História O que a vida me roubou (DELENA) - Capítulo 40


Escrita por:

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Damon Salvatore, Elena Gilbert
Tags Delena
Visualizações 48
Palavras 652
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora pra postar

Capítulo 40 - Ameaças


Fanfic / Fanfiction O que a vida me roubou (DELENA) - Capítulo 40 - Ameaças

Duas semanas depois

ELENA 

Já fazem duas semanas que descobri que Isobel e John não são meus pais, e que Alaric e Jenna são meus pais biológicos, ainda não tive a oportunidade de falar com Isobel, mas ela tem muito a me explicar.

-Elena, planeta terra chamando- Damon diz me abraçando por trás- no que você estava pensando- ele diz dando um beijo em meu pescoço.

-em nada, estava só distraída- digo me virando pra ele.

-seu pai está nos esperando para tomar café.

-pode ir vou dar mama pra Diana primeiro- digo dando um selinho nele.

-tá bom, não demore- ele diz saindo do quarto.

DAMON 

A Elena está estranha, desde que Alaric contou toda a história pra ela, Elena vive distraída, o que me deixa preocupado com ela.

-E a Elena, Damon- Alaric diz colocando um prato de panquecas na mesa.

-ele está dando mama pra bebê, mas ela já está vindo não se preocupe.

-vamos esperar ela?

-ela diz que já podemos comer- digo me sentando e ele faz o mesmo- Alaric não sei se você percebeu, mas a Elena anda muito distraída.

-percebi mas preferi não comentar nada

-estou preocupado, com o que ela está tramando naquela cabecinha sem juízo.

-você acha que ela põe fazer alguma coisa?

-vindo da Elena eu não duvido nada, ela é muito impulsiva- antes que eu terminase de falar Elena entra na cozinha.

-bom dia Alaric- ela diz se sentando

-bom dia filha

-posso saber do que vocês tanto conversavam?- ela diz nos olhando

- sobre coisas de homens meu amor- digo tentando mudar de assunto- você deve estar com fome não é.

-não sei por que mas eu tenho a impressão que era sobre mim que vocês falavam, meu amor.

-prova essa panqueca que seu pai fez está uma delícia- digo a servindo 

-Você está mudando de assunto Damon

-quem eu, imagina- digo me fazendo de desentendido

-Damon

-Elena

-não tem como conversar com vocês 

Quando estávamos acabando de tirar a mesa alguém bate na porta

-deixa que eu atendo-  Elena diz indo atender a porta

-como você tem coragem de vir até aqui - Elena diz com a voz alterada

-Elena está tudo bem- Alaric e eu vamos até a porta

-Alaric!-Isobel diz assustada

-oi Isobel, é um prazer te ver- Alaric diz irônico.

-Elena tudo o que esse homem falou e mentira, você acredita em mim não é filha.

-eu nunca fui sua filha Isobel, você nunca me tratou como uma, muito pelo contrário você sempre me tratou mal, e ainda me obrigou a me casar, mas quer saber a única coisa boa que você fez por mim, foi ter me feito casar com o Damon, porque assim eu pude ficar livre de vocês e ser realmente feliz- Elena cospe as palavras na cara dela

-como você tem a coragem de falar assim cômico sua idiota- Isobel diz levantando a mão para bater em Elena mas Alaric segura seu pulso

-não atreva a encostar um dedo na minha filha- Alaric diz em voz alta

-resolveu bancar o pai protetor agora, você mereceu ficar sozinho, primeiro a sua mulher morreu por causa dela, e depois ficou sem a filinha- Isobel diz dando risada

-não fale mal da Jenna, você não tem direito- Alaric diz olhando com ódio para Isobel.

-só estou falando a verdade, sua mulher era fraca, ela morreu depois que a filha nasceu, foi melhor ela ter morrido mesmo, ela não servia pra nada

Quando Isobel acabou de falar Elena deu um tapa tão forte nela, que ela acabou caindo.

-a única mulher que não serve pra nada é você, então nunca mais fale mal da minha mãe- ela diz olhando para Isobel no chão-agora suma daqui ou vou ter que chamar a Polícia.

-vocês vão me pagar Elena, principalmente você, ninguém me humilha e fica por isso mesmo, e vou voltar- Isobel diz se levantando e indo para o carro.

-eu não tenho medo das suas ameaças, e não vou deixar que você faça mais mal para minha família- Alaric diz para Isobel, que só o olha com ódio 

-eu vou voltar- ela diz arrancando com o carro.




Notas Finais


Gente, acho que já está na hora de dar um final para essa história antes que eu acabe estragando ela, então me diz o que vocês acham


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...