1. Spirit Fanfics >
  2. "O que está acontecendo?" - (Blossick) >
  3. "Karaokê"

História "O que está acontecendo?" - (Blossick) - Capítulo 21


Escrita por: Yuzuru_Sama_

Capítulo 21 - "Karaokê"


Sexta-feira, 20:56 pm (Após o jogo de Futebol Feminino)


Os seis super humanos andavam pelas ruas de Townsville até a lanchonete mais próxima, as meninas do time de futebol conseguiram vencer em um placar de 2x1 do time de Bay-side.


- QUEM É A MELHOR?? - Perguntou Butch de maneira cantada. Buttercup sorriu e respondeu no mesmo tom.


- SOU EU! - Ela dançava com os polegares apontados para si mesma.


- QUEM FEZ OS DOIS GOLS E SALVOU O TIME?? - Ele apontou para ela quando concluiu a fala cantada e ela continuou.


- EU, EU FIZ ISSO! - Os outros dois casais observavam os verdes, a animação estava fora do comum ali.


- Parecem duas crianças... - Brick comentou entediado, eram quase 21:00 e ele ainda não tinha lanchado nadinha

E saco vazio não para em pé.


- Deixa eles. Vai querer estregar o entusiasmo deles agora? - Blossom apontou com o olhar para a dupla de morenos que pulava em comemoração, no meio da calçada...


- Vou deixar por enquanto, se eles continuarem com isso eu finjo que não conheço. - Os ruivos riram e Blossom sacudiu a cabeça negativamente para Brick.


Bubbles se aproximou junto de Boomer, o rapaz tinha o braço cercando a cintura da namorada enquanto caminhavam.


- E não esqueçam, temos que sair amanhã antes das seis para podermos aproveitar bastante o dia na praia. - Bubbles comentou com o grupo e Buttercup virou rapidamente flutuando em direção a irmã.


- Como assim? Vamos ter que acordar cedo? - Honestamente, a morena planejava dormir tarde hoje. Estava eufórica perante a vitória do time, a adrenalina ainda percorria como eletricidade pelo seu corpo.


- Sim sim, Kim me explicou que a pousada será inteiramente nossa! Teremos exclusividade porque eu tenho contatos. - Bubbles sorriu presunçosa, e afofou uma de suas cacheadas Maria chiquinhas. Boomer riu


- Você sempre quis dizer isso não é? - Ele perguntou para a loira menor que sorriu amplamente para o mesmo.


- Com certeza! Então iremos de mini ônibus até lá e encontramos vocês na rota do ônibus. - Brick ficou com uma expressão clara de desentendimento.


- Por que vamos de ônibus, se todos aqui sabem voar? - Ele apontou e cruzou os braços, todos pareceram pensar sobre.


- Porque é bem mais legal fazer á moda antiga, sem contar que vai deixar meu cabelo uma bagunça com a maresia e o vento... - Butter riu, já imaginava que era por algo assim.


- Concordo com a Bubbles que parece melhor, por mais que o vôo fosse mais econômico. - Blossom falou analisando bem a situação.


- Fale a verdade Bloss, você vai de vestidinho e não quer que a cidade veja os seus fundos. - A morena pareceu ter pego no pulo a mais velha. Blossom ficou vermelha como uma pimenta, sorte que o escuro da noite poderia cobrir seu rosto envergonhado


Buttercup tinha que falar isso na frente dos meninos???


- BUTTER! - Todos do grupo riram da reação da ruiva.


- Tudo bem, pelo bem do vestido de Blossom e do cabelo de Bubbles, vamos de ônibus mesmo. - Brick comentou em um tom zombeteiro que só foi percebido por Blossom, ele sorriu malicioso e ela cruzou os braços virando o rosto e formando um bico de insatisfação


Isso tudo completamente vermelha.


•••∆•••

Sábado, 05:53 am (ônibus)


O ônibus era específico para esse tipo de viagem, no mesmo ônibus existiam alguns turistas para aproveitar o final de semana também. Boomer e Bubbles intitulados "cupidos" da situação se apressaram para sentar juntos nas poltronas do ônibus e deixar os outros dois casais com apenas duas opções:


A) Sentar juntos

B) Sentar juntos


Então quando ambas as duplas entraram no ônibus se depararam com o casal de azuis sentadinhos e super confortáveis em seus assentos.

Bubbles estava com coques amarrados dos dois lados de seu cabelo loiro, um cropped de mangas compridas azul bebê acompanhado de um short branco e sandálias de saltinho igualmente brancas.

Boomer estava com um tipo de moletom regata da cor azul escuro, uma bermuda branca e um óculos de sol redondo de armação fina


- Obrigada por terem ajudado com as mochilas no compartimento... - Buttercup disse ironicamente, Bubbles sorriu enquanto deitava a cabeça no ombro do namorado.


- De nada! - Ela lançou um beijinho no ar, no qual a morena devolveu com um rosnado.


E como Bubbles prévia, Butch e Buttercup sentaram juntos e Brick e Blossom também.


- A fase um da missão foi cumprida comandante? - Perguntou Boomer levantando a mão que estava com o cotovelo apoiado no apoio entre as poltronas, Bubbles colocou a mão por cima da dele.


- Afirmativo major. - Ela apontou com a cabeça para ambos os casais de trás no ônibus.


Butter vestia uma jardineira jeans curta que ia até o meio das coxas, e um cropped tomara que caia verde limão acompanhado de sua gargantilha preta. Butch estava de regata VERDE musgo e bermuda moletom cinza combinando com os chinelos, seu colar de estilo militar era evidente no pescoço.


Os dois jogavam algo juntos no celular de Butch, de vez em quando riam ou discutiam sobre algo


Até mesmo dividiram o mesmo fone.


Já Blossom e Brick tiveram uma cena mais cômica na hora de sentar...


Blossom estava com um vestido de verão branco, com alcinhas finas que amarram, fez uma trança lateral no cabelo e a deixou por cima dos ombros, e usava uma sandália simples de moda verão rosa bebê. Brick estava com uma camiseta social vermelha com as mangas arregaçadas, e por baixo uma camisa regata preta e bermuda igualmente preta, na cabeça seu boné de sempre.


Os dois travaram assim que começaram a se dirigir ao assento ao lado da janela ao mesmo tempo.


- Hã... você não quer sentar mais no corredor? - Perguntou Blossom e Brick riu, óbvio que os dois queriam a mesma coisa:


O lugar da janela.


- Nah, me agrada viajar olhando a paisagem. - O ruivo respondeu com um olhar debochado, apoiando o braço na poltrona ainda em pé com Blossom.

Estavam colados um com o outro por causa do estreito corredor do ônibus.


- É mesmo? Porque também me agrada. - Ela cruzou os braços embaixo dos seios desafiadora.


- Você fica mais perto das suas irmãs se ficar sentada no corredor, viu a vantagem? - Ele riu faceiro tentando convencer a ruiva.


- Vejo elas todos os dias, 30 minutos de viagem com uma distância com mais de 35 centímetros de Buttercup não me fará mal... - Touché, agora ela tinha o sorriso faceiro.


- Você não quer desistir mesmo do lugar da janela pink? - Ele apontou para o famoso lugar, e ela balançou a cabeça arrumando sua pose de braços cruzados.


- Nem pensar, seja um Desordeiro bonzinho e cavalheiro uma vez na sua vida e me deixe com aquele bonito e confortável lugar. - Ela o olhou como alguém que estivesse por cima nessa batalha, um sorrisinho presunçoso era presente em seus lábios.


Mas Brick tinha outros planos.


- Tem razão...eu devia fazer isso... - Blossom ia se direcionando para a poltrona quando Brick inverteu as posições deles a pegando desprevenida 

E a colocando na poltrona do corredor. - mas não vou, sabe como é...


Tenho uma reputação a zelar, ser cavalheiro e bonzinho compromete ela. - Agora ele tinha o ar vitorioso, o gostinho da vitória o deixou com um sorriso de orelha a orelha


- Ei! - Ela reclamou com a boca aberta e visivelmente irritada, o rapaz se divertia com isso. - Que grosseria! Até parece que ainda tem 4 anos de idade...esse lugar era meu.


- "Era" no verbo passado, olha só quem tá no lugar agora... - Ela cruzou os braços em protesto, e fechou a cara. - Sinto muito Pink, não existem amigos quando existe o lugar da janela.


- Eu vou lembrar disso Coelhinho, fica esperto... - Rancorosa? Isso é pouco perto do que ela é.


- Eu já estou. - Ele abriu a mochila tirando fones de ouvido e conectando no celular, logo estendeu para Blossom um lado. - Pega.


- Que? - Ela olhou o lado do fone sem entender, ele revirou os olhos.


- Tem certeza que é o cérebro das Super Poderosas? Tenho minhas dúvidas. - Ela tomou o fone da mão dele dando um tapa no ombro do ruivo, ele riu e massageou discretamente o local acertado (afinal, ela era uma super poderosa). Ele conectou no celular uma playlist e começou a escutar com a ruiva.


- Resolveu imitar o Butch? - Ela apontou com a cabeça para o casal verde ao lado deles, ambos entretidos brigando pelo jogo enquanto dividiam o mesmo fone de ouvido, Brick olhou a cena e se voltou para a ruiva que o lançava um sorriso zombeteiro.


- Oh merda...fui descoberto! - Ele fingiu de maneira teatral tristeza. -Acertou, talvez eu não tenha métodos melhores de aproximação e meu irmão idiota jogando "fruit ninja" com a sua irmã marrenta tenham me dado uma luz no fim do túnel. - Concluiu o pensamento arrumando o boné.


- Foi um ótimo método, a música é boa...talvez você tenha um bom gosto musical. - Ela admitiu e ambos sorriram um para o outro, foi quando Blossom tirou de sua bolsa um livro "A Sociedade dos Poetas Mortos".


Brick acompanhou com os olhos enquanto a ruiva tirava o marca páginas para ler


- Já assisti o filme, o livro nunca tinha visto... - Comentou enquanto deitava a cabeça acima da cabeça da ruiva, que ficou vermelha no mesmo instante. Brick sentiu o cheiro dos leves cabelos ruivos da menina, ainda era o maravilhoso e viciante cheiro de morango e chantilly.


- Esse é o primeiro livro que leio depois de assistir o filme, me sinto ansiosa por dentro de qualquer forma...é tão emocionante. - Ela completou sem tirar os olhos rosados do livro, ela achava relaxante ler com o som da música acompanhando.


- Concordo, eu não esperava o final...

O famoso Carpe Diem ... - Falou o ruivo enquanto seus olhos começavam a pestanejar, Blossom sorriu


Ela gostava muito quando via que Brick a entendia.



•••∆•••

Chegada na pousada, 06:55


- Aleluia! - Boomer falou, assim largando a mochila dele e de Bubbles no canto do lugar.


A pousada era enorme, e exclusiva deles por dois dias! Kim havia conseguido convencer sua família explicando que os seis heróis de Townsville precisavam de um descanso longe de todos. E como os pais dela saíram em uma segunda lua de mel e não iriam trabalhar, aquele lugar seria exclusivo deles.


Óbvio, haviam dois seguranças e um caseiro que morava ali perto e trabalhava supervisionando o lugar com o afastamento temporário da família de Kim.

O lugar era de bom gosto, o paisagista tinha arrasado na decoração do local, tinha até um redário do lado de fora em frente a um espaço para fogueira.


- AAAAAH! QUE DEMAIS! Kim já tinha me falado tanto sobre esse lugar, ele é bem mais bonito pessoalmente. - Bubbles se aproximou do grupo tirando da mochila de unicórnio que ela possuía dois molhos de chaves e entregou um na mão de Boomer. - Aqui fofo, essa é a chave do quarto de vocês e essa é a nossa.


- "Fofo"... - Butch repetiu mexendo as sobrancelhas para o irmão loiro enquanto ria, Boomer ficou vermelho e tentou ignorar o irmão.


- Vamos, é o quarto 7 - Boomer pegou a mochila encostada na parede sendo seguido pelos irmãos, assim que entraram ficaram em choque com o quão confortável todo o quarto era.


Tinha frigobar com cerveja, refrigerante e água

TV a cabo e ar condicionado! As três camas estavam distantes em cada parede do quarto e elas eram de casal.


- Esse lugar é ótimo, e a vista melhora ainda mais. - Brick falou abrindo um pouco as janelas e fazendo correr vento pelo quarto, Boomer sorriu.


- Minha nossa, Bubbles realmente sabe surpreender. - Nessa hora Butch fingiu uma tosse e teve a atenção dos dois.


- Uma pequena e indiscreta pergunta, mas que tá me rasgando por dentro... - Ele começou, foi tão tenso que até largou a mochila no chão. - Você e a loirinha não ficaram no mesmo quarto, vocês não...


Butch fez um gesto com as mãos que Brick entendeu na hora, mas Boomer ainda não havia entendido.


- Por que nós dois iríamos querer adestrar um urso? - Brick se surpreendeu com a lerdeza de Boomer, mesmo conhecendo o cérebro do irmão. Butch suspirou passando a mão na cara.


- Santa paciência... TÔ QUERENDO SABER SE VOCÊ E ELA NUNCA FIZERAM "VUCO VUCO" BOOMER - Boomer abriu a boca em um perfeito "o" e logo em seguida ficou vermelho.


- Bem, não... - Ele abaixou um pouco o olhar. - não precisamos ir tão rápido assim, se Bubbles quiser algo ela pode falar para mim mas eu nem costumo pensar nisso, tudo no seu tempo. - Ele sorriu de lado, Boomer não queria que Bubbles se sentisse pressionada a fazer qualquer coisa com ele


Então ele preferia que ela se sentisse confortável para falar sobre isso.


- É, você é um cara legal. - Boomer se surpreendeu com as palavras de Butch que falou isso sorrindo


Brick sorria também.


- E você um grande inxerido! - Respondeu Boomer no intuito de sacanear o irmão do meio.


- Não nego. - Respondeu Butch, Brick observou os dois irmãos e acabou sorrindo


"Ah, o ambiente familiar..."



•••∆•••



- Blossom, iremos descer agora e você não pode desistir! Larga de ser besta! - Buttercup gritava para a mais velha que tentava se esconder em um chapéu de praia amarelado de faixa rosa bebê.


- É Bloss, você tá linda nesse biquíni! Vamos lá. - Agora foi a loira.


Os meninos esperavam as irmãs no térreo para ir á praia, mas aí que estava o problema

Blossom não tinha se ligado que estar de biquíni era o mesmo que estar seminua de certa forma (na cabeça dela era bem mais complicado) e se xingava com palavras rebuscadas internamente por não ter pensado nisso antes.


- Eu realmente não sou o cérebro das Super Poderosas... - Ela abaixou a cabeça, estava com um biquíni branco com pequenos detalhes rosa bebê, e uma saída de praia rosa do mesmo tom também.


Em sua cabeça, o chapéu citado acima.

Blossom tem um corpo violão, o que as pessoas chamam de curvilíneo; cintura fina com coxas grande, bunda grande e peitos grandes.


Ela ainda se sentia envergonhada de ficar exposta assim, e as irmãs continuavam no jogo de convencê-la.


Butter usava a parte de cima do biquíni de alcinha verde a mostra, e um short curto de tactel preto. Bubbles um biquíni azul bebê de bolinhas brancas super fofo.


- Você queria ir para praia de quê? Terno? Vamos logo Blossom não temos o dia todo! - o dia estava quente, e ela se sentia mal por estar atrasando o grupo naquele momento.


- É que, eu não sei... - Bubbles sorriu para irmã.


- Se quer saber... você está ótima assim. É super normal pessoas se vestirem assim na praia, fala sério

Até a Buttercup! - Ela apontou para irmã morena.


- Como assim "até Buttercup"? - A loira ignorou a reclamação da morena.


- E qual é, esse biquíni foi sucesso na última fashion week. Quer dizer que você vai fazer sucesso também. - Ela piscou para a ruiva que respirou fundo e sorriu.


- Tá legal...talvez eu tenha exagerado um pouquinho. - Buttercup riu debochada.


- "Pouquinho", tem certeza? - Blossom revirou os olhos e abraçou a irmãs.


- Ainda não me acostumei totalmente com essas outras roupas, mas eu devo admitir... - Ela se olhou no espelho. - Eu tô bonita demais assim para não ir. - Ela falou brincando e as irmãs riram. - O justo então é ouvir a voz do povo e tentar se divertir né? 


- Vamoooos! - Bubbles saiu do quarto saltitando chamando as irmãs.


As duas a seguiram rindo, Blossom já estava calma e tinha aceitado a idéia.


•••∆•••

Praia, 07:22


As meninas acabaram por encontrar os meninos só na praia, já que elas tinham demorado mais que o esperado para descer para ajudar Blossom. Nesse meio tempo eles tinham conseguido lugar e estavam descansando nas cadeiras embaixo do guarda sol.


Elas se aproximaram.


- Finalmente! Praia é quase sem roupa, imagina se... - Butch parou de falar quando viu Buttercup sentar rapidamente ao lado dele e tomando da sua mão a latinha de refrigerante.


Ele acabou engolindo em seco, ele estava surpreso com a vista.


- Que foi? Pega outro refri! - Pela primeira vez ela subiu o olhar pra Butch e ficou um pouco vermelha, tinha esquecido do físico perfeito de Butch.


Quantos fininhos tinha naquele tanquinho? Ela não conseguia saber, mas lavar roupa ali era uma ótima idéia.


- Como assim, você toma o refri dos outros e se sente livre para mandar neles? - A morena concordou com a cabeça e fez certinho com o polegar, mas ele botou a mão na lata de refri de novo. - Não se atreva.


- Já me atrevi. - Sim, eles começaram a brigar por aquela lata.


Bubbles se sentou na mesma cadeira de praia que Boomer, e o beijou com ternura.


- Já passou o protetor Boom? - O loiro negou com a cabeça e sorriu amarelo.


- Bem, eu meio que esqueci no quarto... - Ela riu do jeito do namorado e pegou o protetor que trouxe consigo.


- Eu imaginei, pode virar de costas moçinho. - Boomer obedeceu na hora.


- Você que manda. - Ele sorriu sentindo o creme ser passado de maneira delicada nas suas costas.


Blossom aproveitou a briga pelo refrigerante de Butch e Buttercup para se sentar na cadeira onde anteriormente o moreno estava sentado, e ficou ao lado de Brick.


- Achado não é roubado né... - O ruivo falou, antes de dar uma bela passeada com seus olhos escarlates pelo corpo de Blossom.


Ele teve que se conter para não babar, que visão dos deuses o garoto jurava estar tendo.


- A briga deles parece demorar, então acho que Butch não vai sentir tanta falta dessa cadeira. - Blossom falou se endireitando, ela ficou levemente ruborizada (e estava fazendo um bilhete mental para parar com essa mania)


Brick deitado na cadeira com os óculos escuros direcionados a si mesma, a única coisa que a impedia de ver aquele maravilhoso e exemplar corpo era a bermuda de banho e a camiseta de manga dobrada vermelha dele (que infelizmente a limitava de ter mais um pouco daquela deliciosa visão).


Oh céus, que pensamentos são esses! Essa era a primeira vez que o via com tão pouca roupa assim. Isso a deixava um pouco hipnotizada.


- Ah não, não me diga que vai ler aqui? - Ele perguntou sem nem olhar para a Super Poderosa rosa, ela se sentiu pega no flagra


Como uma criança que foi pega com a mão no pote de biscoitos. Ela na hora largou a sacola que ia pegar.


- Não... - Brick sorriu e virou para ela. - okay, eu ia.


- Imaginei, quer ir ao mar então? - Ela não entendeu a pergunta direito, ele estava querendo ficar só com ela? - Você me parece muito deprimida nessa pequena distância do seu "precioso" livro.


Blossom apertou um pouco os olhos e levantou uma sobrancelha cruzando os braços, Brick adorava provocar a ruiva.


- Falou o "anti-social", vamos então. - Ela concordou, o que surpreendeu o rapaz ruivo, que na mesma hora deu um pulo da cadeira para a tal ida ao mar.



Os dois caminharam calmamente até o mar, um ao lado do outro...

Sendo seguidos por olhares de seus irmãos.


- Eles estão olhando não é? - Perguntou a ruiva


- Tem dúvidas? - Brick riu sendo acompanhado por ela na risada. - Vai parecer ousado da minha parte se disser que você fica linda de biquíni? - Ele por fim disse, agora sim


Blossom estava inteiramente vermelha e nem era pelo sol.


- Bem...é sim, mas eu não nego que gostei de ouvir isso. - Ela sorriu envergonhada, a expressão de vergonha que ela tinha era uma mistura extrema de adorável e provocante no ponto de vista do Desordeiro vermelho.


- Não consigo mentir Pink, é bem atraente mesmo... - Por pelo menos 1 minuto, pareceu que só existiam os dois naquela praia, mas tudo foi por água abaixo ao escutarem um:


"POIS ENGULA ESSA COCA COLA E ENGASGUE!" 


Era a voz de Buttercup

Eles se viraram e viram a cômica cena da heroína verde virando de maneira forçada uma lata de coca na boca de Butch.

Eles deduziram que o moreno tivesse derrubado a anterior.


- Mais um dia normal. - Falou Brick observando a cena junto com Blossom.



•••∆•••

Pousada 13:12


Depois de um longo dia na praia, o sexteto almoçou lá e aproveitou o máximo possível do belíssimo sol que fazia. Chegaram em casa e repararam no karaokê que tinha lá, mas antes todos foram tomar banho para tirar a maresia de seus corpos, o que foi demorado por ter um banheiro em cada quarto para três pessoas dividindo o mesmo quarto.


Blossom refletia sobre o que Brick disse para ela, a água caindo em seu corpo a lembrava da sensação de ser elogiada por ele; Sempre esse calor, essa sensação de que ela era única...


- Bloss! Não temos o dia inteiro! - Gritou Buttercup batendo na porta do lado de fora, isso tirou a ruiva de seus pensamentos como uma pancada.


- Já estou indo! - E assim, ela se desesperou para terminar o banho.



•••∆•••

Pousada, 13:30


- Nunca imaginei que isso aconteceria de novo... - Buttercup falou olhando diretamente para os três garotos a frente.


- Nem eu Butterbaby, mas a vida é uma caixinha de surpresa e vocês serão esmagadas...sem dó. - Butch completou encarando a morena.


- Boomer...sinto muito mas é o único jeito. - Bubbles apertou os punhos, e Boomer riu zombeteiro.


- Não aliviarei para você Bubs, tem minha palavra. - O loiro afirmou e por fim os líderes se encararam.


- Super Poderosas contra os Desordeiros como nos velhos tempos...isso soa nostálgico, parece que você ainda não aprendeu a lição que não consegue me derrotar Brick. - Ela estava de braços cruzados em frente a sua contraparte que debochou na mesma hora.


- Está cantando vitória cedo demais Pink, tô louco pra ver a senhorita derrotada... - O ruivo falou a olhando diretamente nas orbes.


- Não tem jeito, então vamos logo começar a... COMPETIÇÃO DE KARAOKÊ! - Buttercup gritou em seu microfone, fazendo as irmãs se aproximarem e os meninos sentarem em um dos sofás da sala de frente a enorme TV. - Aí, isso é tão legal! Em nome dos velhos tempos, a competição será de dois grupos sendo compostos por três participantes, no caso os grupos clássicos:


As Super Poderosas

X

Os Desordeiros


Que vençam os melhores, o que quer dizer; a gente. Vocês escutarão de novo o "E mais uma vez o dia foi salvo, graças as Meninas Super Poderosas!" Haha, perdedores. - Os meninos reviraram os olhos para a provocação de Buttercup.


- A competição de Karaoke ocorre assim: O primeiro grupo que perder no cara ou coroa irá apresentar sua performance primeiro, e aí que está a parte divertida. A somatória de pontos ocorre pelo próprio contador do Karaokê, que capta e consegue indentificar o som do respectivo microfone dando a vitória para a equipe 1 ou a equipe 2.

A primeira competição de trio, a música será escolhida pela equipe oponente para ficar mais interessante, e depois ocorrem as competições em dupla: Uma Super Contra Um Desordeiro...e acho que todo mundo já espera contra quem vai competir assim como nos velhos tempos também... - Blossom falou como se fosse óbvio e todos da sala riram. - Enfim, no final terá uma somatória de pontos de cada equipe pelo Karaoke e no fim teremos a vencedora.


- Justo. - Brick pegou a moeda de seu bolso e ia virar pra cima quando Blossom a pegou.


- Ah ah, cedo demais Coelhinho. - Ela devolveu a moeda para o ruivo que a olhou intrigado. - Eu sei que você sabe manipular o resultado de cara ou coroa. 


Brick colocou as mãos no bolso, pego no flagra.


- Droga, você foi rápida. - Ela sorriu para ele e por fim entregou para Bubbles.


- Bubbles gira a moeda, ela nunca soube fazer isso. - Bubbles fez bico para a ruiva, mas era verdade.


Como as pessoas rodavam a moeda daquela forma tão mágica e batiam no pulso???


- Ei! - A loira reclamou.


- Pior que é verdade. - Falou Boomer rindo da reação da namorada.


Bubbles posicionou a moeda e olhou para os vermelhos.


- Cara. - Falou Brick.


- Coroa. - Falou Blossom. Bubbles jogou a moeda para cima toda desengonçada e...


A moeda caiu no chão.

Eles viram o resultado do chão mesmo e...

As meninas venceram! E começam escolhendo a música que os meninos vão cantar.


- Como vamos saber se isso não foi nepotismo?? - Perguntou Brick, tentando disfarçar seu senso de competitividade aprisionado.


- Oh, seja um bom perdedor Coelhinho e vamos jogar! - Blossom falou toda animada e provocadora, ele achou... sexy.


(ATENÇÃO: PARA BOA EXPERIÊNCIA, ESCUTE AS MÚSICAS DURANTE AS CENAS DO CAPÍTULO. OS NOMES DAS MÚSICAS E SEUS LINKS PARA O YOUTUBE ESTARÃO NAS NOTAS)


As meninas se reuniram e cochicham bastante, até que voltam com a escolha:


- E aí? - Perguntou Butch, Buttercup deu um sorriso maléfico, o que o fez temer a escolha.


- Queremos que cantem "Wannabe" das Spice Girls. - Disse Buttercup, fazendo os três abrirem a boca em choque.


- Nem ferrando... - Butch falou quase que automático.


- Depois nós que somos os vilões... - Completou Boomer.


- É sério mesmo? - Brick perguntou e as três concordaram com a cabeça.


- Isso vai ser muito bom! - Bubbles deu pulinhos e foi se sentar no sofá com suas irmãs para assistirem ao show.


- Não achem que estamos por baixo, iremos chocar vocês não é Brick? - Butch falou, e quando virou Brick não estava mais lá


Estava quase saindo da sala, mas os irmãos voaram até ele o puxando de volta.


- Vamos logo então...- O ruivo falou pegando o microfone cruzando o braço.


{ W A N N A B E }


Hahaha

Yo, I'll say you what I want, what I really really want - Butch começou a música fazendo graça e chacoalhando a cabeça como um rapper, as meninas começaram as rir.


So tell me what you want, what you really really want - Agora foi Boomer, apoiando o braço no ombro do irmão, e depois cutucou Brick que mesmo contrariado continuou


I'll tell you what I want, what I really really want

So tell me what you want, what you really really want - Ele cantou com uma chacoalhada leve em seu corpo, as meninas se divertiam com isso.


I wanna, I wanna, I wanna, I wanna - Todos os três cantavam juntos agora.


I wanna really really really wanna zig-a-zig ah - Simulação uma coreografia engraçada cantando ao mesmo tempo, eles cantavam muito bem, isso as surpreendeu bastante.



Depois da primeira apresentação, que foi incrível diga-se de passagem. Os meninos estavam dispostos a se vingar das meninas aloprado uma música difícil para elas também.

Eles se reuniram como um time de futebol para escolherem a música das adversárias.


- Okay, okay, okay... - Butch começou. - Como somos bonzinhos, escolhemos uma música bacana para vocês.


- Ah é? - Perguntou Blossom antes de ver o sorriso maquiavélico de Brick.


- Sim, a música será "Sexy and I Know it" - As três arregalaram os olhos, já esperavam algo difícil.


- Prontas? - Perguntou Boomer.


- Pfff, já nascemos prontas para uma disputa de Karaokê manés! - Falou Buttercup pegando o microfone.



{ S E X Y - A N D - I - K N O W - I T}



When I walk on by, girls be looking like, damn, he fly - Bubbles começou, inclusive dançando, Boomer sorriu um pouco hipnotizado pelo movimento da namorada.


I pay to the beat, walking on the street with in my new Lafreak, yeah - Buttercup foi a segunda a entrar, mas logo lembrou da parte que era depois da dela e começou a pensar em quão engraçado seria ouvir Blossom cantar aquela parte.


This is how I roll, animal print, pants out control - Como esperado: Ela ficou vermelha, e todo mundo caiu na gargalhada pela reação da ruiva.


It's RedFoo, with the big afro - Bubbles retornou a palavra.


They like Bruce Lee, rock at the club - Butter completou e então as três começaram:


Girl, look at that body

Girl, look at that body

Girl, look at that body

I work out

Girl, look at that body

Girl, look at that body

Girl, look at that body

I work out - E então elas começaram a formar uma coreografia enquanto dançavam, isso tornou a apresentação bem alegre.


No final começaram as competições de duplas, e a música do casal iria ser escolhida pela roleta do celular de Bubbles.


- Butch e Butter, para frente. - A loira pediu. - A música de vocês será... - Ela rodou a roleta dando um toque no centro do celular, quando parou ela anunciou. - THE TIME OF MY LIFE! Tema de Ritmo Quente.


- Tá de brincadeira? Eu já vi esse filme o suficiente esperando o jogo pra saber até a coreografia! - O moreno falou e Buttercup sorriu desafiadora.


- Sabe a coreografia? Melhor ainda, venha comigo então pé de valsa. - Eles pegaram o microfone e começaram a brincar encenando a dança do filme 



{ T H E - T I M E - O F - M Y - L I F E}


Now, I've had the time of my life

No, I've never felt like this before

Yes, I swear, it's the truth

And I owe it all to you - Butch iniciou de maneira sensual a dança, o que fez o quarteto sentado explodir de risadas acompanhados de BC, que logo em seguida segurou o riso para cantar 


Cause I've had the time of my life

And I owe it all to you - Todos da sala começaram a aplaudir no ritmo da música enquanto eles dançavam cantando.


I've been waiting for so long

Now, I've finally found someone to stand by me - Butch continuou e de vez em quando ria perdendo o foco e Buttercup dava soquinhos no ombro dele.


We saw the writing on the wall

As we felt this magical fantasy - Ela cantou essa parte acompanhada do barulho de soquinhos no braço dele.


Now, with passion in our eyes

There's no way we could disguise it secretly

So, we take each other's hand

'Cause we seem to understand the urgency - Eles cantavam juntos essa parte.




Após a apresentação do primeiro casal, Buttercup comentou discretamente para Butch:


- Você cantou bem "Patrick Swayze" - E voltou para se sentar, ele apenas riu balançando a cabeça a acompanhando.


- Aí que lindos, me senti vendo a cena do filme! - Bubbles pulou animada com a roleta em mãos.


- Versão de Chernobyl né? - Falou Brick, que recebeu uma almofada arremessada de longe, mas ele segurou pelo reflexo e força.


- Está apenas com inveja irmão, nossa performance foi perfeita. - Butch e Buttercup deram um toca aqui e outros riram.


- Bem, Brick e Bloss... Em frente. - Os dois pararam em frente a loira e seu poder da roleta. - A música de vocês será... - Ela tocou a tela que rodava freneticamente como no roda a roda jequiti, Brick jurava poder ouvir a música do programa. - You're The One That I Want! Trilha sonora da Sandy e do Danny!


- Já viu Grease né? - Blossom perguntou pegando o microfone.


- Claro, só não vou dançar que nem os dois engraçadinhos passados. - Ele pegou o microfone.


- É impressão minha, ou só tá saindo coisa velha nessa roleta? - Perguntou Butch.




{ Y O U ' R E - T H E - O N E - T H A T - I - W A N T}


I got chills

They're multiplyin'

And I'm losin' control

'Cause the power

You're suplyin'

It's electrifyin'! - Brick cantou, e como o prometido: não dançou, o que fez Butch vaiar.


You better shape up

'Cause I need a man

And my heart is set on you

You better shape up

You better understand

To my heart I must be true - Mas Blossom nunca que seguiria o que o outro ruivo disse, e o puxou para dançar, aí sim os outros aplaudiram.


Nothin' left, nothin' left for me to do



You're the one that I want

(You are the one I want), oh, oh, ooh, honey

The one that I want

(You are the one I want), oh, oh, ooh, honey

The one that I want

You, (you are the one I want), oh, oh, oooh

The one I need

Oh, yes indeed - O casal de líderes cantava e dançava agora, Blossom era bailarina desde que se entendia por gente e tinha uma chance de dançar a coreografia de Grease de bandeja ali, óbvio que ela iria de alguma forma convencer o ruivo a dançar.


If you're filled

With affection

You're too shy to convey

Meditate in my direction

Feel your way - E como a Sandy no filme, Blossom estava cantando em um tom sensual condizente. A voz da heroína rosa era linda e maravilhosa de se ouvir, Brick sorriu.


I better shape up

'Cause you need a man - Brick respondeu


I need a man

Who can keep me satisfied - Era engraçado estarem tendo uma batalha de música agora, sendo que quando mais novos era uma real batalha sangrenta. Blossom pensou.


I better shape up

If I'm gonna prove - O quarteto atrás deles imitava os movimentos da dança.


You better prove

That my faith is justified - Blossom cantou, olhava Brick nos olhos agora. Pôde se maravilhar naquele maravilhoso tom escarlate.


Are you sure?

Yes, I'm sure down deep inside

You're the one that I want

(You are the one I want), oh, oh, ooh, honey

The one that I want

(You are the one I want), oh, oh, ooh, honey

The one that I want

(You are the one I want), ooh, ooh

Are what I need

Oh, yes indeed - Os dois cantavam juntos nos movimentos da cena do filme.




E por fim, com o resultado final de Boomer e Bubbles, Buttercup tomou o celular de Bubbles antes dela rodar a roleta.


- Ei! - Reclamou a heroína azul.


- Não não, tô estranhando o fato de que nós quatro cantamos músicas dos seus filmes de romance favoritos... Então eu mesma vou rolar essa roleta. - Bubbles cruzou os braços e fez bico, Boomer a abraçou pela cintura sorrindo e beijou sua testa. - É, sua música é... - A morena rodou a roleta. - Bring Me To Life, eu amei! - Bubbles arqueou a sobrancelha para morena


- Que engraçado, o sujo falando do mal lavado... Essa é uma das suas músicas favoritas! - Bubbles reclamou e Butter mostrou a língua.


- É mesmo né, agora vai cantar. - Bubbles pegou o microfone contrariada acompanhada de Boomer.



{ B R I N G - M E - T O - L I F E}


How can you see into my eyes like open doors?

Leading you down into my core where I’ve become so numb

Without a soul my spirit’s sleeping somewhere cold

Until you find it there and lead it back home - Bubbles começou a música calmamente


(Wake me up) - Boomer cantou, e Bubbles segurou a mão dele cantando.


Wake me up inside - Ela continuou sua parte.


(I can’t wake up) - Ele tinha domínio sobre o tom da música impressionante.


Wake me up inside - Bubbles cantou, e teve a continuação do namorado.


(Save me) - Ele cantou mais alto


Call my name and save me from the dark - Okay, Buttercup estava adorando se vingar da irmã assim.


Após cantarem bastante, chegou a hora dos resultados serem calculados pelo programa de Karaokê.


- Ai aí, derrotar Desordeiros outra vez...quem diria. - Butch deu um empurrãozinho nela com o braço.


- Engraçadinha, você não pode ter essa certeza. - E quando todos olhavam ansiosos para a tela...


Apagou

Tudo apagou, Brick correu para a janela e olhou os postes e as outras casas.


- Teve um apagão... - Ele falou para o grupo, e todos começaram a falar "O que?" E Brick se sentiu lidando com papagaios, mas isso nem era o mais importante pra ele. - E os resultados?? Quem venceu?


- Parece que não vamos saber, o programa não funciona salvando o progresso assim...desligou a força né. - Bubbles falou meio cabisbaixa.

Uma competição calourada de canto jogada no lixo.


- E agora? O que vamos fazer? - Perguntou Boomer e todos pareceram pensar. - Blossom olhou para o lado de fora.


- Que tal um lual? - Eles se espantaram por ela estar sugerindo aquilo, Blossom não era muito de "diversão" - Que foi? Estamos sem luz e tem um redário em volta de um espaço para fogueira lá fora, podemos levar marshmallows e algumas bebidas para fora e curtimos a noite a luz do céu.


Todos pensaram e a ideia era ótima.


- No final o dia acabou sendo salvo por uma Super Poderosa mesmo. - Buttercup falou, e os meninos se sentiram contrariados

Mas depois acabaram rindo.



•••∆•••

Redário da Pousada, 20:09


Blossom havia acabado de se arrumar, usava um cropped branco com um zíper na frente com um short curto da mesma cor, nos pés uma sapatilha rosinha e vestia um kimono um pouco transparente com desenhos da flor de cerejeira, o kimono era rosa.

Ela estava de cabelo solto, e tinha uma coroa de flores na cabeça.


No momento a ruiva batalhava para fazer fogo naquela fogueira.


- Nos filmes isso parece fácil... - Sussurrou para si mesma.


Foi quando Brick apareceu, camiseta preta e calça swag vermelha junto do boné de sempre com seus cabelos ruivos curtos bagunçados por baixo. Ele segurava o balde de gelo consigo.


Foi quando viu a dificuldade da ruiva, e não conseguiu evitar um sorriso.


- Precisa de ajuda? - Ele perguntou e ela negou com a cabeça, teimosa e orgulhosa...


- Com isso aqui? Claro que não, isso é fácil perto dos monstros que eu já enfrentei. - Ela deixou o graveto que usava quebrar e segurou um suspiro de frustração na frente do ruivo.


Brick se aproximou com seu andar entediado, deixou o balde de gelo vazio de lado e estendeu a mão esquerda para o lugar da fogueira, e de sua palma saiu a chama tornando o centro daquele lugar mega claro e acendendo o que Blossom estava tendo dificuldade para acender.


Ela saiu de perto perante ao calor que se formava muito próximo do fogo. Ela havia esquecido que Brick tinha poderes especiais do fogo, por isso foi tão fácil enquanto ela sofria para acender aquilo ali.


- Fácil viu? - Ele pegou o balde de volta e Blossom se aproximou, criando vários cubos de gelo que caiam diretamente para o balde.


- Viu só? Acabamos de ajudar um ao outro. - Ele balançou a cabeça negativamente com um sorriso presente em seus lábios.


- Engraçadinha... - Ele sentou em uma das redes, e fez sinal para Blossom.


Ela não entendeu.


- Eu já fiz piada sobre sua inteligência duvidosa hoje e não quero repetir, senta aqui comigo. - Ela...na mesma rede que Brick... - Eu não mordo Pink, a não ser que...você queira. - Ele a provocou e ela ficou vermelha


Isso o agradou.


- Tem várias redes por aqui, por que especificamente tenho que sentar na mesma que você está? E se derrubarmos a rede. - Ela perguntou cruzando os braços desafiadora para ele. Okay, isso foi de tirar o fôlego para ele


Ele nunca admitiria mas adorava o temperamento de Blossom, mexia com ele essa adrenalina entre os dois.


- Porque é a minha rede agora, vai ser mais legal se você estiver aqui. - Parece que conseguiu desarmar a garota, ela ficou sem resposta. - Deixa de drama Pink, só sentar e se arrebentar é só concertar o punho da rede.


Blossom se aproximou meio envergonhada e se sentou ao lado dele, foi inevitável...

Ficaram colados um com o outro.


- Você venceu, mas me fala de verdade...por que me queria aqui? - Ela perguntou desviando o olhar para os lábios do ruivo, pareciam tentadores agora.


- Para a garota mais rápida e forte do mundo... você é meio lenta. - Ela curvou as sobrancelhas sem entender onde ele queria chegar. - Mas como posso julgar? Você é assim desde pequena.


- Ah, como é? Você que era o bobão machista opressor entre nós dois. Eu sempre fui a inteligente e sofisticada. - Brick riu sarcástico.


- É mesmo, eu lembro de já ter vencido do seu rostinho "inteligente e sofisticado" no mano a mano várias vezes, inclusive quando nasci. - O garoto lembrou do dia que se conheceram e ela também pareceu lembrar.


- Tem certeza? Pois eu lembro de você ter explodido naquele dia... - Ela afirmou provocante e ele revirou os olhos.


- Isso porque você usou aquele hack do... - Ele pensou bem antes de proferir aquela palavra, estavam em uma distância quase mínima e ele olhava diretamente para os lábios pintados em um tom vermelho dela. - Beijo. Você me explodiu com um beijo.


- Difícil esquecer daquilo, fazer o que né? Usamos as armas que temos para derrotar meninos que querem dominar o mundo. - Os dois riam de lembrar da cena. - E o que foi aquele retorno de você? "Não se explode coisas boas"??? - Ela começou a rir da fala do garoto naquele dia, e ele suspirou revirando os olhos.


- Pff, eu admito que essa foi fraca, a "O que as garotas fazem, os garotos fazem melhor" era minha favorita. - Blossom deu um empurrão no braço dele que quase o desequilibrou da rede, porém ela o puxou de volta o fazendo rir.


- Aquele dia foi terrível, você babou em mim! - Ele gargalhou alto agora.


- Eu já pedi desculpas, mas vou pedir de novo por isso... - Ambos caíram na risada por essa. - Quase te deixei surda anunciando a "luta anual" também.


- Eu juro que ainda posso ouvir um zumbido no final da orelha. - Ela brincou. - Você era uma peste ein Desordeiro, não faz muito tempo que parou de ser "peste". - Ele sorriu ladino para ela.


- Ah é? A senhorita também não era tão fácil assim de lidar alguns dias atrás. Mas na real, acho que tudo que a gente precisava era ter aquela conversa do baile da Mais Grana. - Ele lembrou daquela noite, a fazendo se lembrar também.


- É... - Blossom reparou o quanto sua vida em relação ao Desordeiro tinha mudado de um tempo pra cá, Brick e ela se aproximaram de uma maneira que ela não imaginava que acontecesse por nada.


- O Brick de 6 anos nunca acreditaria que um dia estaria assim, conversando tão próximo de sua odiada inimiga Blossom... - Eles não repararam, mas estavam bem mais próximos em relação ao início da conversa. Brick analisou a garota por  inteira, e Blossom sentiu o enorme arrepio de ter os olhos escarlates sobre si. - Ele nunca imaginaria, querer tanto beijar aquela maldita Super Poderosa como eu quero agora...

Acabou saindo, Brick contou seu desejo profundo do momento.

- Todas as versões passadas da Blossom, inclusive a do final do mês passado...nunca iriam nem sonhar com a vontade de te beijar também.

Foi só isso

Isso foi o suficiente

O estopim

Para que o lábio dos dois "nascidos para se odiar" se encontrasse.

Eles se beijaram e o mundo pareceu parar ao redor deles, não sabiam se o calor que emanava em seus corpos era culpa da fogueira ou deles mesmos.

Brick distribuiu beijos no queixo, no pescoço e no canto da boca, para no fim voltar para a mesma.

O beijo dos dois era a perfeita união que formavam, sentiram que esperavam a muito tempo aquilo.

As brigas do início do ano, e as do ano passado, e as de sempre... Podem ter sido o enorme resultado da atração entre eles.

Os dois tinham 18 anos agora e pareciam adolescentes normais, não parecia que Brick já fora considerado uma arma assim que nasceu.

Talvez eles não fossem destinados a se odiarem até o temido dia de se matarem, talvez fossem destinados a se amar.






Notas Finais


- Músicas do capítulo -

1- Wannabe - https://youtu.be/gJLIiF15wjQ

2- Sexy And I Know It - https://youtu.be/wyx6JDQCslE

3- Time Of My Life - https://youtu.be/WpmILPAcRQo

4- You're The One That I Want - https://youtu.be/7oKPYe53h78

5- Bring Me To Life - https://youtu.be/3YxaaGgTQYM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...