História O Quadro. - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Tae Bottom!, Taekook, Top! Jk
Visualizações 20
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, LGBT, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura 💞

Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction O Quadro. - Capítulo 10 - Capítulo 10

Eu sei que prometi a ele, e eu não sou um cara que não cumpre suas promessas, mais eu estou ansioso demais e não consigo pensar em nada a não ser meu trabalho de conclusão de curso. Eu já tinha revisado tudo milhares de vezes mais ainda parece que não estou preparado o bastante. Eu deveria estar calmo, mais não estou. Um dia, apenas um dia para apresentação.

Meu telefone grita em algum lugar pela casa, fico muito estressadoo por não acha-lo de primeira. Depois de alguns segundos o acho em baixo do sofá, como essa porra foi parar lá? Vejo Yoongi brilhar na tela. 

_Oi Hyung.

_Tudo bem, foi até legal cuidar do garoto, descobri coisas incríveis, como por exemplo ele pode aprender muito rápido, isso é loucura. Mais eu não aguento mais ele falando sobre você.

Vejo a carranca do meu Hyung pelo vídeo chamada. 

_Hyung eu preciso estudar mais por favor._Choramingo.

_Não Tae isso já não está mais saudável, você precisa relaxar porra você sabe sobre todo o trabalho, venha pegar seu garoto agora.

_Taehuyng? amor! - Jeon olha pelo celular, ele sorri.-Você prometeu não me deixar.

Ah meu pai, ele é um bebê?!? O olhando assim me lembro de como é bom o abraçar, beijar ele. Eu também sinto falta dele.

_Chego o mais rápido possível! - Desligo o telefone. Vou até minha mãe e a convenso a me deixar sair e esparecer, ela só aceita porque sabe que estou uma pilha de nervos. Pego um Uber e vou até a casa de Yoongi. Quando toco a campainha alguns segundos depois a porta abre e vejo meu querido Hyung com uma cara nada boa, ah droga.

_O que houve? - Pergunto, ele bufa.

_Veja por você mesmo. 

Entro em sua casa e vejo Jungkook jogando video game, ele parece intertido, fico admirado quando vejo que ele joga muito bem, pra alguém de outra época. 

_Eu disse ele é insano, eu o ensinei um vez, a porra de uma única vez.

Dou um risadinha e Jeon me ouve. Meu coração salta do peito quando ele levanta rápido e me pega no colo.

_Tae...- Ele susurra em meus cabelos. 

_Tudo bem, nada de pegação no meu sofá. Vou dormir um pouco se comportem. 

Jeon me abraça forte, e faço o mesmo. Nossos lábios se juntam em um beijo longo e molhado. Minhas pernas fraquejam mais ele me segura firme no lugar. Estamos agora no sofá, eu sentando em seu colo, nosso beijo termina e logo outro inicia, e me pergunto como eu pude ficar longe disso. Porra uma semana foi o fim. 

_Você me deixou. -Ele diz assim que nossos lábios se desgrudam. Não consigo lhe responder de imediato, estou sem fôlego. Ele aperta minha cintura e me sinto queimar. Droga mil vezes droga.

_Eu não te deixei, eu só tinha, na verdade tenho que estudar, preciso de uma boa nota para passar Jeon. 

_Não entendo porque você precisa disso.

_Bem vindo ao mundo real.- Supiro, ele me abraça mais forte.

_Eu te amo tanto. -Ele beija meu rosto, suspiro. Porra eu estou caído de quarto por ele.

_Como tem sido morar aqui com o Hyung?

_Ele é legal, mais dorme muito! - Dou um risada. -Ele me ensinou muita coisa.

Jeon me deixa a parte de tudo o que aprendeu nos dias que não estive com ele. Ele parece mais abtuado ao nossos tempos, e sua forma de falar mudou um pouco. Ele disse que ele tem fácilidade em aprender as coisas. Pergunto a ele sobre sua vida passada e ele me conta detalhes de como era sua infância. Me sinto lendo uma história fictícia, mais claro não pergunto sobre seu antigo amor, e fico feliz em saber que ele não quer me contar sobre, oras, ele é meu sim?! 

_Que tal sairmos pra comer? - Perguntei a ele, ele dá aquele lindo sorriso e assente.

_Vou me trocar. 

O espero checando minhas mensagens, nada novo, só alguns parentes me desejando sorte amanhã. Jeon volta alguns minutos depois, deixo um recado pro Hyung e saímos. Jeon parace bem mais familiarizado com as coisas e isso me deixa feliz, andamos de mãos dadas chamando atenção de algumas pessoas, mais ignoro de qualquer forma. Muitas meninas nos olham e ficam cochichando, assim que entramos na lanchonete, faço questão de escolher uma mesa bem afastada, onde teremos mais privacidade. Sentamos um ao lado do outro, Jeon passa seu braço por meus ombros e encosto minha cabeça nele, sinto ele cheirar meus cabelos como sempre faz. 

_Então você conseguia mesmo ver e ouvir tudo atrávez do quadro?

_Sim tudo, apesar de não parecer eu conseguia ver tudo e ouvir.

_Isso é loucura, então elas estavam certas!- Digo a mim mesmo lembrando das senhoras que juraram ver o quarto se mexer.- Então quer dizer que eu namoro um cara velho? isso é nojento. 

Ele abre aquele sorriso e fico impressionado com sua beleza, abro um sorriso de lado. Ele me beija devagar.

_Você não parece se importa com isso.-Ele diz.

_É você tem razão.

Conversamos sobre mais algumas coisas, ele diz que o Hyung o deu um celular para se comunicar, e ele parece muito apto em mexer nele, o que me questiona o quão inteligente ele é.

_A Tae, tenho uma coisa pra você!- Ele para de comer, e eu o olho questionador, mastigo minha comida enquanto ele parece vasculhar seus bolsos atrás de algo. Ele puxa uma cordão do bolso e vejo que é um colar, a comida desce rasgando quando vejo o quão bonito é.

_Onde você?! - Digo abismado.

_Eu fiquei tão feliz em encontrar, agora isso é seu!-Ele levanta o colar em minha direção, abro a boca espantado. É simplesmente a coisa mais linda que vi de perto, toco no colar, ele é uma espécie de círculo azul turquesa chamativo, a detalhades em dourado, ao centro a algo brilhante. Olho em seus olhos e ele o coloca em meu pescoço, ele sorrir satisfeito. 

_Onde você conseguiu isso?- Digo baixinho, ainda átonico. 

_Encontrei em minha antiga casa. 

_Como é? - Fico desnorteado.

_Você sabe, eu posso ir onde quiser, então a uns dias atrás pensei em minha antiga casa, e a encontrei!

_Como? Isso é louco. 

_Sim, eu fiquei feliz. Achei tudo como era antes, está uma bagunça mais achei.

_Onde fica?- Pergunto. 

_Fica ao meio das montanhas, uma casa entre rochedos.

Minha mente divaga em como isso pode ser possível. Me distraio com a tv plana a nossa frente, a uma mulher na mesma, e o nome da matéria me faz rir, vejam só desde que eu o encontrei, muita coisa estranha acontece, tipo uma mulher falando na TV que vi algo surgir do nada.

'_Eu sei que estão me chamando de louca, mais eu sei o que eu vi. -Diz a mulher ao repórter.

_O que você viu na verdade? 

_Vi um homem alto, e muito bonito surgir, ele parecia disorientado, quando eu o fiz perguntas ele apenas dizia ' preciso encontra-los!

_Quem que ele precisava encontrar? - Pergunta o repórter, e claro que tinha um tom estranho em sua voz, deboche talvez? 

_Yoon So-hee! ' 

Ainda rindo, volto minha atenção a Jeon, que também parecia olhar a TV, fico preocupado quando vejo sua expressão mudar da água pro vinho.

_Ei Jungkook você está bem? -Digo pegando em seu rosto, ele me olha assustado.

_Ele está aqui! 

_O quê? Do que você está falando? 

_Ele...Dorian está aqui! 

Continua...



Notas Finais


e aí?!! 😍😍😍 Espero que tenham gostado IRRAAAA obrigada pelos favoritos e pelos dois comentários vocês não sabem o quanto me deixa alegre ♥️ beijos amores e até a próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...