História O psicopata e o suicida-jikook - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Sugas/n, Vhope
Visualizações 171
Palavras 564
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então minha gente, minha internet volta só amanha, estou gastando tudo meus créditos pra postar capitulo então vcs vão ter que me pagar viu? Quero muitos comentários como pagamento dos meus créditos gastados, próximo capitulo vai ter uma torturinha de leves e com bastante tiros amanha okay?

Capítulo 4 - Lugar de piranha é no lago e não na casa dos outros


Fanfic / Fanfiction O psicopata e o suicida-jikook - Capítulo 4 - Lugar de piranha é no lago e não na casa dos outros

Leiam as notas plis


25 de Outubro de 2017

Busan, Coréia do Sul

E aqui estou eu, mergulhado em meus pensamentos, lembranças antigas vieram a tona em minha mente, memorias de uma época não tao boa assim:

Um suposto assassinato, cujo assassino era uma pessoa conhecida.

Flashback on:

17 de março de 2016

Busan, Coréia do Sul

"Hoje foi descoberto um homicídio ou suicídio no centro da cidade de Busan, a senhora Park Sun Hee, de 32 anos, foi encontrada já sem vida em sua casa, a autopsia foi feita e descobriu-se uma substancia usada para matar insetos, desconfia-se de a mulher havia se suicidado, porem, como não a provas de homicídio, a diretoria da polícia civil de Busan, decidiu-se que o cado seria arquivado. A senhora Park tinha um filho, no qual o nome não pode ser revelado o nome pelo garoto ser menor de idade tud…"

Eu ainda não posso acreditar que minha Omma morreu, porem, é como nossa autora diz, tudo na minha familia é uma casinha de bonecas, nos mostramos unidos e felizes, porem só eu sabia o que realmente acontecia por trás da cortina, era o verdadeiro inferno. Eu, sempre que podia, cortava os pulsos, era o meu refugio, já que meu melhor amigo e refugio havia indo embora, eu fiquei sozinho por um bom tempo, ate que eu conheci o Jin e a s/n, eles substituíram por um tempo a perda do Jungkook, mas eu nunca o esqueci, e nem poderia, alem dele ser meu melhor e único amigo, ele era meu primeiro amor, quando ele me beijou eu fiquei completamente extasiado , por mais que fosse só um selinho, foi a melhor coisa que já havia acontecido na minha vida, só que nesse faz de conta que eu estava vivendo, eu não esperava que ali, bem ali embaixo da sakura* haviam um par de olhos me observando, ah, aquele olhos que eu tenho tanto nojo de se quer olhar. Depois que meu pai viu aquele pequeno e inocente selinho, ele começou a fazer coisas com meu corpo que eu deveria sentir prazer, mas a única coisa que eu sentia era nojo, nojo dele e de mim, eu ainda não estava crendo que meu pai abusava de mim toda vez que ele ia trabalhar, agora que ela morreu…

-filho, papai chegou, vamos brincar?-

Flashback off:

-AAHHH!-acordei totalmente assustado, eu não acredito que tive esse maldito pesadelo, levantei da cama correndo, abro a porta bem devagar, colocando minha cabeça pra fora para ver se tem alguem, não ha ninguém então desço as escadas chorando, eu realmente odeio essa lembrança, me perco em meus pensamentos, ainda chorando, Bato em uma pessoa, me encolho na hora, porem lembro que meu pior pesadelo esta morto, eu o matei. Olho pra cima e vejo o Jungkook com a mascara de bunny todo ensanguentado, mas eu não me importei, apenas o abracei com todas as minhas forças

-Kookie, eu senti tanto medo-digo o apertando mais ainda

-medo de que pequeno?-disse claramente confuso

-medo de acordar e ver que eu estou apenas sonhando e não te ter mais aqui comigo e ver meu pai sentado no pé da minha cama, como ele sempre fazia antes de me abusar-digo já mais calmo do que antes

-jeon jungkookie!-aaah não, é hoje que eu mato piranhas

-o minha querida, lugar de piranha é no rio e não na casa dos outros não o vadia-digo já querendo pular na garganta da puta

-Hyuna-disse Jungkook desanimado

Continua…


Notas Finais


Desculpa o capitulo pequeno, só pra compensar vcs por esse capitulo amanha alem de ter uma tortura beeeem detalhada ainda vai ter 2 mil palavras okay? Só postei esse capitulo pq eu estou a muito tempo sem postar.

*Sakura: arvore de cereja, mais encontrada na Ásia, mais especificamente no Japão em diferentes cidades


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...