1. Spirit Fanfics >
  2. O que a vida me reservou - Naruto (Semi-HIATOS) >
  3. Minha vida cheia de esperança e amor

História O que a vida me reservou - Naruto (Semi-HIATOS) - Capítulo 9


Escrita por: Misa_Nara

Notas do Autor


Olá amores 🧡 desculpa a demora.
Era para esse capítulo se foco no sai e no Kakashi mais eu fiquei sem ideia para situação dos dois, então decidir fazer dos irmãos da areia.

Capítulo não REVISADO

Capítulo 9 - Minha vida cheia de esperança e amor


Gaara* Pov.'s

Estava no meu escritorio trabalhando em alguns relatórios, até que meu cunhado me ligou informando que houve uma viagem no tempo novamente, isso está ficando preocupante.

— Quem será que mandou eles para cá? — perguntou Kankuro 

— Não faço ideia irmão — digo em um suspiro — Pelo que Shikamaru disse eles são a nossa versão da época do exame chunin  

— Essa época que você era um psicopata — o moreno comentou rindo — ai — reclamou do tapa que minha esposa deu no mesmo

— Respeita seu irmão — disse Matsuri revirando os olhos — às vezes vocês dois parece duas crianças

— Bom, eu e meus irmãos nunca tivemos uma infância normal com qualquer outra criança, então isso afeta a gente agora — digo sério fazendo a mesma vira o rosto, chateada

Matsuri sempre ficava assim quando assunto era o meu passado, para ela crianças tinha que ser criança, tinha que brincar e ser amada. Por isso ela só deixou Shinki receber ternamente quando ele tinha oito, e foi com muita luta para conseguir.

Mas eu e meus irmãos não tivemos a mesma sorte que meu filho teve, tivemos que começar a terminar com cinco anos de idade.

— Bom, chegamos — disse Kankuro assim que trem parou — partiu Clã Nara — pegou as malas e saiu do vagão

— Vamos meu amor — digo estendendo a mão para Matsuri que pegou assim saímos do veículo

— Vai precisa de ajuda para conversar com seu mais novo? — ela perguntou

— Não precisa, isso é uma coisa que tenho que fazer sozinho — respondo

— Entendo, mas se você precisar de ajuda por favor peça — pediu meu olhando sério 

— Pode deixar primeira dona de Suna — digo fazendo a mesma ri 

Temari Pov's 

Estava sentada pensando em tudo que eu tinha descoberto do meu futuro, até que a campainha tocou eu fui atende.

Assim que abri a porta vi três pessoas, os dois homens com certeza eram meus irmãos, eles pareciam tão diferentes como se fosse outra pessoa. Mas eu também percebi uma mulher com eles, e a mesma estava de mãos dadas com meu irmão mais novo, acredito que isso não deveria ser surpresa ,já que ele tem um filho claro que ele seria casado.

— Olá Temari — disse Gaara*, entretanto eu não conseguia responder

— Finalmente vocês chegaram — disse minha versão mais velha aparecendo na entrada e em seguida abraçando eles

Eles são unidos? Bom pelo menos uma coisa que sempre sonhei aconteceu ,ver eu e meus nós dando bem.

— Estávamos com saudade irmã — disse Kankuro* 

— Eu também estava — respondeu a mesma — bom vamos entrando

— Bem vindos — disse Shikamaru* para os recém-chegados 

— Tio Gaara — disse a Saori abraçando meu irmão — Eu estava morrendo de saudades

— Eu também estava — disse dando um beijo no rosto da garotinha 

— Eu também não recebo um abraço — disse a moça

— Claro que sim Tia Matsuri — disse abraçando a mesma — você também Tio Kankuro — abraçou o moreno 

— Vocês devem estar cansados, vou levar você por quarto que vão ficar — disse a loira — depois vocês vão ter uma conversa séria com sua versão mais nova

— Nós sabemos — disse Kankuro respirando fundo

Gaara* Pov.'s

Após deixar as malas no quarto, a minha irmã disse que Shinki estava no quintal conversar com minha versão mais nova. Quando eu cheguei a conversar já tinha parado já que Shinki estava olhando ele de longe.

— Obrigada por conversar com ele filho — agradeço colocando a mão no seu ombro

— Ele só precisa ver com os próprios olhos tudo que ele conseguiu — disse o Shinki entrando na casa

Me aproximei da minha versão mais nova que se encontrava com a cabeça baixa. 

— Com você pode ter feito isso com seu filho? — o mesmo perguntou assim que viu e preto dele — Você colocou um monstro nele assim, com fizeram com você — finalizou fazer eu respirar fundo

— Ao contrário do nosso pai, isso não foi decisão minha, foi do próprio Shinki — digo me sentando do seu lado — se ele escolher isso, a única coisa que puder fazer foi apoia nisso

— Com se uma criança de dez anos soubesse das coisas — disse ironicamente — você é igual a nosso pai, se for para me tornar assim eu prefiro morrer

Nessa hora o sangue subiu na minha cabeça, fazendo eu bater na cara da minha versão mais nova.

— Nunca se auto compare com nosso pai, ele era um monstro que se só se importa com poder — grito me levantando — ao contrário dele eu amo meu filho, amo minha vila, meus irmãos e minha esposa, graças a eles e outras pessoas minha vida se encheu de esperança e amor — faço o mesmo me olhar — Shinki deve ter contado tudo então pensem tudo que você descobriu, nunca mais se compare com Rasa 

Caminho para dentro da casa vejo todos mundo me olhando, pelo visto eles devem ter escutado eu gritando.

— Pelo visto a conversa não foi boa — disse Shinki de cabeça baixa — desculpa pai, eu não devia ter aceitado ser um Jinchūriki, agora você sofrer com esse julgamento

— Shinki — chamo sua atenção — nunca peça desculpas por algum que você escolheu, eu tenho orgulho de você, por ser forte para suportar o fardo de ser um Jinchūriki — o abraço — você sempre será o meu maior orgulho — me desfaço do abraço

— Nosso orgulho — disse Matsuri colocando a mão no meu ombro — vai ficar tudo bem

— Shinki nii-san e incrível — grito Saori fazer os mais velhos riem 

— Tem razão Saori — digo sorrindo — agora porque você não vem aqui dá outro abraço no seu tio — falou e a menina vem correndo na minha direção — Tio Gaara torcer várias presente para você 

— Sério? — perguntou animada e concordei com a cabeça — Eba

— Vamos lá ver — digo levantando a menina para quarto que estava minha mala 

Kankuro Pov.'s 

Até que a conversa com a minha versão mais nova foi fácil, não escondi nada dele e mesmo assim ele aceito muito bem todas as minhas decisões que era ótimo para mim.

Agora eu estou aqui segurando a vontade de rir, o porquê? A versão mais nova do meu namorado acabou de descobrir que é gay.

— Falar algo — disse Kiba* desperado para sua versão mais nova — e Kankuro para de ri — brigou comigo 

— Kankuro? — disse confuso — você não é o esquisito da areia? — perguntou

— Nossa assim você me machucar — digo brincando fazendo o mesmo murmura "um desculpa" — tô brincando, mas respondendo sua pergunta, sou eu sim

— Desculpa por não ter comentado sobre isso com você ontem, tinha tanta coisa na minha cabeça eu esqueci — se desculpo o Inuzuka mais velho  

— Sem problema — disse se sentando na mesa para tomar seu café-meio almoço 

Olhei para Kiba* que olhou para mim saber o que tinha que fazer.

— Olha, isso deve ser muito novo para você e — foi cortado quando sua versão mais nova levantou a mão

— Não precisa explicar, tudo vai ter seu tempo — disse sério — acredito que vou demorar volta para meu tempo ainda vamos poder conversar direito sobre isso

— Você tem razão — meu namorado concordo

— posso perguntar duas coisas para vocês? — Perguntou o pequeno Inuzuka

— claro — respondi

— a quanto tempo vocês namoram? — essa foi sua primeira pergunta

— A quase seis anos — respondeu kiba* — qual é outra pergunta?

— Com sua versão mais nova reagir sabe que você é gay? — dessa vez ele fezes a pergunta diretamente para mim

— Muito bem! — respondo com sinceridade

— Obrigada por responder, no momento não tem mais perguntas — disse

— Vem, ele precisa ficar um tempo sozinho — disse Kiba* me tirando da cozinha 



Notas Finais


Terminei essa capítulo morrendo de sono!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...