? - falou Sasuke, rindo

- Ha - falou ela - De graça, meu filho, até injeção na testa!

 

E o sorvetão deu o sorvete a eles dois. E Sakura ficou tão feliz, que nem percebeu quando deu um passo em falso, e acabou caindo de costas, derrubando o enorme estande de papelão da promoção, fazendo um barulho enorme, e caindo em cima de uma criancinha.

 

- O.O Ai não.... - falou ela, morrendo de vergonha

- Meu filho! - falou uma mãe, desesperada, tirando o filho de baixo do estande - Sua maluca, estabanada! Olha o que você fez!

 

E até o sorvetão, que estava todo sorridente, agora estava fulo, expulsando Sakura e Sasuke da sorveteria.

 

____________________________________________________________________________________________

 

- Meu deus - falou Sasuke, quase não se aguentando de rir - Duas vezes no mesmo dia? Você não existe...

- F-foi um acidente! - falou Sakura, envergonhada, querendo morrer - Eu não queria derrubar!

- Você... eu não sei como eu vivi esse tempo todo sem te conhecer, Sakura - falou Sasuke, ainda rindo - Hey, mas... O que houve? Por que você está com essa cara?

- Por que - falou ela, triste e cabisbaixa - Eu... tinha planejado pra hoje ser um dia perfeito... E... eu estraguei tudo, paguei os maiores micos na sua frente...

- Sakura - ele parou de andar, e segurou o rosto dela com as mãos - Hoje foi um dia perfeito! Eu nunca pensei que podia estar assim, com você, desse jeito.. Isso é muito importante pra mim.

- M-mas... eu.. sou muito atrapalhada, Sasuke-kun... Eu... não queria ser assim... - falou ela, segurando o choro.

- E é isso o que eu mais gosto em você, sua desmiolada - falou Sasuke, rindo - Por que você faz minha vida ser bem agitada... Por que você é única, Sakura... não é como aquelas outras meninas... Você me faz rir, e isso é... é algo que nenhuma outra menina que eu já fiquei fez!

 

E Sasuke parou, já na frente da casa de Sakura, e deu um beijo nela. Outro daqueles beijos inesquecíveis.

 

- E-eu... acredito em você - ela falou, depois que eles se separaram

- Amanhã eu venho te escoltar até o colégio - falou ele, rindo - Esteja pronta. Até amanhã.

 

E ele foi andando. Mas parou.

 

- E ah, Sakura? - falou ele, se virando, quando ela já estava quase entrando dentro de casa.

- O que foi, Sasuke-kun? - falou ela, esperançosa

- Tem um... - ele riu - tem um chiclete colado na sua bunda. Só pra você saber. - E ele foi embora.

 

"Ai. Meu. Deus. QUE MICOOOOOOOOOOO!", pensou ela, e entrou correndo dentro de casa.


Notas Finais


Eu queria agradecer a todos vocês, de coração, com apenas 22 capítulos já temos mais de 4.285 visualizações, 72 favoritos e 100 comentários, vocês apoiaram muito meu trabalho com essa fic, então eu só tenho a agradecer a vocês, Mto obrigada \(^-^)/

E até a próxima xD


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...