História O psicopata e a suicida (imagine min yoongi) - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Jay Park
Personagens BamBam, Jackson, Jay Park, JB, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jinyoung, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Youngjae, Yugyeom
Visualizações 86
Palavras 921
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 40 - Fugindo de tudo


Depois de toda a faxina que fizemos -mesmo a gente não querendo -fui conversar com a pessoa que estava me tirando a concentração desde muito cedo

-O que está acontecendo com você é sua mãe? -pergunto e ela me olha estranho

-Como assim? Pq he quer dizer com isso? -ela tenta não olhar em meus olhos

-Eu te conheço!uma hora você não suporta falar com ela,em outra vocês estão amigas? -olho ela desconfiado e ela suspira

-Ok,eu não ia te falar agora mais vou contar -Ela supira e começa a contar tudo o que estava acontecendo

           SEOKJIN

-Temos que encontrar uma saída o mais rápido possível! -Jaebum o menino que nós apelidados de JB por conta do outro Jae que avia ali,falou

-Mas você esqueceu que essa é a sala onde ela trazia as pessoas que deviam para ela -Yugyeom falou

-Aqui não tem saída,ela sempre trazia as pessoas que não a pagavam e os torturava por dias. Muitos tentaram fugir porém nenhum conseguiu,todos eram pegos por tentar passar pelo corredor. Aqui não existe nenhum tipo de saída a não ser a porta -Youngjae fala apontando para a porta que estava trancada

-Então é isso?iremos morrer aqui?sem nem ao menos tentar? -Jackson o loiro que parecia mais corajoso porém era um dos mais medrosos falaram -Eu desconheço vocês -falou com os meninos -Cadê aquele Mark que passou por muita coisa?e o Youngjae que quase foi morto pelo próprio pai?e o JB que passou fome e mesmo assim não desistiu? E o BamBam que veio refugiado da Tailândia? E o Jinyoung que passou por 8 orfanatos? E por fim cadê o Yugyeom que foi abandonado pela família só porque queria dançar?cadê os meninos que eu conheço?que passaram por muita coisa mas mesmo estão aqui!

-O Jack está certo!temos que tentar mesmo que sejamos mortos. E se não conseguirmos pelo menos vou morrer pensando que eu tentei antes de morrer -Namjoon fala com um ar de expiração

-Vamos tentar sair daqui hoje! -falo e todos me olham confiante

-Precisamos conversar -Yoongi olha a gente sério -(s/n) me contou uma coisa a eu preciso contar para você também

-Desculpa eu queria contar,mas eu pudia gente -Ela olha a gente com o olhar que quem estava arrependida

              YOONGI

Depois que contei tudo para os meninos eles conrdaram. Começamos uma conversa aleatória até a porta ser aberta.

               (S/M)

Entro no quarto e vejo todos conversando,provavelmente tentando arrumar um jeito e de fugir

-Mais tarde venho trazer comida para vocês,filha venha comigo -Ela me olha indecisa e depois levanta e a começa a andar em minha direção . Saímos do quarto e volto a trancar a porta

-O que você quer? -ela pergunta sem me olhar

-Quero saber se nosso plano ainda está de pé,não quero gracinhas vindo da sua parte mochinha

-Não me trate como filha por que você não é minha mãe!e sim eu ainda quero acabar com eles. O Yoongi fez muita coisa para mim e não posso o perdoar -Finalmente ela me olha,seu olhar trasmitia raiva e frieza

-Pois bem -Entramos em minha sala e vou até armário abro a gaveta e tiro de lá uma arma -Tome isso! Mati-os hoje a noite. Irei verificar se você realmente fez o serviço entendeu?

-Sim!pode deixar ele não passa de hoje mamãe -fala sem ânimo a última palavra

Lhe entrego a chave e saímos. Peço para a mesma esconder a arma e depois abro a porta espero a mesma entrar e depois a tranco

Eu não confio nela,afinal ela é minha filha. E se ela não fizer o que eu pedi?terei que mata-la,que desperdício de oportunidade 

( ... )

       YOONGI 

Já estava a noite,todos quietos. Até que abrem a porta e pude ver a mãe da (s/n) entrar. Ela liga as luzes e a arregala os olhos nos vendo lá 

-Merda! -Ela tenta se virar mais e impedida quando Jungkook corri e a segura pela cintura -Me soltem!Você! -apontou para (s/n) -Você disse,por que não fez?

-Porque eu não sou você mãe!sabe o que eu passei com aquele monstro?sabe o que o pai fez?você sabe? -a mãe dela a olha com desprezo 

-Mais um motivo para mim odiar aquele verme -(s/n) a olha cheia de esperança. Ela esperava que ela fosse falar alguma coisa boa -Porque ele não completou o serviço e te matou logo?sua vagabunda inútil -nessa hora a (s/n) praticamente pulou em cima da mãe dela,começando a socar a estaear a mesma. A outra não vadia nadanem ao menos tentar se defender 

Tiro a menor de cima da mãe dela e vejo a outra com seu rosto sangrando,ela estava com cortes no rosto,sua boca sangrava e ela mexia os lábios tentando pronunciar alguma coisa até que ela grita

-VOCÊ NÃO DEVERIA ESTA NA SOCIEDADE SUA DEPRESSIVA DE MERDA -Ela gritava de olhos fechados. Foi tudo muito rápido quando vi a (s/n) já avia atirado na mulher deitada no chão a matando

-Não mãe,você não deveria esta nessa sociedade -Ela fala baixo quase em um sussurro -Temos que sair daqui o mais rápido possível -Ela nos olha e então saímos da sala. Corremos até chegar na porta,por incrível que pareça não avia ninguém,a casa estava vazia

Começamos a correr e quando estávamos se afastando da casa a (s/n) vai no chão desmaiada. Corro até ela e a pego no colo

-Temos que levar ela no hospital -falo e os outros me olha

-Como?esqueceu que somos procurados

-Jay!leve-a para o hospital mais próximo, ela tem a indenditade falsa no bolso caso precisar. Te mandarei a localização onde estaremos por mensagem -Ele assente e a pega no colo logo se afastando da gente logo depois


Notas Finais


Desculpa o capítulo bosta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...